Mapa de visitantes

terça-feira, 12 de abril de 2011

ARTES, TURISMO E ASSISTÊNCIA SOCIAL
























ARTES, TURISMO E CONGRESSO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL NO PARÁ
Reproduzido pelo Blog do Prof. Ademir Rocha de Benigna Soares - Ascom Paratur Segundo a coordenação do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social, mais de mil profissionais da área já estão inscritos para o 13º Encontro da entidade, que acontece em Belém de 18 a 20 deste mês. O evento será no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia e há grande expectativa quanto à programação, que ocorre às vésperas dos feriados de Páscoa e de Tiradentes, oportunidade também para que os participantes aproveitem para fazer turismo no Pará. Com o tema "Gestão Descentralizada do Sistema Único de Assistência Social (Suas): competências e responsabilidades dos municípios", a programação deve reunir secretários e gestores municipais dos 27 estados brasileiros e do Distrito Federal, uma oportunidade única de aprendizado e reflexões para os 144 municípios paraenses, reunidos no Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social (Coegemas). "Oportunidade para articularmos com esses municípios e também debatermos sobre o Suas". Garante a representante da coordenação do evento em Belém, Carolina de Pinho Ferreira, presidente do Coegemas Pará e da Fundação Papa João XXIII (Funpapa).
Os três dias de evento serão marcados pela troca de experiências entre os municípios. Haverá também a premiação de experiências exitosas e a montagem de uma agenda nacional da política de Assistência Social. Todos os Gestores, técnicos e pesquisadores da área estão convidados a participar para contribuir com os debates. Experiências Resultados das políticas de assistência executadas no Pará vão ser apresentados por vários municípios ao longo da programação. Uma das atrações que prometem surpreender vem do município de Abaetetuba. É o hino do Pará em versão musical regionalizada, tocado por crianças, adolescentes e jovens do projeto "Tocando a Vida", uma iniciativa da Secretaria Municipal de Assistência Social do Município. O projeto visa, através de vários aspectos do aprendizado com a música, identificar as potencialidades e possibilitar que o senso estético de cada um seja vivenciado, ampliado e aprofundado no cotidiano de cada beneficiário do projeto ligado ao Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) e Projovem Adolescente do município de Abaetetuba, Adolescente em cumprimento de Medidas Socioeducativa (liberdade assistida - LA e prestação de serviços à comunidade - PSC) e beneficiários do Programa Bolsa Família.
Também está reservado para o primeiro dia do evento um show especial com a cantora paraense Lucinha Bastos, resultado de parceria da Secretaria de Estado de Assistência Social com a coordenação do evento. No dia 20, após a apresentação dos colóquios resultantes da programação técnica do evento, os participantes serão brindados com um novo show. Desta vez sobe ao palco do Hangar o grupo parafolclórico Frutos do Pará, com participação especial de Iracema Oliveira, a dama do rádio paraense, conhecida por suas produções de cordões de pássaros, manifestação tipicamente paraense. Conquistando a Cidadania A assistência social em Belém vai estar representada pelo programa Conquistando a Cidadania. O programa beneficia centenas de crianças e adolescentes oriundos do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), Projovem Adolescente, Bolsa Família e outros onde a Funpapa atua através de seus 12 Centro de Referência da Assistência Social, três Centro de Referência Especializado da Assistência Social, abrigos e demais espaços vinculados. Os beneficiários são bailarinos e bailarinas que estudam, por meio de convênio da Funpapa, com a Escola de Dança Clara Pinto.
Esta é a primeira vez que a capital do Pará, Belém, será sede do encontro do Colegiado Nacional dos Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas). A estimativa é de mais de dois mil participantes. Além da Prefeitura de Belém, por meio da Funpapa, apóiam o evento o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social (Sedes), Companhia Paraense de Turismo (Paratur), Instituto de Artes do Pará e Secretaria de Estado de Cultura (Secult). Expectativas "Receber o encontro do Congemas em Belém é uma grande honra aos gestores dos 144 municípios do Pará. É uma oportunidade única de nos articularmos e nos aprimorarmos ainda mais para juntos garantirmos boas práticas de aplicação da Política Nacional de Assistência Social (PNAS), buscando um olhar mais atento para a realidade da Região Norte, das Famílias da Amazônia", ressalta Carolina Ferreira, do Coegemas.
"Essa formatação do Suas e da PNAS criou a base dessa política que é muito recente e não ocorre mais a nível de atendimento aos usuários. Muda a cada mês, o atendimento precisa ser macro". Diz Márcia Leão Góes, secretária de assistência de Santa Bárbara do Pará, sobre a necessidade de se criar espaços de discussão sobre essas mudanças e sobre o acesso às políticas públicas de assistência.
Celi Barbosa, secretária de Breves, na ilha do Marajó, lembra que existem muitos desafios nessa área, em especial a violação de direitos e que facilitar o enfrentamento dessas violações reforça a política pública de assistência. "No Marajó temos o menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil. O abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes ainda é muito grave, apesar dos mecanismos de enfrentamento". Conta Celi, com apoio da assistente social Antônia Gomes, que por sua vez relata que falta de emprego e renda também são desafios na inclusão social. Para elas o encontro do Congemas pode abrir margem para debates que levem a solução desses problemas.

"O Norte pode nos dar referencia sobre a necessidade de considerar os aspectos regionais na estruturação do Suas, considerando a sua diversidade espacial e cultural. Certamente uma chance imperdível para, mais uma vez, produzirmos uma agenda conjunta em prol da consolidação e avanço do Suas", garante Ieda Castro, presidente do Congemas, sobre o evento, para ela também uma oportunidade dos gestores se apropriarem da Política Nacional, ao mesmo tempo em que as esferas de poder estaduais e Federal, também se ambientam acerca das ações e problemáticas da ponta. Ou seja, este é o momento onde há uma interação entre as três esferas da Política de Assistência Social, com o foco especificamente no município. Certamente uma chance imperdível para, mais uma vez, produzirmos uma agenda conjunta em prol da consolidação e avanço do Suas", reafirma a presidente do Congemas.

Serviço: Informações no site www.congemas.org.br ou Assessoria Técnica (91) 83337775 (Márcia Rezek) ou 88838705 (Rosete Cardoso). Benigna Soares - Ascom Paratur

Nenhum comentário:

Postar um comentário