Mapa de visitantes

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Máximo Ribera - A Música e os Músicos em Abaetetuba




MÁXIMO RIBERA

O cidadão Máximo Ribera é filho de Abaetetuba e estudou na escola INSA e era muito inteligente e um contador de histórias para os garotos da antiga Rua Grande (hoje Avenida D. Pedro II), rua onde sua família residia. O jovem Máximo Ribera, depois de concluir seus estudos na escola INSA foi embora de Abaetetuba para dar seguimento a seus estudos em um centro mais desenvolvido, pois Abaetetuba só possuía duas escolas: o Grupo Escolar “Prof. Basílio de Carvalho”, com o Curso Primário e o Instituto Nossa Senhora dos Anjos, com os cursos Ginasial e Normal.

O Hino de Abaetetuba vai em duas versões: uma captada pela Internet e outra de um antigo trabalho da aluna Maria de Fátima Loureiro encontrado junto aos documentos da Professora Carmem Cardoso Ferreira.

HINO DE ABAETETUBA

Autor: Máximo Ribera

Maratauíra, um grande rio formoso,
Braço forte do imenso Tocantins,
Tem à margem um recanto majestoso
De trabalhos em misto com festins.

É um recanto de harmonia
Onde a rima das canções não murchará
Pois é um marco de alegria
Na viçosa imensidão do Grão Pará.

Abaetetuba,
Terra de amor,
Teus filhos cantam
Em teu louvor
A nós serás
sempre querida
E protegida
Por nós serás.

O progresso jamais se apartará,
Do teu povo tão simples e tenaz,
Porque a mão do bom Deus te guiará.
Berço és tu de bondade, amor e paz.

Nos jardins e nas matas tens belezas.
Até a aurora em teu céu brilha melhor,
Pois a ti sorri sempre a natureza.

A nós serás
sempre querida
E protegida
por nós serás.

Para nós tu és a flor que desabrocha
De um jardim cultivado com carinho
E seremos tão firmes quanto à rocha,
Se inimigos cruzarem teu caminho.

As florestas te cercando,
Com sussurros incansáveis de esperança,
Junto a nós estão cantando:
“Do teu solo brotará sempre a bonança”.

Abaetetuba,
terra de paz,
Cantar teus cantos
prazer nos traz.
A nós serás
sempre querida
E protegida
por nós serás.

A cultura te sirva de muralha,
O vigor de honradez seja tua espada.
O trabalho teu campo de batalha,
O futuro a vitória desejada.
Pois, além de aconchego maternal,
És também o Brasil que nós amamos.

A nós serás
Sempre querida.
E protegida
Por nós serás.

Reproduzido pelo Blog do Prof. Ademir Rocha, em 31/12/2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário