Mapa de visitantes

quarta-feira, 26 de junho de 2013

FESTA E CÍRIO 2013 DE NOSSA S. DE NAZARÉ EM BELÉM E PARÁ

 Cartaz da Festa e Círio de Nossa Senhora
de Nazaré, em Belém
 Foto de
  FESTA E CÍRIO 2013 EM BELÉM E NOS DEMAIS MUNICÍPIOS DO PARÁ
Através do cartaz da Festa e Círio de Nossa Senhora de Nazaré, em Belém do Pará,  iniciamos os assuntos e as postagens sobre todas as festas de Nazaré no Estado do Pará e até de fora do Estado, falando de todos os aspectos dessa grandiosa festa cujo Círio em Belém acontecerá no 2º domingo de outubro/2013.
O CARTAZ OFICIAL DO CÍRIO DE NAZARÉ 2013

Conheça o cartaz oficial do Círio de Nazaré 2013! — como um dos grandes ícones do Círio de Nazaré que já foi apresentado aos fiéis paraenses no dia 29 de maio de 2013.
O Cartaz foi apresentado em tamanho ampliado, a peça que enfeitará a porta das casas das famílias católicas, ajudando na missão de evangelização e divulgação de uma das maiores procissões católicas do mundo. O cartaz oficial do Círio 2013 foi lançado no dia 29 de maio. O evento ocorreu na Praça Santuário, que já está com a estrutura metálica instalada sobre o altar. No local, foi apresentado o banner com a réplica do cartaz.
O primeiro cartaz do Círio de Nazaré que se tem registro é do ano de 1882. O Cartaz de 2013 será a 131ª edição da peça, que os paraenses têm por hábito afixar nas portas de suas casas.
  Na foto, um dos primeiros cartazes do círio, datado de 1909. — com Carla Araujo e Jossany Martins.
 AS PEREGRINAÇÕES DA IMAGEM PEREGRINA DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ
Para os que não têm conhecimento da grande Festa e Círio de Nossa Senhora de Nazaré em Belém, essa festa já começou com a Missa do Mandato das centenas de pequenas procissões com a chamada Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré.
A Diretoria da Festa de Nazaré e o Departamento de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese/PA) estimam que, durante as peregrinações que se estendem até as vésperas do Círio, a imagem da Virgem Peregrina visite cerca de 110 mil lares paraenses. Cada imagem visita cerca de 20 residências, o que gera uma participação de aproximadamente 1,7 milhões de fieis. Apesar dos dados, os números podem superar muito as expectativas.
A IMAGEM PEREGRINA DAS PROCISSÕES DA QUADRA NAZARENA

A Imagem Peregrina sai em todas as procissões e cerimônias oficiais da Festa Nazarena. A escultura foi encomendada ao escultor italiano Giacomo Mussner e ganhou alguns traços da mulher da Amazônia e o seu menino recebeu características indígenas e caboclas. Em 2002, a Imagem Peregrina sofreu o primeiro restauro por meio de uma técnica empregada pelo Iphan - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

A IMAGEM AUTÊNTICA DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ 

Chamada de “Imagem Autêntica” ou “Imagem do Achado”, a escultura de madeira encontrada pelo caboclo Plácido, no ano de 1700, tem 28 cm de altura. Na Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, a Imagem Autêntica fica em redoma de cristal no Altar-Mor, também chamado de o Glória. A partir de 1969, por motivos de segurança, a Imagem Autêntica que era levada nas procissões do Círio foi substituída por outra, que é uma cópia alterada da imagem encontrada por Plácido, chamada de “Imagem Peregrina”.

A MISSA DO MANDATO E AS PROCISSÕES DA IMAGEM PEREGRINA

Já aconteceu a Missa do Mandato, celebração que marca preparação espiritual dos devotos da Virgem de Nazaré, que representa a abertura da programação oficial do Círio 2013. A missa foi celebrada pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, na Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré. A partir dessa solenidade se iniciaram as peregrinações das imagens de Nossa Senhora de Nazaré nos lares católicos paraenses e extrapola os limites do Estado do Pará e chega a outros estados brasileiros.

A Diretoria da Festa de Nazaré e o Departamento de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese/PA) estimam que, durante as peregrinações que se estendem até as vésperas do Círio, a imagem da Virgem Peregrina visite cerca de 110 mil lares paraenses e 220 instituições públicas e privadas. Cada imagem visita cerca de 20 residências, o que gera uma participação de aproximadamente 1,7 milhões de fieis. Apesar dos dados, os números podem superar muito as expectativas.
A Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré segue no Rio de Janeiro até o dia 26 de julho, dentro da programação da Expocatólica. O Círio de Nazaré é
o carro-chefe de divulgação do turismo religioso paraense dentro da feira religiosa. O estande que representa a procissão católica possui réplicas da frente da Basílica Santuário, da Catedral da Sé e da Berlinda. Várias fotos e filmes com imagens do Círio também são veiculados em vários monitores que estão no espaço da 10ª Expocatólica.
Após essas peregrinações da Imagem da Virgem de Nazaré pelas casas, órgãos, entidades, empresas, segue-se as 11 procissões do Círio de Nazaré, com um percurso total de 131,1km a percorrer em 38:45h, conforme as estimativas feitas para o Círio de Nazaré, edição de 2013. O público ocupando os espaços dessas romarias é estimado em mais de 5 milhões de pessoas durante os 15 dias da Quadra Nazarena, em eventos que mexem com todos os aspectos da vida do paraense.
Portanto as celebrações da Festa e Círio 2013 de Nossa Senhora  de Nazaré já iniciaram com a Missa do Mandato e com as visitas da Imagem Peregrina aos lares, empresas e órgãos do Estado do Pará e faltam pouco mais de três meses para a maior procissão católica do mundo e o coração dos paraenses já começa a sentir o clima de expectativa. Para já entrar no ritmo da Quadra Nazarena, faremos uma série de postagens contando um pouco das curiosidades do Círio de Nazaré.
Conforme o previsto pela Diretoria da Festa de Nazaré, até o dia 13/10 a procura pelas Peregrinações foi tanta, que superou a casa dos 120 mil lares visitados, e essa experiência de Evangelização é tão eficaz que até as paróquias do interior do Pará solicitaram essas visitas. Essa forma de Evangelização é peculiar do Círio de Belém, onde as Peregrinações são feitas nas casas dos fiéis e nas visitas da Imagem Peregrina de Nazaré aos órgãos, instituições públicas e privadas, cidades, onde esse modelo de evangelização promove momentos de reencontros, de orações, de partilha em torno da Palavra de Deus. É como o Senhor Jesus falando através de sua Mãe Maria, ela que diz nas Bodas de Canã, "Fazei tudo o que Ele vos disser" e cerca de 600 mil pessoas participaram desses encontros de peregrinações em Belém, interior do Estado e demais cidades brasileiras, em encontros que já acontecem desde o ano de 1972. Em termos da Arquidiocese de Belém, as Peregrinações acontecem nos 3.566.079 km2 de toda a Arquidiocese, com suas 73 Paróquias em Belém, Ananindeua, Benevides, Marituba e Santa Bárbara do Pará. os números fornecidos pela Diretoria da Festa de Nazaré apontam 100 mil roteiros impressos para os encontros das visitas, onde foram distribuídas 10 mil cópias da Imagem Peregrina. Cada Paróquia é responsável por seus grupos de Peregrinações, cada grupo com uma Imagem e 20 livros. Cada grupo faz 10 a 15 encontros.
A ROMARIA FLUVIAL
Imagem do Círio fluvial em foto de Tarso Sarraf
A primeira Romaria Fluvial ou Círio Fluvial ocorreu no dia 8/10/1986, como iniciativa do jornalista e historiador Carlos Rocque e foi acompanhada por cerca de 30 barcos. O trajeto foi marcado por imensa emoção, pois uma grande auréola luminosa surgiu no céu contornando o sol. O fenômeno foi considerado um sinal de bênção e aprovação da Virgem de Nazaré àquela manifestação de fé dos devotos. A Romaria Fluvial que acontecerá na manhã do dia 11/10/2013 deve reunir cerca de 500 embarcações de todos os tamanhos, sem contar a miríade das pequenas embarcações das zonas ribeirinhas de Belém, seus arredores e as vindas dos municípios ribeirinhos das proximidades de Belém. É esperada a presença de cerca 50 mil pessoas nessa Romaria, à bordo dos barcos que vão compor o Círio Fluvial de Nossa S. de Nazaré, edição 2013. A Berlinda com a Imagem de Nossa Senhora vai ser transportada no navio Garnier Sampaio e o Círio inicia às 9:00h, saindo do trapiche de Icoaraci, em cortejo pela Baia do Guajará, com chagada prevista para às 11,00h, na Escadinha do Cais do Porto, às proximidades da Estação das Docas de Belém, para prosseguir com a Moto-Romaria.
A PRIMEIRA PROCISSÃO DO CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ
A primeira procissão do Círio de Nossa Senhora de Nazaré saiu na tarde do dia 8 de setembro de 1793. Na noite anterior, a imagem da Santa havia sido transferida de sua ermida, na Estrada do Utinga, para o Palácio do Governo, com toda a pompa da época,onde 1.932 soldados da Milícia participaram do cortejo. De lá até os tempos atuais, muita coisa mudou na festa de Nazaré. Atualmente, já é possível contabilizar cerca de 2 milhões de pessoas na procissão do segundo domingo de outubro, em uma procissão de fé e louvar a Rainha da Amazônia. E viva Nossa Senhora de Nazaré!
Foto: Janduarí Simões
A PRIMEIRA TRASLADAÇÃO DA IMAGEM DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ
A primeira Trasladação ou Procissão das Luzes já vai para mais de 126 anos e foi feita pelo governador da época, Francisco de Souza Coutinho, junto com o Capelão do Palácio, padre José Roiz de Moura, que levaram a Imagem de Nossa Senhora de Nazaré, da Igreja Matriz até o Palácio do Governo. A data precisa e se houve ou não acompanhamento de pessoas não se tem certeza, mas hoje a Transladação reúne milhares de fiéis e belíssimas homenagens à Virgem de Nazaré.
A Trasladação da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré terá a saída à 17,30h do Colégio Gentil Bitencourt até a Igreja da Sé, em um percurso de de 3,7km, com chegada prevista para às 23,30h na Cidade Velha e presença estimada de 1,5 milhão de pessoas. Essa Romaria já é tão grande quanto o Círio e como nesta procissão, tem suas paradas para as homenagens e por ser feita à noite, ganha uma beleza especial e os  devotos que acompanham a Imagem da Virgem de Nazaré, dão uma grande demonstração de fé e alegria, levando em suas mãos velas, terços, castiçais e pagando promessas, inclusive na Corda do Círio feita do mesmo material e com o mesmo tamanho da do Círio.
A MOTO-ROMARIA
A Moto-Romaria é a 3ª procissão do Círio e é a continuidade do Círio Fluvial e foi criada no dia 13/10/1990 pela Federação Paraense de Motociclismo, que decidiu prestar sua homenagem acompanhando a Imagem de Nossa Senhora de Nazaré no trajeto que inicia na escadinha da Estação das Docas, onde encerra o Círio Fluvial, até o Colégio Gentil Bittencourt, de onde sai a Transladação. Na oportunidade cerca de 40 motociclistas participaram do momento. No círio 2012, foram cerca de 40 mil pessoas louvando a Virgem nessa procissão. A Moto-Romaria de 2013 tem a previsão de saída às 11:30h da Praça Pedro Teixeira, na sua 24ª edição e com previsão de mais de 50 mil de pessoas, em trajeto de 2,5km em direção ao Colégio Gentil Bitencourt, na Av. Nazaré, às proximidades da Basílica-Santuário
Foto: Pedro Ferreira — com Odamor Aguiar, Adriano Coêlho
OS CARROS DO CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ
Os carros do Círio são um importante símbolo da devoção mariana. É o espaço onde os romeiros depositam objetos de promessa que carregam durante a procissão. No total, a procissão do Círio conta com 13 carros:
.  O Carro dos Milagres, que remete ao milagre com o fidalgo português Dom Fuas Roupinho, que recorreru à Virgem de Nazaré quando estava prestes a cair em um abismo com seu cavalo em 1182.
.  O Carro do Caboclo Plácido
.  O Barco dos Escoteiros
.  A Barca Nova
.  O Carro do Anjo Custódio
.  A Barca com Velas
.   Carro do Anjo Protetor da Cidade
.  A Barca Portuguesa
.  O Carro dos Anjos I
.  A Barca com Remos
.  O Carro dos Anjos
.  O Carro da Santíssima Trindade
.  O Cesto das Promessas.
A CORDA NO CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ
A Corda é um dos maiores símbolos do Círio de Nazaré, sendo introduzida na procissão de 1855, quando a Berlinda ficou atolada, por conta das fortes chuvas. Somente no ano de 1885 a corda foi oficializada no Círio, substituindo os animais que puxavam a berlinda. No Círio do ano passado, foram cerca de 7600 promesseiros puxando a corda que é atualmente produzida em titan torcido de sisal oleado. A Corda do Círio de Nazaré deste ano de 2013 será utilizada utilizada na Romaria de Trasladação da Imagem Peregrina de Nossa S. de Nazaré e na 221ª edição do Círio de Nazaré. A Corda foi confeccionada em Santa Catarina e chegou à Belem em viagem de carro que durou 5 dias e meio de duração, pois o enorme artefato de 800m de comprimento e 48mm de espessura, pesando cerca de 600 quilos cada pedaço de 400m da corda a serem utilizadas em duas romarias e que chegou cercada de cuidados, inclusive monitoramento tecnológico por GPS durante toda a viagem e no Círio de 2013 serão quase 8 mil devotos pagando suas promessas nas duas grandes procissões.
A BERLINDA DA IMAGEM DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ
A Berlinda começou a fazer parte da procissão do Círio a partir de 1855, em substituição a uma espécie de carruagem puxada por animais (cavalos ou bois). Neste mesmo ano, houve muita chuva e formou um atoleiro e a necessidade da Berlinda ser puxada pelos fiéis para seguir com a romaria. Os animais foram substituídos por uma corda, que foi emprestada às pressas por um comerciante e que, depois, foi incorporada à tradição do Círio. Em 1880, o Bispo Dom Macedo Costa mandou fazer uma Berlinda que levasse a imagem sozinha. Atualmente, a Berlinda que já é a quinta da história, foi confeccionada pelo escultor João Pinto, em 1964, no estilo barroco e esculpida em cedro vermelho.
Foto: Adriano Chedieck
O MANTO DA IMAGEM DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ
O Manto da imagem de Nossa Senhora de Nazaré é um dos grandes ícones do Círio e sua origem vem desde o achado da Imagem Original de Nossa Senhora de Nazaré em 1700, que já possuía um manto quando foi encontrada pelo caboclo Plácido. A tradição foi mantida e, ao longo dos anos, ela foi ganhou vários outros mantos. Um deles foi usado no Círio de 1953, bordado a ouro com pedras preciosas, durante o 6º Congresso Eucarístico Nacional, realizado em Belém. A Coroa Pontifícia também foi doada no evento. O Manto de Nossa Senhora de Nazaré para as 11 procissões terá o rosa como cor predominante e repleto de motivações amazônicas e será solenemente apresentado em função litúrgica na noite de 10/10/2012, em Missa que será celebrada pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, D. Alberto Taveira, seus bispos auxiliares, membros da Diretoria da Festa de Nazaré e a presença de fiéis que deverão lotar a Basílica-Santuário.

A IGREJA-SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ
A Basílica-Santuário de Nazaré é um dos maiores ícones da Festa e Círio de Nossa Senhora de Nazaré. A história dessa Igreja começa, em Belém em 1700, quando o caboclo Plácido José dos Santos, que em caminhada pela mata, achou entre as pedras do Igarapé Murutucu uma pequena Imagem, que tratou de levar para casa, já que era um católico fervoroso. Ao acordar, no dia seguinte ao achado, Plácido não encontra a Imagem onde deixara no dia anterior e, intuitivamente, voltou ao local onde encontrara a Imagem e lá estava ela. Esse fato aconteceu várias vezes e Plácido, entendeu que Nossa Senhora queria ficar nesse local do achado. Assim Plácido resolveu construir uma pequena capela para abrigar a Imagem. Foi assim que surgiu a primeira Igreja dedicada a Nossa Senhora de Nazaré, seguidas de outras construídas no mesmo local onde a fama de Nossa Senhora de Nazaré começa a despertar a veneração dos habitantes do local. Com o grande aumento da devoção dos paraenses por Nossa Senhora de Nazaré em meados do Século 20 se iniciou a construção de uma grande Igreja no estilo neoclássico no lugar do achado de Plácido e que pudesse atender o já imenso fluxo de devotos que participavam dos primeiros Círios de Nazaré, Igreja que devia servir do novo Lar de Maria e refúgio de muitos devotos de Nossa Senhora de Nazaré, que naquele local se dirigiam para agradecer pelos milagres que a Virgem de Nazaré já começara a operar na vida de muitos paraenses. A Basílica-Santuário de Nazaré se torna suntuosa, não só por abrigar a devoção mariana de Nossa Senhora de Nazaré, mas porque foi construída em diferentes estilos, usando mármore italiano, vitrais franceses, pinturas no estilo bizantino e outros estilos diversos, que formam um conjunto harmônico que causam contemplação e elevação espiritual nos devotos e entendidos em artes antigas. Embora tenha sido inaugurada em 1910, sua versão atual foi concluída apenas em 1928
Alguns Aspectos e Riquezas da Imponente Basílica-Santuário de Nossa Senhora de Nazaré
. A Basílica de Nazaré foi construída pelos Padres Barnabitas para substituir a então Igreja de Nazaré e tem 20m de altura e 24m de largura e 62m de comprimento.
. Por sua grande beleza e valor arquitêtônico, a Basílica de Nazaré foi tombada em 1992 pelo Patrimônio Histórico do Estado do Pará, sendo elevada à condição de Santuário em 31/5/2006.
. A Basílica tem o conjunto sinos mais antigo e completo do Brasil, que datam de 1966 e já devidamente eletrificado e eles soam executando verdadeiros concertos de cantos sacros.
. Os 54 Vitrais da Basílica é uma verdadeira mostra de grande beleza artística e espiritual. desenhados a partir de motivações religiosas de passagens bíblicas, especialmente da vida de Maria, a história de devoção a Virgem Maria no Mundo, incluindo suas aparições e a história do Círio de Nazaré em Belém/PA.
. A Basílica tem 5 naves onde se encontram pintados retratos de personagens bíblicas femininas, cujas virtudes cristãs remetem à Virgem Maria.
. São 32 as colunas erguidas em granito maciço, 19 estátuas em mármore de Carrara, 2 candelabrosem bronze e um órgão com 3 teclados com 1.100 tubos de sons, lampadários venezianos.
. A Basílica tem duas torres de 42m cada, onde desde 1966 abrigam os 9 sinos eletrônicos, que são os primeiros do país nesse aspecto.
. A fachada externa da Basílica tem um painel de forma triangular com 19m de comprimento, encomendada diretamente de Veneza, inspirado na Glorificação de  Nossa Senhora como Rainha da Amazônia, que tem ao centro a Imagem da Virgem de Nazaré sobre o grande Rio Amazonas, em cuja margem esquerda estão as representações da 1ª Missa Rezada no Brasil, acompanhados por índios e negros. O mesmo acontece com a margem direita do rio e da Virgem de Nazaré, aparecem as figuras que fizeram a história do Brasil e Pará, uma família de operários, em um lindo moisaco que também encanta a todos os que o veem. Abaixo do painel triangular, tem uma rosácea, ladeada de outras referências clássicas dos templos greco-romanos.
. No interior da Basílica todas as linhas arquitetônicas convergem para o Glória (vide abaixo), que fica acima do Altar-Mor, onde fica a Imagem Autêntica de Nossa Senhora de Nazaré, que é o símbolo maior da devoção à Virgem de Nazaré na Amazônia toda.
. O Nicho de Nossa Senhora de Nazaré, chamado de Glória, é uma verdadeira obra de arte, construído em 1852 em uma peça única de mármore italiano e que abriga a Imagem Original de Nossa Senhora de Nazaré, achada no Igarapé Murucutu pelo caboclo Plácido José de Souza.
. O projeto da Basílica foi encomendado ao arquiteto italiano Gino Coppedé, que de Roma enviou uma cópia semelhante ao projeto da Basílica Romana de São Paulo Extramuros e que foi executado pelo engenheiro italiano  Giuseppe Pedrasso.
. Foi em 1923 que o templo recebeu do Vaticano o título de Basílica e em 31/5/2006 foi elevado à categoria de Santuário Mariano Arquidiocesano e passou a ser denominada Basílica-Santuário de Nossa Senhora de Nazaré.
. O acabamento interno da Basílica é todo revestido em mármore e é forrada com cedro esculpido por artistas paraenses.
. Os Vitrais da Basílica-Santuário de Nazaré, que são comuns nas grandes Igrejas Católicas e que contam um pouco a história de Salvação do Homem, por Jesus, o Salvador e Redentor do Homem e de toda a Natureza e Cosmos, que também é uma forma de catequização, como é o caso de 10 Vitrais de Nazaré, que de modo didático, contam episódios das Sagradas Escrituras e enfatizam os Dogmas da Igreja Católica, como são os fatos da Vida de Maria.
O CÍRIO ECONÔMICO
O Círio de Nossa Senhora de Nazaré em Belém é uma festa religiosa popular e turística. Sendo assim tem seus gastos com a preparação no sentido de atrair os milhões de fiéis que vêm de todo o interior do Pará, de outros estados brasileiros e até do exterior. No Círio deste ano serão gastos em torno R$ 2,8 milhões nessa programação que envolve muitos aspectos da Festa e Círio de Nossa Senhora de Nazaré, como as campanhas, medalhas, fotos, imagens, livros, impressos, viagens de pregadores, os gastos com as dezenas de procissões, especialmente o Círio Musical que envolve diversos shows de artistas, a sonorização e transmissões do Círio e demais eventos, gastos com a Guarda da Santa, Berlinda, Manto, pagamentos de funcionários e outros pagamentos, Centro Social de Nazaré, evangelização antes do Círio, manutenção da Basílica de Nazaré e Praça santuário, decorações, e outros serviços e pagamentos. Em contrapartida o Círio deverá movimentar em torno de R$ 900 milhões investidos pelos vários segmentos da economia paraense, e significa um aumento na movimentação financeira em relação ao ano passado. A renda prevista envolve diversos segmentos econômicos do Estado, como agricultura, indústria, comércio, e principalmente, o setor de serviços, onde se destaca o turismo durante toda a Quadra Nazarena.
Como o Círio de Nazaré é um evento grandioso, que envolve não só os romeiros e a Igreja Católica, podemos dizer que mais de 26 mil pessoas vão trabalhar nesse evento, em 23 órgãos e entidades diferentes, pois trata-se de uma procissão com mais de 2 milhões de pessoas participando do Círio e, por isso mesmo, é considerado uma das maiores celebrações do Catolicismo no mundo todo. Além dos órgãos públicos, o setor do turismo deve atingir muitos profissionais dessa área, como é o caso da capacitação de mais de 200 taxistas que trabalham em cooperativas do Aeroporto internacional de Belém, shopping centers, hoteis, Terminal Rodoviário, para o bom recebimento e orientação aos turistas, pois cada turista fica em média 5 dias na Capital e, assim, traga familiares e amigos em outras visitas à Belém e demais cidades do Pará. 
O CÍRIO MUSICAL E A MÚSICA NO CÍRIO
  


O Círio Musical, que é realizado desde 2003, que antes durava 3 dias, tomou grandes dimensões e agora é realizado durante os 15 dias da Festa de Nazaré, sempre a partir das 20h, e que reúne artistas nacionais em shows na Concha Acústica da Praça Santuário. Entre as diversas atrações despontam os padres Fábio de melo e Antonio Maria, além de bandas como Rosa de Sharon e Anjos de Resgate.
A programação oficial do Círio Musical 2013 já está fechada. Serão 15 noites de louvor na Praça Santuário de Nazaré! As enquetes realizadas aqui na página oficial do Círio de Nazaré no Facebook também ajudaram a escolher os artistas. Confira acima as datas dos shows!
Além do Círio Musical, que já é uma tradilçao no Círio de Nazaré, existem outros momentos em que a musicalidade toma conta dos romeiros, expectadores ou ouvintes dos diferentes momentos musicais do Círio de Nazaré.
O Som da Fé do Cancioneiro Mariano e do Cancioneiro Nazareno
O Cancioneiro Mariano está repleto de canções vindas dos recuados tempos dos grandes nomes das composições clássicas, acrescidas de milhares de outras músicas dedicadas à Maria, Mãe de Jesus. O Cancioneiro Nazareno é composto por dezenas de músicas que procuram retratar a figura de Nossa Senhora de Nazaré, o Círio de Nazaré e a cultura popular existente dentro da festa Nazarena em Belém. Compositor musical do Pará ou fora do Pará procuram ressaltar os diferentes aspectos da grande festa Nazarena em Belém, mas as músicas com conotações religiosas de adoração ao Senhor e louvor à Virgem de Nazaré são os grandes destaques desse Cancioneiro Nazareno. A mais conhecida música do Cancioneiro Nazareno é a antiga música "Vós Sois o Lírio Mimoso", que é o Hino Oficial do Círio e Festa de Nazaré, porém outras músicas vem se destacando durante a época do Círio.
O Círio Musical tem como cantores de referência os padres Zezinho, Fábio de Melo, a cantora Fafá de Belém, as Banda Rosa de Sharon, Anjos de Resgate e tantas outras grandes atrações do circuito religioso e devotos pelo Brasil. Alguns dos grandes nomes desses circuito já possuem canções feitas especialmente para o Círio de Belém. O Círio Musical é um dos modos de evangelização encontrado pela Diretoria da Festa de Nazaré, através das apresentações desses grandes nomes do Cancioneiro Religioso do Brasil, através do carisma desses cantores e compositores musicais religiosos. Esses cantores e bandas fazem emocionar a tantos que comparecem a esses shows com músicas e mensagens tocantes.
Também nos pontos de homenagens à Virgem de Nazaré, onde palcos são montados e enfeitados para para receber os cantores que através da música vão louvar e glorificar á Deus através da Virgem de Nazaré, tornando esses momentos de homenagens ainda mais bonitos e significativos para os promotores das homenagens e para quem os assistem. As músicas, em geral, procuram enfatizar a vida de Maria na sua missão de gerar Jesus Cristo, o Filho de Deus Encarnado através da maternidade de Maria e o seu sim nessa missão confiada por Deus à Virgem de Nazaré.
Enquanto estamos pesquisando este item musical desta postagem, ouçam, através do meio tecnológico da informática, o Hino Oficial da Festa de Nazaré, uma iniciativa do Jornal "O Liberal", de Belém/PA, como uma das inúmeras homenagens desse veículo de comunicação de Belém.
  
O Coral no Círio de Nazaré
O Coral Metropolitano fica postado na Arquibancanda situada na Av. Presidente Vargas e esse coral, regido por um renomado maestro, fica cantando as músicas que fazem parte do Cancioneiro Mariano e Cancioneiro Nazareno. Quando a Imagem de Nossa Senhora de Nazaré passa pela Presidente Vargas, durante a procissão do Círio, o Coral Metropolitano fica apresentando as belas canções do Cancioneiro Mariano.
GALERIA DE CARTAZES E FOTOS DA FESTA E CÍRIO DE NAZARÉ
Os cartazes e fotos abaixo se referem às festas de Nossa S. de Nazaré em Belém do Pará e Abaetetuba. Essa festa também acontece em muitas outras cidades do Pará e Brasil, que falaremos nesta postagem.
O cartaz acima nos mostra alguns ícones da
Festa e Círio de Nossa S. de Nazaré em
Belém, Pará
 Cartaz do da Festa e Círio de Nossa
Senhora de Nazaré em Abaetetuba
 Igreja de Nossa S. de Nazaré em Abaetetuba em
foto de Tarcisio Schnaider
 Réplica em fibra de miriti da Igreja de Nossa
S. de Nazaré em Belém de MIRITONG
 Cartaz do Círio de Nossa S. de Nazaré no 2º
Domingo de Outubro 2013
 As fotos em preto e colorida da Igreja de Nossa
S. de Nazaré, em Abaetetuba, do fotógrafo
Rui Santos
Festa e Círio de Nossa S. de Nazaré em outras cidades do Pará e Brasil

 Fotos do Círio de Nossa S. de Nazaré em Abaetetuba
Foto de Idarliene Correa e Aládio Ferreira
Em Belém do Pará a Festa e Círio de Nossa S. de Nazaré já se encontra em pleno andamento com as visitas da Imagem Peregrina de Nossa S. de Nazaré pelas casas dos fiéis, repartições públicas e privadas, órgãos, escolas, etc. Enquanto isso estão acontecendo pelas cidades paraenses e do Brasil as festas e círios de Nossa S. de Nazaré.
O AUTO DO CÍRIO - Maria de Todas as Flores
O Auto do Círio, em sua 20ª edição, é uma manifestação com música, dança e teatro que acontece na sexta-feira que antecede o grandioso Círio de Nazaré. Esse espétáculo já é uma tradição em Belém e no Círio 2013 deve atrair cerca de 40 mil expectadores às ruas do bairro da Cidade Velha para presenciar as perfórmaces teatrais, de danças e apresentações musicais. O Auto do Círio é patrocinado pela empresa Vale e é promovido pelo Instituto de Ciência da Arte e pela Escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará. O Auto do Círio está, a cada ano, se constituindo como um forte atrativo turístico da Quadra Nazarena. Os atores profissionais e figurantes se inscrevem cerca de 20 dias antes do referido evento e a população entra como coadjuvante no espetáculo e na edição de 2013 terá como tema "Maria de Todas as Flores", com paradas para as diversas apresentações, além das perfórmaces durante o cortejo. O Auto do Círio envolve, na sua produção, atividades de montagens, a estrutura do palco, iluminação, estrutura do som, além da encenação de várias estações. Esse evento do Círio de Nazaré, que já acontece há 19 anos, já é reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico naciona--IPHAN como patrimônio imaterial atrelado à Festa do Círio de Nazaré. As incrições para os diversos grupos das diferentes artes é feita anticipadamente diretamente na Escola de Teatro da UFPA.
CÍRIO CIENTÍFICO-O CÍRIO COMO FENÔMENO DE FÉ E CIÊNCIA
Os impressionantes números, dados e a realização das diversas romarias durante a Quadra Nazarena, especialmente os dados do grandioso Círio de Nazaré, não são dados aleatórios repassados para divulgação através da mídia paraense. Esses dados são embasados em pesquisas e aplicações do estudo de diversas ciências que respondem às expectativas e para melhor desenvolvimento do Círio e demais romarias. Isso quer nos dizer que a Ciência muito contribui para a vivência da festa, onde a Fé e Ciência realmente se unem para essas grandiosas demonstrações de fé dos paraenses. Nesta 220ª edição do Círio de Nazaré várias ciências vem dando sua contribuição para os números e demais dados e desenvolvimento da festa, pois é a Ciência que nos dá os números e soluções para diversos aspectos  da festa. Algumas soluções que a Ciência encontrou para diversos aspectos da Festa e Círio de Nazaré:
. A Berlinda foi introduzida em 1855 para constituir uma forma de transporte da Imagem de Nossa Senhora de Nazaré e esse aspecto teve a ajuda da Ciência para o referido transporte da Imagem, pois atualmente existe um dispositivo imantado que usa a força magnética para fixar a Imagem na Berlinda, evitando que a mesma possa sofrer danos pelos escorregamentos durante a caminhada de mais de 4h de duração.
. A localização da Imagem durante o percurso do Círio é feito através de um aparelho GPS, instalado na Berlinda, para que a Diretoria da Festa de Nazaré possa controlar o demorado andamento da procissão. Com isso sabe-se, em tempo real, a precisa localização da Imagem de Nossa S. de Nazaré.
. O número de romeiros são estimativas oficiais do departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos socio-econômicos, do Dieese-PA. Esses números apontam que a presença de 2,2 milhões de fiéis nas ruas de Belém, se devem a um cálculo em que 1m quadrado que comporta até 5 pessoas em pé durante os 4km do percurso da procissão, pois as ruas percorridas pela procissão e suas ruas adjacentes que ficam apinhadas de gente pelas ruas e nas janelas e portas e varandas das casas. Os estudos apontam para a presença de 100 mil pessoas a cada quilômetro, ou seja, para os 4km seriam 400 mil pessoas ocupando o percurso do local de saída da procissão, da Catedral de Belém, até o ponto de chegada, a Basílica-Santuario de Nazaré, cálculo do público mínimo, que juntando com o público das praças, ruas transversais e das portas, janelas e varandas, são 400 mil fiéis multiplicado, agora, por 6, que leva ao número de 2,2 milhões de fiéis participando do Círio de Nazaré.
. O calor humano no Círio é uma realidade, nestas condições de temperatura tropical e alta umidade do ar, onde o corpo de milhões de pessoas expele para o ar milhões de watts de energia, formando uma verdadeira onda de calor ao redor do Círio. Esse fato é comprovado cientificamente, mesmo porque os altos edifícios do percurso do Círio impedem a dissipação do calor despendido pelo corpo humano. A mesma Ciência também explica que esse enorme do Círio também é o responsável pela geração de muito suor em cada participante da grande romaria. O suor vem exatamente para amenizar o enorme calor humano do Círio, para ajudar o organismo a manter a temperatura normal do organismo de 36,6º Cou 37º C. O suor é produzido por toda a pele das pessoas e é uma quantidade de suor maior que a produção normal do organismo, devido o grande esforço físico da caminhada, especialmente pelos promesseiros da Corda do Círio. É devido o grande calor humano do Círio que se manifesta uma solidariedade que já se tornou uma tradição no Círio, que é a distribuição de água mineral aos milhões de romeiros e promesseiros do Círio. A água é distribuída por pessoas de fora da procissão, normalmente os pagadores de promessas ou pessoas e entidades que se devotam a essa solidariedade. São milhões de frascos d'água mineral distribuídos no grande Círio de Nazaré e demais procissões. Alguns afiançam em 9 milhões de frascos de água mineral compradas pelos romeiros ou distribuídos gratuitamente durante o Círio e demais dias da Quadra Nazarena, conforme acima citado. Se contarmos o consumo de água mineral por toda Belém, teremos o consumo aumentado para os 30 milhões de litros de água mineral.
. A Corda do Círio, atualmente, também é fruto de estudos científicos, devido os problemas de demora que esse ícone do Círio provocava durante as procissões de anos anteriores, com demoras de até 9,15h de duração. Devido esse problema é que foram feitos estudos para tornar a Corda do Círio mais adequada para um ritmo mais rápido desenvolvido pelos promesseiros da Corda. O diferencial agora é o posicioamento da Corda da Trasladação da Imagem de Nossa S. de Nazaré e do Círio em forma de "U" e com o auxílio de aclopamentos que ajudam a manter o rítmo da Corda mais veloz. São 400m de corda de 5cm de diâmetro na usados na trasladação e outros 400m usados no grande Círio de Nazaré, onde a própria força de mais de 14 toneladas de força dos 7 mil promesseiros, que é usada para manter esse rítmo mais veloz, em uma caminhada também mais segura para os promesseiros e demais e demais devotos.
Para quem ainda não sabe, Ciência e Espiritualidade são duas questões que andam juntas, apesar da crítica e descrédito de alguns grandes cientistas. Mas outros cientistas descobriram que a relação entre Fé e Ciência existe e é muito profunda. O potencial energético do casamento entre Fé e Ciência já vem sendo trabalhado e que está dando algumas respostas para o fato do homem carregar consigo uma grande carga de Espiritualidade, que usa em diferentes manifestações de Fé, como é o caso do Círio de Nazaré, em Belém, que arrasta multidões a participar das romarias e demais eventos dessa grandiosa festa religiosa. São adultos, jovens e crianças de todas as classes e raças que se unem para também se fazer presente e sentir, junto com milhões de pessoas, das forças positivas que emanam da grande festa. Existem cientistas que já descobriam no código genético do homem, um código específico inscrito em nosso DNA, que representa a carga de Espiritualidade do homem. O fato se é científico, não desmerece o fato de sermos também obra da Criação de Deus, pois este inscreveu o seu Amor em nossa coração, em nossa vida. Basta que exploremos nossas boas virtudes para que o código do Amor de Deus em nós, transborde em nossa vida. A sequência do código genético da Espiritualidade é encontrada em todo e qualquer ser humano, independente de raça ou religião.
ARRASTÃO DO CÍRIO
O Arrastão do Círio é uma caminhada cultural promovida pelo Instituto Arrastação do Pavulagem, com sede em Belém/PA e que é o responsável pelos arrastões culturais nas quadras festivas do carnaval e quadra junina. As pessoas que querem participar desses arrastões devem se inscrever nos diversos aspectos culturais. No caso do Arrastão do Círio, feitas através do site http://arraialdopavulagem.org/Círio 2013, as pessoas podem se inscrever até dia 5/10/2013 para os ensaios de danças regionais, pernas-de-pau, percussão  e rítmo do Arrastão do Círio, na sede da entidade no Boulevar Castilhos frança, 738, bairro da Campina, onde oficinas são promovidas nesses quesitos para os ensaios dos participantes. O Arrastão do Círio é um cortejo de quase uma hora que procura reverenciar a cultura popular paraense e a Padroeira dos Paraenses, Nossa S. de Nazaré com muita música, danças, cores e alegria, em evento que já ocorre há 13 anos, sempre um dia antes do grande Círio de Nazaré.
O BRINQUEDO DE MIRITI DE ABAETETUBA COMO UM DOS GRANDES ÍCONES DA FESTA DE NAZARÉ

 Aqui uma girândola com os Brinquedos de Miriti de Abaetetuba
Barcos de miriti com o brasão de Abaetetuba
 Os artesões de miriti de Abaetetuba fabricam qualquer
tipo de elementos da flora, fauna e da cultura amazônica
e agora, das motivações brasileiras e mundiais
BRINQUEDOS DE MIRITI E A FESTA DO CÍRIO A cidade de Abaetetuba, no Pará, é conhecida pela fabricação dos tradicionais brinquedos de miriti, uma palmeira típica do Norte do Brasil. São barcos, cobras, tatus, peixes, pássaros, macacos, casinhas, aviões, soca-socas, marionetes, dançarinos, bonecos caboclos e ribeirinhos (que até se mexem), entre tantas outras peças que expressam plasticamente o imaginário da população local. Esses brinquedos costumam colorir as ruas de Belém durante o Círio de Nazaré, a maior festa religiosa do Brasil. Na praça Waldemar Henrique, são montadas as barracas de venda da já tradicional Feira do Miriti. De lá saem, atrás da multidão que louva a santa, os “homens do brinquedo”, ou girandeiros, como são conhecidos os artesãos que empunham a “girândola”, uma espécie de cruz de vários braços, feita de miriti, carregada de brinquedos pendurados para vender. Os brinquedos de miriti são exclusivos, inéditos e vêm sendo fabricados há pelo menos 200 anos. Abaetetuba reúne atualmente cerca de 70 artesãos trabalhando com esse tipo de artesanato, a grande maioria homens. São eles que modelam e montam os brinquedos, mas as tarefas de lixar e pintar são divididas com as mulheres. Originalmente de produção sazonal, ligada ao ciclo da festa religiosa de Belém, os brinquedos já são confeccionados o ano todo na cidade e nas ilhas das redondezas, para atender as encomendas dos grandes centros urbanos, como São Paulo e Rio de Janeiro, e mesmo a demanda do exterior.

EXPOSIÇÃO " MIRITI DAS ÁGUAS "

A exposição “Miriti das Águas” estará aberta ao público na Estação das Docas, no Boulevard das Feiras e Exposições, em Belém, no período de 8 a 18 de outubro, dentro da programação do “Nazaré em todo o canto”.

A mostra traz à capital paraense trabalhos produzidos a partir da fibra do miriti, técnica de artesanato tradicional do município de Abaetetuba, no nordeste do paraense. As peças, inspiradas no Círio de Nazaré, fazem parte da exposição, que tem curadoria do artista plástico Emanuel Franco.

Entre as novidades deste ano da exposição estão três embarcações em tamanho natural feitos em miriti. “São três barcos de passageiros, em tamanho natural, com oito metros de cumprimento, construídos em Abaetetuba. Sobre eles, teremos uma revoada de pássaros, Guarás, Garças e Araras, também em tamanho real”, explica o curador.

A exposição, segundo Emanuel Franco, trata-se de uma grande instalação visual e será composta ainda por 150 garças, 110 guarás e 110 espécies variadas, além de outras peças.

Além da exposição "Miriti das Águas", o público também poderá participar de oficinas sobre o artesanato em miriti, que serão ministradas por quatro artesãos do município de Abaetetuba. Eles vão ensinar as técnicas utilizadas na produção de peças dessa fibra. As aulas serão das 10h às 18h, no período de 8 a 18 de outubro.
Serviço
Exposição Miriti das Águas na Estação das Docas

De 8 a 18 de outubro, das 10 às 18h, no Boulevard das Feiras e Exposições da Estação das Docas.

A abertura será no dia 8, às 19h.

A FEIRA DO ARTESANATO DO CÍRIO

Como toda época do Círio de Nazaré, este ano a Feira do Atesanato do Círio acontecerá na Praça Waldemar Henrique, com abertura anunciada para o dia 9/10 indo até 13/10/2013, com entrada franca. O evento contará com mais de 50 estandes em uma área devidamente climatizada e tendo como organizador o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas-SEBRAE, do Pará, contando com o apoio do Governo do Pará, através da Secretaria do Turismo-Setur, Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda-Seter. A feira é um incentivo à produção artesanal do Pará, oferecendo produtos de qualidade aos turistas que são os principais compradores das peças.Porém, desde a sua 1ª edição, a principal atração da feira era o Brinquedo de Miriti de Abaetetuba, tendo a feira o nome de Feira do Miriti. Mas precisa que outros tipos de artesanato se firmem em meio à quantidade enorme de brinquedos e outros artefatos de miriti, este já sendo parte integrante e indissociável do Círio de Nazaré e como um de seus maiores ícones.

MEMORIAL DO CÍRIO DE NAZARÉ
Como o Círio de Nazaré é uma grandiosa festa dedicada a Nossa Senhora de Nazaré e que envolve muitos elementos de uma festa popular e também como envolve uma história de fé e devoção mariana, criou-se o chamado "Memorial do Círio", onde são guardados fotos das romarias, mantos utilizados pela Imagem Peregrina, cartazes de edições anteriores do Círio de Nazaré, pedidos e promessas de romeiros através das tradicionais casas e barcos e as representações em cera de partes do corpo humano, entregues durante a procissão do Círio como pagamento de promessas, estas conhecidas como ex-votos. O Memorial do Círio é uma verdadeira mostra que conta as variadas histórias, o colorido e as principais características que levam o Círio a ser não só uma festa popular, como também um momento de fé. Todos esses elementos Nazarenos podem ser  vistos quando da reinauguração do espaço em 1º de outubro para que todos possam conhecer a grande festa e o sentimento que a grande procissão de fé e devoção mariana que o Círio desperta em todos. O Memorial do Círio fica localizado ao lado da Casa de Plácido, na Praça de Nazaré, s/n, fuincionando das 9 ás 17h de domingo a domingo, com entrada a R$ 2,00 e meia entrada a R$ 1,00. Aliás o Memorial de Nazaré vai comemorar o seu primeiro ano e, por isso, essa mostra ganhou novos elementos e também a revitalização de algumas peças que irão compor a exposição deste ano de 2013.
PROGRAMAÇÃO DAS DIVERSAS PROCISSÕES DA FESTA E CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ
Faltando apenas 7 dias para o grandioso Círio de Nossa Senhora de Nazaré, foi disponibilizado pela Diretoria da Festa o calendário de algumas das demais procissões da Festa e Círio 2013 de Nossa Senhora de Nazaré. Essas procissões foram surgindo no decorrer dos anos como maneiras de homenagear a Virgem de Nazaré e atualmente são 11 romarias que os devotos já podem se programar na devida participação. Essas 6 procissões se iniciam na sexta-feira, antes do Círio, conforme abaixo:
. Sexta- feira, 11/10, às 8h30, o TRASLADO ou CÍRIO RODOVIÁRIO da Imagem Peregrina de Nossa S. de Nazaré para Ananindeua e Marituba, procissão que acontece desde 1992 e para 2013 a previsão de romeiros é de mais de um milhão de pessoas percorrendo os 55km, da Basílica-Santuário de Nossa S. de Nazaré até a Igreja Matriz de Ananindeua, com duração de 12h.
Acabou de acontecer a esperada Romaria do Traslado, após a Missa celebrada às 7:00 h na Basílica-Santuário de Nazaré, saindo às 8:30h, com a presença de cerca de 1,5 milhão de fiéis, percorrendo o percurso do Traslado, percorrendo as ruas em um tempo de 13h, com romeiros à pé, de bicicleta, carro ou moto em uma verdadeira demonstração de alegria e fé da Virgem de Nazaré, Padroeira da Amazônia,
Foto: Pedro Ferreira
. ROMARIA RODOVIÁRIA, que acontece no sábado, 12/10, às 5h30, procissão que foi criada em em 1989 e percorre cerca de 24km da Igreja Matriz de Ananindeua até a Corveta da Marinha, no Trapiche de Icoaraci, com a duração de 3h30 de percurso.
. ROMARIA FLUVIAL, que acontece no sábado, 12/10, às 9h, procissão que acontece desde 1999, onde a Romaria Fluvial sai da do Trapiche de Icoaraci com destino à Escadinha do Cais do Porto, de Belém, com 18,5km de travessia através da Baia do guajará, que dura cerca de 3h, reunindo centenas de barcos de todos os tamanhos e tipos, com a presença de mais de 50 mil pessoas nesse trajeto.
. MOTO-ROMARIA, que acontece no sábado, 12/10, às 11h30, logo após a Romaria Fluvial e que já acontece desde 1990. Os motociclistas ficam aguardando a Imagem na Praça Pedro Teixeira e Av. Presidente Vargas e de lá seguem até o Colégio Gentil bitencourt, na Av. Nazaré, num trajeto de 2,5km e duração de cerca de uma hora.
. TRASLADAÇÃO, que acontece no sábado, 12/10, às 17h30 e é uma procissão quase tão antiga que o próprio Círio de Nazaré, e que faz o caminho inverso do Círio, começando no Colégio Gentil Bitencourt até a Catedral de Belém, com a duração de cerca de 5h, em média. Essa procissão tem também a presença da Corda do Círio, para os promesseiros de Nazaré agradecerem as graças alcançadas através da Virgem de Nazaré.
. CÍRIO DE NAZARÉ, em 13/10, grandiosa procissão, a maior do mundo católico, que acontece sempre no 2º domingo de outubro há 221 anos, reunindo quase 2 milhões de devotos percorrendo um trajeto de 3,6km, com a imagem saindo da Sé de Belém até a Basílica de Nazaré, na Praça Santuário, com duração de cerca de 6h de caminhada.
A Imagen de Nossa S. de Nazaré faz nessas 6 procissões um percurso de 107km, em aproximadamente 32h de prrocissões em uma maratona de fé e sacrifícios para milhares de romeiros. Após o Círio de Nazaré seguem outras procissões e eventos durante os 15 dias da Festa de Nossa S. de Nazaré. 
Na Agenda do Círio podemos encontrar todas as informações sobre as diversas Peregrinações com a Imagem de Nossa S. de Nazaré, os dias de Oração e  Adorações ao Santíssimo Sacramento, a Abertuura Oficial do Círio, as Vigílias de Adoração e oração, as diversas Missas e Romarias, a programação do Círio Musical, do Terço da Alvorada, da Descida e Subida da Imagem de Nossa S. de Nazaré de seu Nicho Sagrado e demais eventos da Quadra Nazarena.
Além das romarias acima, existem ainda as seguintes romarias:
. A Ciclorromaria, que é a 1ª romaria realizada após o Círio de Nazaré, que reúne perto de 5 mil ciclistas com ponto de partida e chegada na Praça Santuário de Nazaré, percorrendo cerca de 9km. Essa procissão foi criada em 2004 para atender a parte juvenil dos devotos da Virgem de Nazaré.
. Romaria da Juventude, que é realizada no sábado posterior ao Círio e que é animada por um trio elétrico que acompanha os jovens, com saída da Igreja de Nossa Senhora Aparecida e percorrendo cerca de 9km. Essa procissão foi criada em 2011, sendo a mais recente de todas.
. Romaria das Crianças, que foi realizada pela 1ª vez em 1990  e cujo ponto de saída e chegada é a Praça Santuário de Nazaré, com trajeto pelas ruas do Bairro de Nazaré.
. Procissão da Festa de Nazaré, com origem em 1881, que é a 3ª procissão mais antiga, percorrendo cerca de 2,8km com a presença da Diretoria da Festa e os componentes das comunidades que integram a Basílica-Santuário. Este ano essa romaria será realizada no dia 28/10, às 20,00h.
. Recírio, que é a romaria de encerramento da Festa de Nossa Senhora de Nazaré, onde a Imagem Peregrina é conduzida por 250m, da Praça Santuário até a Capela do Colégio Gentil Bittencourt. O 1º Recírio data de 1859 e este ano acontecerá no dia 28/10. às 7:00h.
O CÍRIO DE NAZARÉ COMO O PRIMEIRO NATAL DO PARAENSE
No sentido de festa religiosa com muitos aspectos mundanos, o Círio de Nazaré rivaliza com a Festa do Natal de Jesus, isso no aspecto mundano da festa, pois em termos espirituais o Natal procura enfatizar o Sacrifício, Morte e Ressurreição de Jesus, enquanto a Festa e Círio de Nazaré procura enfatizar a Teologia Mariana, que manifestações religiosas que transcendem os aspectos religiosos para se transformar em festas populares, com suas faces sagradas e profanas como acontece em todas as festas religiosas do Pará e Brasil. Mas como a Festa e Círio de Nazaré também é também uma festa religiosa popular, no mês de outubro se observa em Belém e em sua Região Metropolitana um clima de fé e confiança na proteção e no grande amor de Nossa S. de Nazaré. Assim Belém e sua Região metropolitana começam a se encher de cores, luzes e sons e movimentos que lembram muito o Natal de Jesus. Muitos retratam esse período como outro Natal dos Paraenses, que envolve muitos elementos do regionalismo e da cultura do Pará. Assim, todos procuram arrumar suas casas, preparar a comida típica do Pará, fazer as compras de roupas, acessórios e adquirir os objetos das promessas do Círio e para receber os parentes, amigos que vêm de outros lugares do Pará, Brasil e Mundo. Os visitantes que já se encontram em Belém, espalhados pelas ruas, hotéis, restaurantes, feiras, logradouros públicos, comércio e pontos históricos da cidade, já é possível vê-los com olhar atento e curioso sob cada detalhe da grande festa dos paraenses. Para este ano são esperados mais de 78 mil turistas que devem passar pela Capital durante a Quadra Nazarena.
Fé Vivida em Homenagens, Vendas, Fotos, Mantos, Telas, Músicas, Shows e Danças, Artes e Artesanatos
Grupo folclórico homenageia a Virgem de Nazaré
Como o Círio de Nazaré é também uma manifestação de fé popular, a cidade de Belém já está respirando outros ares. Já se veem pela grande cidade muitas pessoas, especialmente os turistas que vieram de outros lugares do Pará, Brasil e Mundo para viver esse momento único do ano de amor, fé e festas. Nesse sentido os Órgãos estaduais e municipais, as instituições de todos os tipos, as empresas e pessoas se movem para acompanhar o grande evento do Círio que enche as ruas de Belém como um rio de gente que precisa ser atendida da melhor forma possível em toda parte que se encontre. O comércio, shoppings, órgãos, instituições e pessoas já estão com uma grande variedade de feiras, concursos, mostras, encontros culturais para mostrar a todos as riquezas culturais que o Pará e o próprio Círio de Nazaré possuem, conforme abaixo:
. Várias EXPOSIÇÕES dos shopings centers sobre o tema do Círio, que envolve fotos, mantos e telas.
. VENDAS de camisas, bonés, imagens, cartões, fitas, revistas, livros, discos e uma grande variedade de objetos que lembram o Círio de Nazaré.
. LANÇAMENTO do livro-álbum "Círio Outra Vez", em 8/10, que retrata o Círio de Nazaré através de recortes, imagens, versos, prosas e músicas com homenagens que homenageiam Nossa Senhora, em letras que revelam a fé e a emoção do grande evento católico que reúne cerca de 2 milhões de pessoas pelas ruas de Belém. O lançamento do referido livro será às 19h na Casa de Plácido, ao lado da Basílica-Santuário, em uma publicação das editoras Verde e Guia, em 5º volume, desde 2009 e que faz parte da programação da Festa e Círio de Nazaré com chancela da Diretoria da Festa e Arquidiocese de Belém.
. RECEPÇÃO com brindes e danças aos visitantes no Aeroporto Internancional de Belém.
. RECEPÇÃO e AJUDA dos Voluntários da Casa de Plácido aos milhares de romeiros vindos de várias partes do estado e do país para participar do Círio de Nazaré. Este ano são 630 pessoas, entre novatos e veteranos, que se inscreveram para trabalhar como voluntários da Casa de Plácido, que fica na Praça Santuário, ao lado do Centro Social. Esses voluntários foram distribuídos em 11 equipes e cada equipe fica responsável por um determinado tipo de serviço específico aos romeiros, como alimentação, acolhimento, atendimento no salão, saúde, massagem, limpeza e arrecadação de fundos para essas ajudas.
. SHOW das cantoras Fafá de Belém, Teresa Salgueiro e Wagner Tiso, intitulado "O Encontro", na próxima sexta-feira, 11/10, ás 21h, no Theatro da Paz, tudo embalado pelo clima do Círio de Nazaré.
. CONCURSO FOTOGRÁFICO - Imagens de Círios 2013, oferecido para os fotógrafos cujas fotos tenham relação com a temática do concurso "Nossa Senhora de Nazaré, seus Círios, Ecumenismo, Devoção, Folclore Popular e Artesanato", referentes às Festividades Nazarenas em qualquer dos Círios em homenagem e louvor à Virgem de Nazaré em 2013. As inscrições e regulamentações se encontram no site dos organizadores ou na Editora Círios, na Rua Timbiras, 1572, com direito a premiações por firmas de Belém.
. NAZARÉ EM TODO CANTO é uma homenagem ao Círio de Nazaré feita em vários pontos da Capital, a partir de 3/10 em Belém e envolve exposições, presença de artistas, cantores, músicos e grupos folclóricos e parafolclóricos do Pará em eventos que acontecem na Estação das Docas, Teatro da Paz, Parque da Residência, Igreja de santo Alexandre e outros pontos turísticos de Belém. Entre as atrações destaca-se a exposição "Miriti das Águas", para mostrar, estimular e valorizar as comunidades ribeirinhas dos artesões do miriti do município de Abaetetuba, onde a mostra dos frutos dessa pesquisa se iniciam a partir do próximo dia 8/10, às 19h, na Estação das Docas, com encerramento no dia 25/10. Os eventos do Pará em Todo Canto se encerrarão no dia 25/10 na Praça dos Doze Apóstolos, em Castanhal, com o Concerto Amazônia Jazz Band, às 20h30.
. "CIRIO DE TODOS OS TIMBRES", este ano em 2ª edição, é uma homenagem à Virgem de Nazaré feita pela Universidade do Estado do Pará-UEPA, organizada pelo seu Núcleo de Arte e Cultura-NAC e terá exibições de dança, música, fotografia e poesia, que acontecerão em diversos locais de Belém nos dias 3, 18, 20 e 23/10, sempre com a temática Mariana.
. "A Poética das Girândolas" que é uma exposição de barcos, casas, brinquedos, pássaros, cobras e demais elementos que compõem uma girândola de Brinquedos de Miriti. Essa mostra acontecerá no Malgal das Garças e será aberta no dia 11 até o dia 30/10/2013 no Armazém do Tempo, do Parque Zoobotânico Mangal das Garças,  das 9 às 18h, com entrada franca.
. "Nós, no Círio" é uma exposição que acontece na praça central do Shopping Castanheira e que procura retratar duas décadas da maior festa católica do Brasil, através de 10 cartazes das edições passadas e outros ícones do Círio de Nazaré.
. O projeto de extensão "Círio Comunitário: uma ação cultural na Amazônia" é organizado pelo  Grupo de Pesquisa 'Socidade, Ciência e Ideologia, da Universidade do Estado do Pará-UEPA, onde o objetivo do projeto é integrar a comunidade e a escola à Universidade e para isso o grupo de pesquisadores promove uma extensa programação para analisar e estudar o alcance político e sociológico do Círio de Nazaré, e esse projeto teve início no dia 16/9 e vai até o dia 30/10, em parceria com a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Vera Simplício e a comunidade do entorno da Reitoria e Campus I, através de diversas ações como a Procissão das Velas, o Círio Comunitário e muitos outros diferentes eventos que buscam a sociabilidade através da diversificada programação desse projeto que já está em sua 7ª edição e sempre com muito sucesso nessa integração e objetivos.
. O recital "Ave Maria" é promovido pela Fundação Carlos Gomes e que procura homenagear Nossa Senhora de Nazaré, contando com a participação de cantores líricos como Patrícia Oliveira, Madalena Aliverti, Márcia Aliverti, Adriana Azulay e João William e músicos consagrados da música clássica, que estarão cantando às 18h de 8/10 na sala de concertos Ettore Bosio, da mesma fundação, com entrada franca, em peças como Ave Maria, de Giulio Caccini, Ave Maria, de Charles Gounod e outras peças de músicas clássicas sobre Nossa Senhora.
. "Festival Cirial" que é um festival alternativo e do pensamento crítico, construído com a participação espontânea de produtores culturais independentes, artistas, intelectuais e estudantes, que será promovido no sábado que antecede o grande Círio de Nazaré, já na sua 8ª edição, em uma programação de músicas, filmes, teatro e poesia para um público estimado para este ano de 10 mil pessoas. O festival não segue a linha das homenagens à Nossa Senhora e seu objetivo é divulgar e valorizar a produção autoral de artistas paraenses e como uma crítica social, política, uma troca cultural e divulgação desses trabalhos independentes. A grande atração do Festival Cirial deste ano é a presença do cantor, intérprete e compositor musical Sérgio Leite, sendo este um um intérprete reconhecido de Raul Seixas, no Estado do Pará.
O CÍRIO NA IMPRENSA
A Festa e Círio de Nossa Senhora de Nazaré é um evento tão grandioso, em todos os aspectos, que a imprensa, sob pena de não ter audiência ou leitores para TVs e Jornais, não pode ficar à margem do maior acontecimento do mês de outubro no Estado do Pará. E como essa festa atinge todos os aspectos da sociedade, como o cotidiano do povo, o folclore, a dança, a música, as artes, a economia e tudo o mais que se possa imaginar, a imprensa escrita e falada e agora a Internet, não podem ficar sem as notícias desses diferentes aspectos que entram e em ebulição no mês de outubro e dos outros eventos paralelos aos da Quadra Nazarena, que vão se sucedendo no mês, de tal modo que todos os dias os meios de comunicação tem alguma coisa para informar sobre a Festa e Círio de Nossa Senhora de Nazaré e seus eventos paralelos. O dia do Círio ocupa a imprensa falada e televisada o dia todo com as imagens e notícias do Círio que são transmitidas ao vivo para o Pará, Brasil e Mundo e a imprensa escrita dedica as edições especiais com todas as informações que se possa imaginar sobre o Círio de Nazaré. A Internet e o moderno meio através do qual os paraenses espalhados pelo mundo, Brasil e demais pessoas possam presenciar em tempo real as imagens dessa festa de Fé.
Saudação à Virgem de Nazaré será feita pelo gupo RBA de comunicação durante o Traslado da Imagem de Nossa Senhora de Nazaré e pelo 13º ano consecutivo, em sua passagem pelo município de Ananindeua, com a presença de diretores, funcionários, colaboradores e seus familiares, além do público que se fará presente no local da homenagem em frente da sede desse grupo de comunicação de Belém, na Av. Almirante Barroso, com previsão de acontecer às 8,30h de 11/10/2013.
O Círio nas Redes Sociais e nos Blogs
Antes a divulgação da Festa e Círio de Nazaré era feita através dos tradicionais jornais, rádios e TVs de Belém. Agora, com as facilidades de comunicação proporcionadas através da Redes Sociais da Internet, as notícias sobre o Círio e Festa de Nazaré chegam em tempo real ao conhecimento de milhares de paraenses espalhados pelas cidades brasileiras e Mundo e aos demais interessados na maior festa religiosa do Mundo. Foi e continua a ser um verdadeiro frenesi de curtição, compartilhamentos e comentários sobre os preparativos e das procissões que já se realizaram, entre os quais as procissões do Traslado da Imagem Peregrina, do Círio Fluvial, da Moto-Romaria e da Trasladação da Imagem Peregrina do Colégio Gentil Bitencourt até a Catedral da Sé e o Círio de Nazaré no 2º domingo de outubro e de todos os aspectos dessa grandiosa festa no seu sentido religioso e profano. Todos, através das Redes Sociais da Internete, ficaram sabendo de tudo o que aconteceu e todos ficarão sabendo do que ainda vai acontecer durante as demais procissões e inúmeros eventos gerados pela devoção à Nossa Senhora de Nazaré. Aqui mesmo no Blog do ADEMIR ROCHA e em muitos outros blogs dos diferentes sistemas, as notícias circularam e ainda estão circulando, para satisfação dos paraenses espalhados pelo Brasil e Mundo, para os interessados das notícias da grande festa e para os estudantes e pesquisadores que encontram todas as notícias, históricos e imagens para os seus trabalhos escolares. As Redes Sociais e os diversos Blogs se tornaram o moderno meio de interação dos devotos e dos pesquisadores em milhares de notícias sobre a Festa e Círio de Nazaré que se realiza em Belém/PA.
AS HOMENAGENS À VIRGEM DE NAZARÉ
Pode-se afirmar que por toda a cidade de Belém pipocam as homenagens de todos os tipos à Virgem de Nazaré. Essas homenagens partem de todas as partes e de todas as formas, como enfeites das casas, ruas, lojas, montagens de altares, chuvas de papel picado, shows de cores luzes e sons, mostras, encontros culturais e feiras de todos os tipos e aspectos, orações, até chegar ás grandes homenagens para reverenciar Nossa Senhora nos pontos de homenagens das grandes romarias da Trasladação e do Círio de Nazaré. Neste último caso são dezenas de pontos de homenagens durante o trajeto dessas grandes romarias, onde acontecem as paradas das procissões para apresentação de verdadeiros shows musicais em demonstração de fé que ninguém reclama do alongamento do tempo dessas procissões para mais de 5h de duração. E justamente pela demora que essas ocasionam no tempo de duração das procissões, a Diretoria da Festa resolveu fazer de modo mais organizado essas paradas para reduzir o tempo de percurso das procissões, porém nada que exclua as tradicionais paradas do Círio e da trasladação. As paradas mais tradicionais do Círio de Nazaré são as homenagens do Sindicato dos pesqueiros, Associação dos Feirantes do Ver-o-Peso, Estação das Docas, Sindicato dos Estivadores, Sindicato dos Transportadores de Cargas, Banco do Brasil, BANPARÁ, Correios, Banco da Amazônia, Coral das Mil Vozes (nas Arquibancadas do Círio), a apresentação da cantora e devota Fafá de Belém, na sua Varanda de Nazaré e tantas outras de escolas, entidades e grupos empresariais com sede no trajeto das procissões. Essas paradas para as homenagens se concentram no Boulevar Castilhos França, Avenida Presidente Vargas e Avenida Nazaré, onde as apresentações são de porte grandioso, como um verdadeiro show musical e mostras de motivos da Festa Nazarena.
HOMENAGENS DAS MÍDIAS
IMAGENS DE FÉ - CÍRIO DE NAZARÉ 2013, é uma iniciativa do Jornal "O Liberal", que traz uma matéria especial sobre o Círio de Nazaré, onde o leitor poderá ter acesso a esse conteúdo exclusivo através de um sistema de informática publicado junto com a matéria e todo aquele que possuir um smartphone ou tablet poderá baixar as imagens da Festa e Círio de Nossa Senhora de Nazaré, a maior festa religiosa católica do Brasil e do mundo.
Também o PORTAL DOL-Dário Online, preparou uma grande transmissão especial da maior festa religiosa católica do mundo, onde as pessoas podem acessar para visualizar e conhecer os variados aspectos dessa grandiosa festa, incluindo notícias, fotos, vídeos, Guia do Círio e até o envio de cartões postais alusivos à festa.
Além disso, essas empresas concorrentes da mídia do Pará estarão fazendo a transmissão ao vivo do grande Círio de Nossa Senhora de Nazaré.
SEGURANÇA NO CÍRIO
Para uma grandiosa festa como é o caso do Círio de Nazaré e demais procissões e eventos relativos à Quadra Nazarena um grande esquema de segurança foi montado para dar segurança aos milhares de romeiros dessas festas.
. O CORPO DE BOMBEIROS MILITAR através da "Operação Círio 2013"  usará 1.840 militares nas 11 romarias da Festa do Círio de Nazaré, com início das operações já na 6ª-feira, 11/10, durante todo o percurso do Traslado da Imagem Peregrina de Nossa S. de Nazaré, usando viaturas de resgates, salvamentos, motos-resgates e viaturas de incêndios, assim procedendo nas demais procissões e eventos da Festa e Círio 2013 de Nossa S. de Nazaré.
. Os POLICIAIS MILITARES que com a operação "Círio Seguro", envolverá um efetivo de 3.600 policiais militares que farão a segurança dos fiéis no domingo do Círio de Nazaré e nos dois dias que antecedem essa grande romaria. O policiamento militar será mais ostensivo em cerca de 40 pontos de grandes concentrações, entre as quais o Feliz Lusitânia e o Ver-o-Peso. Cerca de 600 homens farão a segurança da procissão do Círio, sendo 200 entre os romeiros e 400 em torno dessa grande Romaria. Todos os 15 dias da Quadra Nazarena terão a presença dos policiais, cujo efetivo será reforçado nos dias de maior movimento, para coibir furtos, assaltos e nas ocorrências de crianças perdidas.
Além dos órgão acima, a segurança do Círio de Nazaré e demais romarias, envolve os seguintes órgãos e entidades de segurança e socorros:
. CRUZ VERMELHA com apoio das ambulâncias do Pará River (Cruz Vermelha)
. DEFESA CIVIL está com um grande efetivo de voluntários sempre atentos aos variados problemas de segurança e atropelos que possam se fazer presente durante nas 11 romarias do Círio de Nazaré e demais eventos que reúnam as multidões na Quadra Nazarena. Uma recomendação especial que a Defesa Civil do Pará faz às famílias que levam crianças para essas manifestações, é que redobrem os cuidados para com essas crianças, pois o risco de acidentes e crianças perdidas no meio das multidões sempre acontecem. Nesse sentido as equipes da Defesa Civil estarão sempre atentas para os primeiros socorros nos acidentes e na identificação através de pulseirinhas de indentificação das crianças perdidas.
. SAMU-USA E SAMU-USB e suas ambulâncias e ambulanchas
. SESPA
. POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL-PRF
. FORÇAS ARMADAS
. UNIMED
Serão cerca de 26 mil pessoas envolvidas na segurança, apoio, prevenção, proteção e socorros médicos participando das 11 romarias do Círio, vindas de órgãos da Segurança Pública do Estado, de instituições municipais, federais e voluntários, na proteção de turistas, romeiros que deverão participar dessas romarias. Para este ano a novidade será a  instalação de um Hospital Flutuante com capacidade para receber até 50 pessoas entre pacientes e pessoal da saúde, em uma balsa que ficará ancorada na Baia do Guajará.
O USO DOS TRANSPORTE PARA PARTICIPAR DO CÍRIO DE NAZARÉ
São vários os tipos de transportes usados para participar do Círio de Nazaré. Os turistas. vindos do exterior e outros estados brasileiros geralmente usam aviões. Os romeiros das cidades situadas ao longo das estradas, especialmente os situados no BR-316 e as estradas da Alça Viária do Estado, usam ônibus, automóveis e até motos para chegar até Belém. Uma grande quantidade de pessoas, especialmente as vindas das cidades do Baixo Amazonas, Macapá, Belém e Ilha do Marajó, ainda usam os barcos para poder chegar à Capital paraense e assim poder participar do Círio de Nazaré. O transporte aéreo já possui uma razoável estrutura em Belém, mas o transporte rodoviário e fluvial são de estrutura precária, onde as pessoas são obrigadas a viajar através de estradas mal equipadas ou mesmo danificadas pelo intenso tráfego e o mesmo se pode dizer do transporte fluvial, este sem a devida regularização e fiscalização que possa dotar esse meio de transporte uma alternativa segura para quem viaja através de barcos dos diferentes lugares do Pará.
O PARQUE DE DIVERSÕES no ARRAIAL DE NAZARÉ
Uma das maiores atrações do Arraial de Nazaré é o Parque de Diversões de Nazaré, pois apresenta neste ano 20 grandes brinquedos para alegrar crianças, jovens e adultos que querem se divertir em um dos brinquedos armados em um terreno ao lado da Basílica-Santuário de Nazaré. O dito parque é umas das atrações cuja origem deve remontar ao início das celebrações da Festa e Círio de Nossa S. de Nazaré. O Parque de Diversões está aberto diariamente desde o dia 1º de outubro, das 16 às 23:30h até o 2º domingo de dezembro, dia 8/12/13 para se brincar nos diferentes brinquedos do arraial, com entrada de R$ 7,00 a R$ 10,00. Como em todas as atividades e atrações do Círio de Nazaré, o parque tem sua vistoria para efeito de funcionamento, como um esquema de segurança feito por homens da Polícia Militar em todo o Arraial de Nazaré.
OS TRAJETOS DO CÍRIO E DEMAIS ROMARIAS

 Veja no mapa da figura acima, recortado do jornal "Diário do Pará" o trajeto do percurso do Círio de Nazaré e demais romarias.
O TRABALHO VOLUNTÁRIO NA ROMARIA DO CÍRIO DE NAZARÉ E DEMAIS ROMARIAS
 Para uma tão grandiosa festa, como é o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, existe também uma grande necessidade de pessoas para atuar em tantos aspectos que envolvem essa festa, em todos os seus aspectos, especialmente nas romarias, eventos da festa e na assistência da segurança e socorros que vão desde os romeiros como aos próprios trabalhos da Basílica-Santuário de Nazaré. Pois essa necessidade de pessoal é suprida pela ação voluntária de milhares de pessoas para atuar em todas as frentes de trabalho exigidos pela Festa e Círio de Nazaré. Vejamos algumas ações desenvolvidas pelos voluntários:
. Guarda de Nossa Senhora de Nazaré que tem a responsabilidade de zelar pela segurança da Berlinda com a Imagem Peregrina da Virgem de Nazaré. Essa Guarda é formada por homens que doam seu tempo e força para o Círio. Vide Guarda de Nazaré e demais guardas.
. A Guarda da Catedral ou a Guarda de Santa Maria, que tem o objetivo de zelar pela Catedral de Belém ou Sé Metropolitana (Sede da Arquidiocese de Belém), que fica situada em pleno Centro Histórico de Belém. A Catedral é ponto de chegada e de partida das duas maiores procissões do Círio de Nazaré e é por isso que a Igreja fica toda iluminada pela época do Círio de Nazaré para receber a Imagem Peregrina de Nazaré e os devotos dessas procissões. É por esse motivo que existe a Guarda de Santa Maria, formada por voluntários que têm a missão de proteger a Imagem da Padroeira dos Paraenses e a própria Igreja da Sé, em trabalho que vai além da Festa Nazarena. A Guarda da Catedral existe desde 1996 e para seus integrantes a Guarda é como uma missão para com a Igreja e durante o Círio eles se sentem privilegiados em poder zelar pela Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré.
. Cruz Vermelha
. Mutirão de Limpezas
. O trabalho dos jovens voluntários nos carros de recolhas dos ex-votos e demais objetos dos promesseiros das romarias, que vêm das escolas públicas e particulares de Belém. Esses jovens voluntários e devotos da Virgem de Nazaré são cerca de 1.300 para cuidar dos 13 carros das romarias. Esses jovens são devidamente preparados espiritualmente para trabalhar como voluntários dos carros das procissões, especialmente no dia do Círio de Nazaré. São esses jovens também que em seus bairros atuam nas campanhas de arrecadação de alimentos para as Obras Sociais da Diretoria da Festa de Nazaré.
O CÍRIO E AS CORRIDAS DE RUAS
 Entre os esportes que procuram homenagear a Vigem de Nazaré durante a Quadra Nazarena, existe a Corrida do Círio, para adultos e a Corridinha do Círio, para crianças, eventos promovidos pela TV Liberal, de Belém do Pará.
A CORRIDA DO CÍRIO já se tornou um tradicional evento da Quadra Nazarena, pois já vai para a sua 30ª edição este ano e que segue o figurino das grandes corridas de rua do Brasil e que acontecerá no dia 20/10/2013 com a previsão de participação de 4 mil corredores, se constituindo, desse modo, na maior corrida de rua de todo o Norte e Nordeste do Brasil e atraindo grandes nomes das corridas local e nacional. Serão oferecidos prêmios para os vencedores nas diversas categorias de corredores, de acordo com o sexo e faixa etária.
A CORRIDINHA DO CÍRIOo foi disputada hoje, 6/10, envolvendo mil crianças de 5 a 17 anos, na Aldeia Cabana, distribuidas em 6 categorias, de acordo com a faixa etária dos participantes e com distãncia variadas e proporcionais ao potencial atlético do organismo infantil. A Super Corridinha abriu o evento ás 6h30 e para garotos  de 15 a 17 anos, com distância de 1km. O patrocínio da Corridinha do Círio é da responsabilidade da "TV Liberal", que organiza e se encarrega de arranjar os patrocinadores e conta com o apoio da Prefeitura de Belém e da distribuição dos prêmios. A Corridinha do Círio é um incentivo as opções de vida saudável junto às crianças e nasceu a partir do incentivo da Corrida do Círio, para adultos.
Essas corridas de ruas se constituem, conforme seus organizadores, um grande incentivo aos esportes no Pará.
AS CAMINHADAS DE FÉ DO CÍRIO
 O grandioso Círio de Nazaré, em Belém, a cada ano que passa vai criando novos modos de se prestar devoção e reverência para a Virgem de Nazaré, a Mãe de Jesus, e para isso os fiéis não medem sacrifícios em prestar seu culto a Nossa S, de Nazaré. E já se vão mais de 3 décadas em que fiéis, vindos de diversos municípios do Pará, pela BR-316 e outras localidades, criaram as longas caminhadas de fé à pé, bicicletas e motos. A mais antiga e tradicional Caminhada de Fé é a de Castanhal que já está em sua 34ª edição, onde 700 devotos, vindos em romaria à pé, saíram de Castanhal às 8:00h, percorrendo um percurso de 80km para chegar à Capital. Essa impressionante demonstração de fé na Virgem de Nazaré, a cada ano, vai reunindo um número maior de peregrinos. Assim também acontece com cerca de 15 mil pessoas que saem de outras localidades em verdadeiras maratonas de fé. Quando chegam em Belém, essas pessoas são acolhidas na Casa de Plácido, onde voluntários se encarregam de prestar diferentes serviços à essas pessoas na forma de cuidados de saúde, massagens, alimentação, alojamento e outros serviços necessários na boa acolhida desses romeiros. Outras procissões saem de Igarapé-Açu, Bragança e outros pontos do Pará.
A ENERGIA QUE MOVE AS MULTIDÕES NO CÍRIO DE NAZARÉ E DEMAIS ROMARIAS
Grande parcela do povo paraense se prepara durante o ano todo para o grande momento de fé que acontece no 2º domingo de outubro e mesmo antes e depois do grandioso Círio de Nazaré. Toda a força e energia do povo é demonstrada nessa ocasião e como se constitui um momento único para se aproximar de Deus através da Virgem de Nazaré,  os romeiros não medem esforços para essa demonstração de fé, não importando os sacrifícios que tenham que passar para venerar Nossa Senhora de Nazaré. Simplesmente acompanhar o Círio de Nazaré e a Romaria da Trasladação envolve um enorme dispêndio de energia e força e cumprir determinadas promessas, como carregar cruzes, acompanhar as Romarias de Joelhos ou na Corda do Círio envolve enormes esforços que só a fé pode explicar. Podemos dizer que a fé desses promesseiros rompe literalmente os limites do próprio corpo humano. O Círio de Nazaré tem um percurso de 3,6km de extensão e quase a mesma medida tem a procissão da Trasladação, em romarias que ultrapassam as 5h de duração. Qual atleta poderia desprender tanta força e energia? Somente os atletas preparados poderiam fazer esse enorme esforço e desprender tamanha quantidade de energia, sob o calor e sol causticante dos trópicos úmidos, sob temperatura que beira os 40º C e sob o calor emanado de milhões de corpos suarentos. Mas os milhões de romeiros das procissões do Círio são capazes disso e são capazes de muito mais, ao pagar à Virgem de Nazaré as graças por eles alcançados no decorrer do ano que passou. As atividades são intensas durante essas procissões e esse esforço pode ser comparado ao esforço físico exigido de atletas de competições esportivas das corridas e marchas atléticas. Pois os nossos romeiros dos pagamentos de promessas fazem o mesmo esforço físico nas romarias do Círio. É certo que para alguns o limite físico é atingido no decorrer das romarias, onde a Cruz Vermelha, a Defesa Civil, os Bombeiros, estão ali prontos para dar a sua ajuda nesses momentos críticos para alguns, mas muitos chegam até o final nesse esforço movidos pela fé pura e simples em Deus, em Jesus através da Virgem de Nazaré, pois só na corda são perto de 8 mil promesseiros nessa situação de Atletas de Deus, movidos pela energia de sua fé e a solidariedade de muitos outros fiéis se faz sentir nesse momento com a água que é doada durante o trajeto das romarias, para a devida hidratação do corpo humano. Portanto, a Devoção à Virgem de Nazaré não tem explicação em termos humanos e sim através da fé.
OS VALORES DA FÉ, DA SOLIDARIEDADE, DA FRATERNIDADE E ESPERANÇA NO CÍRIO DE NAZARÉ
Ao lado da força e energia despendida pelos romeiros e promesseiros do Cirio de Nazaré e demais romarias, pontificam verdadeiros valores da fé cristã e da solidariedade humana. O Círio de Nazaré é um verdadeiro milagre de Deus em meio aos homens de fé, pois une, reúne e faz brotar gestos heróicos de fé, fraternidade e solidariedade humana, haja vista o clima de felicidade que toma o coração de todos e faz a cidade respirar a esperança que a Virgem de Nazaré desperta no coração de todos. As manifestações de fé do povo emocionam a todos, na forma de pessoas chorando de mãos estendidas com o olhar fixo na Berlinda de Nazaré, na Imagem da Santa, ajoelhadas ou carregando os objetos de suas promessas ou segurando a Corda do Círio e com enorme Esperança nas graças que Nossa Senhora possa lhes proporcionar. São gestos de sinceridade e coragem nas expressões de Fé, sem vergonha, sem medos, sem as buracracias dos sacrários. A diversidade das pessoas não impedem os gestos de solidariedade e fraternidade que toma conta de todos, que procuram ajudar de alguma forma, ajudando os promesseiros de joelhos e os da Corda do Círio, partilhando água, espaço e ventarolas para aplacar o forte calor dos trópicos ou estendendo papelões no asfalto para amenizar a dor das pessoas nas caminhadas de joelhos. São pessoas que não se conhecem caminhando lado a lado, unidas pela Fé, orando e cantando em Louvor à Deus e a Virgem Maria, como Mãe de Jesus e modelo de Fé, que ensina e nos fala antes, durante e depois do Círio, nos proporcionando felicidades, bênção e graças de que precisamos.
O CONCURSO DE REDAÇÃO DO CÍRIO DE NAZARÉ
O Concurso de Redação sobre o Círio de Nazaré, que atinge os estudantes da rede escolar, atingiu sua 19º edição em 2013 e os concorrentes têm que escrever de acordo com um determinado tema mariano. O tema deste ano foi "Pela oração, todos os caminhos nos levam a Deus, guiados pelas mãos de Nossa Senhora" e a vencedora foi a jovem Gabriela de Lima Cavalcante, de 15 anos, estudante do ensino Médio, em Belém. A dissertação deveria conter o mínimo de 12 linhas e no máximo 30 linhas e teve a participação de 81 alunos de 42 escolas da rede pública e privada de Belém e outros municípios próximos da capital. A banca examinadora é formada por professores de Língua Portuguesa que atuam em instituições de nível superior e têm experiência na correção de redações para concursos. Vide em Teologia Mariana uma dessas redações.
OS ANJOS DO CÍRIO
Os Anjos e Anjinhos já são tradicionais no Círio de Nazaré e eles estão em toda parte do Círio e demais procissões. São jovens e crianças vestidas de anjos que participam do Círio de Nazaré há muitos anos, sendo definitivamente incorporados ao Círio em  1855. Inclusive, dos 13 Carros dos Círio, 4 são ocupados por Anjos. Muitas pessoas se vestem ou vestem seus filhos de Anjos, para pagar alguma promessa alcançada através de Nossa Senhora de Nazaré. Essa tradição foi proibida em 1926 por D. Irineu Jofffily, Arcebispo do Pará, mas retornou em 1931. Os Anjos do Círio, em sua grande maioria, são crianças, imitando os Anjos Celestes denominados Querubins. A crença nos Anjos Celestes é baseada nas inúmeras citações biblicas e escritos sobre eles pelos Doutores da Lei. Entre os 4 Carros dos Anjo do Círio de Nazaré, um é o Carro Alegórico do Anjo Custódio ou Guardião e outro carro com jovens vestidos de Anjos. Os outros dois carros transportam crianças vestidas de Anjos, em espetáculo dígno de se ver. A passagem dos Carros dos Anjos, no Círio, antecede a passagem do Carro da Berlinda, isto porque a História de Maria, descrita na Bíblia, está repleta de figuras de Anjos, como Mensageiros de Deus, como no Episódio da Anunciação do Anjo São Gabriel Arcanjo, de que Maria seria a Mãe do Salvador e Redentor do Mundo. Além dos Anjos, Arcanjos, Querubins, Mensageiros, existem outras hordas de Anjos Celestes, como os Serafins, Tronos, Dominações, Virtudes, Potestades, Principados e Guardiões, sendo que a Igreja Católica leva também muito em conta, o anjo São Miguel Arcanjo, como o Grande Guerreiro que é considerado o Protetor e Defensor da Igreja e dos Fiéis, o Guardião do Paraíso, o Apresentador das Almas Junto a Deus, o Anjo da Paz e o Anjo Vencedor de Satanás e sua horda de anjos decaídos. Os jovens e crianças não são simplesmente aceitas como Anjos no Círio de Nazaré, mas que sejam eles próprios objetos de graças alcançadas para se vestir de anjo nas cores azul celeste, branca ou rosa, sendo que as crianças são 30 em cada carro e ficam sob a responsabilidade das Catequistas da Basílica-Santuário de Nazaré, ao longo de todo o trajeto da procissão e, depois, são devidamente devolvidas a seus pais ou responsáveis. 
VARANDA DE NAZARÉ E O TURISMO E CULTURA NO CÍRIO DE NAZARÉ
O projeto "VARANDA DE NAZARÉ" já está em sua 3ª edição e foi idealizado pela cantora paraense Fafá de Belém em parceria com a "Agência Tudo" e tem o objetivo de apresentar o potencial turístico e cultural do Círio de Nazaré para diversas personalidades e formadores de opinião do Brasil. Os parceiros desse projeto, tendo em vista que o grandioso Círio de Nazaré já faz parte do patrimônio cultural do Brasil, pois foi tombado pelo Iphan como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial, pela presença de milhões de romeiros nessa festa também popular há mais de 2 séculos, numa grande caminhada de fé pela capital do Pará. Por esse motivo é que foi criado o Projeto Varanda de Nazaré, com 3 dias de programação, contando com convidados de grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, com oportunidade de conhecer a cidade e visitar seus pontos históricos e provar da culinária do Pará e, acima de tudo, da varanda de um  casarão histórico localizado no Largo do Redondo, na Avenida Nazaré, em  Belém, acompanhar as manifestações de fé e sacrifícios dos romeiros durante o Círio. Os convidados são pessoas de diferentes áreas de atuação profissional, proporcionando a elas a visão dos momentos mais marcantes do grandioso Círio de Nazaré, com o ápice dessa visão a passagem da Imagem da Virgem de Nazaré acompnhada da grande massa humana de milhares de fiéis.
GUARDA DA SANTA E DEMAIS GUARDAS DA FESTA DE NAZARÉ
A GUARDA DA SANTA ou Guardas de Nazaré é uma instituição criada no próprio seio do Círio de Nazaré e que tem o objetivo de fazer a segurança da Berlinda de Nazaré e já existe há mais de 36 anos. A presença da Guarda da Santa é de fácil compreensão, pois quem dentre os cerca de quase 2 milhões de romeiros na procissão do Círio de Nazaré não gostaria de tocar na Imagem Peregrina de Nossa S. de Nazaré, ou pelo menos na Berlinda da Santa ou pegar uma das flores que enfeitam a Berlinda? São cerca de 1000 pessoas que constituem a Guarda de Nazaré e todos tem imbuídos em si a idéia de pessoas consagradas para proteger a Imagem da Virgem de Nazaré e eles assim o fazem com muita fé e orgulho de fazer parte da segurança durante o Círio de Nazaré e das 11 romarias da Quadra Nazarena. Para ser Guarda de Nazaré a pessoa tem que ter muita disposição e preparo físico, além de ter uma vida espiritual exemplar. Para fazer parte do grupo o candidato tem que ser apresentado por um dos guardas da Santa, que atuaria como uma espécie de "padrinho" ao novo candidato, que atuaria como uma espécie de responsável pelo candidato e a quem repassam toda a responsabilidade e os preceitos de que seja um Guarda da Santa para atuar nas 11 procissões e também atuar no zelo da Basílica, da Praça Santuário, do Altar-Santuário e de outras partes do Conjunto Arquitetônico de Nazaré e em vigilância constante dentro e fora dos espaços da Praça Santuário. Ale´m do mais os membros da Guarda de Nazaré t~em que participar das reuniões e encontros de formação espiritual.
No dia 3/10 os guardas para 2013 foram devidamente consagrados e abençoadas, através do Rito de Bênção, na Basílica-Santuário de Nazaré, pelo Bispo Emérito D. Vicente Zico, em Missa celebrada na noite de 3/10, com a presença de mil guardas. A Guarda de Nazaré segue um planejamento de treinamento através de seguidas reuniões durante o ano e possui um diretor que coordena e orienta os homens da Guarda para atuação no Círio e demais romarias de Nazaré e todos usando os seus uniformes, este ano em novo formato.
HOMENAGENS À VIRGEM DE NAZARÉ
Várias são as homenagens prestadas à Virgem de Nazaré no trajeto do Círio de Nazaré e algumas procissões, sendo que essas homenagens já se tornaram tradicionais durante a passagem do Círio, como a prestada pelos estivadores do Cais do Porto de Belém, com uma intensa saraivada de fogos e a dos bancos BB e Banco da Amazônia, este, junto com seus parceiros, com exposições, contratação de cantores, cascata de fogos, chuvas de pétalas de rosas e outras manifestações no decorrer da semana do Círio, na Av. Presidente Vargas e outras homenagens no decorrer da grande procissão. Essas homenagens nas paradas das Estações do Círio são demoradas, chegando a mais de 15 minutos e, apesar de justas e belas homenagens, contribuem para a longa duração de mais de 6h para a chegada da Berlinda com a Imagem da Virgem de Nazaré na Basílica-Santuário. Com as adaptações tecnológicas na Corda do Círio e com o encurtamento das homenagens, espera-se reduzir o tempo do percurso do Círio para 5h de duração.
MUTIRÃO PARA LIMPEZA DA PRAÇA-SANTUÁRIO DE NAZARÉ
Todas as ocasiões e eventos da Festa e Círio de Nazaré são propícios para se render graças à Deus através da Virgem de Nazaré e pagar as graças alcançadas pela intercessão dessa Virgem Cheia de Graças. É o que também acontece com o Mutirão para limpeza e lavagem da Praça Santuário. A ação voluntária de centenas de pessoas na limpeza da Praça Santuário aconteceu no dia 4/10, das 8h30 até o final do dia. Essa iniciativa é uma das formas para homenagear Nossa Senhora, com a limpeza desde o chão da praça, chegando à jardinagem e escadaria da Igreja, onde homens e mulheres se juntam para fazer uma grande homenagem à Virgem de Nazaré e que agora serve para os atos de fé, solidariedade e agradecimentos pelas graças alcançadas e pagamentos de promessas por essas graças. Essa iniciativa surgiu pela iniciativa voluntária de funcionários do Shopping Pátio Belém, que se repete pela 2ª vez e é uma atitude de solidariedade, de querer ajudar, participar e é também um momento de integração no aspecto sócio-religioso, como também um momento de congraçamento entre os funcionários do Shopping e demais voluntários da sociedade belemense.
O CLIMA NA SEMANA DO CÍRIO DE NAZARÉ
Nichos da Virgem de Nazaré como o acima estão
espalhados por toda Belém
O clima do Círio de Nazaré se faz sentir ainda no mês de setembro e se intensifica nos primeiros dias de outubro e atinge o clímax na Semana do Círio, onde o clima do Círio invade e toma conta de todos os recantos de Belém, nos estabelecimentos públicos, privados, casas comerciais, residências e ruas que fervilham nas compras, preparativos e visitações às variadas atrações relativas ao Círio de Nazaré, o maior evento católico do Brasil e Mundo, que reúne no Círio e demais romarias mais de 6.000 milhões de pessoas devotas da Virgem de Nazaré. Agora, faltando uma semana para o Círio, podemos encontrar cartazes e imagens de Nossa Senhora de Nazaré, adornada com flores, fitas e mantos em verdadeiros nichos espalhados por toda Belém, especialmente em lojas e repartições de grande movimentação e em muitas casas de todas as ruas da cidade. No comércio esse clima muda o rítmo de trabalho em muitas empresas, onde variados eventos internos são criados com a presença de orações coletivas, cultos e verdadeiras confraternizações, como acontece na época do Natal. Berlindas e miniberlindas com a imagem da Virgem de Nazaré são encontradas até mesmo em postos de combustíveis, farmácias e o movimento de pessoas borbulha nas localidades públicas e privadas que recebem a visita da Imagem Peregrina de Nossa S. de Nazaré.
ARQUIBANCADA DO CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ
Para ver a passagem do grandioso Círio de Nazaré e a anterior Romaria da Trasladação da Imagem Peregrina de Nossa S. de Nazaré, em Belém/PA, é montada pela Diretoria da Festa de Nazaré, na Praça da República, especificamente no lado esquerdo da passagem do Círio, uma grande arquibancada com capacidade para cerca de 5 mil lugares. Uma empresa local é contratada para fazer a referida montagem na 1ª semana de outubro para que possa ser vistoriada e autorizada pelo Corpo de Bombeiros. Os ingressos para ver a 221ª edição do Círio, este ano, custarão R$ 50,00 e para a Tralasdação R$ 25,00. Parte da arquibancada é ocupada pelo Coro de Nazaré e mil lugares são destinados gratuitamente para idosos. A renda obtida com as vendas dos ingressos da Arquibancada do Círio será totalmente empregada nas diversas atividades sociais da Basílica-Santuário de Nazaré.
FESTA E CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ EM ABAETETUBA
Na manhã deste domingo, 1/9/2013 aconteceu o grande Círio de Nossa S. de Nazaré, com a Imagem de Nossa S. de Nazaré percorrendo as ruas de Abaetetuba numa grande demonstração da fé em Deus, através de sua Serva Eleita, Maria de Nazaré, que veio ao mundo não só para ser a Mãe de Jesus, como veio nos trazer o exemplo de que o cristão não pode viver só da contemplação da Glória de Jesus, de Deus, mas que deve se colocar à serviço dos irmãos e ir ao encontro desses irmãos em suas necessidades, no serviço e na fraternidade com todos e também advertindo para as necessidades dos mais pobres, conforme o canto social de Maria, o Magníficat.
Maria também foi ungida por Deus para ser a mãe do Senhor e que nela Deus fez grandes maravilhas, a quem o Anjo do Senhor dizia: "Salve Cheia de Graças, O Senhor é contigo" e que todas as gerações a chamarão Bem-Aventurada. Deixemos também que Maria venha a nós e que possamos dizer como sua prima Isabel a quem visitou: "Que merecimento tenho para que a Mãe do Meu Senhor venha me visitar?" O nosso merecimento é sermos também filhos amados de Deus e que também em nós Ele faz maravilhas, se acreditarmos e vivermos as Palavras de seu filho amado Jesus Cristo. Maria é também nossa intercessora junto ao seu filho Jesus Cristo, conforme nos diz o episódio das Bodas de Canã, onde ela diz aos que servem: "Fazei tudo o que Ele vos disser", e o que Jesus nos diz é que "Devemos nos amar COMO Ele nos amou", amor tão grande que o levou à morte e morte na Cruz, e a Cruz de Jesus nos diz que em nossa vida teremos grandes dificuldades, sofrimentos, mas que se perserverarmos até o fim, teremos também o prêmio dos eleitos de Deus, que é o Paraíso já a partir deste mundo e o da Vida Eterna nos Céus e Terras Novas da Criação de Deus. Esses são os motivos pelos quais celebramos Maria nessas festas e círios de Nossa S. de Nazaré, festa que nos fala da Família de Nazaré com Jesus, Maria e José, como exemplo de família no mundo.
FESTA E CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ EM VIGIA
O Círio de Nossa Senhora de Nazaré no município de Vigia, no Nordeste do Pará, vai acontecer no dia 8/9/2013, onde existe a estimativa do comparecimento de aproximadamente 300 mil romeiros para a 316ª edição desse Círio. O Círio de Nossa Senhora de Nazaré é o mais antigo do Estado do Pará inicia com a Missa de Ação de Graças, celebrada pelo bispo da Diocese de Castanhal, D. Carlos Verzeletti e depois o carro com a Berlinda com a Imagem segue com o esquema de religiosidade popular da queima de fogos e a procissão pelas ruas enfeitadas de Vigia, em um percurso de 4 km, onde receberá homenagens em vários trechos desse percurso. Também no Círio de Nossa Senhora de Nazaré, de Vigia, existe a Corda que, a exemplo do Círio de Belém, recebe aqueles devotos que vão pagar alguma graça alcançada pela intervenção de Nossa Senhora de Nazaré junto a seu filho Jesus. Como o Círio de Nazaré de Vigia é um evento religioso de grandes proporções, atuarão na segurança dos romeiros 300 homens da Guarda da Santa. 100 policiais militares, 20 militares do Corpo de Bombeiros e 20 voluntários da Cruz Vermelha. Como o de Belém, o Círio de Vigia tem as estações, que inicia com a queima dos fogos e segue com as 3 barcas da recolha dos ex-votos de promesseiros e os carros dos anjos, à semelhança com o Círio de Belém. Também o Manto que recobre a Imagem da Virgem de Nazaré é um dos ícones de grande importãncia no Círio de Vigia, sendo que a tarefa de sua confecção é de responsabilidade da aposentada Clélia Costa Lima, de 74 anos, que faz esse trabalho há 16 anos e sempre com muita emoção, após cada Manto confeccionado.
FESTA E CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ NO RIO DE JANEIRO
Foto acima faz parte do texto abaixo
Terminou no domingo, dia 08 de setembro, a programação do Círio de Nazaré no Rio de Janeiro.
A imagem peregrina percorreu a capital carioca e três cidades vizinhas, dentre estas, Niteroi.
O evento aconteceu pelo quinto ano consecutivo e foi idealizado por Dom Orani João Tempesta, Arcebispo do Estado do RJ, anteriormente Arcebispo Metropolitano de Belém. — com Francisca Freitas e Charles Bezerra Dos Santos.
O CLIMA E AS SENSAÇÕES DA PROXIMIDADE DO CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ EM BELÉM

Há menos de um mês para o grandioso Círio de Nossa Senhora de Nazaré em Belém já respira-se o clima dessa grandiosa festa que atinge todos os nossos sentidos. Para quem não conhece o Círio de Nazaré em Belém, pensa-se logo em uma grande procissão. Mas o Círio é um evento  que antes mesmo de acontecer, envolve todos num clima de verdadeira festa e que atinge todos os nossos sentidos. Já estamos em um verdadeiro clima de fé e felicidade, como aquela que antecede a Festa do Natal de Jesus, onde sente-se claramente a alegria que brota em todo paraense pela grande festa que extrapola os limites da alegria familiar e se expressa nas ruas e atinge os nossos sentidos através das sensações dos sons, colorido, cheiros, tato. E é verdade porque já estamos sentindo o cheiro da nossa maniçoba, do tucupi e do pato no tucupi e o aroma das flores que exala da Berlinda da Santa. Já sentimos o repicar dos sinos, o estalar dos fogos, as orações nas igrejas e dos romeiros e promesseiros da Corda do Círio e o barulho dos vendedores dos coloridos brinquedos de Miriti de Abaetetuba. Sentimos o calor huamno que emana nas famílias, nas ruas e no comércio repleto de turistas. Vemos as imagens da Virgem de Nazaré espalhadas pelas casas, ruas e os cartazes espalhados pelas janelas e portas das casas, prédios. Realmente todos os nossos sentidos já se acham atingidos pelo clima da grandiosa Festa e Círio de Nossa Senhora de Nazaré que como torna todos mais alegres, mais amigos e os lugares tornam-se mais atraentes.
 Foto captada de Lourdinha Ferreira, mostrando como
as casas de Belém abrigam a Imagem de Nossa S. de Nazaré
 Foto captada de Júlia Rosa de Castro, mostrando a Imagem
Peregrina em visitas às casas, repartições, órgãos públicos,
entidades.
FESTA E CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ EM BARCARENA
 
Cartaz da Festa e Círio de Nossa Senhora de Nazaré de Barcarena
FESTA E CÍRIO DE NAZARÉ GERA EMPREGOS E RENDAS NO PARÁ
Os comerciantes e artesãos do Pará, especialmente em Belém, auferem rendas que reforçam o caixa no Círio e durante a festa de Nossa Senhora de Nazaré. Esse movimento comercial começa meses antes do grandioso Círio de Nazaré, quando as encomendas são feitas e as pequenas indústrias e artesões têm o seu trabalhado triplicado ou quadruplicado para atender as muitas encomendas de comerciantes, entidades ou mesmo os pequenos comerciantes de rua que chamamos de ambulantes. São objetos para todos os gostos, preços e simbologia para cada ocasião, que são inspirados na fé à Virgem de Nazaré. São velas, imagens de todos os tamanhos e materiais, terços, crucifixos, castiçais, fitas e fitinhas, camisas, camisetas, chaveiros, Brinquedos de Miriti de Abaetetuba, patos, tucupi, maniçoba,etc. 
 Foto de Shirely Pinheiro, mostrando sua produção de lembranças
do Círio de Nossa Senhora de Nazaré
                                                    Simbologia de cada objeto                                                                                       
Os objetos em cera são velas, imagens de ceras e para os promesseiros da Virgem de Nazaré, que representam as partes do corpo humano por mãos, braços, pernas, cabeças, órgão interno ou outras partes do corpo, representativas de mais de 90 órgãos ou partes do corpo, que foram afetadas por algum tipo de doença, inclusive doenças graves, que são entregues para os diversos carros de promessas existentes na grande Romaria do Círio, no 2º domingo de outubro. Os objetos em cera, que representam as partes do corpo humano, são entregues à Nossa Senhora de Nazaré como pagamento de uma graça alcançada, devido a cura de determinada doença, através da intercessão de Maria junto ao seu filho Jesus e são milhares de promessas pagas dessa forma. O Museu do Círio possui uma mostra de alguns objetos em cera que foram o pagamento de algumas graças alcançadas através da Virgem de Nazaré.
As camisas, camisetas, bonés são de todos os tipos e cores, mas sempre com a imagem de Nossa Senhora de Nazaré e que são compradas por romeiros para usá-las durante a grande procissão do Círio de Nazaré, e são milhares de pessoas usando roupas ostentando a figura da Virgem de Nazaré. Os turistas também adquirem esse tipo de material que são vendidos antes, durante e depois do Círio, e que representam a lembrança do Círio.
Os Brinquedos de Miriti de Abaetetuba, que começam a ser fabricados meses antes do Círio de Nazaré e que são levados para Belém para serem expostos e vendidos durante as diversas exposições de Brinquedos de Miriti em feiras que contam com a ajuda de diversos órgãos da cultura do Estado, órgãos e entidades que apoiam essa manifestação cultural do Brinquedo de Miriti, durante o Círio de Nazaré. Os brinquedos de Miriti evocam a cultura amazônica, representando a fauna, flora ou figuras representativas dos diversos tipos amazônicos. Modernamente os Brinquedos de Miriti de Abaetetuba evoluíram para representar as modernas figuras das revistas, jornais, heróis ou quaisquer outros objetos que são criados pelo imaginário dos Artesões de Miriti de Abaetetuba. O Brinquedo de Miriti de Abaetetuba já é um dos grandes ícones da Festa e Círio de Nazaré.
As fitas e fitinhas são objetos bastante procurado durante a Quadra Nazarena, principalmente durante a procissão do Círio. As fitinhas são presas aos braços ou algum outro objeto que simboliza a Virgem de Nazaré e as fitas são usadas durante alguma função religiosa que são ofertadas às diversas imagens de Nossa Senhora de Nazaré, especialmente durante as Missas ou Novenas de Maria de Nazaré.
As réplicas da Virgem de Nazaré, que são feitas de todos os materiais imagináveis e em todos os tamanhos, entre estes a polpa do miriti, madeira, cascas de sementes, cipós, gesso ou outros materiais que reproduzem à perfeição as imagens da Virgem de Nazaré e seus acessórios. Essas imagens são compradas para enfeitar as casas, escolas, órgãos ou entidades que enfeitam os diversos ambientes representativos da fé na Virgem de Nazaré ou as imagens são compradas por turistas como lembranças do Círio.
O FLUXO DE TURISTAS NA PROCISSÃO DO CÍRIO
O Círio de Nazaré, desde o seu início, só tende a crescer em número de participantes de ano para ano e, em consequência desse crescimento, o número de turistas também cresce de ano para ano. Está prevista a chegada de 78 mil turistas para, de algum modo, participar do Círio de Nazaré. O movimento de turistas chegando no Aeroporto Internacional de Belém está intenso desde os primeiros dias de outubro e a tendência é que esse movimento se intensifique até a véspera do Círio. Aliás, está prevista uma grande recepção para os turistas que chegarem à Belém nos 3 dias que antecedem a grande procissão, através da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, de danças típicas do Pará, flores, de modo que os turistas possam se sentir bem acolhidos em terras paraenses desde a sua chegada à Capital. Sabe-se que esse fluxo de turistas ajuda a movimentar a economia do Pará, ocupando vagas de hotéis, pousadas, visitando e comprando os produtos das diversas feiras e também ajuda a incrementar o movimento dos Shopping, comércio e dos vendedores ambulantes de Belém. 
Os locais mais procurados em Belém, durante o intenso fluxo de turistas por ocasião do Círio de Nazaré, são a Estação das Docas, o Mangal das Garças, o Museu Goeldi, o Bosque Rodrigues Alves e tantos outros pontos turísticos de Belém, que nesta época recebem uma maior quantidade de visitantes que no período normal do ano. Então, cada ponto turístico de Belém faz o devido preparo para receber as levas de turistas.
A Estação das Docas, que fica localizada no Boulevard Castinho França, pensando na presença desses turistas, preparou uma intensa programação cultural com peças teatrais, apresentações de danças típicas do Pará e apresentações musicais, ao lado de seu variado serviço gastronômico e serviços de bar, sendo que o objetivo dos gestores da Estação das Docas e outros pontos turísticos do Pará, é fomentar a cultura, lazer, serviços e turismo em Belém, em iniciativas que já têm13 anos, desde a sua inauguração.Vários são os projetos culturais que acontem nos amplos espaços desse ponto turístico, onde o visitante pode encontrar tudo o que diz respeito à cultura e musicalidade do Pará.
O Mangal das Garças, que é um complexo zoo-botânico situado às margens do Rio Guamá, em pleno Centro histórico de Belém, também preparou uma série de atrações para brindar a intensa movimentação de turístiças em seus amplos espaços de cerca de 40 mil metros quadrados, cuja inauguração aconteceu em 2005, após sua revitalização. O já denominado Parque Zoobotânico Mangal das Garças possui os seguintes espaços: Borboletário, Farol de Belém, Viveiro das Aningas, Memorial Amazônico, espaços para caminhadas e outros para visitações e participação nas atividades atividades lúdicas para crianças e visitações nos espaços de alimentação de peixes, tartarugas, aves e outros animais.
A Culinária do Círio de Nazaré
Além dos materiais que simbolizam a Virgem de Nazaré, existe a culinária típica do Círio, que envolve os produtores de maniva e tucupi, que vão servir de componentes de pratos típicos como a maniçoba e o pato no tucupi, além dos criadores do próprio pato, que vem de diversas partes do interior do Estado, junto com a maniva e o tucupi. O almoço do Círio já é um aspecto cultural do Círio de Nazaré e envolve as casas de Belém que ficam repletas de parentes, amigos ou visitantes de outras partes do Pará e Brasil, funcionando como uma espécie de confraternização que representa a fé do paraense na Virgem de Nazaré.
O Círio de Nazaré e o Setor da Publicidade
Como o Círio de Nazaré se equipara ao Natal em termos de vendas e consumo de produtos variados, o Setor da Publicidade no Pará também tira grandes proveiros financeiros dessa grande festa. São empresas multinacionais, nacionais e regionais que precisam atrair a presença de milhares de pessoas que estão ávidas de compras de produtos que vão fazer o Almoço do Círio do paraense, consumo de variados produtos para enfeites, confecções de objetos, cardápio de restaurantes, hoteis, residências e muitos outros materiais que devem completar a organização e harmonia dos lares paraenses durante o Círio de Nazaré e toda a Quadra Nazarena.
No caso do setor dos publicitários, estes têm que superar para dar conta dos contratos e se superar na criação de peças publicitárias que realmente chamem a atenção dos consumidores ou clientela avulsa de pessoas e instituições que queiram pagar promessas ou brindar os romeiros ou clientes de suas atividades comerciais. As agências de publicidades do Pará têm como inspiração o Círio de Nazaré e, desse modo, são lançadas as peças publicitárias saídas da criatividade designers que devem trabalhar dia e noite em busca de sua criação perfeita e adequada ao grande momento. A inovação deve ser a palavra de ordem, porém sempre levando em conta os antigos valores e conceitos da majestosa festa religiosa com grande apelo popular, que é o caso do Círio de Nazaré, que é outro Natal dos Paraenses.
 FESTA DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ NA LOCALIDADE RIO CARIPETUBA EM ABAETETUBA
Maria, a Mãe de Jesus, é venerada sob várias denominações em grande parte das mais de 150 localidades do município de Abaetetuba. Especificamente Nossa Senhora de Nazaré é venerada em Abaetetuba há mais de 2 séculos, tanto na sede do município como em diversas localidades das Zonas Rrural e Ilhas de Abaetetuba. A Festa e Círio de Nossa Senhora de Nazaré na localidade Rio Caripetuba é uma dessas localidades que realizam a festa de Nossa Senhora de Nazaré. Vide o Programa da Festa e Círio de Nossa Senhora de Nazaré na localidade Rio Caripetuba.
CÍRIO DE NAZARÉ: CULTURA TOMBADA COMO PATRIMÔNIO
O Círio de Nazaré, por sua grandiosidade em vários aspectos, especialmente pela grande quantidade de pessoas que dele participam, foi registrado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional-Iphan, como Partimônio Cultural de Natureza Imaterial. Esse título procura destacar a Fé e a devoção à Virgem de Nazaré, no Pará. Esse título foi concedido ao Círio de Nazaré de belém do Pará pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional-IPHAN em 2002, conferindo ao Círio o título de Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro, significando que o Círio é uma cultura do Brasil, pois possui características que são comuns em toda terra brasileira, conforme a seguir:
. O Círio de Nazaré nos faz lembrar a origem de nossa colonização e foi o português Francisco de Sousa Coutinho, quando ocupava o cargo de Presidente da Província do Pará, que organizou o 1º Círio de Nazaré em 1793 e essa devoção ja era praticada em Portugal e foi trazida para solo brasileiro durante o tempo de nossa colonização com todos as motivações de crença nos milagres, procissões, imagem, berlinda, festa de arraial, as diversões e outros elementos que constituem a parte profana e a espiritual de uma festa religiosa. E, nesse sentido, o Círio de Nazaré é muito mais que um acontecimento religioso, pois também é uma festa da devoção popular como acontece por todo o Brasil.
OS ARCOS DE NAZARÉ
Uma verdadeira festa popular de Santo Padroeiro não dispensa os chamados Arcos do Santo. Essa tradição já é antiga na Festa e Círio de Nazaré, onde também funciona como uma espécie de Portal para se adentrar no Arraial de Nazaré e suas instalações, especialmente a Basílica-Santuário de Nazaré e ali avistar a Imagem de Nossa Senhora de Nazaré situada em seu magnífico nicho construído em mármore e denominado Glória e também contemplar os magníficos Vitrais, Colunas que fazem parte da Basílica-Santuário, esta construída em projeto neoclássico no início do Século 20, para servir de imponente Lar de Maria, sob a denominação de Nossa Senhora de Nazaré, tudo fruto da já intensa devoção que o povo paraense já prestava a Nossa S. de Nazaré desde o ano de 1700, com o achado da Imagem dessa Santa, pelo caboclo Plácido, às margens do Rio Murucutu. Antes os dois Arcos de Nazaré eram provisórios e que eram reformados todos os anos e as suas motivações sempre estavam relacionadas ao Cartaz de Nazaré, com o tema de cada ano. Desde 6 anos atrás os Arcos são permanentes e construídos como monumentos em estrutura de concreto e ferro, ambos com 7m de altura e 12m de de comprimento, construídos em modelo estilizados representativos dos antigos Arcos de Nazaré. Os dois arcos ficam localizados em locais estratégicos da Avenida Nazaré, nas esquinas das avenidas Generalíssimo Deodoro e 14 de Março e já fazem parte do cenário da referida avenida, onde contribuem fortemente para a característica dessa rua de Belém, ao lado das inúmeras mangueiras que todos avistam ao circular por essa via. 
ALGUNS ASPECTOS DA ESPIRITUALIDADE E TEOLOGIA MARIANA
A Festa e Círio de Nossa S. de Nazaré que acontece anualmente em Belém, muitas cidades paraenses e do Brasil não se resume apenas ao seu aspecto de uma festa popular. Existe uma rica e densa Espiritualidade e Teologia Mariana que precisamos conhecer alguns de seus aspectos. A Espiritualidade e Teologia Mariana é bem antiga na Igreja Católica e outras Igrejas do Rito Oriental, tendo se originado nos primeiros tempos do Cristianismo e que teve seu ápice na Idade Média, quando da construção das suntuosas e ricas igrejas construídas para louvar a Virgem Maria, Mãe de Jesus e Mãe do Homem, em devoção que atravessou os séculos, com Maria recebendo mais de 120 denominações devido essa devoção milenar. A devoção popular à Maria perdura com muita ênfase nos dias atuais, basta ver a festa do Círio de Nossa S. de Nazaré em Belém, a festa de Nossa S. Aparecida, na cidade de Aparecida, em São Paulo, a festa de Nossa S. de Fátima, em Portugal, a festa de Nossa S. de Loudes, na França, a festa de Nossa S. de Guadalupe, no México e tantas outras milhares de festas dedicadas à Maria que se repetem no Pará, no Brasil e pelo Mundo inteiro e sempre com grande concorrência para render louvores à Maria, como a Medianeira entre o Homem e seu Filho Jesus Cristo, com o pagamento de muitas promessas pelas graças alcançadas através de Nossa Senhora, às vezes à peso de grandes sacrifícios como as caminhadas de joelhos em direção aos santuários, carregando pesadas cruzes, segurando na Corda do Círio, como no Círio de Belém, ou outras formas de agradecimentos, louvores e pagamentos de graças alcançadas através da Virgem Maria, através de suas dezenas de denominações. No caso do Círio de Belém um verdadeiro frenesi toma conta de grande parte da população de Belém e cidades ao seu redor, quando cerca de 2 milhões de pessoas acompanham essa grande Romaria e as demais do Período Nazareno que chega à impressionante marca de mais de 6 milhões de pessoas participando de todas as romarias e demais eventos dessa enorme festa religiosa e um verdadeiro clima de festa invade todos os segmentos da sociedade, não importando que religião e governo sejam aspectos separados, conforme prega nossa atual Constituição, pois os órgãos estaduais se juntam às entidades, empresas privadas e uma miríade de eventos se sucedem no decorrer da Quadra Nazarena e até mesmo antes, pois o Turismo, Indústria e o Comércio são também grandemente beneficiados pela grande festa em Belém. Essa é verdadeiramente uma grande manifestação religiosa popular do Brasil, que mexe com grande parcela do povo do Pará que atinge o clímax devocional no Grande Círio de Nazaré, com todos os participantes querendo festejar e render graças à Virgem de Nazaré, a Padroeira da Amazônia, em festa que se repete em grande parcela dos municípios e localidades paraenses e até em grandes, médias e pequenas cidades do Brasil. A pergunta que fazemos é: Será somente o aspecto devocional que o cristão deve manifestar em relação à Maria, aquela que foi escolhida pelo própro Deus para ser a Mãe de seu Filho Jesus, o Salvador e Redentor do Mundo, aquele que foi considerada pelo próprio Deus como a Cheia de Graças, a Bem-Aventurada entre as mulheres, a Virgem Imaculada, aquela que intercedia, mesmo em vida, junto à Jesus em favor dos mais simples, dos pobres, dos de Boa Vontade, aquela que foi Assunta ao Céu em corpo e alma, pois não precisava morrer e ressuscitar dos mortos, porque foi concebida sem o pecado original que afeta todos os demais homens e a própria Criação de Deus que juntos devem ressurgir em Novas Terras e Novos Céus e Novos Homens para estar diante de Deus rendendo Glórias pelo seu grande Amor pelo Homem e toda a sua Criação? Maria, a Mãe de Jesus, também foi a Díscipula perfeita de Jesus, seu amado Filho, pois seguia seus preceitos e ficou ao seu lado até à morte de Jesus. Maria também foi a Mãe Perfeita, a Mãe de Deus, e por desejo de Jesus se tornou a Mãe da Igreja e do Homem no colóquio final de Jesus com Maria e João Evangelista, seu discípula muito amado. Maria, junto com José e Jesus constituíram a Família de Nazaré, a Família Perfeita, como exemplo da Unidade da Trindade de Deus, em Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo, que devem servir de exemplo para as famílias humanas, famílias religiosas, comunidades, conforme nos aponta o Livro dos Atos dos Apóstolos que diz que os primeiros seguidores de Jesus tinham Um só Coração, Uma só alma, tinahm tudo em comum, Dividiam entre si os seus bens, não havendo necessitados entre eles, pois todos repartiam entre si os seus bens e Maria, a Mãe de Jesus, desfrutava entre os Apóstolos e esses Díscipulos de Jesus a mais alta consideração, não só por ser a Mãe de Jesus, mas porque Ela era aquele Modelo Perfeito de Santidade que todo cristão deve aspirar, para ser como Maria, também merecedor da Vida Eterna junto à Deus Pai, Deus Filho, os Santos Anjos do Senhor e os demais Santos do Paraíso, cujo início é aqui mesmo nesta nossa vida terrena com a nossa imitação de Santidade de Maria, a Cheia de Graças e Virtudes diante dos Homens e de Deus. Então, como fazer para vivermos esses aspectos da Espiritualidade e Teologia Mariana? É o que tentaremos colocar aqui neste espaço através de alguns aspectos dessa Espiritualidade Mariana. 
Para que nossa relação com Maria não seja apenas uma relação de veneração e devoção à Mãe de Jesus, consideremos os seguintes aspectos da vida de Maria: 
Como muitos outros mistérios da História de Salvação do Homem por Deus, Maria, como Mãe de Jesus, é um mistério de nossa fé cristã, e que deve se tornar para nós um ato de fé acreditar  que Maria faz parte da Salvação do Homem.
Conforme a História de Salvação do Homem, a figura de Maria começa a se configurar no Antigo Testamento e essa  História de Salvação do Homem é fartamente esmiuçada em diversas passagens dos Evangelhos, do livro dos Atos dos Apóstolos, das Cartas de São Paulo e dos demais Apóstolos e vai culminar no Livro do Apocalipse.
Vejamos a figura de Maria e do mistério que ela representa para nós, através de alguns aspectos retirados dos livros acima mencionados.
Ser a Mãe do Salvador é a culminância do mistério de Maria. Ser Mãe de Jesus, significa ser Mãe de Deus, daí o enorme mistério que esse fato envolve e por causa dessa Maternidade Divina, e em função dela, Maria foi conhecida de antemão por Deus e, portanto, Maria foi predestinada, chamada, justificada, santificada e glorificada conforme os Livros Sagrados acima citados e enfatizada em Rm 8,28 a 30: “Ora, nós sabemos que Deus concorre em tudo para o bem dos que O amam, daqueles que, segundo o seu desígnio, são eleitos” e Rm 29: “Porque os que de antemão conheceu, também os predestinou para serem à imagem de seu Filho, a fim de que Este fosse o Primogênito de muitos irmãos” Rm 30: “E aos que predestinou, a estes também os chamou; e aos que chamou, a esses justificou; e aqueles que justificou também os glorificou”.
Maria, portanto, para ser a Mãe de Jesus, a Mãe de Deus, foi pelo Pai ornada de todos os dons e carismas, conforme os Livros Sagrados citam: Cheia de Graça, Imaculada desde o primeiro instante da sua concepção (Conceição de Maria) e, portanto, Preservada do pecado original e de todo pecado, para ser a Mãe de Deus; Virgem, antes do parto, durante o parto e depois do parto; Elevada ao Céu em corpo e alma, porque Maria não estava sujeita ao pecado. E Maria, por ser a Mãe do Verbo Encarnado e do Filho de Deus feito Homem (Jesus para nós é o ápice da humanização do homem que cada um de nós deve almejar como cristão) e, portanto, Mãe de Deus, como foi proclamada no Concílio de Éfeso, em 431, que é tua Graça e tua Glória primordial nesse mistério do Amor de Deus pelo homem.
Maria deve ser proclamada como Mãe, que nos fala o Evangelho, quando no Calvário, seu Filho Crucificado te entrega João como Mãe e te entrega João como como filho e isto de Jesus agonizante que entregou seu sangue e a vida, tudo, num gesto final de seu Mandamento, quando entrega a própria Mãe, como ato de entrega a todos os seus Díscipulos e Seguidores, até o fim do mundo e da história. Portanto, Maria, se tornou também a Mãe dos homens seguidores de Cristo e, portanto, a Mãe da Igreja de Jesus.
Maria, pela sua humildade, uma simples mulher, vinda ao mundo por Adão e Eva, mas predestinada a ser, conforme os Evangelhos, a “Bendita entre as mulheres” (Lc 1,42), a “Cheia de Graça”, aquela a “quem todas as gerações chamam Bem-Aventurada”, portanto, a mais perfeita discípula de Jesus e, por isso, modelo e exemplo para todos nós, que devemos ver em ti a nossa Mãe e nós como teus filhos que te veneram, te prestam devoção, mas que, acima de tudo, deve ser vista como nosso modelo de cristão e assim ser imitada como o rosto do novo homem redimido por Jesus Cristo em sua plenitude. Quem ama deve identificar-se com Maria. Só depois é que deve vir a veneração, junto com a reverência, a admiração e o amor de todos os devotos, peregrinos de tua Festa e Círio de Nazaré.
Maria, que disse “Faça-se em mim segundo a Tua Palavra”, e meditava em seu coração os planos misericordiosos de Deus para com os Homens e também meditava e guardava em seu coração os misteriosos desígnios de Deus para si e para a humanidade, conforme segue abaixo e também aplicava essas lições no amor e no serviço concreto aos irmãos, conforme “As bodas de Canâ”, quando intercede pelo bom vinho dado aos irmãos e os serviços que foi prestar à sua prima Isabel, conforme Lc 1, 39 a 56, com a visita à Isabel e quando esta disse: “Bendita és tu entre as mulheres e Bendito é o fruto do teu Ventre” entre outras coisas e onde Maria cantou o seu Cântico de Amor, o Magnificat, onde, entre outras coisas diz: “A minha alma glorifica ao Senhor, e o meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador, porque olhou para a humilde condição de sua serva. De fato, desde agora Todas as Gerações me hão de chamar ditosa porque me fez grandes coisas o Onipotente. ...Derrubou os poderosos de seus tronos e exaltou os humildes. Encheu de bens os famintos e aos ricos despediu-os com as mãos vazias. ...”Maria ficou com Isabel cerca de três meses. Depois regressou para casa”.
O que se poder deduzir do encontro de Maria com sua prima Isabel? Maria não foi a Isabel para cantar o Magnificat, mas foi à serviço do irmão e encontrou receptividade em Isabel que reconheceu Maria como Mãe de Jesus, portanto Mãe de Deus e, por isso, também cantou esse Canto de Amor, que significa a Visão Social de Maria e os três meses com Isabel significa que Maria meditava, glorificava à Deus e amava o irmão.
Nós devemos recorrer sempre a Maria devido as nossas limitações, ocasionadas pelo pecado original e demais pecados e limitações humanas, pedir sempre a intercessão de Maria por nós e nossos irmãos conforme o que diz o “rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte” da nossa Ave-Maria.
E quanto a imagem de Nossa Senhora, que muitos criticam essa devoção, não devemos ver a louça, a madeira, o vidro, o barro ou outro qualquer material inanimado da imagem de Maria, mas o que está por trás, o que simboliza, conforme acima especificado. As imagens de Maria apenas procuram viabilizar o invisível e tornar sensível o espiritual, para melhor crescermos no Amor e na Misericórdia que o Filho de Maria, Jesus Cristo nos ensinou, para também sermos outros Jesus na Terra, portanto, outros filhos de Maria. Qual o filho que não tendo mais a presença física de sua mãe, não guarda com carinho as suas lembranças: cartas, retratos, esculturas, pinturas, objetos, jóias e demais lembranças?
Um testemunho da vivência da Espiritualidade Mariana:

José Jaime Brasil Xavier12 de outubro de 2013 07:05
Da série: jovens escritoras nascidas na boca do Rio Maratauíra, apresento a vocês o texto de Débora Xavier, minha filha, que ganhou o 1º Lugar no XVI Concurso de Redação do Círio de Nazaré, promovido pela Basílica de Nazaré. O concurso foi em 2010, entre alunos do 2º Grau, Débora tinha 15 anos e estudava no Colégio Marista. Débora Xavier:

SIGAMOS MARIA, TENHAMOS FÉ.
Débora Xavier
"Deus não habita mais em construções de pedra, em templos ou em um lugar sagrado, mas no ventre de uma mulher". A frase se refere à Maria, Rainha do Céu e da Terra, Virgem Santíssima Imaculada e, acima de tudo, mãe. Mãe porque ama e abençoa a nós, seus filhos pecadores. Mãe porque aceitou o Espírito Santo e, livre do pecado, deu à luz Jesus Cristo, o Salvador. Mãe porque, hoje e sempre, no céu, intercede junto a Deus por nós e nos dá o exemplo da esperança e da fé incondicional no Senhor. Bem-aventurada é Nossa Senhora, porque acreditou no poder do Altíssimo.
Eis que a primeira bem-aventurança do Evangelho de Lucas é a aceitação de Maria em conceber Jesus: ela foi bem-aventurada não porque viu, mas porque demonstrou os valores que ilustram a verdadeira devoção - fé, esperança, caridade e amor. Mesmo com todas as dificuldades que poderia enfrentar tendo um filho que não era de José, seu esposo, a mãe manifestou suas graças e aceitou sua missão.
Podemos ir a Maria para alcançar o Senhor como o Senhor foi a ela para nos alcançar. Por ser mãe, ela também será de nós advogada e auxiliadora, consolo e amparo. Mesmo cobertos de pecado e merecedores de castigo, teremos quem interceda em nosso favor: ela nos perdoa e nos leva a seu colo, limpos e felizes. Faz isso porque ama e acredita: tem fé na misericórdia divina e na nossa redenção.
Seguir o exemplo de Maria e carregar Jesus conosco: eis a verdadeira devoção. Carreguemos esta devoção em cada Ave-maria, em cada Salve-Rainha, em cada oração particular... Agradeçamos ao Senhor pela mãe que nos deu, santa, doce, imaculada e cheia de graça. Agradeçamos por, ainda na terra, podermos vivenciar a experiência com Deus, seja por meio da celebração do Círio, da Palavra inspirada pelo Espírito Santo, do Sacramento maior que é Jesus ou do modelo de fé e obediência deixado por Maria. Sejamos, enfim, como Nossa Senhora, e carreguemos Jesus dentro de nós.

MEDITAR A VIDA DE MARIA E TRANSPOR PARA A NOSSA VIDA CRISTÃ
A vida de Maria, conforme nos mostram as Sagradas Escrituras, é uma intensa e profunda forma de meditação sobre a vida da própria Mãe de Deus e que devemos transpor para a nossa vivência cristã.Vejamos o que nos dizem alguns pontos da vida de Maria que constam desses Livros Sagrados:
. A Anunciação pelo Arcanjo Gabriel à Virgem Maria de que ela seria a Mãe de Jesus, ocorreu no sexto mês

Blog do ADEMIR ROCHA, de Abaetetuba/PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário