Mapa de visitantes

sábado, 1 de janeiro de 2011

Memórias 3 do Futebol de Abaetetuba

Memórias 3 do Futebol de Abaetetuba



MEMÓRIA 3 DO FUTEBOL ABAETETUBENSE

As antigas fotos destas memórias são obras dos fotógrafos Dico Cururu e Pastel, mostrando parte da história da gloriosa fase do futebol abaetetubense, época dos grandes craques dos times de Abaetetuba e da Seleção de Futebol de Abaetetuba nos anos de 1950/1960/1970.

Esta postagem foi feita com a colaboração do antigo jogador Café, filho da famosa parteira abateense Zita Margalho, atual Mestre Café, popular pedreiro, pintor de Abaetetuba, atualmente, 1/2011, com 70 anos de idade, c/c Socorro e com 8 filhos. O mesmo é depositário da memória não só do futebol, como também dos cordões de pássaros e bois de Abaeté e de grande parte da história de Abaetetuba.

Primeira foto, time do Abaeté Futebol Clube, campeão do futebol de Abaetetuba em 1956. Ao fundo aparecem as casas de Lorico/Lourival Lima Leite Lobato, c/c Cotita Coutinho e D. Alfa, mãe do Chico, na antiga Rua Floriano Peixoto, hoje Rua Lauro Sodré. Nesse local deviam existir apenas uma 3 ou 4 casas.

Em pé:
Sabito, Perácio, Josué, Alair, Mota, Crizantinho, Mário Tabaranã, Cornélio e Dr. Lopes.
Agachados:
Toró, Cravo, Wilson, Afonso e Diquinho Bala.

Sabito, dirigente do Abaeté, irmão do Didico Cacheado Silva, este que era comerciante em Abaeté.
Perácio, filho de Crizanto Lobato.

Josué, filho de um comerciante que vendia cimento e outros produtos para construção de casas, na Rua Magno de Araujo, irmão do conhecido Josias.

Alair/Alair Melo, filho de Laurita Melo, esta irmã de Lalá e Luama.
Mota, um jogador do Clube do Remo, de Belém/Pa.

Crizantinho, irmão do Perácio, filho de Crizanto Lobato, quando jogava na defesa, que é uma novidade. Quando o Abaeté precisou de um goleiro, o Crizantinho se apresentou e a partir daí, não mais saiu do gol.

Mário Tabaranã, um mestre dos calçados de Abaetetuba, casado com Dejarina Barros e Silva. esta irmã do Clóvis Barros da Silva e outros.
Cornélio/Cornélio Silveira, dirigente do Abaeté, mestre mecânico de Abaetetuba, que chegou a ser presidente do Clube Tietê, de Abaetetuba, casado e com filhos.
Dr. Lopes/Francisco Leite Lopes, dentista em Abaetetuba, dirigente do Abaeté, casado e com filhos: Fran Lopes, Júlia, Sapuca, Manelão e outros.

Toró/Arlindo Lobato, outro filho de Crizanto Lobato, que era uma tradicional família de grandes craques do futebol de Abaetetuba.

Cravo, filho do popular Manoel Eugênio c/c Benedita.

Wilsom, como novidade jogando no ataque, pois, depois, se consagrou como vigoroso jogador de defesa no Abaeté e Seleção de Futebol. Chegou à Abaeté e foi convidado pelo Mestre Crizanto Lobato para trabalhar em sua oficina mecânica. Ficou e casou com uma filha de criação de Crizanto Lobato.

Afonso/Afonso Cardoso de Castro, um grande jogador de futebol de Abaeté, junto com seus irmãos: Laburina, Dijó, Ari, Dé.

Diquinho Bala/Raimundo de Jesus Lima, filho de outro grande jogador de futebol de Abaeté, o Chico Lima. O Diquinho Bala possuía um canhão nos pés e pobre do goleiro que tentasse pegar seus potentes chutes.

Segunda foto, de 1957, apresenta o time do Abaeté Futebol Clube:

Em Pé:
Perácio, Crizantinho, Mário Tabaranã, Chinesinho, Banana e Zinho.
Agachados:
Gabiru, Berrane, Luiz Lima, Afonso e Viloca.

Que é outra grande formação do Abaeté dos anos de 1950.

Perácio/Perácio Lobato, jogador do Abaeté e da Seleção de Futebol de Abaeté.

Crizantinho/Crizanto Lobato Filho, já como grande goleiro do Abaeté e da Seleção de Futebol de Abaeté.

Mário Tabaranã, mestre dos calçados, jogador e ferrenho torcedor do Abaeté.

Chinesinho, veio da localidade Jarumã para Abaeté, para trabalhar como mestre barbeiro e como veloz jogador do Abaeté.

Banana, filho do amável Sr. Guilherme Medeiros, de filhos com nomes indígenas. Banana, além de bom jogador de futebol, era e ainda é mestre Ferreiro em Abaetetuba. O jogador Banana, após esta postagem, veio a falecer em Abaetetuba.

Zinho, jogador vigoroso da defesa do Abaeté e da Seleção de Futebol de Abaetetuba. Ainda vive e alguém precisa ajudá-lo em seus problemas.

Gabiru, sobrinho do fotógrafo Dico Cururu, veloz ponta direita do Abaeté.

Berrane, filho do Mestre Sotero, este que administrava a vacaria do Sr. Joaquim Mendes Contente, onde hoje está assentado o Clube Bancrévea ou Secretaria de Educação de Abaetetuba. Berrane também era um atacante muito veloz, rompedor de defesas, de dribles desconcertantes, que deu muitas glórias ao Abaeté.
Luiz Lima, filho do também jogador de futebol Chico Lima, que tinha outros filhos jogadores de Futebol: Diquinho Bala e Sandoval Lima. Luiz Lima jogava uma boa bola e era rápido e de dribles curtos e desconcertantes.

Afonso/Afonso Cardoso de Castro. Já comentado.

Viloca/Vilobaldo Dias, filho de Dona Maura, irmão do Mestre Gildo, mecânico. Vilobaldo era rápido com a bola nos pés e não brincava em serviço pelo seu Abaeté. Seus amigos de Juventude: Olavo, Adonai e Coropó.
Prof. Ademir Rocha, de Abaetetuba/Pa, em 1/1/2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário