Mapa de visitantes

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Famílias Sena - Matriz Genealógica Abaetetubense

Família Sena - Matriz Genealógica Abaetetubense

Família Sena - Matriz Genealógica Abaetetubense

Matriz Genealógica Abaetetubense:
É o conjunto das antigas e tradicionais famílias que deram origens a outras famílias de
Abaetetuba e alguns clãs familiares no Pará e Brasil
Objetivos do trabalho:
• Resgate da Genealogia da cidade de Abaetetuba
• Contar trechos da história de alguns componentes das famílias abaetetubenses
• Elencar os descendentes das tradicionais famílias de Abaetetuba.
Documentos para se extrair informações:
• Certidões de nascimentos: nomes, origens, datas, nome dos pais e avós. Caso não possua certidão de nascimento serve a idade da pessoa.
• Certidões de casamentos: nomes, datas e origens. Na falta serve a data do casamento, tempo de duração da união e outros dados.
• Certidões de batismo: nomes, datas, origens
• Certidões de óbitos: nomes, datas, origens
• Documentos antigos: procurações, petições, escrituras, testamentos, aforamentos, inventários, etc.
Outras informações importantes:
• Funções da pessoa na sociedade, na vida pública ou privada, com datas e localidades
• Eventos ou fatos históricos importantes das quais a pessoa participou e com datas
• Atividades, profissões desenvolvidas pela pessoa
• Lista com nomes parentes na escala ascendente ou descendente, colaterais ou por afinidade das famílias de Abaetetuba
• Listas diversas com nomes das pessoas. Ex. livro de atas, programas de festividades de santos e outros eventos
A lista da Genealogia Abaetetubense:
• Vem em ordem dos sobrenomes das famílias
• Nomes das pessoas que constituíram a gênese do povo abaetetubense
• Na falta dos nomes vem o apelido de alguns personagens importantes
Ao lado de cada nome aparecem alguns dados referentes à: 
• Nascimentos
• Falecimentos
• Casamentos
• Eventos
• Fatos históricos
• Funções na sociedade
• Localidades de origem.
• Nomes dos pais, filhos, cônjuges e outros parentes
Procure seus ancestrais entre os nomes abaixo:
• Faça seus acréscimos
• Faça correções
• Inclua dados de seus familiares
Enviar esses dados através:
• Do espaço para comentários do Blog.
• Pelo e-mail Ademir-heleno@bol.com.br
• Enviar fotos, cópias de documentos, se quiser
A lista da Genealogia Abaetetubense:
• Inicia com alguns nomes
• Vem sem muita preocupação com parentescos
• Vai aumentando com os acréscimos, revisões
Os nomes:
• Vêm em ordem alfabética das famílias as quais pertenceram
• Vêm com a sigla c/c (casado com), quando casados
• Vêm com a origem, se tiver

Família Sena - Matriz Genealógica Abaetetubense
 

FAMÍLIAS SENA
Os Sena
• Ana Sena, antiga doceira de Abaeté, anos 1930 a 1950.
• André Sena, músico que tocava pistão no Jazz Abaeté de Miguel Loureiro em 1928.
• Antonia Bábara Sena, origem na localidade Rio Acaraqui, citada em 1944.
• Antonina Sena, citada nos anos de 1950, pessedista e baratista e membro da Legião Feminina Magalhães Barata, entidade muito atuante nos comícios e passeatas do PSD que gritava e cantava junto com as demais componentes desse grupo os cantos inventados do baratismo, partido político de Barata.
• Antonio Sena, comerciante, dono da canoa Laíde.
• Belina Sena, nascida em 18/3/1919 e falecida em 30/7/1996, parente de João do E. S. de Almada.
• Belina Sena, origem na localidade Rio Acaraqui, citada em 1944.
. Benedita e Lúcio Sena, citados em 1953 como contribuintes da festa de N. S. da Conceição, em Abaetetuba.
. Benedita Sena, citado na localidade Rio Acaraqui em 1961 na festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
. Caetana Sena, citada em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
• Cazuza Sena, carpinteiro e tocava clarone (uma espécie de clarinete baixo, que hoje é um instrumento raro, extinto) na Banda Carlos Gomes. Vide citação Abaixo:
. Cazuza Sena
Uma formação da Banda Carlos Gomes:
Paulinho Coforote, era alfaiate e tocava trompa; Manoel Coforote, era agricultor e tocava baixo; João Coforote, era agricultor e tocava trombone; Oscar Santos Coforote, era professor de música e tocava trombone; Tibica, era agricultor e tocava bombardino ou barito;Horácio Sena, era carpinteiro naval tocava bombardino; Horácio Filho, era carpinteiro naval e tocava bombardino; Mestre Leoderlino, era professor e tocava bombardino; Arcelino (Pinta-Caroço), era carpinteiro e tocava clarinete; Manoel Lipordino, tocava requinta; Estácio Sena, era alfaiate e tocava contra-baixo; Cazuza Sena, era carpinteiro e tocava clarone (instrumento raro); Heráclito, era carpinteiro e tocava clarinete; Abel Guiães de Barros Ferreira, era português, ferreiro e tocava bumbo; Abaeté Pauxis, era comerciante ambulante e tocava saxofone; Orêncio Pimentel Coutinho, era marceneiro e tocava barito (instrumento raro, relíquia); Paulo Borges (Polo), era carpinteiro e tocava afrenquides (instrumento de apelido mamoeiro por ser muito alto); Cici Costa, era comerciante e tocava trompa; Churamba, era comerciante ambulante e tocava trompa; Bernardo Rebolado, era Oficial de Justiça e tocava requinta; Raimundo Melo, tocava surdo; João Bostoque, era marceneiro e tocava caixa (caixista); Mestre Benjamim (cego de um lado), era calafate e tocava trompa; Durico, era calafate e tocava bombardino; Miguel Loureiro, era sapateiro e tocava saxofone; Prudente Araujo, era escriturário e tocava flautim (o menor dos instrumentos); Pedro Araujo, era professor e tocava trombone; Cardinal, tocava clarinete; Chiquinho Margalho, funcionário público municipal e tocava saxofone tenor.
Cazuza Sena, tocava o instrumento mamoeiro na Banda Carlos Gomes.
• César Sena (pai de Olavo Xavier de Sena, Alenxandrina e Estela).
• Chico Sena, comerciante de regatão viajando para o Baixo Amazonas.
. Eder Sena,citado na localidade Rio Itacuruçá em 1961 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
. Eduardo Sena, citado em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
. Eduardo Sena, citado na localidade Rio Itacuruçá em 1961 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
. Emiliano Sena, citado em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de Rosendo Maués.
• Enedina Sena, c/c Orivaldo Pinheiro Carvalho e tiveram filhos.
• Enedino Sena, citado em 1946.
. Henrique Sena, citado em 2014
. Epaminondas Sena, citado na localidade Rio Arumanduba, em citado em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de Dulcinda Carvalho, e 1961como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba, era casado e com filhos: Valdomira e outros, com parte dessa família se mudado para o Estado do Amazonas.
. Estácio Sena
• Francisco Sena/Chico Sena, comerciante de regatão para o Baixo Amazonas.
• Horácio Sena, carpinteiro naval, músico.
. Horácio Sena Filho
• Ierecê Sena, citada nos anos de 1950.
. João Sena, citado em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de Firmo Maués.
. José Arcanjo Sena, citado em 2012.
• José Sena, antigo dono de aparelhagem de som nos anos de 1970/1980.
• Lili Sena, citada nos anos de 1950, pessedista e baratista e membro da Legião Feminina Magalhães Barata, entidade muito atuante nos comícios e passeatas do PSD que gritava e cantava junto com as demais componentes desse grupo os cantos inventados do baratismo, partido político de Barata.
. Lúcio e Benedita Sena, citados em 1953 como contribuintes da festa de N. S. da Conceição, em Abaetetuba.
. Luís Adelson Sena, foi antigo componente do grupo católico 'Os Neófitos', que em 1976 participava das encenações da "Via Crucis' em Abaetetuba, no papel de Judas e Adenaldo dos Santos Cardoso como o Cristo, em encenações que despertavam grande interesse do povo católico de Abaetetuba.
. Nércio Sena, citado em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de Dulcinda Carvalho.
LUIZ SENA/Mestre Luiz do Nilamon, músico eclético tocando vários instrumentos musicais, conforme abaixo:
TROMBONE: LUIZ SENA
BOMBARDINO: LUIZ SENA
VIOLÃO DINÂMICO: LUIZ SENA
CAVAQUINHO: LUIZ SENA
BANDOLIM: LUIZ SENA
BANJO: LUIZ SENA
SURDÃO: LUIZ SENA
TAROL: LUIZ SENA
SURDINHO: LUIZ SENA
TAMBORIM: LUIZ SENA
PANDEIRO: LUIZ SENA
AFOCHÊ: LUIZ SENA
CASTANHOLA: LUIZ SENA

VOZ: LUIZ SENA
. Nely Senna, citado em 1913.
• Nicola Sena, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.
. Olinda Sena, citada em 2014
. Oséas Sena, tinha irmãos, casado e com filhos: Ivone, Cabibi e outros em pesquisa.
. Pompeu Sena, origem na localidade Rio Arumanduba, citado em 1953 como contribuinte através de Dulcinda Carvalho e em 1961 como contribuinte e colaborador da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
• Raimundo Sena, comerciante marítimo em documento de 1944.
. Raimundo Sena, citado em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de Firmo Maués.
. Raimundo Sena/Sapo, este irmão do Sabá da Praça e Sapo era marítimo nos anos de 1960 viajando para o Baixo Amazonas no barco do Sr. Nogueira e atualmente ele reside no Estado do Amazonas.
. Ranulfo Sena, citado na localidade Rio Itacuruçá em 1961 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
• Rita Sena, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.
. Santino Sena, citado em 1961 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
. Valdomira Sena, origem na localidade Rio Arumanduba e era filha de Epaminondas Sena e Valdomira casou com Vidoca.
. Valnirda Sena, citado em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de Alaci da Silva Correia.
. Vanderlina Sena, citada em 1939 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de Sisínia Silva.

Família
. Janir Sena, hoje é morador em Santa Catarina.
. Jardes Sena, comerciante em Abaetetuba.
. José Sena, comerciante em Abaetetuba.
• Josenildo Sena da Silva, filho de Maria das Graças Sena e Joaquim Pacheco Silva.
• Maria das Graças Sena, c/c Joaquim Pacheco, este filho de Pompeu Bello da Silva e Benedita Pacheco e com filhos: Josenildo, Marivaldo e outros.
• Marivaldo Sena da Silva, filho de Maria das Graças Sena e Joaquim Pacheco.

Família
• Horácio Sena, antigo carpinteiro naval e músico de Abaetetuba.
. Horácio Sena Filho, antigo carpinteiro naval e músico de Abaetetuba,
Descendentes e demais parentes de HORÁCIO SENA
• HORÁCIO SENA, nasceu em 5/9/1894 e já era falecido em 1994, foi um dos pioneiros da carpintaria naval em Abaeté, c/estaleiro modesto, situado às margens do igarapé Cafezal, onde grandes barcos à vela foram constuídos e as ferramentas usadas p/Horácio Sena e seus trabalhadores eram rústicas, como exemplo, terçados, serrotes, machados. Não existiam ferramentas como as de hoje e tudo era feito artesanalmente e grandes pranchas de madeira de piquiá, ou outras madeiras como o louro, eram  moldadas, talhadas c/um simples machado. Esse tipo de trabalho, com o tempo, ganhou fama e Abaeté/Pa, conquistou lugar de destaque no Estado do Pará e estados vizinhos pelos grandes, médios e pequenos barcos de todos os tipos e c/diferentes finalidades, que aqui eram construídos, como barcos/navios p/passageiros, barcos p/comércio de regatão, barcos pesqueiros, barcos boiadeiros, iates, barcos geleiros, barcos gaiolas e uma infinidade de outros tipos de barcos menores. Infelizmente essa indústria, como também a indústria canavieira arrefeceram no município, devido à modernização do comércio e indústria, escassez de madeira apropriada que acarretavam custos elevados na construção naval e a concorrência de produtos de outros centros mais modernos que vieram ajudar no declínio das indústrias locais, músico que tocava bombardino na Banda Carlos Gomes, c/c Anna Philonila Silva, esta filha de Manoel Antonio da Silva e Catarina Pereira de Barros, tia paterna de Lauro, com 95 anos em 1994.
• Horácio Silva Sena, filho de Anna Philonila Silva e Horácio Sena, carpinteiro naval e músico que tocava bobardino na Banda Carlos Gomes, c/c Venilda e tiveram 3 filhos: Celso, Hilary e Cleyton Sena.
• Iracildes Silva Sena, filha de Anna Philonila Silva e Horácio Sena, nasceu em 8/10 e até o ano de 1994 estava solteiro.
• Janete Sena Costa, filha de Maria Cecília Silva Sena e Gumercindo Costa, nasceu em 24/6, c/c Wagner Macedo Parente e tiveram filhos: Margarida, Wagner Filho e Igo Sena Parente.
• João Batista Sena Costa, filho de Maria Cecília Sena e Gumercindo Costa, c/c Jaciléa Modesto Costa e tiveram duas filhas: Luana e Adriana.
• João da Silva Sena, filho de Anna Philonila Silva e Horácio Sena, c/c Marieta Gusmão de Sena e tiveram 11 filhos: Rejane, Rosana, Rosilene, Rosângela, Roberto, Reinaldo, Reginaldo, Rita, Rosimartha, Ricardo e Rosiane Gusmão de Sena.
• Manoel Silva Sena, filho de Anna Philonila Silva e Horácio Sena, nasceu em 14/7/1941, c/c Maria Duarte e tiveram 3 filhos: Ana Laura, Manoel José e Leonardo Duarte Sena.
• Maria Cecília Silva Sena, filha de Anna Philonila Silva e Horácio Sena, c/c Gumercindo Costa e tiveram dois filhos: Janete e João Batista Sena Costa.
• Raimundo Silva Sena, filho de Anna Philonila Silva e Horácio Sena, nasceu em 27/7/1928, faleceu em 3/3/1989.
• Rejane Gusmão de Sena, filha de João da Silva Sena e Marieta Gusmão, c/c David Cabral e tiveram 3 filhos: Renato, Tiago e Patrícia Gusmão de Sena.
• Rosana Gusmão de Sena, filha de João da Silva Sena e Marieta Gusmão, c/c Jorge Dias Moreira e tiveram dois filhos, Gabriela e Hugo de Sena Moreira.
• Rosilene Gusmão de Sena, filha de João da Silva Sena e Marieta Gusmão, c/c Sérgio Pereira e não tiveram filhos.
• Theódulo Silva Sena, filho de Anna Philonila e Horácio Sena, nasceu em 26/7/1936 e faleceu em 9/10/1944.

Os de Sena
• André Cursino de Sena, citado em 1922.
. Antonio Batista de Sena, citado na localidade Rio Acaraqui em 1961 na festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
• César Elesbão de Sena, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.
. Eufrosina de Sena, citada em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de João Albino Gomes.
• Francisco Basílio de Senna, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Horácio de Sena
Horácio de Sena Filho
. HORÁCIO DE SENA, músico eclético que fundou e participou de vários conjuntos musicais, professor de música, tendo formado vários músicos em Abaeté, citado e contemporâneo dos abaixo:
Citado em 1902 no Clube Carlos Gomes. junto a outros músicos:
Estácio Sena dos Passos, José de Sena, Horácio de Sena, Raimundo Damião de Carvalho, Manoel Joaquim do Nascimento, os filhos de Hermínio Pauxis: Raimundo Pauxis (Raymmundo Nonnato da Silva Pauxis, Aládio Ladislau Pauxis, Melquíades Pauxis e o sobrinho do Mestre Hermínio Pauxis, Coríntio Lobato”.
Uma formação da Banda Carlos Gomes:
Paulinho Coforote, era alfaiate e tocava trompa; Manoel Coforote, era agricultor e tocava baixo; João Coforote, era agricultor e tocava trombone; Oscar Santos Coforote, era professor de música e tocava trombone; Tibica, era agricultor e tocava bombardino ou barito;Horácio Sena, era carpinteiro naval tocava bombardino; Horácio Filho, era carpinteiro naval e tocava bombardino; Mestre Leoderlino, era professor e tocava bombardino; Arcelino (Pinta-Caroço), era carpinteiro e tocava clarinete; Manoel Lipordino, tocava requinta; Estácio Sena, era alfaiate e tocava contra-baixo; Cazuza Sena, era carpinteiro e tocava clarone (instrumento raro); Heráclito, era carpinteiro e tocava clarinete; Abel Guiães de Barros Ferreira, era português, ferreiro e tocava bumbo; Abaeté Pauxis, era comerciante ambulante e tocava saxofone; Orêncio Pimentel Coutinho, era marceneiro e tocava barito (instrumento raro, relíquia); Paulo Borges (Polo), era carpinteiro e tocava afrenquides (instrumento de apelido mamoeiro por ser muito alto); Cici Costa, era comerciante e tocava trompa; Churamba, era comerciante ambulante e tocava trompa; Bernardo Rebolado, era Oficial de Justiça e tocava requinta; Raimundo Melo, tocava surdo; João Bostoque, era marceneiro e tocava caixa (caixista); Mestre Benjamim (cego de um lado), era calafate e tocava trompa; Durico, era calafate e tocava bombardino; Miguel Loureiro, era sapateiro e tocava saxofone; Prudente Araujo, era escriturário e tocava flautim (o menor dos instrumentos); Pedro Araujo, era professor e tocava trombone; Cardinal, tocava clarinete; Chiquinho Margalho, funcionário público municipal e tocava saxofone tenor.
E Horácio de Sena, foi antigo membro do Clube Carlos Gomes, em Abaetetuba, contemporâneo dos abaixo:
MIGUEL MAUÉS LOUREIRO, presidente do Clube Carlos Gomes 
PEDRO RIBEIRO DE ARAÚJO, vice presidente do Clube Carlos Gomes
PRUDENTE RIBEIRO DE ARAUJO, 2º secretário do Clube Carlos Gomes
RAIMUNDO RODRIGUES DA SILVA, componente do Clube Carlos Gomes
MANOEL ROQUE FERREIRA, componente do Clube Carlos Gomes
JOÃO DE DEUS FERREIRA, componente do Clube Carlos Gomes
 JOÃO ROSADO DOS SANTOS, componente do Clube Carlos Gomes
BERLARMINO RODRIGUES DE FARIAS, componente do Clube Carlos Gomes
EROGILDO FONSECA DE LIMA, componente do Clube Carlos Gomes
RAIMUNDO DE LIMA PONTES, componente do Clube Carlos Gomes
MIGUEL DO CARMO ARAUJO, componente do Clube Carlos Gomes
PEDRO PAULO FERREIRA, componente do Clube Carlos Gomes
TAVIRO MANOEL FERREIRA, componente do Clube Carlos Gomes
OTACÍLIO FERREIRA DIAS, componente do Clube Carlos Gomes
HERÁCLITO DELMIRO DE SALES, componente do Clube Carlos Gomes
GALDINO CARDINAL DA COSTA, componente do Clube Carlos Gomes
MANOEL DOS SANTOS, componente do Clube Carlos Gomes
JOÃO CUNHA DE OLIVEIRA, componente do Clube Carlos Gomes
ALCIDINO NAZIAZENO DE CARVALHO, componente do Clube Carlos Gomes.

• Horácio Nabor de Senna, membro da Confraria de São Raimundo Nonato, morador à Rua Siqueira Mendes e comerciante em 1922.
. JOSÉ DE SENA, foi antigo membro do Clube Carlos Gomes, em Abaetetuba, conforme citação abaixo:
RAIMUNDO DAMIÃO DE CARVALHO, músico eclético que fundou e participou de vários conjuntos musicais, professor de música, tendo formado vários músicos em Abaeté, citado em 1902 no Clube Carlos Gomes. junto a outros músicos: Estácio Sena dos Passos, José de Sena, Horácio de Sena, Raimundo Damião de Carvalho, Manoel Joaquim do Nascimento, os filhos de Hermínio Pauxis: Raimundo Pauxis/Raymmundo Nonnato da Silva Pauxis, Aládio Ladislau Pauxis, Melquíades Pauxis e o sobrinho do Mestre Hermínio Pauxis, Coríntio Lobato”.
Presidente, Miguel Maués Loureiro, vice-presidente, Pedro Ribeiro de Araujo; 2º secretário, Prudente Ribeiro de Araujo e com a presença de: Raimundo Rodrigues da Silva, Manoel Roque Ferreira, João de Deus Ferreira, João Rosado dos Santos, Belarminio Rodrigues de Farias, Manoel João de Souza, Raimundo da Silva Melo, Raimundo Bernardino da Silva, Erogildo Fonseca de Lima, Raimundo de Lima Pontes, Miguel do Carmo Araujo, Pedro Paulo Ferreira, Taviro Manoel Ferreira, Otacílio Ferreira Dias, Heráclito Delmiro de Sales, Galdino Cardinal da Costa, Manoel dos Santos, João Cunha de Oliveira e Acindino Naziazeno de Carvalho.
. José Sena, músico eclético que participou de vários conjuntos musicais.
. Luiz Sena/Luiz do Nilamon
Manoel Joaquim Costa, o Cavalinho, é irmão do Cardinal e era exímio tocador de cavaquinho, banjo e violão. Participou de muitos grupos de serestas e conjuntos musicais, como o Jazz do Margalho, os grupos de seresta “Luar de Abaeté” e “Os Coroas”. Cavalinho, além de músico, compunha choros e ajudava nos Shows do Fantosma, junto com outros músicos locais: Rui Guilherme, Luís Sena, Bosa, Humbertinho, Zé Mestringue e Marionaldo Lobato.
• Manoel José de Senna, músico da Banda Carlos Gomes, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895, citado em 1927.
. Manoel José de Sena, citado na localidade Rio Acaraqui
. Manoel José de Sena Filho, citado em 1953 como noitário como representante da região da Costa Maratauíra e citado na localidade Rio Acaraqui em 1961 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
• Manoel José de Sena, dono de engenho São João, Rio Acaraqui, no início do século 20, comerciante marítimo em 1944.
. Raimundo Emiliano de Sena, citado em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição, em Abaetetuba.
. Ranulfo de Sena, citado em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
. Rosa de Sena, citada em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de Maria Zaíde Cardoso.

Família
. TOMÁS DE SENNA, era cametaense de Curuçambá, lavrador na localidade Costa Maratauíra, em Abaetetuba, viajante marítimo, comerciante, político, famoso músico que participava do Clube Musical 15 de Novembro, onde foi seu fundador e presidente em 1913. Este clube subsistiu até o ano de 1925 e chegou a possuir quinze músicos.
Clube Musical 15 de novembro, fundada em 1913, tinha como presidente Tomás de Senna; como regente, Paulino Brandão Ferreira e Laudelino Nunes Fernandes. Esse clube possuía a sua orquestra, onde a maioria dos músicos eram irmãos ou parentes da então esposa de Tomás de Senna, de nome Virgínia Rodrigues, uma família de músicos natos, como Adalberto Rodrigues, filho de José Benedito Rodrigues. Devido esse dom nato dos tios maternos de Tomás de Senna, muitos deles foram embora, entrando nas bandas das corporações policiais ou militares Belém e outros estados. Tomás de Sena deve ter casado uma 2ª vez e tendo outros filhos.
Tomás de Sena como político chegou a ser vogal da Intendência de Abaeté, vereador e presidente da Cãmara Municipal em 1953 e prefeito interino, casou com Virgínia Rodrigues, filha do músico Adalberto Benedito Rodrigues e faleceu com 81 anos de idade.
São filhos de Tomás de Senna: Lili Sena, Oséias, Nilamon, Ulisses e Carolina Sena.
. LILI SENA
. OSÉIAS SENA
. NILAMON SENA
. ULISSES SENA
. CAROLINA SENA
. OSÉIAS SENA, era casado com Anegina Maués de Sena e com filhos: Ivone, Cabibi, zelito/Osegino Maués de Sena e outros em pesquisa.
. Anegina Maués de Sena, já é falecida, era filha de Antonio Higino Maués, este casado com Ana Maués e com filhos e Anegina era casada com Oséas Sena e com filhos: vide acima.
. Cabibi, nascido em 1947, era professor nas escolas de Abaetetuba.
. IVONE MMAUÉS DE SENA,foi professora na escolas de Abaetetuba, foi diretora da 3ª Unidade Regional de Educação-3ª URE, em Abaetetuba, atualmente aposentada, casou com Agenor Kemil dos Santos.
• NILAMON XAVIER DE SENA, que nasceu na Costa Maratauhyra, nas Ilhas de Abaeté, foi agricultor, plantando cana-de-açúcar, mandioca, feijão, era católico, músico, viajante marítimo, viajando com os irmãos para o Marajó, Baixo Amazonas, vendendo mercadorias variadas, especialmente cachaça, que era vendida em todos os lugares, em viagens de 45 dias ou 3 meses no inverno, em barco trivela. Com 10 anos de idade veio com sua família para morar na cidade. Casou com Lucila Barros Senna. Em 2003 ficou viúvo e aposentado, quando as casas de Abaetetuba e interior eram cheias de imagens dos santos, com oratórios, quadros de santos.
Nilamon foi do tempo do gamofone, tendo aprendido a tocar ouvindo esse instrumento e vendo seus familiares tocando, isso a partir dos 12 anos de idade, quando aprendeu a tocar: rabeca, rabecão, violino, viola, cavaco, violão, contrabaixo de corda e flauta. Tocava nas festas dançantes na cidade e ilhas, festas de santos, folias e ladainha nas Ilhas de Abaeté, estas que constituíam parte da religiosidade popular dos povos das ilhas e cidade e na cidade tocava nas peças teatrais, cordões juninos como o Cordão do Tucano, Cordão da Andorinha  e cordões de bois, onde liderava a parte musical desses cordões. Era o Nilamon que liderava a parte musical dos cordões juninos. Tocava choros, valsas, hinos, maxixe, xote, mazurca, quadrilha.
Também participava dos grupos de jazzs, que eram grupos musicais composto por um grupo pequeno de três, quatro ou cinco tocadores, composto por violão ou viola, flauta, clarinete (este era o principal instrumento de um jazz). No início de sua carreira de músico eram raros os instrumentos de sopro como o saxofone e o trombone.
. BENEDITA
A avó Benedita, de Nilamon, enquanto estava viva, com até oitenta e poucos anos de vida, era devota de Nossa S. do Carmo, da qual possuía uma imagem e ela e toda a sua família festejavam essa santa, em festa que tinha a participação da Orquestra “15 de Novembro”, fundada pelo pai de Nilamon, Tomás de Senna, grupo musical formado por seus parentes, cunhados, primos e outros parentes, no total de 12 músicos, que acompanhava as ladainhas e as festas dançantes nas noites dos festejos de Nossa Senhora do Carmo. Como ainda não existia energia elétrica, essas festas eram realizadas à luz de lampião de carbureto.
• LUIZ SENA/Luiz do Nilamon, filho de Nilamon Xavier de Sena e Lucila Barros de Sena, músico eclético conforme abaixo, tocando vários instrumentos, como trombone, violão, banjo. Já faz mais de dez anos que se encontra à frente da Banda Virgem da Conceição e é antigo organizador de grupos de seresta na cidade, como “Os Coroas” criado em 1990.
TROMBONE: LUIZ SENA
BOMBARDINO: LUIZ SENA
VIOLÃO DINÂMICO: LUIZ SENA
CAVAQUINHO: LUIZ SENA
BANDOLIM: LUIZ SENA
BANJO: LUIZ SENA
SURDÃO: LUIZ SENA
TAROL: LUIZ SENA
SURDINHO: LUIZ SENA
TAMBORIM: LUIZ SENA
PANDEIRO: LUIZ SENA
AFOCHÊ: LUIZ SENA
CASTANHOLA: LUIZ SENA
VOZ: LUIZ SENA
Família
• Luís Barros Sena/Luís Sena/Luís do Nilamon, nascido em 31/9/1933 e em 2013 completou 80 anos, filho de Nilamon Xavier de Sena e Lucila Barros, músico que tocava trombone, violão e e muitos outros instrumentos e tocou nos shows musicais do Fantosma e vários conjuntos musicais de seresta e ele foi o organizador do grupo de serestas Os Coroas em 1990 e participava dos conjuntos para bailes, músico da Banda Virgem da Conceição e seu diretor até os dias atuais (4/2011) e o chamado Luiz do Nilamon é uma das lendas vivas da musicalidade em Abaetetuba, é casado e com filhos; Lucenilda e Lucineide Sena.
. Lucenilda Sena, filha de Luís Sena, professora citada em 2012.
. D. Nhoca Barros Sena

Família
Descendentes e Demais Parentes de RAIMUNDO ANTONIO DE SENA
• Arnaldo Santos Sena, filho de Raimundo Antonio de Sena, tem filhos.
• Inaber da Silva Sena, filho de Raimundo Antonio de Sena.
• Inaurita Sena, filha de Raimundo Antonio de Sena e Joana Rosa, c/c Aristides Rodrigues da Guia e tiveram filhos: Miguel, é casado e c/filhos; João é casado; Sebastião, já é falecido; Roberto, casado; Antonio, é casado e com filhos; Alberto, tem filhos; Augusto, tem filhos; Alan, tem filhos e Joice Sena da Guia.
• Joana Rosa, nascida em 24/6/1900, tinha 110 anos em 8/2010, era a 2ª mais velha de Abaetetuba em 2010, origem na localidade Maracapucu.
• José da Silva Sena, filho de Raimundo Antonio de Sena, falecido e com 3 filhos.
• Julita Sena, c/c Jorge Carvalho e com 3 filhos: Pelé, Conce e Adilson (falecido)
• Maria das Graças Sena, filha de Pedro de Lima Sena e Arcângela Pereira, c/c Joaquim Pacheco da Silva e com filhos: Josenildo, Maraivaldo Sena Silva e outros.
• Maria Rosa Pereira Sena, filha de Raimundo Antonio de Sena, casada e com filhos: Pirita.
• Pedro de Lima Sena, c/c Arcângela Pereira e com filhos: Maria das Graças Sena e outros. E casou com outras mulheres e com filhos.
• Pedro Sena, filho de Raimundo Antonio de Sena.
• Raimundo Antonio de Sena, marido de Joana Rosa, origem na localidade Ipixuna.
• Raimundo dos Santos Sena/Cafona, filho de Raimundo Antonio de Sena, c/c Marcela e sem filhos.

Os Sena e as Outras Famílias
Conforme Carlinho Dias
Os Sena de Carvalho
. FRANCISCO SENA DE CARVALHO, já falecido, com origem na localidade Rio Campompema, município de Abaetetuba, que foi convocado para treinamento nas fileiras do Exército nas matas de Bragança/PA, para lutar contra os alemãs em Monte Castelo, na Itália, na 2ª Guerra Mundial, e na sua volta para o Brasil, foi até Bragança para casar com a moça Antonia Olegário, esta com 97 anos em 10/2016, e tiveram filhos: Leônidas Olegário de Carvalho e outros com estudos de mestrado e doutorado espalhados por Brasília, Rio de Janeiro e Belém, em pesquisa.
. LÉÔNIDAS OLEGÁRIO DE CARVALHO, professor universitário na cidade de Castanhal/PA, com residência na Rua Monte Alegre, em Belém/PA.

Família Sena Costa
. José Elídio Sena Costa, foi estudante da 1ª turma que se formou no então GSFX.
. Maria Emília Sena Costa
. Messias Sena Costa
. Francisco Sena Costa

Os Sena e Filho
. Sena e Filho, firma citada em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.

Os Sena Loureiro
. LUÍS CARLOS SENA LOUREIRO/Bosa
Citações:
"Manoel Joaquim Costa, o Cavalinho, é irmão do Cardinal e era exímio tocador de cavaquinho, banjo e violão. Participou de muitos grupos de serestas e conjuntos musicais, como o Jazz do Margalho, os grupos de seresta “Luar de Abaeté” e “Os Coroas”. Cavalinho, além de músico, compunha choros e ajudava nos Shows do Fantosma, junto com outros músicos locais: Rui Guilherme, Luís Sena, Bosa, Humbertinho, Zé Mestringue e Marionaldo Lobato."
Bosa na formação musical do Conjunto "Os Muiraquitãs:
Sua 1ª formação em 1967, foi a seguinte: Bosa, no chocalho e na sonoplastia; Daniel Margalho, no baixo; Mário (irmão do famoso Pinduca), Mário José Rodrigues (irmão do Nego da Banda Carlos Gomes); Antônio Melo, na guitarra; Amor, saxofone; Agenor, no pistão; Laquê, na bateria; João de Deus (João de Deus Ferreira), na sanfona; Jandira Sousa, como cantora e a revelação das guitarras, o jovem e promissor músico Cloriomar, nascido em 19.02.1954 em Abaetetuba, filho de Simeão Gama Margalho, tocava guitarra base e era um dos croner.
Esse conjunto era muito bom, que animava as famosas festas locais do Bancrévea Clube de Abaetetuba, criado em 01.05.1964 e da Assembléia Abaetetubense, criada em 28.12.1960.
Uma 2ª formação do conjunto foi: Cloriomar, na guitarra base e como croner; Bosa, na bateria; Daniel Margalho, na guitarra solo; Agenor (Agenor Silva), no contrabaixo; Tio Guel (Miguel), no saxofone (este foi um dos que morreram no pavoroso acidente do ônibus, na estrada). A maioria dos componentes do conjunto já é conhecida, mas temos como curiosidade a presença do político e ex-prefeito de Abaetetuba, fazendo parte do conjunto, tocando sanfona, isto antes dele entrar para a vida política, onde se elegeu como vereador, prefeito e deputado, em uma carreira meteórica na política. Depois, em ...tornou a se eleger deputado estadual, com boa atuação na Assembléia Legislativa. Da vizinha cidade de Igarapé-Miri, Daniel Margalho foi buscar o músico Mário, para enriquecer mais o novo grupo musical. E novos nomes apareceram nessa 1ª formação, como os jovens Bosa, Jandira, que vieram dos grupos de jovens da Igreja Católica.

Os Sena Parente
. JAIME SENA PARENTE, citado em 2015

Os Sena dos Passos
Clube Carlos Gomes EM 1902:
. ESTÁCIO DE SENA DOS PASSOS, citado em 1902 como componente do Clube Carlos Gomes, contemporâneo dos abaixo:
RAIMUNDO DAMIÃO DE CARVALHO, citado em 1902 como componente do Clube Carlos Gomes
MANOEL JOAQUIM DO NASCIMENTO, citado em 1902 como componente do Clube Carlos Gomes
RAIMUNDO NONATO DA SILVA PAUXIS/Raimundo Pauxis, filho do Mestre Raimundo Pauxis, citado em 1902 como componente do Clube Carlos Gomes
ALÁDIO LADISLAU PAUXIS, filho do Mestre Raimundo Pauxis, citado em 1902 como componente do Clube Carlos Gomes
MELQUÍADES PAUXIS, filho do Mestre Raimundo Pauxis, citado em 1902 como componente do Clube Carlos Gomes
CORINTHO LOBATO, sobrinho do Mestre Raimundo Pauxis, citado em 1902 como componente do Clube Carlos Gomes.
Clube Carlos Gomes
Estácio Sena dos Passos como secretário do Clube Carlos Gomes, conforme a citação de 1927:
Clube Carlos Gomes
“O Clube Carlos Gomes, com eleição em 1927, ficando assim constituída a diretoria: presidente, Garibaldi Parente; secretário, Estácio Sena dos Passos; tesoureiro, Abel Guiães de Barros; regente, Gerônimo Guedes e contra-mestre, Raymmundo Pauxis”.
Cazuza Sena
Horácio Sena
Horácio Sena Filho
. Estácio Sena dos Passos
Uma formação da Banda Carlos Gomes e os demais Coforotes estão presentes: Paulinho Coforote, era alfaiate e tocava trompa; Manoel Coforote, era agricultor e tocava baixo; João Coforote, era agricultor e tocava trombone; Oscar Santos Coforote, era professor de música e tocava trombone; Tibica, era agricultor e tocava bombardino ou barito;Horácio Sena, era carpinteiro naval tocava bombardino; Horácio Filho, era carpinteiro naval e tocava bombardino; Mestre Leoderlino, era professor e tocava bombardino; Arcelino (Pinta-Caroço), era carpinteiro e tocava clarinete; Manoel Lipordino, tocava requinta; Estácio Sena, era alfaiate e tocava contra-baixo; Cazuza Sena, era carpinteiro e tocava clarone (instrumento raro); Heráclito, era carpinteiro e tocava clarinete; Abel Guiães de Barros Ferreira, era português, ferreiro e tocava bumbo; Abaeté Pauxis, era comerciante ambulante e tocava saxofone; Orêncio Pimentel Coutinho, era marceneiro e tocava barito (instrumento raro, relíquia); Paulo Borges (Polo), era carpinteiro e tocava afrenquides (instrumento de apelido mamoeiro por ser muito alto); Cici Costa, era comerciante e tocava trompa; Churamba, era comerciante ambulante e tocava trompa; Bernardo Rebolado, era Oficial de Justiça e tocava requinta; Raimundo Melo, tocava surdo; João Bostoque, era marceneiro e tocava caixa (caixista); Mestre Benjamim (cego de um lado), era calafate e tocava trompa; Durico, era calafate e tocava bombardino; Miguel Loureiro, era sapateiro e tocava saxofone; Prudente Araujo, era escriturário e tocava flautim (o menor dos instrumentos); Pedro Araujo, era professor e tocava trombone; Cardinal, tocava clarinete; Chiquinho Margalho, funcionário público municipal e tocava saxofone tenor.
ESTÁCIO SENA DOS PASSOS, foi antigo membro do Clube Carlos Gomes, em Abaetetuba, conforme citação abaixo:
Clube Carlos Gomes
Citado em 1902 no Clube Carlos Gomes. junto a outros músicos: Estácio Sena dos Passos, José de Sena, Horácio de Sena, Raimundo Damião de Carvalho, Manoel Joaquim do Nascimento, os filhos de Hermínio Pauxis: Raimundo Pauxis (Raymmundo Nonnato da Silva Pauxis, Aládio Ladislau Pauxis, Melquíades Pauxis e o sobrinho do Mestre Hermínio Pauxis, Coríntio Lobato”.
Estácio Sena dos Passos como secretário do Clube Carlos Gomes, conforme a citação de 1927:
Clube Carlos Gomes
“O Clube Carlos Gomes, com eleição em 1927, ficando assim constituída a diretoria: presidente, Garibaldi Parente; secretário, Estácio Sena dos Passos; tesoureiro, Abel Guiães de Barros; regente, Gerônimo Guedes e contra-mestre, Raymmundo Pauxis”.


AS APARELHAGENS DE SONS DE ABAETÉ:
. BENEDITO SENA DOS PASSOS
.JOSÉ SENA DOS PASSOS, c/c Raimunda Oliveira
• Bandute Sena/Benedito Sena dos Passos, filho de José Sena dos Passos e Raimunda Oliveira, nasceu no dia 14/5/1922 e faleceu em maio de 1978, foi sapateiro aos 16 anos e em 1943 torna-se comerciário e a partir de 1945 torna-se político, tendo sido eleito vereador em 1950, 1954 e 1958, cassado politicamente em 1964 pela Ditadura Militar. Torna-se proprietário de um serviço de som, o famoso “Sonoros Copacabana”, fundado em maio de 1956, com pequenas caixas de sons espalhadas pelos postes da eletricidade e estúdio no centro comercial da cidade.
Bandute Sena também possuía aptidões culturais, desportivas e artísticas, tendo organizado “cordões de pássaros”, na quadra junina, festas de carnaval, festas sociais e times de futebol no tempo em que era um dos dirigentes do clube Vasco da Gama.
Para homenageá-lo uma das ruas da cidade, no bairro de Santa Rosa, recebe o nome de Travessa Benedito Sena dos Passos.Raimundo Zacarias de Moraes, comunicador e fundador da R. Z. Publicidade, espécie de rádio que funciona como o Sonoros Copacabana, descrito acima.Manoel de Jesus de Moraes, comunicador e repórter, atual proprietário do antigo Sonoros Copacabana, que pertencia ao saudoso Bandute Sena e que funciona com o atual nome de Empresa Copacabana de Comunicações.Bené Costa, que foi um dos primeiros locutores de aparelhagens de som de Abaetetuba e atualmente é cominicador da Rádio Guarany, em Abaetetuba.

Os Sena Rodrigues
Família
. ANTONINA SENA RODRIGUES, irmã de Chico Sena
. Áurea Sena
. FRANCISCO SENA/Chico Sena, casado com D. Mocinha e com filhos: Marivalda, Marialva Nete e outros? em pesquisa.
. Marialva Sena, é Defensora Pública no Pará,  filha de Chico Sena, este irmão de Antonina Sena Rodrigues
. Marialva Sena Santos
. Marinalva Sena
. Marivalda Sena Felgueiras, casada com Luiz Pedro Felgueiras e com filhos. 
. Mocinha Sena, casada com Chico Sena e com filhos: Marivalda, Marialva, Nete e outros? em pesquisa.
. Nete Sena Figueiredo, casada com Davi Paes Figueiredo e com filhos: Davi Filho e outors em pesquisa.

As Outras Famílias e os Sena

Os Alves Dias de Sena
. Antonio Alves Dias de Sena, citado na localidade Rio Maracapucu em 1961 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.

Os Araújo Sena
Família
. Adhervan Araujo Sena
. Adhervany de Araujo Sena, casada e com filhos: Adhervan Araujo Sena e outros em pesquisa.

Os C. Sena
. Maria C. Sena, citada em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de Dulcinda Carvalho.

Os Dias de Sena
Os Alves Dias de Sena
. Antonio Alves Dias de Sena, citado na localidade Rio Maracapucu em 1961 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.

Os G. de Sena
. Luís G. de Sena, citado em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.

Os de Lima Sena
• Lúcia Teresinha de Lima Sena, citada em 1960.

Os Lobato Sena
Família e Descendentes de RAIMUNDO EMILIANO DE SENA/Gidonda
• Antonio Lobato Sena, filho de Raimundo Emiliano de Sena/Gidonda e Cassilda Lobato Sena, comerciante sendo o antigo dono da Sorveteria Iracema, casado e com filhos.
• Arnaldo Lobato Sena/Buaca, filho de Raimundo Emiliano de Sena/Gidonda e Cassilda Lobato, e Arnaldo foi alfaiate nos anos de 1960 na Alfaiataria Araujo, militar, casado e com filhos.
• Dário Lobato Sena, filho de Raimundo Emiliano de Sena/Gidonda e Cassilda Lobato Sena, atual proprietário da Sorveteria Iracema, casado e com filhos.
. Iracema Lobato Sena, filha de Raimundo Emiliano de Sena/Gidinda e Cassilda Lobato Sena.
• Isabel Lobato Sena, filha de Raimundo Emiliano de Sena/Gidonda e Cassilda Lobato Sena.
• Madalena Sena, filha de Raimundo Emiliano de Sena/Gidonda e Cassilda Lobato Sena, comerciante sendo o antigo dono da Sorveteria Iracema, casado e com.
• Raimundo Emiliano de Sena/Gidonda Sena, popular dono de buteco de lanches em Abaetetuba ao lado da Escola São Francisco Xavier nos anos de 1950/60/70, contador de casos, piadista, casado e com filhos: Antonio, Arnaldo/Buaca, Iracema, Madalena, Dário, Isabel, Raimundinho e outro em pesquisa.
• Raimundo Lobato Sena/Raimundinho, filho de Raimundo Emiliano de Sena/Gidonda e Cassilda Lobato Sena.

Os Lobo Sena
. Vivaldo Lobo Sena, citado na localidade Rio Maracapucu em 1961 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.

Os Matias de Sena
. Esmerina Matias de Sena, citado na localidade Rio Acaraqui em 1961 na festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
. José Maria Matias de Sena, é engenheiro civil, citado em 2013.
. Maria de Jesus Matias Sena, citada na localidade Rio Acaraqui em 1961 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.

Os Maués Sena
. Ivone Maués Sena, citada em 1961 como juíza da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
• Raimundo Maués Sena/Cabibi, concluinte da 1ª turma de Humanista do Ginásio Bernardino Pereira de Barros, professor.

Os Nery de Sena
• Manoel Nery de Sena, casado e com filhos, que sustenta a família com o trabalho de freteiro na localidade rio Urubuéua-Fátima, dessa localidade para Abaetetuba e vice-versa.

Os O. de Sena
• Ranulfo O. de Sena, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.
Os P. Sena
. Izabel P. Sena, citada em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.

Os Parijós de Sena
. Nelson Parijós de Sena, origem na localidade Rio Arumanduba, citado em 1961 como colaborador da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.

Os dos Passos Sena
. Alfa dos Passos Sena, citada na localidade Rio Abaeté, em 1961, como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.

Os Pinheiro de Sena
Os V. Pinheiro de Sena
• Manuel V. Pinheiro de Sena, citado em 1944.
• Manuel V. Pinheiro de Sena, citado em 1927.
. Manuel V. Pinheiro de Sena, citada em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição, em Abaetetuba.

Os R. Sena
. Ana R. Sena, citada em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de Vicente F. Caldas.

Os R. de Sena
. Benedito R. de Sena, citado em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição, em Abaetetuba.

Os Rocha Sena
• Julieta Rocha Sena, origem na localidade Rio Urubuéua, citada em 1944.

Os Rodrigues Sena
. Ercília Rodrigues Sena, citado em 1953 como contribuinte na festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba e como representante da Mocidade de Abaetetuba.

Os S. Sena
. Rosa S. Sena, citada em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de Maria Zaíde Cardoso.

Os S. de Sena
. Ana S. de Sena, citada em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba através de Sisínia Silva, esta do Jarumã.

Os Silva Sena
. Hosana Silva Sena, citada em 2014.
. Rosa Silva Sena, citada na localidade Rio Coruperé, em 1961, como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.

Os da Silva Sena
• Anna da Silva Sena, neta de Catarina Pereira de Barros e Silva e Manoel Antonio da Silva. Vide fam. Silva.

Os V. Pinheiro de Sena
• Manuel V. Pinheiro de Sena, citado em 1944.
• Manuel V. Pinheiro de Sena, citado em 1927.
. Manuel V. Pinheiro de Sena, citada em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição, em Abaetetuba.

Os X. de Sena
. Maria X. de Sena, citado em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição em Abaetetuba.
. Maria Xavier de Sena, professora, citada em 1953 como contribuinte da festa de N. S. da Conceição, em Abaetetuba.

Os Xavier de Sena
Família
• MARIA XAVIER DE SENA/Maria Coroa, pertencia a Liga Feminina Magalhães Barata, comerciante, dona de restaurante e hotel em Abaetetuba na Rua Siqueira Mendes, em frente à antiga Delegacia de Polícia, dona de sítio com o 'Igarapé da Maria Coroa' com casa de veraneio em Beja, mãe e avó de prole de filhos e netos com aptidão musical, cantores e compositores, com casa na Rua 1º de Maio até hoje existente em Abaetetuba, grande dama da antiga sociedade abaetetubense, casada e com filhos e muitos netos.io
. ALEXANDRA SENA
. ALEXANDRINA NAZARÉ SENA MATOS, filha de Maria Xavier de Sena, casou com Arito Matos e com filhos: Chico, Alessandra, Alba Maria e outros.
. ANA MARIA DE SENA, prima de Antonildo Sena
. ANTONILDO SENA, primo de Ana Maria
. ANTONIO ALEXANDRE SENA SILVESTRE, filho de Alexandrina Sena e Silvestre, casado e com filhos: Camila Sena Silvestre
FRANCISCO SENA/Chico Sena, músico e grande compositor de Abaetetuba, filho de Alexandrina Sena.
. HENRIQUE SENA
. MARIA ESTELA XAVIER DE SENA, filha de Maria Xavier de Sena e Maria Estela era casada e com filhos: Rosana
. JÔ CARVALHO LOPES, nascida em 1963, sobrinha de Alexandrina Sena, casada e com filhos: Juliana Cora
. JULIANA COROA, filha de Jô Carvalho Lopes, prima de Antonio Alexandre Sena Silvestre
• OLAVO XAVIER DE SENA/Olavo, filho de Maria Xavier de Sena/Maria Coroa, já é falecido, era campeão de pipa, sinuca, bilharito e de futebol quando jogou no Palmeiras nos anos de 1960 e na Seleção de Futebol de Abaetetuba ao lado de seu aspecto boêmio de cantor de serestas com o violonista Dico Cururu e Daniel Margalho, trabalhou longos anos como taxista, casado e com filhos; Nívea, Ana Maria Sena.
. WALTER DA COSTA COROA, sobrinho de Alexandrina Sena, neta de Maria Xavier de Sena/Maria Coroa.

• Nilamon Xavier de Sena, famoso músico que nasceu na localidade Costa Maratauhyra, foi agricultor, plantando cana-de-açúcar, mandioca, feijão, era católico, músico, viajante marítimo com os irmãos para o Marajó, Baixo Amazonas, vendendo mercadorias variadas, especialmente cachaça, que era vendida em todos os lugares, e em viagens de 45 dias ou 3 meses no inverno em barco trivela. Com 10 anos de idade veio com sua família para morar na cidade, c/c Lucila Barros Senna e em 2003 ficou viúvo e aposentado. Segundo Nilamon, as casas eram cheias de imagens dos santos, oratórios, quadros de santos e ele tocava nas festas de santos, folias, ladainhas que compunham a religiosidade popular dos povos das ilhas e na cidade. Tocava também nas festas dançantes da cidade e das ilhas, nas peças teatrais, cordões juninos, cordões de pássaros (tucano, andorinha), bois-bumbás. Era o Nilamon que liderava a parte musical dos cordões juninos de Abaeté nos anos de 1940/1950 e tocava choros, valsas, hinos, maxixe, xote, mazurca, quadrilha nas festas dançantes.
.Luiz Sena/Luiz do Nilamon
Mestre Luiz do Nilamon/Luiz Sena e alguns de seus contemporâneos na Banda Virgem da Conceição:
Miguel Maués Loureiro/Mestre Miguel Loureiro
Francisco de Miranda Margalho/Mestre Chiquinho Margalho
Licínio Ribeiro de Araujo
Maxico Almeida
Agenor Silva/Mestre Agenor
Raimundo Vicente
Miguel Cardoso
Rosado
Tomás Almeida

Blog do Ademir Rocha, de Abaetetuba/PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário