Mapa de visitantes

sábado, 9 de junho de 2012

AMBIENTALISMO: PLANTAS

AMBIENTALISMO: PLANTAS NO JARDIM DA CASA DO AUTOR DO BLOG
Rosa selvagem cor rosa e de florada constante

A Vida em nossa Casa, que pode ser a nossa casa mesmo, a cidade com suas ruas e a sociedade, a Natureza, o Mundo, o Cosmos, encontra-se (ou encontrava-se) em um processo de Harmonia ou Equilíbrio com os outros componentes da Casa (Casa, Cidade,  Natureza, Mundo, Cosmos) que são os elementos não vivos que interagem com a Vida e a sustentam e os dois componentes, Vida e Elementos da Casa (ar, água, vento, luz, calor, minerais, rochas, rios, mares, etc), foram criados para coexistir em Harmonia Plena ou Equilíbrio Pleno. Porém, o homem, em sua sede ou ganância por mais riquezas, destrói o Equilíbrio ou Harmonia da Casa,  em atitudes e atos irracionais que estão levando à extinção da vida em suas variadas formas e destruindo os elementos não vivos da Casa e (Você sabia que até o espaço cósmico já foi atingido pela poluição causada pelo homem? Então imagine os outros componentes vivos e não vivos da Natureza que estão mais perto do homem!).

Para nos fazer lembrar que até nós podemos agir como predadores, destruidores, poluidores, contaminadores da Natureza, devemos cultivar atos simples que nos façam lembrar sempre que a Casa (casa mesmo, Cidade, Natureza, Mundo, Cosmos) foi criada para coexistir em Harmonia ou Equilíbrio Pleno. O autor do Blog, além de outras atitudes positivas em favor da Casa, tem como atividade diária cultivar e cuidar de algumas Plantas (confessamos que é um hábito sadio e que alivia muito o stress diário e nos faz pensar em favor da Natureza). Essas Plantas são cultivadas como Plantas de Estimação (Não existem os animais de estimação? Também temos nossas Plantas de Estimação, que são tratadas como membros da própria casa, como familiares)

Vide algumas Plantas tratadas pelo autor do Blog do Ademir Rocha (vamos tirar esse Prof. que nos soa mal):
Planta que gafanhotos e tucura (espécie de gafanhoto)
adoram comer suas folhas, mas deixamos a natureza
seguir seu curso, isto é, não eliminamos os bichinhos
Florada constante
Flor amarela de cacto gigante ao anoitecer e à espera
da chuva (vide as nuvens cinzentas ao fundo)
Modéstia á parte, é uma foto bonita
Tronco de cacto gigante com uma osguinha de estimação
Observe os espinhos e à espécie de osga (essa espécie é 
diferente da osga branca das paredes das casas
e das trapupéuas (osga preta das cercas)
Alguém se habilita em classificar o tipo de osga?
Os cactos de nossa casa têm mais de 30 anos



Temos quase todas as variedades dessa espécie de
jasmim: flor amarela grande e pequena, flor vermelha
grande e pequena
em vários matizes, flor matizada, flor cor de vinho, 
alaranjado, etc
A florada é constante


Camarão amarelo e camarão vermelho, de florada
periódica

Rosa de espinho em botão e aberta. A florada é 
constante e os espinhos são grandes como os do cacto
e a picada dói como o do cacto
Flor rosa do deserto


Maria Quitéria, temos flores de várias variedades e
cores, de florada constante e elas cruzam entre si
originando outras formas, cores diferentes

Papoula-rosa e papoula vermelha e temos várias espécies ou variedades de
papoulas. É de florada constante e duração efêmera, 
isto é, dura apenas um dia, mais é muito bonita.
Vide ao fundo samambaias, cactos, etc

Lírio, que temos em várias variedades e que duram
mais de 15 dias
Bonita aranha à caça de moscas e na haste de uma
planta trepadeira. Ao fundo folhas de palmeira


Dama da noite em detalhes da folha, flor e botão.
É uma planta rústica e florada periódica (6 em 6 meses
e nas noites de luar) e noturna. É um espetáculo se ver
mais de 50 flores brancas começando a abrir à tardinha
e só a partir da meia-noite ficam totalmente abertas e
são como estrelas no céu e efêmeras, isto é, duração 
de uma noite só. Exalam um perfume que inunda o
ambiente. Vale a pena esperar-se os 6 meses das
floradas
A planta veludo é considerado mato pelas pessoas.
Para nós é uma planta bonita, de folhas cheias de
pequenas espículas que a tornam macia como
o veludo e é rústica e resiste bem ao plantio 
em vasos

Azaléia, temos várias variedades

O autor do Blog do Ademir Rocha não cuida apenas de
animais e plantas
Cuida dos membros de sua familia e socialmente
e espiritualmente possui um grupo que ajuda
os recuperandos de drogas e álcool
e outros vícios,  a se tornarem
homens livres e libertos
através da espiritualidade
cristã
É um modo de cuidar do equilíbrio social
dos relacionamentos humanos
e das ações do homem
a favor de um mundo
mais unido e fraterno

Ademir Rocha, de Abaetetuba/PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário