Mapa de visitantes

sábado, 7 de maio de 2011

MIRITIFEST 2011







MIRITIFEST 2011



Animais, flores, brinquedos, móveis, objetos decorativos, bolsas e roupas. Um mundo colorido todo feito a partir da palmeira do mirirti. É o que se vê na Feira do Miritifest, festival que acontece no município de Abaetetuba, localizado a 60 quilômetros de Belém, no nordeste do Pará. No espaço, é possível encontrar também um vasto e delicioso cardápio com bolo, pudim, pratos, mingau e biscoitos, entre outros, com direito também a opções de bebidas como suco, licor e vinho.


O festival também é cultura. Poemas, músicas e danças são produzidos a partir do miriti. O festival reúne e apresenta mais de 40 mil opções de produtos confeccionados a partir da árvore que é símbolo do município e patrimônio cultural do Pará. O 8o Miritifest começou na última sexta-feira (6) e prossegue até domingo (8), na praça Francisco Azevedo Monteiro (praça da Bandeia). O evento é promovido pela Associação dos Artesãos de Brinquedos de Miriti de Abaetetuba (Asamab) e tem o apoio do governo do Estado.


Abertura - Uma solenidade na noite de sexta-feira, (6), com palavra dos dirigentes do festival, show da banda Muiraquitãs e apresentação de dança do grupo Tabuá, oficializou a abertura do evento. Muita gente compareceu à praça da Bandeira para prestigiar a programação. Na ocasião, a prefeita de Abaetetuba, Francineti Maria Rodrigues, agradeceu pela participação de todos e falou da importância do evento para o município.


“Parabéns aos homens e mulheres de Abaetetuba que, com a força de sua arte, constroem um dos ícones do Estado do Pará. Em qualquer outro lugar do mundo não se faz arte como a nossa. Tenho orgulho de ver os abaetetubenses superando os obstáculos através de sua força e arte”, disse. A prefeita também evidenciou o papel do governo do Estado para a realização do festival. “Obrigada ao governo do Estado, que está apoiando a realização desse evento de tanto significado para nós de Abaetetuba”, ressaltou.


Considerada a capital mundial do brinquedo de miriti, Abaetetuba deve receber cerca de 35 mil pessoas, durante os dias de festival, estima o presidente da Asamab, Dezidério dos Santos. Segundo ele, o miriti é responsável por uma parte considerável da economia do município. Apenas na Asamab, são 140 associados que têm sua renda familiar tirada da venda de produtos de mitiri. Há ainda outras associações.


“Além de ser um gerador de renda, o miriti é também um fomentador de cultura, pois é símbolo inspirador para composição de músicas, danças e poemas”, opina Dezidério. A música tema do Miritifest 2011 que está divulgando o evento chama-se "Esperança Dourada", de autoria de Ronaldo Barbosa e música de Adenaldo Cardoso.


Arte - Mais de 200 artesãos estão expondo seus trabalhos, durante os três dias de festival. Um deles é Vitorino Rodrigues, 60 anos, que há 40 trabalha e tira seu sustento da arte de transformar a "bucha" (parte da folha) da árvore do miriti em belos pássaros da Amazônia. “Sei fazer qualquer coisa com o miriti, mas como tenho paixão pelos pássaros acabei me especializando em confeccioná-los”, diz ele, que confeccionou 300 pássaros para expor no festival.


A arte de transformar o miriti em belas peças não é um privilégio dos mais velhos. Nildo do Socorro Farias, 27 anos, apaixonado por personagens de desenhos, produz os personagens a partir do miriti. “Adoro os personagens infantis e por isso eu os tenho como fonte de inspiração para o meu trabalho como artesão. Fico muito feliz com a produção e as crianças aprovam”, diz, satisfeito, Nildo, que produziu 600 peças e, otimista, garante que venderá todos antes do encerramento do Miritifest 2011.


O 8º Miritifest tem uma vasta programação, composta de shows de artistas locais, apresentações de grupos folclóricos, eleição da Garota Miritifest, eleição e premiação dos artesãos do ano, concurso de música e exposição de artesanatos. A programação acontece pela manhã, tarde e noite, até domingo (8), e é aberta ao público.


Manuela Viana - Secom
Reproduzido pelo Blog do Prof. Ademir Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário