Mapa de visitantes

domingo, 16 de outubro de 2011

Os Seminários e os Padres Seculares da Diocese - Jubileu de Ouro - Criação da Prelazia de Abaeté do Tocantins



















































JUBILEU DE OURO: CRIAÇÃO DA PRELAZIA DE ABAETÉ DO TOCANTINS 5

PARTE V: SEMINÁRIOS, PADRES

ESTA É UMA HOMENAGEM PELOS 50 ANOS DA INSTALAÇÃO DA PRELAZIA DE ABAETÉ DO TOCANTINS E A ENORME CONTRIBUIÇÃO ESPIRITUAL E SÓCIO-POLÍTICA QUE O FATO PROPORCIONOU AO TERRITÓRIO DA PRELAZIA. ALGUNS NOMES ESTÃO FALTANDO À LISTA DOS NOMES ELENCADOS, O QUE SERÁ FEITO POSTERIORMENTE. A TODOS OS NOSSOS SINCEROS AGRADECIMENTOS.

CRIAÇÃO DA PRELAZIA: 25/11/1961

OS SEMINÁRIOS E OS PADRES FORMADOS NA DIOCESE DE ABAETETUBA:
• Anuário 2004: Formação do Clero Secular: Seminário Dom Oscar Romero – Av. Perimetral, 1500/b – CEP: 66070-970 – Belém/Pa. Reitor: Pe. João Alves Carvalho, em 2004.
• Anuário 2004: Seminário Nossa Senhora de Guadalupe – Rua Magno de Araujo, 2306 – CEP: 68440-000 – Abaetetuba/Pa. Reitor: Pe. Raimundo Maués, em 2004.
Acréscimos:
Quando da nomeção de D. João Gazza como 1º Bispo Prelado da nova Prelazia de Abaeté do Tocantins em 25/11/1961, ele sabia, através da Bula de criação da Prelazia, que a presença dos padres xaverianos em Abaeté era provisória e que ele deveria logo criar escolas e seminários para formar os próprios padres da Prelazia. E, entre as primeiras decisões de D. João Gazza, estava as da criação da Escola Paroquial e do Seminário para os jovens da região que possuíssem a vocação ao sacerdócio. A escola e o seminário foram criados concomitantemente, com a escola funcionando no Barracão de Nossa S. da Conceição e o seminário funcionando numa velha casa que existia onde hoje funciona o Colégio São Francisco Xavier. E eram muitos os meninos e jovens entusiasmados pelo exemplo, vida e trabalhos sem reserva dos Padres e Irmãs Xaverianos.

O SONHO PASTORAL DE D. JOÃO GAZZA:
D. João Gazza, a respeito da formação dos padres e do seminário para a Prelazia, escreveu:
• “Sonhamos com um padre, ao menos em cada uma das seis paróquias da Prelazia, ou melhor, com dois padres em cada residência, que é o que exigem as normas pastorais dos Xaverianos. Os missionários farão milagres se puderem usufruir de uma vida comunitária de corpo e alma. É necessário uma consciência clarividente da própria vocação específica: fundadores de igrejas, pioneiros de novos “bandeirantes” da fé para abrir estradas por onde outros deverão passar, construir para que outros possam se estabelecer definitivamente e “Não desprezar nem uma alma que custou o Sangue de Cristo”. E o missionário deverá ter um espírito de adaptação à toda prova e em todas as linhas no aproveitamento dos meios especiais para a realização do apostolado missionário. Aí está a oportunidade de viver integralmente a vocação missionária”.
Sonhamos com um pequeno Seminário, perdido no meio do verde, com vistas para o azul do mar. Já vemos suas dimensões, as paredes, os corredores, a capela, as salas de aulas, os campos de jogos. E o seminário abrigará uns 50 meninos, quase todos moreninhos. No documento de ereção da Prelazia o Santo Padre João XXIII escreve: “Ao prelado impomos a obrigação grave em consciência de erigir ao menos o pequeno Seminário da Prelazia”.
Porém, a formação de padres exigia anos de intensos estudos, e eram necessárias estruturas adequadas para receber os jovens que quisessem fazer a experiência da vocação sacerdotal. Assim o antigo Ginásio São Francisco Xavier (hoje Colégio São Francisco Xavier) foi construído, como também foram criados os dois seminários, o Seminário Menor e o Seminário Maior, ainda nos tempos do Bispo D. Ângelo Frosi.

O SEMINÁRIO MENOR EM ABAETETUBA:
• Seminário Menor Nossa S. de Guadalupe, fica situado à Rua Magno de Araujo, Bairro de São Lourenço e foi construído por iniciativa de D. Ângelo Frosi, no ano 1981;
Endereço: Diocese de Abaetetuba – Travessa Padre Luiz Varela, 1636 – Centro – Fone: 91-3751-1088 – Abaetetuba – Pará.

COMO FOI ADQUIRIDO O IMÓVEL DO SEMINÁRIO MENOR:
O prédio onde hoje funciona o Seminário de Nossa S. de Guadalupe, da Diocese de Abaetetuba, pertencia ao Sr. Churamba, que queria vendê-lo. Uma pessoa se interessou pelo dito prédio para lá instalar uma boate. O Sr. Totó Kemil dos Santos diz que essa boate seria uma grande afronta aos católicos locais, pois ficaria muito perto da Igreja de N. S. de Nazaré. O Sr. Totó tomou conhecimento desse fato e partiu para a compra do imóvel, mesmo sem recursos. Esse prédio serviria de sede para a então Congregação Mariana, que reunia os jovens católicos da cidade. Ele conseguiu sensibilizar o então gerente do BASA, a quem o prédio pertencia por penhor, por dívidas do Sr. Churamba com esse banco. O Sr. Totó conversou com o padre que estava em visita à cidade de Abaeté, e expôs a situação dos jovens da Congregação Mariana e do imóvel que poderia servir de séde à congregação e não de uma boate, perto da Igreja. Esse padre doou o dinheiro para a compra do imóvel e o mesmo foi doado à Prelazia, onde hoje funciona o Seminário N. S. de Guadalupe. O Padre que doou o dinheiro se chamava Mário e nunca mais veio à Abaeté.
Segundo o Sr. Totó, eram os jovens que precisavam de formação espiritual e religiosa, pois, as jovens, já eram assistidas pelas irmãs capuchinhas. As reuniões dos jovens se realizavam em vários locais improvisados, o que dificultava as reuniões dos jovens de Abaetetuba (Congregação Mariana).

SEMINÁRIO MAIOR EM BELÉM:
• Seminário Filosófico-Teológico D. Oscar Romero, em Belém-Pa, criado Por D. Ângelo Frosi nos anos de 1980, à Av. Perimetral s/nº, Caixa Postal 8005, no Bairro da Terra Firme, CEP 66070-970 – Belém/Pa.
• Em 27/7/1990 D. Ângelo Frosi, Bispo da Diocese de Abaetetuba, assume como diretor do Seminário D. Oscar Romero e nesse periodo são ordenados 3 novos padres: Padre Raimundo Maués, em 1992; Padre Adamor Lima, em 1993 e o Padre João Alves, em 1994 e, num futuro próximo, deveria acontecer a ordenção do Padre Zezinho (José Elpídio Silva).
PADRES FORMADOS NOS SEMINÁRIOS DA DIOCESE:
Os padres formados nos Seminários Nossa S. de Guadalupe e D. Oscar Romero, foram os seguintes:

O 1º Padre Formado no Seminário D. Oscar Romero:
• PADRE JOÃO RAIMUNDO/Padre João Raimundo Teixeira, nascido a 31/8/1949, que foi o primeiro padre a ser formado pela Diocese de Abaetetuba, ordenado por D. Ângelo Frosi em 6/1/1985, como padre diocesano, com atuação na séde do municipipio, outros municípios e professor de Ensino Religioso. Seguiram-se outros padres seculares: João Alves, Tiãozinho, Raimundo Maués, Adamor Ferreira, Zezinho.
Em 1989 o Padre João Raimundo assume como Vigário de Vila Concórdia, em lugar do Pe. Humberto. O Pe. João Raimundo permaneceu até o ano de 1992 na Vila Concórdia e em lugar dele veio o Padre Zezinho Leoni, sempre ajudado pelo Ir. Luís. Trabalhou em várias paróquias da Diocese. Em 5/2004 é citado como co-pároco da Paróquia de Nossa S. da Conceição e o responsável pela espiritualidade no Centro de Recuperação D. Ângelo Frosi.

• PADRE JOÃO ALVES/Padre João Alves Carvalho, nascido a 23/10/1960 no Maranhão, ordenado a 30/1/1994 no Maranhão e que foi ordenado no dia 30/1/1994, em Bacabal-Ma, pelo bispo de Abaetetuba D. Ângelo Frosi e logo foi designado para ser o Pároco da Paróquia de Nazaré, em Abaetetuba, em substituição ao padre Marcelo Zurlo, que foi transferido para Belém-Pa. Esteve presente, em 1/5/1995, no Jubileu da Prata de Consagração de D. Ângelo Frosi, quando era o pároco da Igreja de Nossa Senhora de Nazaré e como pároco dessa paróquia, junto aos paroquianos daquela igreja, conseguiu terminar as reformas do Salão Paroquial de Nazaré e a igreja de Nazaré, uma bonita igreja em Abaetetuba.
Após passar vários anos na Igreja de Nazaré, o Padre João Alves foi vigário da Igreja de Nossa S. da Conceição, tendo encampado a luta do MECA para a instalação de uma radio em Abaetetuba e além da radio montou a TV Nazaré-Abaetetuba e a TV Conceição e foi diretor da Rádio e TV Conceição por longos anos.
Em 2004 foi Reitor do Seminário Maior D. Oscar Romero, em Belém/Pa e em 5/2004 é citado como o responsável pela Pastoral da Comunicação, da Diocese de Abaetetuba e morando em Belém.
Desde 2010 o Padre João Alves é pároco da Paróquia São Francisco de Assis, de Tailândia, tendo como co-pároco o Padre Márcio Baía.
Em 2008, sob sua orientação, foi instalada a TV Nazaré-Tailândia, ao lado da Igreja Matriz de Tailândia.

PADRE JOÃO ALVES E A RÁDIO E TV CONCEIÇÃO:
A TV conceição, canal 42, foi inaugurada no dia 20/3/2005. A rádio Conceição foi uma idéia que nasceu no Movimento Ecológico e Cultural de Abaetetuba-MECA, tendo essa entidade preparado todo o projeto da rádio e enviado para os órgãos especializados em Brasília, onde a concessão do canal da rádio emperrou na burocracia, precisando apenas de uma assinatura final do Ministério das Comunicações para o seu deferimento. O MECA levou a questão para as reuniões da Paróquia de Abaetetuba, na pessoa do Bispo D. Flávio e do Vigário de então, Padre João Alves. Eles fizeram, com a ajuda de algumas pessoas influentes em Brasília, o projeto avançar e finalmente Abaetetuba ganhou a sua 1ª Rádio Cultural, sob a denominação de Rádio Conceição, com alcance de 809 km e funcionamento nas 24 horas do dia. Inicialmente a programação local será das 4 às 22 horas, ficando o restante do dia para as retramissões de outras emissoras. Esta entidade se abriga na Fundação Nossa S. da Conceição. Antes da rádio, a Fundação já tinha inaugurado em 20/3/2005 a TV Conceição, canal 42.

• PADRE ZEZINHO/Padre José Elpídio da Costa Silva, nascido na Costa Maratauíra a 4/5/1967, ilhas de Abaetetuba, ordenado sacerdote a 23/7/1995 e em 5/2004 é citado como pároco da Paróquia de Nossa S. da Conceição, em Abaetetuba e o Responsável pela Catequese na Diocese, e desde 2010 é citado como pároco da Paróquia de Nossa S. Rainha da Paz, da Ilhas de Abaetetuba.

• PADRE RAIMUNDO MAUÉS/Pe. Raimundo da Silva Maués, nascido a 26/6/1964 foi ordenado padre por D. Ângelo Frosi em 5/7/1992 e já trabalhou em várias paróquias da Diocese. Em 2004 era um dos co-parocos da Paróquia de Nossa S. da Conceição e trabalhou na Paróquia de Nossa S. de Nazaré, em Abaetetuba e co-paroco da Paróquia de N. S. da Conceição em 5/2004 e no mesmo ano, Reitor do Seminário Menor Nossa S. de Guadalupe, e no mesmo período é citado como responsável da Pastoral Missionária, da Pastoral Vocacional, da Diocese de Abaetetuba e, em Abaetetuba, atualmente é o Vigário da Paróquia de Nossa S. da Conceição (10/2011), tenco co-párocos: Pe. Nazareno Carvalho de Almeida, Pe. Dante Mainini, SX e Pe. Siro Brunello, SX. Esteve presente, em 1/5/1995, no Jubileu da Prata de Consagração de D. Ângelo Frosi.

• PADRE ADAMOR/Padre Adamor Ferreira de Lima Júnior, nascido na Região das Ilhas de Abaetetuba a 2/7/1965, que foi ordenado por D. Ângelo Frosi em 1/8/1993 e já trabalhou em várias paróquias da Diocese, e esteve presente, em 1/5/1995, no Jubileu da Prata de Consagração de D. Ângelo Frosi. Foi por duas vezes candidato a prefeito de Barcarena. É citado em 5/2004 como pároco da Paróquia do Divino Espírito Santo do Moju e trabalha desde 2010 na Paróquia São Joaquim, de Bujaru, tendo como co-pároco o Padre Rinaldo da Silva.

• PADRE NAZARENO/Padre Nazareno Carvalho de Almeida, jovem padre ordenado por D. Flávio Giovenale em 28/12/2008, nna Igreja Matriz de Barcarena/Pa, onde desenvolveu seu ministério diaconal, e possui grandes conhecimentos humanísticos e teológios, em 2010 era co-pároco da Paróquia de Nossa S. da Conceição e onde ainda (10/2011) atua como co-vigário, e é professor de Filosofia no Colégio São Francisco Xavier (10/2011).

• PADRE RENILSON/Padre Renilson Macedo de Sousa, jovem padre de 26 anos, ordenado por D. Fávio Giovenale em 26/8/2007, no Centro Cultural de Moju, com a presence de duas mil pessoas, que vieram de diversas comunidades da Paróquia do Divino E. Santo e das demais paróquias da Diocese de Abaetetuba. A celebração eucarística, foi concelebrada por 13 padres, 7 diáconos, diversos seminaristas, religiosos e religiosas. Entrou, aos 17 anos, no Seminário de Nossa S. de Guadalupe, em 26/1/199 e depois foi para Belém e, morando no Seminário Maior D. Oscar Romero, cursou filosofia e teologia no Instituto Regional para formação Plesbiteral da CNBB, n° 2 e fez estágios pastorais no Abrigo João Paulo II, em Marituba/Pa e nas paróquias S. Domingos de Gusmão, em Belém, S. Francisco Xavier, em Barcarena; N. S. da Conceição, em Abaetetuba e na paróquia S. Francisco de Assis, em Tailândia. Escolheu como tema de ordenação: “Aquele que permanence em mim e Eu nele, produz muito fruto” (Jo 15,5b), como motivação ministerial. Às 18:00 h do dia 26.08.2007, presidiu a sua 1ª missa, no Santuário de N. S. do Perpétuo Socorro, sua comunidade de origem, no bairro de Algodoal, em Abaetetuba. Essa celebração foi concelebrada pelos padres Adolfo, Marcelo Zurlo, Célio e Sílvio Teixeira, este, da prelazia de Cametá. Assumiu como Co-pároco da Paróquia do Divino E. Santo, em Moju. Pároco do Setor Nazaré em 2008 a 10/2011 e Colaborador do informative Diocesano O Sino, em 2008.

• PADRE MARCLEI/Padre Marclei Ferreira de Maia, é natural de Itaboca, interior do município de Igarapé-Miri-Pa, e ele veio pequeno com sua família para Abaetetuba. Participava ativamente da vida de comunidade, na catequese, pastorais e movimentos. No ano de 1997 entrou para o Seminário Menor de Nossa S. de Guadalupe. Depois foi para os estudos no Seminário Maior Dom Oscar Romero, em Belém, onde ficou por 7 anos, fazendo seus estudos filosóficos e teológicos e amadurecendo na vocação sacerdotal. Fez convivência nas comunidades de periferia de Belém, no abrigo João de Deus, no bairro da Cidade Velha, na Paróquia de Nossa S. da Conceição em Abaetetuba, na Paróquia de São Joaquim de Bujaru e na Paróquia Rainha da Paz, ilhas de Abaetetuba, onde foi ordenado diácono no dia 29/4/2007. Foi ordenado sacerdote por D. Flávio em 23/12/2007 na Paróquia de S. Francisco Xavier, de Barcarena. Divulga dois programas na Rádio Conceição, oferecendo formação dos valores cristãos às famílias, através de músicas, entretenimento etextos de conteúdos evangélicos, levando a mensagem de Jesus Cristo a todos os cantos da cidade de Tailândia, através Rádio Jovem-FM. na Vila dos Palmares, através da Rádio Mega Fam, também em Tailândia.
Em 2010 foram citado como co-párocos da Paróquia São Francisco Xavier de Barcarena: o Padre Marclei e o Pe. Milton Trindade de Souza, tendo como pároco o Pe Carlos Alberto.

• PADRE TIÃOZINHO/Padre Sebastião Ribeiro, que foi ordenado padre em 1989 pelo Bispo D. Ângelo Frosi e trabalhou na Paróquia São Joaquim, em Bujaru em 1971. O padre Tiãozinho atualmente não é mais sacerdote.

• PADRE LINDOVAL, nascido nas ilhas de Abaetetuba a 29/9/1969, ordenado sacerdote a 13/7/2002. Em 2004 é citado como pároco da Paróquia de Nossa S. Rainha da Paz, das Ilhas de Abaetetuba.

• PADRE RINALDO/Padre Rinaldo Silva, nascido a 12/4/1968, irdenado sacerdote a 4/6/1995, co-pároco em 5/2004 da Paróquia S. Francisco Xavier de Barcarena, co-pároco em 2010 da Paróquia de São Joaquim, de Bujaru, tendo como pároco o Padre Adamor F. de Lima Júnior.

• PADRE SEBASTIÃO CASTRO VIANA, nascido a 17/2/1973, ordenado sacerdote a 10/8/2003, era Co-pároco do setor Nazaré, Abaetetuba/Pa, em 2007.

• PADRE MILTON/Padre Milton Trindade da Silva, que em 2010 foi citado como co-párocos da Paróquia São Francisco Xavier de Barcarena, junto com o Padre Marclei, tendo como pároco o Pe Carlos Alberto P. da Silva.

• PADRE JÚNIOR/Padre Antonio Braga da Costa Júnior,Antonio Júnior, nasceu em Belém a 30/11/1971, filho de Antonio Braga Costa e Raimunda Neris Costa, pais interioranos, com residência à Rua Honório José dos Santos (Jurunas, em Belém, paticipante da comunidade paroquial de Santa Terezinha, no mesmo bairro. Ingressou no seminário S. Pio X, da Arquidiocese de Belém, cursando Filosofia de 1991 a 1992. Em 1994 ingressou na Diocese de Abaetetuba, no Seminário D. Oscar Romero, onde cursou Teologia. Estava em Abaetetuba em 1/5/1995, no Jubileu da Prata de Consagração de D. Ângelo Frosi, quando, ainda, era diácono.
Foi ordenado sacerdote a 1/8/1999, pela imposição das mãos de D. Flávio Giovenalle. Padre Júnior exerceu seu ministério pastoral em Abaetetuba no Seminário Nossa S. de Guadalupe e nos bairros de S. Sebastião, Cristo Redentor e Angélica. Era co-pároca da Paróquia de N. S. da Conceição em 5/2004 e no mesmo ano foi nomeado pároco da paróquia do Divino E. Santo, em Moju.
Era presença constante nos eventos culturais do município de Abaetetuba, tendo fundado e participado de algumas entidades culturais. Era parceiro de vários cantores e compositors abaetetubense. Atualmente é um jovem sacerdote, compositor, cantor, afeiçoado à cultura, sobretudo à música.
Após seis meses de tratamento em Belém volta à cidade de Abaetetuba na terça-feira de carnaval de 2007, sendo recebido com grande solidariedade por parte do povo católico.
Em 2004 é citado com um dos co-párocos na Paróquia de Nossa S. da Conceição, em Abaetetuba e responsável pela Liturgia da Diocese em 5/2044.
Em 25/8/2006, quando tinha 35 anos, foi vítima de baleamento por parte de um assaltante de nome Diogo Walber de Oliveira Marques, vulgo “Cachaça”. Por causa desse tiro foi internado nos Hospital Metropolitano, onde ficou na UTI, em estado grave durante vários dias. Nessa época já estava na Paróquia de Moju há 2 anos. Foi à Belém para dar uma palestra e já tinha 5 anos como sacerdote da Diocese de Abaetetuba e 7 anos como seminarista. Após seis meses de tratamento em Belém volta à cidade de Abaetetuba na terça-feira de carnaval de 2007, sendo recebido com grande solidariedade por parte do povo católico. Atualmente não é mais sacerdote da Diocese de Abaetetuba.

• PADRE FRANCISCO/Padre Francisco M. Souza Lima, citado como vigário na Paróquia do Divino Espírito Santo, de Moju, ano de 2010, tendo ajuda do diácono Idaltino dos Prazeres Correia.

• PADRE IDALTINO/Padre Idaltino dos Prazeres Correia, ordenado recentemente (2011) pelo Bispo D. Fávio Giovenale, tendo trabalhado como diácono, em 2010, da Paróquia do Divino Espírito Santo do Moju, tendo como vigário o Padre Francisco M. Souza Lima.

HOMENAGENS ESPECIAIS:
D. FLÁVIO GIOVENALE, 3º BISPO E 2º BISPO DIOCESANO DE ABAETETUBA. Vide D. Flávio Giovenale.
D. ALBERTO GAUDÊNCIO RAMOS, Arcebispo Metropolitano de Belém em 25/11/1961 e 1º Administrador Apostólico da Prelazia de Abaeté do Tocantins (1961-1962).
D. MÁRIO DE MIRANDA VILLAS-BOAS, Arcebispo do Pará em 1953, que viabilizou a criação da Prelazia de Abaeté do Tocantins.
D. JOÃO GAZZA, 1º Bispo Prelado da Prelazia de Abaeté do Tocantins (1962-1966). Vide D. João Gazza.
D. ÂNGELO FROSI, 3º ADMINISTRADOR APOSTÓLICO (1967-1970) E 2º Bispo Prelado da Prelazia de Abaeté do Tocantins e 1º Bispo Diocesano da Diocese de Abaetetuba (1970-1995). Vide D. Ângelo.
OS MISSIONÁRIOS E PADRES QUE PASSARAM PELA PRELAZIA E DIOCESE DE ABAETETUBA.
PADRES MISSIONÁRIOS E OUTROS SACERDOTES QUE PASSARAM PELO TERRITÓRIO DA PRELAZIA ANTES DA CRIAÇÃO DA MESMA
OS PADRES MISSIONÁRIOS E OUTROS SACERDOTES QUE PASSARAM PELA PRELAZIA E DIOCESE
AS IRMÃS MISSIONÁRIAS QUE PASSARAM PELA PRELAZIA E DIOCESE DE ABAETETUBA
OS IRMÃOS E IRMÃOS MISSIONÁRIOS QUE PASSARAM PELA PRELAZIA E DIOCESE DE ABAETETUBA
PAPA JOÃO XXIII, que criou a Prelazia de Abaeté do Tocantins em 25/11/1961
PAPA JOÃO PAULO II, que em 4/8/1981 elevou a Prelazia de Abaeté do Tocantins à Diocese de Abaetetuba.
PADRE DANTE MAININI, responsável pela Diocese após o falecimento do Bispo D. Ângelo Frosi (1995-1997).
OS CATÓLICOS, LEIGOS, CATEQUISTAS, AGENTES DE PASTORAIS
COORDENADORES DE SETORES E COMUNIDADES, CORDENADORES DE PASTORAIS, GRUPOS
NÚNCIO APOSTÓLICO NO BRASIL D. ARMANDO LOMBARDI, que convida os Xaverianos para assumir a Prelazia de Abaeté do Tocantins em 2/11/1960.
D. JÚLIO BARSOTTI, Superior Regional dos Missionários Xaverianos em 1960, que recebe o convite do Núncio Apostólico para assumir a nova Prelazia de Abaeté do Tocantins.
OS GRUPOS E MOVIMENTOS DA PRELAZIA E DIOCESE
PADRE PIO MONCHELATO, 2º ADMINISTRADOR APOSTÓLICO DA PRELAZIA (1966-1967)
ENTIDADES E GRUPOS ECLESIAIS DA PRELAZIA E DIOCESE

O Blog se coloca à disposição para possíveis incorreções e acréscimos dos visitantes.

Prof. Ademir Rocha, de Abaetetuba/Pa

Nenhum comentário:

Postar um comentário