Mapa de visitantes

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Poesias de João de Jesus Paes Loureiro - Poesias e Poetas

Poesias de João de Jesus Paes Loureiro - Poetas e Poesias


CULTURA E POESIA: JOÃO DE JESUS PAES LOUEIRO

Como poeta João de Jesus Paes Loureiro há muito tempo já ultrapassou os limites de Abaetetuba, do Pará e do Brasil. Ele já contribuiu muito em termos literários em elevar o nome de Abaetetuba e do Pará nos cenários nacional e internacional.

Em Abaetetuba, conforme citam alguns seus colegas e amigos locais, João de Jesus estudou na escola primária local e em Belém/Pa fez seus estudos secundários e superiores. Ainda jovem, junto com outros estudantes de Abaetetuba em Belém ele foi um dos fundadores da inesquecível UEA-União Estudantil Abaetetubense em 28/2/1958, e JOÃO DE JESUS PAES LOUREIRO, filho de Pedro Maués Loureiro e Antonieta Paes, nasceu em 6/1939 em Abaetetuba/Pa, poeta, ensaísta, jornalista, conferencista, professor universitário, dramaturgo de renome, é graduado em Direto e Letras e Artes, pela UFPa e tendo uma trajetória de mais de 40 anos de poesia, vencedor do prêmio Jabuti. Ocupou vários cargos na administração municipal de Belém e do Estado do Pará, tendo sido Secretário de Educação, diretor do CENTUR e sua obra poética foi iniciada com o livro “Tarefa”, inspirado nos mitos e ritos do universo amazônico e, particularmente, na cultura paraense. Nascido há 70 anos em Abaetetuba/Pa e ele ainda faz questão de levar pelos 4 cantos do mundo, como pesquisador e conferencista a nossa cultura. Sua obra poética traz o imaginário amazônico focado ao que há de mais moderno em termos de linguagem literária contemporânea. Agora João de Jesus envereda pela primeira vez no ramo do romance e já pressentimos que nesse aspecto cultural ele irá se destacar como se destacou em outras áreas literárias.

O Blog do Prof. Ademir Rocha reproduz a postagem abaixo da Agência Pará de Notícias sobre esse 1º romance.

O primeiro romance escrito pelo professor e poeta paraense João de Jesus Paes Loureiro, “Café Central – o tempo submerso nos espelhos”, será lançado nesta quinta-feira, 26, às 19h, no Espaço São José Liberto. Reduto de intelectuais nos anos 1970, o Café Central é o cenário desta obra de Paes Loureiro.

Poeta consagrado em dezenas de livros, o escritor nascido em Abaetetuba (município do Baixo Tocantins) envereda pelo mundo da prosa, um projeto acalentado por mais de 20 anos. Ao leitor, caberá o acesso a uma história que começa no Café Central, após a sede da União Acadêmica Paraense (UAP) ter sido invadida pela Polícia Militar, logo no começo dos governos militares. A partir daí, a realidade do personagem é composta por fugas constantes, para não cair nas garras do temido Departamento de Ordem Política e Social (Dops).

De uma pensão na zona do meretrício, parte para a terra natal do autor, Abaetetuba, refugiando-se em suas ilhas. Mas essa trajetória conduz o personagem ao Rio de Janeiro, onde acaba preso, e depois o coloca novamente no ambiente do Café Central.

Autor - Poeta, prosador e ensaísta, João de Jesus Paes Loureiro também é professor de Estética e Arte. É doutor em Sociologia da Cultura pela Universidade de Sorbonne (França), onde defendeu a tese “Cultura amazônica: uma poética do imaginário”.

A construção de sua obra em poesia, define o autor em seu blog, tem “sua universalidade construída a partir de signos do mundo amazônico – cultura, história, imaginário – propiciando uma cosmovisão e particular leitura do mundo contemporâneo”.

O livro “Altar em chamas”, publicada pela Civilização Brasileira, foi agraciado em 1984 com o Prêmio Nacional de Poesia da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte). Tem obras traduzidas na França, Alemanha, Itália e Japão, e também publicadas em Portugal.

As obras mais recentes são: “Pássaros da terra” (para teatro), lançada em 1999; “Obras reunidas (quatro volumes)”, em 2000; “Do coração e suas amarras”, em 2001; “Fragmento/Movimento”, em 2003, e “Água da Fonte”, em 2006, todos pela Escrituras Editora, além de “Au-delà du méandre de ce fleuve”, em 2002, lançada pela Acte-Sud, da França.

Serviço: Lançamento do livro “Café Central – o tempo submerso nos espelhos”, primeiro romance do escritor paraense João de Jesus Paes Loureiro. Nesta quinta-feira, 26, às 19h, no Espaço São José Liberto (Praça Amazonas, s/n, bairro Jurunas). Entrada franca.

Ascom/Igama
Reproduzido pelo Blog do Prof. Ademir Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário