Mapa de visitantes

quarta-feira, 21 de julho de 2010

GENEALOGIA ABAETETUBENSE 3

Genealogia Abaetetubense 3






GENEALOGIA ABAETETUBENSE-CONTINUAÇÃO 3

Esta lista, em ordem dos sobrenomes das famílias abaetetubense, contém os nomes das pessoas que constituíram a gênese do povo abaetetubense e ao lado de cada nome aparecem as datas referentes à nascimentos, falecimentos, casamentos ou eventos dos quais participaram e suas funções na sociedade ou das localidades de origem.

Procure seus ancestrais entre os nomes abaixo, dê sua opinião, comente ou faça seus acréscimos ou correções.

A lista inicia com alguns nomes e, no decorrer do tempo, vai aumentando com o acréscimo de outros nomes de personalidades abaetetubenses:

Família Caripuna:
• Antonio Francisco Correia Caripuna, dono de fazenda/engenho de açúcar São Francisco, século 18, em Abaeté.

Família Nery:
• Caíto Nery, origem na localidade Rio Quianduba, citado em 1944.
• Maria da Glória Miranda Nery, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Emídio Nery Sobrinho, vogal na Intendência: de Domingos de Carvalho em 1913-1915 e 1915-1918, Manoel Pinto da Rocha em 1918-1919, Cel. Aristides dos Reis e Silva em 1919-1922.
• Orminda da Cunha Nery, citada em documento de 1944.

• Philo Nery, vereador nos governos dos prefeitos: Pedro Pinheiro Paes (1948-1951), Joaquim Mendes Contente (1951-1955), João Luiz dos Reis (1959-1963).
• Jair Nery, historiador, vereador nas gestões dos prefeitos: Hildo Tavares Carvalho (1967-1970), Ronald Reis Ferreira (1977-1982).
• Jarbas Nery, vereador substituto na gestão do prefeito Aristides dos Reis Silva Sobrinho (1970-1972).

Família Nery da Costa:
• Emygdio Nery da Costa, tenente-coronel, Intendente de Abaeté (1894-1896) na instalação da cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• João Nery da Costa, (filho de Emygdio Nery da Costa), advogado, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Belmiro Nery da Costa, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Zacarias Nery da Costa, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.

Família Carvalho:
• Luiz Antonio de Carvalho, vogal da 2ª Câmara de Abaeté em 1884-1887 e 1887-1889.
• Manoel Ângelo Borges de Carvalho, secretário na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Theresa B. Carvalho, presente na instalação da cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Bento Benvenuto de Carvalho (pai de Raymundo Nominando de Carvalho), chefe político, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Raimundo Nominando de Carvalho, prefeito nomeado de Abaeté (1/3/1943-16/3/1943).
• Domingos de Carvalho, político da corrente de Lauro Sodré, Intendente de Abaeté em 1913-1915 e 1915-1918.
• Agostinho Martins Carvalho, vogal na Intendência do Dr. Lindolpho Cavalcante de Abreu em 1922-1926 e Garibaldi Parente em 1926-1930.
• Murilo Parente de Carvalho, dono do engenho Santa Cruz, Rio Campompema, início do século 20 e citado em documento de 1944.
• Bernardo Auto de Carvalho, foi Oficial de Justiça, músico da Banda Carlos Gomes, citado em documento de 1944.
• Francisco Maués Carvalho (filho de Murilo Parente de Carvalho), empresário, prefeito de Abaetetuba em dois mandatos (1993-1996 e 2001-2004).
• Diogo de Carvalho, construtor da antiga Igreja do Divino E. Santo na antiga praça de mesmo nome.
• Hildo Tavares Carvalho, gerente do BASA-Banco da Amazônia), prefeito eleito de Abaetetuba (1967-1970 e 1973-1977), fundador do Bancrévea Clube de Abaetetuba em 1/5/1964.

Família Castilho:
• Raimundo Castilho, citado em documento de 1944.

Família Novaes:
Dr. João da Silva Novais, médico. Vereador nas gestões dos prefeitos: Joaquim Mendes Contente (1951-1959), Pedro Pinheiro Paes (1955-1959), Francisco Leite Lopes (substituído em 1964) e o interventor Mariuadir Miranda Santos (1963-1967).

Família Vilaça:
• Galileu Villaça & Cia, dono do engenho de cachaça Santo Antonio, no Furo Tucumanduba, início do século 20.

Família Alencar:
• Antonio Alencar, vereador na gestão do prefeito Hildo Tavares Carvalho (1967-1970).

Família André:
• Ademir Barbosa André, origem na localidade Rio Caripetuba.
• Aládio Barbosa André/Pretinho,
• Ataíde Barbosa André/Tatá, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 2010.
• Elza Barbosa André, falecida, origem na localidade Rio Caripetuba.
• Joana Barbosa André, origem na localidade Rio Caripetuba.
• Júlia Barbosa André, origem na localidade Rio Caripetuba.
• Manoel Barbosa André/Japonês, origem na localidade Rio Caripetuba.
• Orêncio Barbosa André/Barbosa, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 2010.
• Raimundo Barbosa André/Diquinho Barbosa, origem na localidade Rio Caripetuba, comerciante, falecido em 2010.
• Thadeu Barbosa André/Tadico, origem na localidade Rio Caripetuba.
• Vartúlio Barbosa André/Vavá, origem na localidade Rio Caripetuba.

Família Carneiro:
• Isolina Carneiro, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Lúcia Carneiro, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.

• Manoel José Fernandes Carneiro, Presidente da Câmara de Abaeté em 1887-1889.
• Sebastião Fernandes Carneiro, vogal na Intendência: do Coronel Hygino Maués em 1908-1911, na intendência do major José Félix de Sousa em 1911-1913.

• Domiciano Maués Carneiro, citado em 1944.
• José Maués Carneiro, citado em 1944.

• Andrelina de Araujo Carneiro, citada em 1944.
• Balbina dos Santos Carneiro, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Domingos Rodrigues Carneiro, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• M. F. Carneiro, fabricante de açúcar e mel, no Furo Tucumanduba, início do século 20.
• Manuel Miranda Carneiro, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.

Família Bararuá:
• Lauro Bararuá, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.

Família Mercês:
• Leonor A. Mercês, origem na localidade Rio Jarumã, citada em 1944.
• Maria das Mercês, origem na localidade Rio Urubuéua, citada em 1944.

Família Teixeira:
• Leôncio Antonio Teixeira, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Maria V. Guedes Teixeira, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Família Abreu:
• Raimundo Abreu, citado em documento de 1944.

• Felinto de Abreu, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Lindolpho Cavalcante de Abreu, baiano, médico sanitarista em Abaeté, Intendente de Abaeté em 1922-1926.
• Pascoal Rodrigues de Abreu, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Roque de Abreu, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.

Família Andrade:
• Francisco Freire de Andrade, vogal na Intendência de Lindolpho Cavalcante de Abreu em 1922-1926.

Família Dias:
• Agenor Dias, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Antonio Dias, citado em 1944.
• Aprígio Dias, citado em 1944.
• Aprígio Ernesto Dias, vogal na Intendência de Domingos de Carvalho em 1913-1915.
• Felício Dias, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• João Bernardino Dias, vogal na Intendência de Domingos de Carvalho em 1913-1915.
• Manuel Dias, citado em 1944.
• Manuel José Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Marciano Dias
• Marciano Dias Filho, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Maria da Consolação Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Miguel Dias, origem na localidade Rio Urubuéua, citado em 1944.
• Niflor Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Sebastião João Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.

• Angelina Ribeiro Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Raimundo Ribeiro Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.

• Angelina Ferreira Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Antonio Ferreira Dias, citado em 1944.
• Carmo Ferreira Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Manuel E. Ferreira Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Maria Olinda Ferreira Dias, origem na localidade Rio Maracapucu-Miry, citada em 1944.
• Marita Ferreira Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Zimar Ferreira Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.

• Antonio Marques Dias/Antonico, c/c Joana Barbosa André.
• Otávia dos Santos Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Pedro S. Dias, origem na localidade Caripetuba, citado em 1944.

• Rosa da Silva Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Teodora Cardoso Dias, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.

Família Bahia:
• Raymundo Lício Bahia, vogal na Intendência de: Domingos de Carvalho em 1913-1915, Cel. Aristides dos Reis e Silva em 1919-1922, Lindolpho Cavalcante de Abreu em 1922-1926, Garibaldi Parente em 1926-1930.
• José Pinheiro Bahia, prefeito nomeado de Abaeté (5/3/1933-27/11/1934), vereador no governo de João Francisco Ferreira (12/2/1936-31/12/1937), ainda citado em 1944.

Família Vilhena:
• Manoel Antonio de Vilhena, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

• Edilson Ferreira Vilhena, citado em 1944
• Venâncio Ferreira Vilhena, dono do engenho São Pedro, Rio Quianduba, no início do século 20.

Família Bitencourt:
• André Bittencourt, citado em 1944.
• Henrique Bitencourt, dono do engenho Santo Antonio, Rio Vilhena, início do século 20 e com Engenho Nazaré, no Rio Domingos em Igarapé-Miry, que foi repassado para a firma Viúva Bitencourt & Cia, fabricante de cachaça.

• André da Silva Bitencourt, vereador na gestão do prefeito João Luiz dos Reis (1959-1963).
• Rosinete André Bitencourt, origem na localidade Baixo Matracapucu, citada em 1944.

Família Viana:
• Viana & Irmão, dona do engenho Santa Olinda, Rio Jarumã, início do século 20.

Família Coutinho:
• Duqueza Jorge Coutinho/Turquinha (casada com Oziel Pimentel Coutinho), citada em 1944.
• Ambrosina Pimentel Coutinho, citada em documento de 1944.
• Catarina Pimentel Coutinho, citada em documento de 1944.
• Maria Pimentel Coutinho.
• Ofir Pimentel Coutinho, citado em 1944.
• Orêncio Pimentel Coutinho, vereador no governo de João Francisco Ferreira (12/2/1936-31/12/1937).
• Octacílio Pimentel Coutinho.
• Oziel Pimentel Coutinho, citado em documento de 1946.

• Manoel dos Passos Coutinho, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Família Oliveira:
• Raimundo Oliveira, vereador no governo de João Francisco Ferreira (12/2/1936-31/12/1937).

• Eliezer Moraes de Oliveira, vice-prefeito na gestão de João de Deus Ferreira (1989-1992).
• Otaviano dos Santos Oliveira, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Valdemira C. Oliveira, citada em documento de 1944.
• Valdomiro C. Oliveira, citado em 1944.

Família Lopes:
• Carlos Victor Ferreira Lopes, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Elvira Bayma Ferreira Lopes, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Jorge Victor Ferreira Lopes Neto, Juiz de Direito da Comarca, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

• Francisco Lopes (pai de Francisco Leite Lopes), morador da localidade Ypixuna e um dos trabalhadores no alargamento e assentamento de pontes na Rod. Dr. João Miranda em 1919.
• Francisco Leite Lopes (filho de Francisco Lopes), prefeito eleito de Abaetetuba em 1963 e substituído pelo Ditadura Militar em 1964.
• Luiz Gonzaga Leite Lopes, professor, diretor da Escola São Francisco Xavier, prefeito de Abaetetuba (2005-2008).

Família Pires:
• João Antonio Pires, Oficial do Senado da Câmara de Beja em 1825.

Família Torres:
• Maria Luisa d’Albuquerque Torres, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Família Botelho:
• Antonia Maria Coutinho Botelho, vice-prefeita de Abaetetuba na gestão do prefeito Luiz Gonzaga Leite Lopes (2005-2008).

Família Miranda:
• Joalzirase Miranda, dono do jornal O Independente.

• Antonia Euphrosina Correa de Miranda, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Arlindo Leopoldo Correa de Miranda, Presidente da 1ª Cãmara de Abaeté em 7/1/1881-1884 e da 2ª Câmara em 1884-1887 e Vogal na Intendência de Manoel João Pinheiro em 1891-1894.
• Dr. João Evangelista Correa de Miranda, Juiz Substituto da Comarca, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895 e Intendente de Abaeté de 1902-1906, construtor da Rodovia Dr. João Miranda em 1904 e introdutor da Colônia Agrícola de mesmo nome, deputado na Assembléia Legislativa do Estado do Pará.
• Silvestre C. de Miranda, citado em documento de 1946.

• João Sertório de Miranda, citado em 1944.
• José Sertório de Miranda, citado em documento de 1944.

• Sarg. Alberto Vieira Miranda, 1º Instrutor do antigo Tiro de Guerra 646, de Abaeté, em 1902.
• Ana Vasconcelos Miranda, origem na localidade Rio Urubuéua, citado em 1944.
• Antonia Amélia Figueiredo Miranda, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Etelvino Silva de Miranda, citado em 1944.
• Maria da Glória Cunha Miranda, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Maria Luzia Reis Miranda, uma das fundadoras da antiga UEA-União Estudantil Abaetetubense em 28/2/1958, jornalista em Belém/Pa.
• Miguel da Silva Miranda, vereador na gestão do prefeito João de Deus Ferreira (1989-1992).
• Moisés Freire de Miranda, vereador na gestão do prefeito Aristides dos Reis e Silva Sobrinho (1970-1972).

Família Jorge:
• Miguel Jorge, citado em 1944.
• Duqueza Jorge, citada em 1944.

Família Barros:
• Maria Barros, c/c Raimundo Barbosa André.

• Alberto de Lima Barros, citado em 1944.
• Dulcinéa de Lima Barros, citada em 1944.

• Alferes Torquato Pereira de Barros, vogal da 1ª Câmara de Abaeté em 7/1/1881-1884 e como Tenente-Coronel Torquato Pereira de Barros foi Intendente de Abaeté em 1900-1902.
• Bernardino Pereira de Barros, professor, 1º diretor do Grupo Escolar de Abaeté em 1902.
• Cornélio Pereira de Barros, vogal na intendência: do Dr. João Evangelista Correa de Miranda em 1902-1906, na Intendência do Coronel Hygino Maués em 1906-1908.
• Joana Pereira de Barros, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.

• França de Miranda Barros, citada em documento de 1944.
• Francelina M. Barros, citada em 1944.

Família Barbagelata:
• Carlos Augusto Barbagelata, dono do jornal A Crônica Mirim, verador na gestão do prefeito Francisco leite Lopes e seu substituto o interventor Mariuadir Miranda dos Santos (1963-1967).

Família Silveira:
• Cornélio de Almeida Silveira, vereador nas gestões dos prefeitos: Hildo Tavares Carvalho (1973-1977), Ronald Reis Ferreira (1977-1982).

Família Campos:
• Antonio José Campos, Oficial do Senado da Câmara de Beja em 1825.

• Maria José Lobato Campos, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Flora Lobato Campos (mãe de Antonieta Paes), presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Família Viégas:
• Diê Margalho Viégas (filho de Santino Viégas), citado em 1944.
• João Nepomuceno Viégas, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Raimundo Nonato Viégas/Santino Viégas

Família Santos:
• Carmita Santos, citado em 1944.
• Chafia Santos, citada em 1946.
• Cindo Santos, citado em documento de 1944.
• Sebastião Santos, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.

• Aládio dos Santos, citado em 1944.
• Albertina dos Santos, origem na localidade Rio Maracapucu-Miry, citada em 1944.
• Anastácio Augusto dos Santos, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Antonio dos Santos, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Antonio Honorato dos Santos, citado em 1944.
• Argemiro dos Santos, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Aristides dos Santos, citado em 1944.
• Arquineu dos Santos, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Cordolina dos Santos, origem na localidade Rio Acaraqui, citada em 1944.
• Domingos dos Santos, citado em 1944.
• Francisca Marta dos Santos, citada em 1944.
• Francisco Augusto dos Santos, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Hilda dos Santos, origem na localidade Rio Quianduba, citada em 1944.
• João Antonio dos Santos, vogal da 2ª Câmara de Abaeté em 1884-1887 e 1887-1889.
• João dos Santos, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.
• José Joaquim dos Santos, vereador na gestão do prefeito João Alberto da Silva Bitencourt (1983-1988).
• José Maria dos Santos, origem na localidade Rio Urubuéua, citado em 1944.
• Júlio Orlando dos Santos, vereador na gestão dos prefeitos: Elzemar da Silva Paes (1997-2000), Francisco Maués Carvalho (2001-2004).
• Justino dos Santos, origem na localidade Rio Jarumã, citada em 1944.
• Kemil dos Santos, dono de engenho de cachaça Santa Maria no Rio Campompema no início do século 20, citado em 1944.
• Manuel dos Santos, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.
• Marciano dos Santos, origem da localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Maria Nazaré dos Santos, origem na localidade Rio Xingu, citada em 1944.
• Mimi dos Santos, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.
• Nazaré dos Santos, citada em 1944.
• Raimundo dos Santos, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.
• Raimundo dos Santos, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Romualdo dos Santos, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.
• Roque dos Santos, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Teodoro José dos Santos, citado em 1946.
• Theotônio Antonio dos Santos, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Vivi dos Santos, origem na localidade Rio Quianduba, citada em 1944.

• Antonia R. dos Santos, origem na localidade Rio Jarumã, citada em 1944.
• Bernardo Ferreira dos Santos, Juiz Ordinário do Senado da Câmara de Beja em 1828.
• Francisco Rocha Santos, origem na localidade Rio Urubuéua, citado em 1944.
• Haidée Barros Santos, citada em documento de 1944.
• Isabel Fonseca Santos, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Joana Soares dos Santos, origem na localidade Rio Urubuéua, citada em 1944.
• João Floresta dos Santos, vogal na Intendência de: Dr. Lindolpho Cavalcante de Abreu em 1922-1926 e Garibaldi Parente em 1926-1930.
• João Pedro Correa dos Santos, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• José Bilac dos Santos, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Júlia Dias dos Santos, origem na localidade Rio Maracapucu-Miry, citada em 1944.
• Otília Pereira dos Santos, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Pedro Quaresma dos Santos, fabricante de açúcar e mel, no Rio Cuitininga, no início do século.
• Raimundo Pantoja Santos, citado em 1944.
• Terezinha da Silva Santos, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Vigílio Quaresma dos Santos, fabricante de açúcar e mel, Rio Panacuéra, no início do século 20.

• Antonio Felix dos Santos, citado em documento de 1944.
• Tuphy Felix dos Santos, comerciante e citado em documento de 1944.

• Deodata Lobato dos Santos, origem na localidade Rio Jarumã, citada em 1944.
• Deodato Lobato dos Santos, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.
• Joana Lobato Santos, origem na localidade Rio Jarumã, citada em 1944.

• Iraci Ribeiro dos Santos, vereador na gestão dos prefeitos: Francisco Maués Carvalho (1993-1996), Elzemar da Silva Paes (1997-2000, falecido durante esse mandato).
• Iraci Ribeiro dos Santos Júnior, vereador nas gestões dos prefeitos Luiz Gonzaga Leite Lopes (2005-2008), Francinete Maria Rodrigues Carvalho (2009-...).

Família Barra:
• Dr. José Hermógenes Barra, citado em 1944.

Família Correa:
• Aluísio Monteiro Correa, vereador na gestão do prefeito Luiz Gonzaga Leite Lopes (2005-2008).
• Antonio Baptista Correa, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Pedro Rodrigues Correa, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.

Família Negrão:
• André Cursino Negrão, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Francisco Negrão.
• Francisco Negrão Neto, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.
• Raimunda Negrão, citada em 1944.
• Sebastião Negrão, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.
• Tomás Lourenço Negrão, fabricante de açúcar e mel, Rio Maracapucu, no início do século 20 e citado em 1944.

• Alcides Eufrásio da Conceição Negrão/Chita, vereador na gestão do prefeito Francisco Maués Carvalho (2001-2004), Luiz Gonzaga Leite Lopes (2005-2008), Francinete Maria Rodrigues Carvalho(2009-...).
• Iô Farias Negrão, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.
• Joana Viégas Negrão, origem na localidade Casa Branca, citada em 1944.

Família Solano:
• Julieta Silva Solano, citada em 1944.

Família Albuquerque:
• João Solano de Albuquerque (irmão de Raimundo Solano de Albuquerque).
• Oscar Solano de Albuquerque, comerciante em Abaeté e citado em documento de 1944.
• Raimundo Solano de Albuquerque, comerciante e dono do engenho de cachaça Santa Rosa, no Rio Guajarázinho e citado em documento de 1944.

• Josino Marques de Albuquerque, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Hildo da Costa Albuquerque, vereador na gestão do prefeito Luiz Gonzaga Leite Lopes (2005-2008).

Família Vaz:
• Marcelino Augusto Ferreira Vaz, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895 e vogal na Intendência do Padre Francisco Manoel Pimentel em 1896-1900.

Família Nahum:
• Hugo Lobato Nahum, vereador na gestão do prefeito Francisco Maués Carvalho (2001-2004).

Família Rocha:
• Adriana Dias da Rocha, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Manuel Nery da Rocha, origem na localidade Rio Urubuéua, citado em 1944.
• Manoel Pinto da Rocha, presente na instalação da cidade de Abaeté em 15/8/1895, vogal na Intendência de Domingos de Carvalho em 1915-1918, Intendente de Abaeté em 1918-1919.

• Olyntho Valentim da Rocha (pai de Ademar Lobato Rocha), presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Ademar Lobato Rocha (filho de Olyntho V. da Rocha), nascido em 1906, Chefe da Ag. do IBGE-Istituto Brasileiro de Geografia e Estatística, citado em documento de 1946.
• Ademar de Araujo Rocha (filho de Ademar Lobato Rocha).
• Adonai Olívio Rocha/Dodó, sapateiro (filho de Ademar Lobato Rocha)
• Adevaldo do Paixão Rocha, funcionário público (filho de Ademar Lobato Rocha).
• Adilson Olinto Rocha (filho de Ademar Lobato Rocha).
• Ademir Heleno Rocha, professor, memoralista (filho de Ademar Lobato Rocha).
• Adônis Oralndo Rocha, funcionário aposentado (filho de Ademar Lobato Rocha).
• Adenilson Luiz Rocha (filho de Ademar Lobato Rocha).

• Raimundo Sarges da Rocha, vereador na gestão do prefeito Aristides dos Reis e Silva Sobrinho (1970-1972).
• José Miguel da Silva Rocha, vereador na gestão dos prefeitos: Francisco Maués Carvalho (1993-1996 e 2001-2004), Elzemar da Silva Paes (1997-2000).
• José Afonso Silva Sarges Rocha, vereador na gestão do prefeito Luiz Gonzaga Leite Lopes (2005-2008).

Família Batista:
• Maria Nery Batista, citada em 1944.
Família Costa:
• Altino Costa, origem na localidade Casa Branca, vereador no governo do prefeito Pedro Pinheiro Paes (1948-1951) e deputado estadual no Pará.
• Benedito Aristides Costa, origem na localidade Rio Urubuéua, citado em 1944.
• Consolita Costa, origem na localidade Casa Branca, citada em 1944.
• Duca Costa, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Estelita Costa, citada em 1944.
• Jucá Costa, vereador nas gestões dos prefeitos: Pedro Pinheiro Paes e seu substituto Dionísio Edmilson Lobato (1955-1959), João Luiz dos Reis (1959-1963.
• Miguel Costa, citado em 1944.
• Paulo Costa
• Paulo Costa Filho, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Raimundo Costa, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Raimunda Georgina Costa, professora, citada em documento de 1944.
• Raimunda Nazaré Costa, origem na localidade Rio Maracapucu-Miry, citada em 1944.

• Angelino da Costa, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Tenente-Coronel Francisco Antonio da Costa, em 1835 defende a Vila de Abaeté da invasão dos revoltosos cabanos.
• Joana da Costa, origem na localidade Rio Quianduba, citado em 1944.
• José Benício da Costa, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Manoel Elpídio da Costa, vogal na Intendência do Cel. Aristides dos Reis e Silva em 1919-1922.
• Maria José da Costa, origem na localidade Rio Quianduba, citado em 1944.
• Maria José da Costa, origem na localidade Rio Urubuéua, citada em 1944.
• Maria Luzia da Costa, citada em 1944.

• Major Frederico Augusto da Gama Costa, oficial do Exército na Guerra do Paraguai.
• Major Rodrigo Augusto da Gama Costa (irmão do Major Frederico), oficial do Exército, na Guerra do Paraguai.

• Dolores Rodrigues da Costa, origem na localidade Rio Quianduba, citada em 1944.
• Domingos Rodrigues da Costa, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Maraí M. Rodrigues da Costa, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Maria. M. Rodrigues da Costa, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Maria Rodrigues da Costa, origem na localidade Rio Quianduba, citada em 1944.
• Maria M. Rodrigues da Costa, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Odinarte Rodrigues da Costa, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Raimundo Rodrigues da Costa, origem na localidade Rio Quianduba, citado em 1944.

• Alves & Costa, dona de engenho de cachaça Gentil, no Furo Gentil, início do século 20.
• Alcides Baía da Costa, citado em 1944.

• Alcindo F. Costa, origem na localidade Furo Panacuéra, citado em 1944.
• Ercílio Ferreira Costa, dono de engenho de açúcar e mel, no Rio Panacuéra, início do século 20.
• Helena Ferreira da Costa, origem no Rio Maracapucu, citada em 1944.

• Antonia Pinheiro da Costa, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• Antonio Pinheiro da Costa, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.

• Benedito Palheta da Costa, origem na localidade Rio Maracapucu-Miry, citado em 1944.
• Francisco Silva Costa, origem na localidade Rio Urubuéua, citado em 1944.
• Glicério Calandrine Costa, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.
• João de Araujo Costa/Becage, professor aposentado, Bioquímico, vereador na gestão do prefeito João Alberto da Silva Bitencourt (1983-1988).
• Josefina Cunha Costa, origem na localidade Casa Branca, citada em 1944.
• Manuel André da Costa, origem na localidade Rio Abaeté, citado em 1944.
• Maria Caldas Q. Costa, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• Maria Negrão Costa, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Raimunda Batista Costa, origem na localidade Rio Urubuéua, citada em 1944.
• Raimundo José dos Santos Costa, vereador nas gestões dos prefeitos: João de Deus Ferreira (1989-1992), Francisco Maués Carvalho (1993-1996), Elzemar da Silva Paes (1997-2000).
• Zacarias Nery da Costa, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.

Família Matos:
• Álvaro Matos, dono de engenho de cachaça São Pedro, Costa Maratauíra, início do século 20.
• Daniel Matos, c/c Elza Barbosa André.
• Miguel Matos, dono de engenho de cachaça São Sebastião, Rio Arumanduba, início do século 20.

Família Marques:
Sebastião da Costa Marques, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.

Família Paes:
• Edir Cardoso Paes, citado em 1946, vereador nas gestões dos prefeitos: João Luiz dos Reis (1959-1963), Aristides dos Reis e Silva Sobrinho (1970-1972).
• Francisco de Paula Paes, presente na instalação da cidade de Abaeté em 15/8/1895 e vogal: na Intendência do Padre Francisco Manoel Pimentel em 1896-1900, na Intendência do Tenente-Coronel Torquato Pereira de Barros em 1900-1902.
• Francisco de Paula Paes, artista plástico de pintura e escultura, 2010.
• João Batista Paes, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Leopoldo Ciciliano Paes, 1º Secretário do Grupo de Escoteiros de Abaeté em 1920.
• Lucídio Negrão Paes, comerciante, citado em documento de 1944.
• Pedro Pinheiro Paes, citado em 1946, fundador da LEA-Liga Esportiva de Abaetetuba em 1955, prefeito eleito de Abaeté (1948-1951 e 1955-1959), sendo substituído no último mandato pelo Presidente da Câmara Dionísio Edmilson Lobato, por motivo de morte.

Família Leão:
• Manoel de Souza Leão, fundador do Circulo Operário Abaeteense em 1954.

Família Bayma:
• Carlos Redig Bayma, presente na instalação da cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Carlota Bayma, presente na instalação da cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Família Garcia:
• Maria Pinheiro Garcia, presente na instalação da cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Bento Garcia, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Família Pinheiro:
• Antonio Pinheiro
• Antonio Pinheiro, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Antonio Pinheiro, fins do século 19.
• Antonio Pinheiro Filho, citado em 1944.
• Antonio Pinheiro Filho, dono do engenho de cachaça Santo Antonio, no Rio Quianduba, início do século 20.
• Felismina Augusta Pinheiro, presente na instalação da cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Francisco Etelvino Pinheiro, vogal na intendência: do Dr. João Evangelista Correa de Miranda em 1902-1906, na Intendência do Coronel Hygino Maués em 1906-1908 e 1908-1911, na intendência do major José Félix de Sousa em 1911-1913, vogal na Intendência de Domingos de Carvalho em 1913-1915 e 1915-1918.
• Dr. Francisco Paulo Pinheiro, advogado da Intendência de Abaeté em 1903 na questão das terras de Abaeté.
• João Pinheiro, origem na localidade Rio Urubuéua, citado em 1944.
• Capitão Manoel João Pinheiro, Intendente de Abaeté em 1891-1894.
• Manuel Tadeu Pinheiro, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Raimundo Osmar Pinheiro, vereador na gestão dos prefeitos: Francisco Maués Carvalho (1993-1996), Elzemar da Silva Paes (1997-2000).

• Ana Cardoso Pinheiro, citada em documento de 1944.
• José de Deus Pinheiro, origem na localidade Casa Branca, citada em 1944.
• Narciso Ferreira Pinheiro, citado em 1944.
• Raimundo da Conceição Pinheiro/Tamuatá, vereador nas gestões dos prefeitos: Ronald Reis Ferreira (1977-1982), João Alberto da Silva Bitencourt (1983-1988), João de Deus Ferreira (1989-1992).
• Raimundo Maués Pinheiro, vereador no governo de João Francisco Ferreira (12/2/1936-31/12/1937).
• Raimundo da Silva Pinheiro, citado em 1944.

• Maria da Conceição Góes Pinheiro, professora aposentada.
• Roberto do Carmo Góes Pinheiro, médico, vereador na gestão do prefeito Francisco Maués Carvalho (1993-1996).

Família Ruiz:
• José Benedito Ruiz, bejaense, Intendente de Abaeté em 17/4/1890-1891.

Família Parente:
• Garibaldi Parente, comerciante, industrial, dono de jornais em Abaeté, Intendente em 1926-1930.

Família Mac-Dowell:
• Dr.Samuel da Gama Mac-Dowell, advogado da Mitra Diocesana na questão das terras de Abaeté, em 1903.

Família Maués:
• Almerindo Maués, origem no Rio Abaeté, citado como comerciante marítimo em 1944.
• Ardêmios Maués (pai do músico Zé Mestring) e que foi um dos construtores da Capela de Nossa. S. de Nazaré no bairro de S. Lourenço em Abaeté.
• Firmo Maués, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Helena Maués, origem na localidade Casa Branca, citada em 1944.
• Heitor Maués, origem na Casa Branca, citado em 1944.
• Hygino Antonio Maués, vogal na Intendência: Coronel Hygino Maués (1908-1911), intendência do Major José Félix de Sousa (1911-1913), vogal na Intendência de Domingos de Carvalho (1913-1915 e 1915-1918).
• Coronel Hygino Maués, Intendente de Abaeté (1906-1908 e 1908-1911).
• Lalor Maués, vereador na gestão do prefeito Ronald Reis Ferreira (1977-1982).
• Maria da Conceição Maués, citada em 1944.
• Maria Celeste Maués, citada em 1944.
• Rosendo Maués, dono do engenho de cachaça Santo Antonio, Rio Mahuba e do engenho São Pedro, no Rio Panacuéra, início século 20 e citado em documento de 1944.

• Capitão Firmo Roberto Maués, vogal na Intendência de: Domingos de Carvalho (1915-1918), Manoel Pinto da Rocha (1918-1919), Cel. Aristides dos Reis e Silva (1919-1922), Lindolpho Cavalcante de Abreu (1922-1926), Garibaldi Parente (1926-1930) e citado como capitão em documento de 1944.
• Joaquim Emílio Roberto Maués, vogal da 2ª Câmara de Abaeté (1884-1887 e 1887-1889).
• José Honório Roberto Maués, dono de fazenda/engenho de açúcar São José no século 18, margem direita do Rio Tucumanduba/Abaeté, Comendador da Ordem de Cristo, recusou o cargo de 1º Intendente de Abaeté, período de 1890-1891.

• Emercindo Batista Maúes, dono do engenho de cachaça Santa Margarida, Rio Arapapu, início do século 20, vereador no governo do prefeito Pedro Pinheiro Paes (1948-1951) e citado em documento de 1944, marítimo em 1944.
• Miguel Pompeu Ferreira Maués, vereador nas gestões dos prefeitos: Francisco Maués Carvalho (1993-1996 e 2001-2004), Elzemar da Silva Paes (1997-2000).
• Pinheiro Maués & Cia/Engenho de cachaça São José, Rio Tucumanduba, início século 20.
• Eunice Carvalho Maués, origem na localidade Rio Caripetuba, citada em 1944.
• Margarida Maria C. Maués, citada em 1944.


Família Machado:
• Dr. Victorino Ribeiro Machado, agrônomo e agrimensor que fez a demarcação do Município de Abaeté em 1906.
• Francisco Tiago Machado, comerciante em Abaetetuba, aluno da 1ª turma de humanistas do Ginasio Bernardino Pereira de Barros, vereador nas gestões dos prefeitos: Hildo Tavares Carvalho (1967-1970), Aristides dos Reis e Silva Sobrinho (1970-1972).
• Expedito Machado, comerciante em Abaetetuba.

Família Pimentel:
• Fábia Pimentel (irmã de Francisca Pimentel), presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Francisca Pimentel, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

• Padre Francisco Manoel Pimentel, vigário de Abaeté, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895, intendente de Abaeté em 1896-1900.
• Manoel Francisco Pimentel, Vogal na Intendência de Manoel João Pinheiro em 1891-1894.

Família Lobato:
• Alfredo Lobato
• Alfredo Lobato Filho, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Braselina de Jesus Lobato, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Professora Cesarina Lobato, citada em documento de 1944.
• Duquinha Lobato, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Elesbino Lobato, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Frutuoso Lobato, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.
• Gustavo Augusto Lobato, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Hilário da Silva Lobato, citado em 1944.
• Ismael Amphilóquio Lobato, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Joana Lobato, origem na localidade Rio Jarumã, citada em 1944.
• João Lobato, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Manoel Antonio Lobato, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Manuel Raimundo Lobato, origem na localidade Rio Urubuéua, citado em 1944.
• Maria da Glória Lobato, citada em documento de 1944.
• Paulino Lobato, origem na localidade Rio Abaeté, citado em 1944.
• Sebastião Lobato, citado em documento de 1944.
• Zizino Lobato, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.

• Dionísio Edmilson Lobato, vereador nas gestões dos prefeitos: Joaquim Mendes Contente (1951-1955), Pedro Pinheiro Paes (1955-1959, sendo o substituto deste como prefeito-tampão por motivo de morte).
• Dionísio Pedro Lobato (pai de Lydia e Messias de Sigmaringa Lobato), presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Fortunato Lobato, citado em documento de 1944.
• Lydia Z. Lobato (filha de Dionísio Pedro Lobato), presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Manoel Joaquim da Silva Lobato (filho de Dionísio Pedro Lobato e enteado Hermínio Pauxis), funcionário público e músico co-fundador da Banda Carlos Gomes, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Messias de Sigmaringa Lobato (filho de Dionísio Pedro Lobato, pai de Dionísio Edmilson Lobato), advogado, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

• Crisanto Lobato.
• Crisanto Lobato Filho (filho de Crisanto Lobato), ferreiro, vereador nas gestões dos prefeitos: Hildo Tavares Carvalho (1973-1977), Ronald Reis Ferreira (1977-1982).
• Edilson da Silva Lobato/Perácio, (filho de Crisanto Lobato), ferreiro, futebolista, vereador na gestão do prefeito Hildo Tavares Carvalho (1973-1977).

• Carlos da Silva Lobato, origem na localidade Rio Xingu, citado em 1944.
• Clotilde P. Lobato, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Coronel Jaime Dacier Lobato, citado em documento de 1944.
• Geraldo da Cruz Melo Lobato, Vogal na Intendência de Manoel João Pinheiro em 1891-1894.
• F. Lobato & Cia, dono de engenho de cachaça São João, Rio Guajarázinho, início do século 20.
• Francisco de Miranda Lobato, vereador no governo de João Francisco Ferreira (12/2/1936-31/12/1937).
• Hilário da Silva Lobato, citado em 1944.
• Josefina dos Santos Lobato, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.
• João Bosco Pinheiro Lobato, professor aposentado, vereador na gestão do prefeito Ronald Reis Ferreira (1977-1982).
• Marcela dos Anjos Lobato, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Manuel F. Lobato, origem na localidade Bacuri do Curuperé, citado em 1944.
• Maria Sales Lobato, citado em 1944.

Família Sampaio:
• Alacy Sampaio, vereador na gestão do prefeito Joaquim Mendes Contente (1951-1955).
Família Soares:
• Ernesto Fausto Soares, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Fernando Soares, citado em documento de 1944.
• Manoel Jorge Soares, Juiz do Senado da Câmara de Beja (1804-1805).
• Sebastiana Dias Soares, origem na localidade Rio Maracapuru, citada em 1944.

• Raimunda Sena Soares, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Romana Sena Soares, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.

Família Lacerda:
• José Pereira Lacerda, Juiz Ordinário do Senado da Câmara de Beja em1805-1822 e 1825.
• Nicássio Pereira de Lacerda, Oficial do Senado da Câmara de Beja em 1827.

Família Brandão:
• Miquilino José Lopes Brandão, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Família Moraes:
• Heitor Maués.
• José Heiná Maués, advogado.
• Joserlina Raimunda Maués de Moraes, professora, diretora da escola Bernardino Pereira de Barros, vereadora na gestão dos prefeitos: João Alberto da Silva Bitencourt (1983-1988), João de Deus Ferreira (1989-1992).

Família Cantal:
• Joanna C. da S. Cantal, presente na instalação da cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Família Sousa:
• Abílio Sousa, comerciante, citado em documento de 1946.
• Emiliana Sousa, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Paulo Souza, Oficial do Senado da Câmara de Beja (1822-1824).
• Vitorina Sousa, citada em 1944.

• João Arlindo de Sousa, citado em documento de 1944.
• José Felipe de Sousa, citado em 1944.
• José Maria de Souza, vereador na gestão do prefeito Francisco Leite Lopes e seu substituto interventor em 1964, Mariuadir Miranda dos Santos (1963-1967.

• Major José Félix de Souza, vogal na Intendência: do Padre Francisco Manoel Pimentel em 1896-1900, na Intendência do Tenente-Coronel Torquato Pereira de Barros em 1900-1902, da intendência do Dr. João Evangelista Correa de Miranda em 1902-1906, na Intendência do Coronel Hygino Maués em 1906-1908 e 1908-1911, Intendente de Abaeté em 1911-1913 e não aceitou a Intendência de Abaeté em 1915-1918.
• Leonardo Negrão de Souza, professor, vereador nas gestões dos prefeitos: Aristides dos Reis e Silva (1970-1972), Hildo Tavares Carvalho (1973-1977), Ronald Reis Ferreira (1977-1982).
• Miguel Varela de Sousa, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Nilson Cardoso de Sousa, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Nirvana Silva de Sousa, citada em 1944.
• Professora Orlandina Lima Sousa, citada em documento de 1946.

Família Gonçalves:
• João Gonçalves, nasceu por volta de 1854.
• João Gonçalves Filho, vogal da 2ª Câmara de Abaeté em 1884-1887 e 1887-1889.

• Egídio Miranda Gonçalves (c/c Olinda Contente Gonçalves), citado em 1944.
• Olinda Contente Gonçalves (c/c Egídio Miranda Gonçalves), citada em 1944.

• Manuel Ferreira Gonçalves, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Maria Ferreira Gonçalves, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.

• Juvenal Nery Gonçalves, citado em 1944.

Família Chaves:
• Armínia Chaves, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Maria da Conceição Chaves, citada em 1944.
• Olívia Chaves, citada em 1944.

• Antonio Luiz Gonçalves Chaves, músico co-fundador da Banda Carlos Gomes em 1880, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Joaquim Gonçalves Chaves, vogal na Intendência de Manoel João Pinheiro em 1891-1894 e na Intendência de Emygdio Nery da Costa em 1894-1896.
• José Gonçalves Chaves, português, abolicionista no século 19.
• José Gonçalves Chaves, citado em 1944.

Família Barbosa:
• Augusto Geraldo Barbosa, vogal na Intendência de Manoel João Pinheiro em 1891-1894 e na Intendência de Emygdio Nery da Costa em 1894-1896.
• Maria Aurélia Barbosa, presente na instalação da cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• José Ferreira Barbosa, vogal na Intendência de: Dr. Lindolpho Cavalcante de Abre em 1922-1926, Garibaldi Parente, 1926-1930.
• Felipe dos Santos Barbosa, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Manoel Barbosa, citado em documento de 1944.
• Thomé dos Santos Barbosa, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.

Família Rodrigues:
• Adalgisa Rodrigues, c/c Ataídes Barbosa André/Tatá.
• Alfredo Rodrigues, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Antonio Agenor Rodrigues, vereador na gestão do prefeito Elzemar da Silva Paes (1997-2000).
• Antonio Rodrigues, origem na furo Panacuéra, citado em 1944.
• Artur Rodrigues, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Bonifácio Rodrigues, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Eugênia Rodrigues, origem na localidade Bacuri do Curuperé, ciatada em 1944.
• Felipe Rodrigues, vereador no governo do prefeito Pedro Pinheiro Paes (1948-1951).
• Henrique Rodrigues, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Hygino Rodrigues, que foi um dos trabalhadores do alargamento e construção de pontes da Rod. Dr. João Miranda em 1919.
• Isidoro Antonio Rodrigues, prigem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• João Pedro Rodrigues, Oficial do Senado da Câmara de Beja em 1825, 1827.
• José Rodrigues, vereador na gestão do prefeito Hildo Tavares Carvalho (1967-1970).
• José Benedito Rodrigues (pai do músico Adalberto Benedito Rodrigues), vogal da Intendência de Abaeté em 7/1/1881-1884.
• Juvenal Rodrigues, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.
• Manoel José Rodrigues, Oficial da Câmara de Beja (1822-1824).
• Manuel Rodrigues, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Manoel da Conceição Rodrigues, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Manuel José Rodrigues, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Manuel Nascimento Rodrigues, citado em 1944.
• Manuelzinho Rodrigues, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Maria Assunção Rodrigues, citada em 1944.
• Maximiano Antonio Rodrigues, professor, citado em documento de 1944.
• Maximiano Cândido Rodrigues, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Miguel Rodrigues, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.
• Olga Raimunda Rodrigues, origem na localidade Rio Quianduba, citada em 1944.
• Olga Raimunda Rodrigues, citada em 1944.
• Raimundo Estelito Rodrigues, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Raimundo Rodrigues, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Raimundo Rodrigues, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Segismundo Augusto Rodrigues, fabricante de açúcar e mel, Rio Panacuéra, início do século 20.
• Silvio Zélio Rodrigues vereador nas gestões dos prefeitos: Hildo Tavares Carvalho (1973-1977), Ronald Reis Ferreira (1977-1982).
• Terezinha de Jesus Rodrigues, origem na localidade Rio Caripetuba, citada em 1944.
• Tomé Rodrigues, Juiz Ordinário do Senado da Câmara de Beja (1822-1824).
• Vital Luiz Rodrigues, Oficial do Senado da Câmara de Beja (1822-1824).

• Carmelina Ribeiro Rodrigues, origem na localidade Rio Quianduba, citada em 1944.
• Manuel Ribeiro Rodrigues, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.

• Felipe do Espírito Santo Rodrigues, vereador na gestão do prefeito Pedro Pinheiro Paes e seu substituto Dionísio Edmilson Lobato (1955-1959).
• Manoel do Espírito Santo Rodrigues, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

• Benedita Negrão Rodrigues, origem na localidade Furo Panacuéra, citada em 1944.
• Gudo Negrão Rodrigues, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.
• Joana Negrão Rodrigues, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• João negrão Rodrigues, origem na localidade Furo Panacuéra, citado em 1944.
• Raimundo Negrão Rodrigues, origem na localidade Furo Panacuéra, citado em 1944.
• Raimundo Negrão Rodrigues, vereador na gestão do prefeito Pedro Pinheiro Paes e seu substituto Dionísio Edmilson Lobato (1955-1959).

• Abel Guimarães Rodrigues, dono de engenho de cachaça São João, Rio Bacuri, início do século 20.
• Indalécio Guimarães Rodrigues, dono de engenho de cachaça Perseverança, Rio Quianduba, início do século 20.
• Noé Guimarães Rodrigues, dono de engenho de cachaça São Jerônimo, Rio Panacuéra, no início do século 20.

• Ana Cardoso Rodrigues, origem na localidade Rio Urubuéua, citada em 1944.
• Ana Cardoso Rodrigues, origem na localidade Bacuri do Curuperé, citada em 1944.
• Antonia Farias Rodrigues, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• Carmelina Ribeiro Rodrigues, origem na localidade Rio Quianduba, citada em 1944.
• Eurico da Costa Rodrigues, vereador na gestão do prefeito João Luiz dos Reis (1959-1963).
• Herundina de Sousa Rodrigues, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• João O. Rodrigues, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Joaquina Mascarenhas Rodrigues, origem na localidade Rio Quianduba, citada em 1944.
• Manoel Adoque Rodrigues, origem na localidade Furo Panacuéra, citado em 1944.
• Manoel de Melo Rodrigues, vereador na gestão do prefeito Luiz Gonzaga Leite Lopes (2005-2008).
• Maria C. Rodrigues, origem na localidade Rio Jarumã, citada em 1944.
• Maria Ferreira Rodrigues, citada em 1944.
• Maria Ferreira Rodrigues, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• Raimunda B. Rodrigues, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• Raimundo F. Rodrigues, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Tacielo Silva Rodrigues, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Virgínia Magno Rodrigues, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.

Família Nunes:
• José Joaquim Nunes, dono de engenho de cachaça São José, Costa Maratauíra, início do século 20.
• Raimundo da Paz Nunes, fabricante de açúcar e mel, Rio Cuitininga, início do século 20.

Família Brito:
• Luiza Ferreira de Brito, citada em 1944.

Família Alves:
• Alves & Costa, dona de engenho de cachaça Gentil, no Furo Gentil, início do século 20.
• Felipe Alves, citado em 1944.
• Raimundo Alves, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Raimundo Roque Alves, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.

Família Menezes:
• Stolino Alves Menezes, origem na localidade Rio camotim, citado em 1944.

Família Carmo:
• Benedita do Carmo, citada em 1944.
• Deusarina do Carmo, citada em 1944.
• Maria do Carmo, citada em 1944.
• Maria de Nazaré do Carmo, citada em 1944.

Família Fortunato:
• José Augusto Fortunato, vogal da 1ª Câmara de Abaeté em 7/1/1881-1884.

FamíliaFreitas:
• Camilo José Freitas, vogal da 1ª Câmara de Abaeté em 7/1/1881-1884.

Família Macedo:
• Maria Maués Macedo, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• Oto de Jesus Correa Macedo, vereador nas gestões dos prefeitos: Elzemar da Silva Paes (1997-2000), Francisco Maués Carvalho (2001-2004).

Família Araujo:
• Manoel Araujo, fabricante de açúcar e mel, Rio cuitininga, início do século 20.

• Leôncio Pereira de Araujo, Vogal na Intendência de Manoel João Pinheiro em 1891-1894.

• Felippe Santiago de Araujo (filho de Luiz Joaquim de Araujo e tios dos abaixo citados), nascido na Ilha de Tabatinga/Abaeté por volta do ano de 1866, vogal da 1ª Câmara de Abaeté em 7/1/1881-1884.

• Lauro Ribeiro de Araujo, citado em documento de 1946.
• Prudente Ribeiro de Araujo.
• Pedro Ribeiro de Araujo
• Angelina Ribeiro de Araujo.
• Licínio Ribeiro de Araujo.
• Raimundo Ribeiro de Araujo.

• Joaquim Fonseca de Araujo, vereador na gestão do prefeito Pedro Pinheiro Paes e seu substituto Dionísio Edmilson Lobato (1955-1959).
• João de Deus Araujo, vereador na gestão do prefeitos: Aristides dos Reis e Silva Sobrinho (1970-1972), Hildo Tavares Carvalho (1973-1977).
• Everaldo da Silva Araujo, médico, empresário, vereador na gestão do prefeito Francisco Maués Carvalho (1993-1996).
• Naircelis da Silva Araujo, citada em 1944.

• Ramiro Pereira de Araujo.
• Bruna Lima de Araujo (esposa de Ramiro Pereira de Araujo), citada em 1944.

Família Maciel:
• Maria Joaquina Maciel, citada em 1944.
• Vicente Maciel, ferreiro, antigo músico da Banda Carlos Gomes, citado em documento de 1944.

• Vanildo Silva Maciel/Pipico, vereador nas gestões dos prefeitos: Francisco Maués Carvalho (2002-2004), Luiz Gonzaga Leite Lopes (2005-2008), Francinete Maria Rodrigues Carvalho (2009-...).

Família Furtado:
• Leonardo Antonio Furtado, vogal da 1ª Câmara de Abaeté em 7/1/1881-1884.

Família Amanajás:
• Hygino Cardoso Amanajás, vogal da 2ª Câmara de Abaeté (1884-1887 e 1887-1889), jornalista redator do jornal O Abaeteense, deputado, diretor do Diário Oficial do Estado do Pará.
• Wilson Pedrosa Amanajás, deputado que muda o nome da cidade de Abaetetuba para Abaeté do Tocantins em 1961.

Família Pontes:
• João Nepomuceno de Pontes, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Zizina de Araujo Pontes (casada com Emiliano de Lima Pontes), citada em 1944.
• Emiliano de Lima Pontes, filho de João Nepomuceno Pontes e pai dos abaixo), comerciante marítimo citado em 1944.
• Alpha de Araujo Pontes (neta de João Nepomuceno Pontes), citada em documento de 1944.
• Benvinda de Araujo Pontes (neta de João Nepomuceno Pontes, irmã de Alpha), professora em 1969.
• Clélia de Araujo Pontes.
• Deodato de Araujo Pontes.
• Expedito de Araujo Pontes.
• Felício de Araujo Pontes.
• Genuíno de Araujo Pontes.

• Luzia Araujo Pontes, citada em documento de 1944.
• Orivaldo de Araujo Pontes, citado em 1944.

Família Lima:
• Eurico Lima, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Professora Iraídes Lima, citada em documento de 1944.
• João Batista Lima, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.
• Ricarda Lima, origem na localidade Bacuri do Curuperé, citada em 1944.

• Celestino de Lima, citado em 1944.
• Francisco de Paula Lima, citado em 1944.
• Genésio Augusto de Lima, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Isabel de Lima, origem na localidade Rio Jarumã, citada em 1944.
• João Sulpício de Lima, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Manuel Sandoval de Lima, citado em 1944.
• Maria Madalena de Lima, citada em 1944.
• Maria Orlanda de Lima, origem na localidade Rio Jarumã, cotada em 1944.
• Narciso Antonio de Lima, origem na localidade Bacuri do Curuperé, citado em 1944.

• Samuel Antonio Mac-Dovell de Lima, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Domingos Mac-Dowell de Lima, vogal na Intendência de: Domingos de Carvalho em 1915-1918, Manoel Pinto da Rocha em 1918-1919.

• Leopoldo Anísio de Lima (pai de Bruna e Maroca Lima), meio-irmão de Emygdio Nery da Costa), vogal da Intendência de Abaeté em 6 períodos (1891-1894, 1894-1896, 1896-1900, 1900-1902, 1902-1906 e 1906-1908), inclusive em 15/8/1895 quando da instalação da Cidade de Abaeté.


• Ângela Maria C. Lima, origem na localidade Rio Caripetuba, citada em 1944.
• Bento da Cruz Lima, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Casemira dos Santos Lima, citada em 1944.
• Cota Abreu de Lima, origem na localidade Rio Jarumã, citada em 1944.
• Ernesto Cardoso de Lima, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Francisca Ramos de Lima, citada em 1944.
• Francisco Ramos de Lima, origem na localidade Bacuri do Curuperé, citada em 1944.
• Joaquim Rodrigues de Lima, vogal na Intendência: do Tenente-Coronel Torquato Pereira de Barros em 1900-1902, da intendência do Dr. João Evangelista Correa de Miranda em 1902-1906, na Intendência do Coronel Hygino Maués em 1906-1908 e 1908-1911, na intendência do Major José Félix de Sousa em 1911-1913.
• Maria de Brito Lima, citada em 1944.
• Severiano da Silva Lima, citado em 1944.
• Simão da Costa Lima, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Trajano Ayres de Lima, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

• Caetano dos Santos Lima, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Casemira dos Santos Lima, citada em 1944.

• Olympio da Silva Lima, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Olyntho da Silva Lima, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Severiano da Silva Lima, citado em 1944.

• Ildefonso Correa Lima, citado em documento de 1944.
• Raimundo Nonato Correa Lima, um dos fundadores da antiga UEA-União Estudantil Abaetetubense em 28/2/1958.
• José Correa Lima/Zé do Pará, vereador na gestão do prefeito Hildo Tavares Carvalho (1967-1970).

• Francisco Lima/Chico Lima, comerciante, fundador da entidade futebolística Itatiaia Sport Club.
• Sandoval de Almeida Lima, vereador na gestão do prefeito Hildo Tavares Carvalho (1967-1970).

• Dulcídio de Araujo Lima, vereador na gestão do prefeito Francisco Leite Lopes e seu substituto interventor em 1964, Mariuadir Miranda dos Santos (1963-1967.

Família Quaresma:
• Aluízio de Lima Quaresma, citado em 1944.

Família Martins:
• Walter Edilberto Gomes Martins, vereador na gestão do prefeito Francisco Maués Carvalho (1993-1996).
• Raimundo Maria Campos Martins, vereador na gestão do prefeito Luiz Gonzaga Leite Lopes (2005-2008).

Família Anselmo:
• Fernandes de Oliveira Anselmo, vereador nas gestões dos prefeitos: Francisco Maués Carvalho (1993-1996 e 2001-2004), Elzemar da Silva Paes (1997-2000), Luiz Gonzaga Leite Lopes (2995-2008).

Família Cardoso:
• Alexandre Antonio Cardoso, vogal na Intendência: do Tenente-Coronel Torquato Pereira de Barros em 1900-1902, da intendência do Dr. João Evangelista Correa de Miranda em 1902-1906, na Intendência do Coronel Hygino Maués em 1906-1908.
• Antonio Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Brasiliano Cardoso, origem na localidade Rio Abaeté, citado em 1944.
• Brasilino Cardoso, origem Furo Panacuéra, citado em 1944.
• Esperidiana Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Francisca Herundina Cardoso, origem na localidade Rio Xingu, citada em 1944.
• Jerônimo Cardoso, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• João Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• João Alcides Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• João Esmerino Cardoso, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• José Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Manoel Laurindo Cardoso, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Manoel Pedro Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Maria Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Maria Zaíde Cardoso, professora, 1993.
• Maximiniano Silvino Cardoso, prefeito nomeado de Abaeté em 1930-5/3/1933, na Revolução de 1930.
• Maximiano Sudário Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Miguel Archanjo Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Naíde Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Raimunda Cardoso, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• Raimundo Cardoso, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Raimundo Cardoso, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.
• Rosiana Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Teodomiro Cardoso, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Terezinha Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.

• Antonio de Figueiredo Cardoso, citado em documento de 1944.

• Antonio Felix Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Auta Correa Cardoso, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• Domingas de Sena Cardoso, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Esmerina Neves Cardoso, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• Horácio Maués Cardoso, citado em 1944.
• Joana Albuquerque Cardoso, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• Raimundo André Cardoso, origem na localidade baixo Maracapucu, citado em 1944.
• Rodrigo José de Assis Cardoso, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Maximiniano Melo Cardoso, que foi um dos trabalhadores do alargamento e construção de pontes da Rod. Dr. João Miranda em 1919.
• Maria Oliveira Cardoso, origem na localidade Rio camotim, citada em 1944.
• Raimunda F. Cardoso, origem na localidade Bacuri do Curuperé, citada em 1944.
• Raimundo André Cardoso, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.
• Venina F. Cardoso, origem na localidade Bacuri do Curuperé, citada em 1944.

• Luiza Gonçalves Cardoso, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Luiz Gonçalves Cardoso, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.

Família Bronze:
• Silvino da Silva Bronze, citado em 1944.

Família Cunha:
• Adolfo Cunha, citado em 1944.
• Dalca Leite Cunha, citada em 1944.

Família Silva:
• Alcides Silva, citada em 1944.
• Antonio Silva, citado em 1944.
• Benedito Silva, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.
• Constância Silva, citada em 1944.
• Diquinha Silva, citada em 1944.
• Esmeralda Silva, citada em documento de 1944.
• Filomena Silva, origem na localidade Rio Acaraqui, citada em 1944.
• Francisca Silva, origem na localidade Bacuri do Curuperé, citada em 1944.
• Horácio Silva, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.
• J. Silva, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Juquita Silva, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.
• Manoel Antonio Silva, Vogal na Intendência de Manoel João Pinheiro em 1891-1894.
• Manuel Silva, citado em documento de 1944.
• Maria Silva, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Maria Madalena Silva, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Micas Silva, origem na localidade Rio Abaeté, citado em 1944.
• Nereu Silva, citado em 1946.
• Nhaco Silva, origem na localidade Rio Abaeté, citado em 1944.
• Pedro Silva, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Raimunda Silva, c/c Aládio Barbosa André/Pretinho.
• Sebastião Silva, origem na localidade Furo Panacuéra, citado em 1944.
• Sizina Silva, citada em documento de 1946.

• Benedita da Silva, c/c Vartúlio Barbosa André/Vavá.
• Dulcelina Rosa da Silva, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Latino Lídio da Silva, vereador no governo de João Francisco Ferreira (12/2/1936-31/12/1937), prefeito nomeado de Abaeté (12/2/1946-18/2/1946 e 12/7/1946-208/1947).
• Manuel Américo da Silva, citada em 1944.
• Zolima da Silva, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.

• Maria de Almeida Silva, origem na localidade Rio Quianduba, citada em 1944.
• Raimundo de Almeida Silva, origem na localidade Rio Quianduba, citado em 1944.

• Coronel Aristides dos Reis e Silva, comerciante, nativista abaeteense, dono de jornais, Intendente de Abaeté em 1919-1922, que fez o alargamento e construção de pontes da Rod. Dr. João Miranda em 1919, Presidente do Grupo de Escoteiros de Abaeté em 1929, prefeito nomeado em 1/1/1938-28/2/1943, deputado na Assembléia Legislativa do Pará em várias legislaturas que chegou ao cargo de Secretário e Presidente da Assembléia.
• Aristides dos Reis e Silva Sobrinho, vereador na gestão do prefeito Francisco Leite Lopes e seu substituto interventor de 1964, Mariuadir Miranda Santos (1963-1967), prefeito de Abaetetuba (1970-1972), vice-prefeito na gestão do prefeito Hildo Tavares Carvalho (1967-1970).
• Hildefrides dos Reis e Silva, comerciante de regatão e um dos construtores da Capela de Nossa S. de Nazaré no bairro de S. Lourenço em Abaeté.

• Jandir Ferreira da Silva, vereador nas gestões dos prefeitos: João Alberto da Silva Bitencourt (1983-1088), João de Deus Ferreira (1989-1992).
• José Maria Ferreira da Silva, vereador na gestão do prefeito Francisco Maués Carvalho (1993-1996).
• Raimunda Ferreira da Silva, origem na localidade Rio Caripetuba, citada em 1944.

• Isaura dos Santos Silva, citada em 1944.
• Laura dos Santos Silva, citada em 1944.
• Miguel dos Santos Silva, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Terezinha dos Santos Silva, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.

• Pedro Gomes da Silva, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Raimunda Gomes e Silva, origem na localidade Rio Jarumã, citada em 1944.

• Ana Farias da Silva, origem na localidade Rio Maracapu, citada em 1944.
• Estefânia Farias Silva, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.

• Acrísio Villaça da Silva, vogal na Intendência de Garibaldi Parente em 1926-1930.
• Adalberto de Oliveira Silva, dono de engenho de cachaça Santa Rosa, Rio Guajarázinho, no início do século 20.
• Adelina Guimarães da Silva, origem na localidade Furo Panacuéra, citada em 1944.
• Ana Bitencourt da Silva, citada em 1944.
• Ananias X. da Silva, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Antonio Pinheiro Silva, citado em 1944.
• Dr. Armando Bráulio Paul da Silva, Juiz da Comarca de Abaeté em 1969.
• Arquimima Marques da Silva, fabricante de açúcar e mel, Rio Tucumanduba, no início do século 20.
• Carlos Machado da Silva, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Custódio Dias da Silva, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.
• Domingos F. da Silva, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.
• Elton Edinésio Maués da Silva, vereador na gestão dos prefeitos: Francisco Maués Carvalho (1993-1996 e 2001-2004), Luiz Gonzaga Leite Lopes (2005-2008).
• Eurico Batista da Silva, origem na localidade Rio Urubuéua, citada em 1944.
• Horácio de Deus e Silva, baiano, fiscal de rendas e músico, fundador da Banda Henrique Gurjão em 1904, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Josué Maria Costa da Silva, vice-prefeito na gestão do prefeito Francisco Maués Carvalho (1993-1996).
• Manoel Miranda da Silva, dono de engenho São Sebastião, Rio Vilhena, início do século 20.
• Manuel E. F. da Silva, origem na localidade Maracapucu, citado em 1944.
• Maria F. da Silva, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Maria J. Ribeiro da Silva, citada em 1944.
• Maria da Silva Gomes, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Otávia Negrão Silva, origem na localidade Maracapucu-Miry, citada em 1944.
• Raimunda Pereira Silva, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Raimunda R. Silva, origem na localidade Rio Jarumã, citada em 1944.
• Raimunda Magno da Silva, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Raimundo Azevedo Carvalho da Silva, vereador na gestão do prefeito Francisco Maués Carvalho (1993-1996).
• Raimundo Benigno da Silva, vereador nas gestões dos prefeitos Hildo Tavares Carvalho 1967-1970), Aristides dos Reis e Silva Sobrinho (1970-1972, Hildo Tavares Carvalho (1973-1977).
• Raimundo Firmino Lobato e Silva, residia à Rua Siqueira Mendes/Abaeté/Pa, citado em documento de 1944.
• Raimunda Magno da Silva, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Teodorico Reis e Silva, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Vicente Gama e Silva, citado em 1944.
• Welfore Lobato Silva/Mestre Bebé do Preto, vereador na gestão do prefeito Aristides dos Reis e Silva Sobrinho (1970-1972). Vicente Gama e Silva, citado em 1944.
• Zelina Rodrigues da Silva, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.

• Maximiniano Cardoso da Silva, vogal na Intendência do Padre Francisco Manoel Pimentel em 1896-1900 e na Intendência do Tenente-Coronel Torquato Pereira de Barros em 1900-1902.
• Nilson Cardoso da Silva, origem na localidade Rio camotim citado em 1944.

Família Pantoja:
• Benedito Ferreira Pantoja, fabricante de açúcar e mel, Rio Maúba, no início do século 20.

Família Caldas:
• Manoel Caldas, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.

• Zenir Ribeiro Caldas, origem na localidade Rio Baixo Maracapucu, citada em 1944.

Família Espírito Santo:
• Domingas do Espírito Santo, citada em 1944.

Família Elias:
• Miguel Elias, citado em 1944.

Família Loureiro:
• Elias Loureiro & Irmão, citado em 1944.

• Antonieta Paes Loureiro (mãe de João de Jesus Paes Loureiro), citada em 1944.
• Carlos Maués Loureiro, citado em 1944., sócio da firma Loureiro & Irmão.
• Pedro Maués Loureiro, comerciante, sócio da firma Loureiro & Irmão.
• João de Jesus Paes Loureiro, um dos fundadores da antiga UEA-União Estudantil Abaetetubense em 28/2/1958 (filho de Pedro Maués Loureiro), professor, conferencista, poeta de renome, ex-Secretário de Educação de Belém e do Estado.
• Raimundo Nonato Paes Loureiro (filho de Pedro Maués Loureiro), jornalista, escritor.

Família Góes:
• Fábio Silva Góes, Vogal na Intendência de Manoel João Pinheiro em 1891-1894.
• Benedito Dias Góes, vereador na gestão do prefeito Elzemar da Silva Paes (1997-2000).

Família Profeta:
• Manuel Profeta, origem na localidade Furo Panacuéra, citado em 1944.

Família Azevedo:
• José Nery Azevedo, José Maria Ferreira da Silva, vereador na gestão dos prefeitos: Elzemar da Silva Paes (1997-2000), Francisco Maués Carvalho (2001-2004), Luiz Gonzaga Leite Lopes (2005-2008, que saiu para ocupar mandato de senador em lugar de Ana Júlia Carepa eleita Governadora do Pará).

Família Freire:
• Dr. Manoel Afonso A. Freire, Vice-Presidente do Grupo de Escoteiros de Abaeté em 1920.
Família Farias:
• Manoel Feliciano Farias, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

• Arceliano da Silva Farias, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.
• Cláudio da Silva Farias, vereador na gestão do prefeito Francisco Maués Carvalho (2001-2004).
• Elias da Silva Farias, origem na localidade Baixo Maracapucu, citado em 1944.
• Eponina Silva Farias, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• Estelita da Silva Farias, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• Maria da Silva Farias, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.

• José Barbosa Farias/Cazuzinha Farias, vereador nas gestões dos prefeitos: Francisco Leite Lopes e seu substituto interventor Mariuadir Miranda dos Santos (1963-1967), Aristides dos Reis e Silva Sobrinho (1970-1972), João Alberto da Silva Bitencourt (1983-1988), João de Deus Ferreira (1989-1992, Francisco Maués Carvalho (1993-1996).

Família Barreto:
• Ana Viégas Barreto, origem na localidade Bacuri do Curuperé, citada em 1944.
• Joana Silva Barreto, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.

Família Pauxis:
• Hermínio Antonio da Silva Pauxis, músico, fundador da Banda Carlos Gomes em 1880, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Aládio Ladislau da Silva Pauxis (filho de Hermínio Pauxis), músico da Banda Carlos Gomes, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Raymundo Nonato da Silva Pauxis (filho de Hermínio Pauxis), músico e mestre da Banda Carlos Gomes, comerciante, político, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895, vogal na Intendência de: Domingos de Carvalho em 1915-1918, Manoel Pinto da Rocha em 1918-1919, Cel. Aristides dos Reis e Silva em 1919-1922, Lindolpho Cavalcante de Abreu em 1922-1926, prefeito nomeado de Abaeté (25/4/1945-17/11/1945 e 18/2/1946-12/7/1946).

Família Medeiros:
• Tenente-Coronel José de Castro Medeiros, prefeito nomeado de Abaeté (17/11/1945-12/2/1946)

Família Gomes:
• Aladim de Alfaia Gomes, vereador na gestão do prefeito Francisco Maués Carvalho (2001-2004).
• Francisco Gomes, fabricante de açúcar e mel, Rio Maracapucu, no início do século 20.
• Joaquim Ferreira Gomes, origem na localidade Furo Panacuéra, citado em 1944.
• Maria Miranda Gomes, origem na localidade Rio Maracapucu-Miry, citada em 1944.
• Dr. Osvaldo Otacílio Gomes, 1º Juiz da Comarca de Abaeté em 1944-1948.

Família Mendonça:
• Dr. Hugo Oscar de Mendonça, 2º Juiz da Comarca de Abaeté, em 1944 ainda Juiz de Abaeté.

Família Figueiredo:
• Dr. Walter de Figueiredo, 3º Juiz da Comarca de Abaeté.
• João Figueiredo, dono do engenho de cachaça São Cláudio, Rio Arapapu, no início do século 20.

Família Tocantins:
A. Tocantins & Filhos, dono do engenho de cachaça Primavera, Rio Panacuéra, início do século 20.

Família Borges:
• Raymundo de Araujo Borges, músico co-fundador da Banda Carlos Gomes em 1880, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Família Guimarães:
• Justino A. Barbosa Guimarães, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Ambrosina dos Santos Guimarães, origem na localidade Rio Quianduba, citada em 1944.
Família Fonseca:
• Raymundo Nonato da Fonseca, vogal na Intendência de Manoel João Pinheiro em 1891-1894 e presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895 e na Intendência de Emygdio Nery da Costa em 1894-1896.
• Mário Ferreira Fonseca/Pé-de-Muçuca, vereador nas gestões dos prefeitos: Hildo Tavares Carvalho (1973-1977), Ronald Reis Ferreira (1977-1982), João Alberto da Silva Bitencourt (1983-1988), João de Deus Ferreira (1989-1992), Francisco Maués Carvalho (1993-1996), Elzemar da Silva Paes (1997-2000), Francisco Maués Carvalho (2001-2004).
Família Pereira:
• Antonio Pereira, Juiz do Senado da Câmara de Beja em 1829-1833, quando foi extinto o Senado da Câmara.
• Ermelinda Pereira, citada em 1944.
• Otília Pereira, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.

• Antonio Cardoso Pereira, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Raimundo Cardoso Pereira, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.

• Benedito Santos Pereira, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Brasilino Santos Pereira, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Edith dos Santos Pereira, origem no Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Tertuliano Santos Pereira, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.

• Albino Antonio Álvares Pereira, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Antonia Lobato Pereira, citada em 1944.
• Arcângela Pacheco Pereira, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Arcângelo Pacheco Pereira, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Benedita Matias Pereira, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Constância Neves Pereira, origem na localidade Rio Abaeté, citada em 1944.

Família Matias:
• Antonio Matias, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Enedina Pereira Matias, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.

Família Magno:
• Valdomira de Sousa Magno, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.

Família Santana:
• Maria de Nazaré Santana, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.

Família Contente:
• Maria Mendes Contente, citado em documentos de 1944, 1946.
• Joaquim Mendes Contente, famacêutico, vogal na Intendência de Garibaldi Parente em 1926-1930, presidente da 2ª comissão para a construção da nova Igreja Matriz de Nossa. S. da Conceição nos anos de 1930, prefeito eleito de Abaeté de 1951-1955, que fez melhoramentos e aumento da Rod. Dr. João Miranda até o Rio Moju., vereador na gestão do prefeito João Luiz dos Reis (1959-1963).
Família Aracaty:
• Ernesto Dias Aracaty, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

• Emiliana Lobato Aracaty, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Durcina Lobato Aracaty, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Marcionillo Licário Lobato Aracati, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

• Manuel Pereira Aracaty, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.

Família Ribeiro:
• Antonio Flávio Ribeiro, citado em 1944.
• Antonio Ribeiro, citado em documentos de 1944, 1946.
• Argemiro Ribeiro, origem na localidade Rio Urubuéua, citado em 1944.
• Clemente Ribeiro, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Conceição Ribeiro, citada em 1944.
• Isabel Ribeiro, origem na localidade Rio Acaraqui, citada em 1944.
• Firmino Ribeiro, citado em 1944.
• Laura Ribeiro, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Professora Laura Ribeiro, origem na localidade Rio Xingu, citada em 1944.
• Mito Ribeiro, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Nito Ribeiro, origem na localidade Rio Abaeté, citado em 1944.
• Sebastião Ribeiro, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Tenente Lourenço Pedro Ribeiro, voluntário abaeteense, em 9/1865, na Guerra do Paraguai e condecorado com medalha.
• Professor Manoel Braga Ribeiro (filho do Ten. Lourenço Pedro Ribeiro).
• Felipe Ferreira Ribeiro, citado em 1944.
• Felippe J. Ferreira Ribeiro, comerciante, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895 e citado em 1944.
• José Ferreira Ribeiro, prefeito nomeado de Abaeté (4/4/1943-25/4/1945).

• Aládio dos Santos Ribeiro, citado em 1944.
• Antonio dos Santos Ribeiro, citado em 1944.
• Manuel dos Santos Ribeiro, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Maria dos Santos Ribeiro, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Pedro dos Santos Ribeiro, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.

• Hermínia da Silva Ribeiro, citada em 1944.
• Miguel Sousa Ribeiro, origem na localidade Casa Branca, citado em 1944.
• Severiana Vilhena Ribeiro, origem na localidade Rio Quianduba, citada em 1944.
• Umbelina do Vale Ribeiro, origem na localidade Rio Quianduba, citada em 1944.

Família Vasconcelos:
• Cordolina Silva Vasacincelos, citada em 1944.
• Pedro Santos Vasconcelos, citado em 1944.

Família Luz:
• João Rodrigues da Luz, origem na localidade Rio Xingu, citado em 1944.
• Marcos Agapito da Luz, citado como marítimo em documento de 1944.

Família Maia:
• Raimundo Júpiter Maia, citado em documento de 1944.
Família Amaral:
• Estêvão Alberto do Amaral, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Eufrosina da Costa Amaral, origem na localidade Rio Xingu, citado em 1944.

Família Castro:
• Francisco Antonio Silva Castro, Oficial do Senado da Câmara de Beja (1822-1824).
• José Roes de Castro, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Dono de engenho de cachaça Conceição, Rio Piquiarana, início do século 20.


• Afonso Cardoso de Castro, funcionário aposentado, futebolista.
• Ari Cardoso de Castro (irmão de Afonso), futebolista.
• Dijó Cardoso de Castro (irmão de Afonso), futebolista.
• Jovaci Cardoso de Castro/Laburina (irmão de Afonso), futebolista, falecido.
• Manoel Maria Cardoso de Castro (irmão de Afonso), aluno da 1ª turma de Humanistas do Ginásio Bernardino Pereira de Barros (1965), mecânico, vereador na gestão do prefeito João Alberto da Silva Bitencourt (19831988).
Família Couto:
• Teodósio Luiz do Couto, Oficial do Senado da Câmara de Beja (1822-1824 e 1824-1825).
Família Melo:
• Jovino Melo, citado em 1944.
• Paula Melo, c/c Manoel Barbosa André/Japonês.

• Hermenegildo Francisco de Melo, Juiz Ordinário do Senado da Câmara de Beja (1824-1825).

• Marvelo Ferreira de Melo, Oficial do Senado da Câmara de Beja (1824-1825).
• Hermenegildo Ferreira de Melo, Oficial do Senado da Câmara de Beja em 1827.

• Alaíce Maués Melo, citada em 1944.
• Estefânia da Silva Melo, citada em documento de 1944.

Família Pimenta:
• Maria Jodi Pimenta, c/c Thadeu Barbosa André/Tadico.
Família Paiva:
• Benedita Rodrigues Paiva, origem na localidade Baixo Maracapucu, citada em 1944.
• José Raimundo de Paiva, Oficial do Senado da Câmara de Beja em 1824-1825 e Juiz Ordinário do Senado da Câmara de Beja em 1827.

Família Trindade:
• Manoel Trindade, Juiz Ordinário do Senado da Câmara de Beja (1825-1827).

Família Ferreira:
• Anísio Eugênio Ferreira, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Argemiro Ferreira, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• Benedita Alice Ferreira, citada em 1944.
• Claudiano Ferreira, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.
• Claudomiro Ferreira, origem na localidade Rio Xingu, citado em 1944.
• Constantino Lauro Ferreira, citado em 1944.
• Demóstenes Ferreira, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.
• Domingos Ferreira, origem na localidade Rio Abaeté, citado em 1944.
• Domingos Ferreira, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Francisca Ferreira, origem na localidade Rio Caripetuba, citada em 1944.
• Francisco Ferreira, citado em 1944.
• Heráclito Ferreira, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Idália Ferreira, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• João Francisco Ferreira, dono de engenho de cachaça Dom Bosco, Costa Maratauíra, início do século 20, prefeito nomeado de Abaeté (7/7/1935-12/2/1936) e prefeito eleito no Golpe de Estado de 1937 (12/2/1936-31/12/1937).
• Manoel Paulino Ferreira, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.
• Maria da Conceição Ferreira, citada em 1944.
• Maria de Nazaré Ferreira, origem na localidade Rio Caripetuba, citada em 1944.
• Maria Matilde Ferreira, citada em 1944.
• Raimundo Manoel Ferreira, vogal na Intendência: de Domingos de Carvalho em 1915-1918, Manoel Pinto da Rocha em 1918-1919, Manoel Pinto da Rocha em 1918-1919.
• Manoel Raimundo Ferreira, vogal na Intendência do Cel. Aristides dos Reis e Silva em 1919-1922.
• Nélio Ferreira, origem na localidade Rio Xingu, citado em 1944.
• Osvaldina Ferreira, origem na localidade Rio Urubuéua, citada em 1944.
• Petronillo João Ferreira, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Raimundo Nonato Ferreira, citado em documento de 1944.
• Veríssima Ferreira, origem na localidade Rio Abaeté, citada em 1944.

• Antonio Ernesto Paes Ferreira, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Adão Pinheiro Ferreira, citado em 1944.
• Anesiana Vasconcelos Ferreira, origem na localidade Rio Jarumã, citada em 1944.
• Antonio Costa Ferreira, fabricante de açúcar e mel, no Rio Maracapucu, início do século 20.
• Antonio de Deus Ferreira, origem na localidade Rio Maracapucu, citado em 1944.

• Ana Dias Ferreira, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.
• Antonio Dias Ferreira, citado em 1944.
• Dulcinéa Dias Ferreira, origem na localidade Rio Maracapucu, citada em 1944.

• Artur Nunes Ferreira, dono de engenho de cachaça Santo Antonio, na Costa Maratuaíra, início do século 20.
• Carlos Nunes Ferreira, vereador no governo de João Francisco Ferreira (12/2/1936-31/12/1937).
• Professora Esmerina Nunes Ferreira, citada em 1946.
• Major Flodoaldo Nunes Ferreira, major do Exército.
• José Nunes Ferreira, Vogal na Intendência: do Coronel Hygino Maués em 1906-1908 e 1908-1911, na intendência do major José Félix de Sousa em 1911-1913.

• Carlaide Cardoso Ferreira, professora, citada em 1944.
• Clodoaldo Cardoso Ferreira, citado em 1944.
• Deolinda Cardoso Ferreira, origem na localidade Rio Xingu, citada em 1944.

• Adão Pinheiro Ferreira, citado em 1944.
• Augusto Patrocínio Ferreira, citado em 1944.
• Francisco M. Ferreira, citado em 1944.
• João Gonçalves Ferreira, origem na localidade Rio Caripetuba, citado em 1944.
• João Gonçalves Ferreira, origem na localidade Rio Xingu, citado em 1944.
• Manoel do Espírito Santo Ferreira, dono de engenho São Miguel, Rio Maracapucu, início do século 20, citado em documento de 1946.
• Maria Olinda Ferreira Dias, origem na localidade Rio Maracapucu-Miry, citada em 1944.
• Mariano Soares Ferreira, fabricante de açúcar e mel, Rio Maracapucu-Miry, no início do século 20.
• Miguel D. Ferreira, origem na localidade Rio Jarumã, citado em 1944.
• Miguel da Silva Ferreira, citado em 1944.
• Miguel da Silveira Ferreira, citado em documento de 1944.
• Osmunda da Silva Ferreira, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.
• Raimunda Assunção Ferreira, origem na localidade Rio Maracapucu-Miry, citada em 1944.
• Raimunda dos Santos Ferreira, citado em 1944.
• Samuel Rodrigues Ferreira, dono de engenho Santo Antonio, no Rio Maúba, início do século 20.
• Sizino Manuel Ferreira, citado em 1944.
• Francisco M. Ferreira, citado como comerciante marítimo em documento de 1944.
• Custódio Pereira Ferreira, foi o último prefeito nomeado de Abaeté (20/8/1947-15/2/1948).
• Manoel do Espírito Santo Ferreira, vereador na gestão do prefeito Hildo Tavares Carvalho (1967-1970).
• João de Deus Ferreira, vereador na gestão do prefeito João Alberto da Silva Bitencourt (1983-1988), prefeito de Abaetetuba (1989-1982), ex-deputado estadual por 2 mandatos, empresário das telecomunicações, repórter.
• Linomar do Espírito Santo Ferreira, vereador na gestão do prefeito João Alberto da Silva Bitencourt (1983-1988).
• Joana Conceição Santos Ferreira, vereadora na gestão do prefeito João de Deus Ferreira (1989-1992).
• Zilma N. Ferreira, origem na localidade Rio Camotim, citada em 1944.

Família Rego:
• Ana Ferreira do Rego, fabricante de açúcar e mel, Rio Maracapucu, no início do século 20.
• Major Pedro Borges do Rego, prefeito nomeado de Abaeté (27/11/1934-7/7/1935) e como tenente-coronel foi prefeito nomeado (27/3/1943-4/4/1943).

Família Monteiro:
• Francisco de Azevedo Monteiro, portugês, navegador, fundador da povoação de Abaeté em 1724.
• Jovelino Antonio Monteiro, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Walcir Monteiro, um dos fundadores da antiga UEA-União Estudantil Abaetetubense em 2/1958.

Família Raposo:
• Manoel da Silva Raposo, marajoara que se estabelece no Povoado de Abaeté, casa com Tereza Muniz e organiza a Povoação de Abaeté no fim do século 18 e reconstrói a Capela de Nossa S. da Conceição na antiga Travessa de Nossa S. da Conceição em 1785.

Família Brites:
• Mariana Brites, mulata marajoara que casa-se com o bejaense André Soares Muniz nos anos de 1770.

Família Muniz:
• André Soares Muniz, bejaense que casa-se com Mariana Brites, pais de Tereza Muniz, anos de 1770.
• Antonio Meireles Muniz, prefeito nomeado de Abaeté (16/3/1943-27/3/1943).
• Edileuza Viégas Muniz, vereadora nas gestões dos prefeitos: Luiz Gonzaga Leite Lopes (2009, na vaga de José Nery Azevedo que assumiu vaga de Senador), Francinete Maria Rodrigues Carvalho (2009-...).

Família Alcântara:
• Antonio Carlos d’Alcântara, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Família Sena:
• Antonia Bábara Sena, origem na localidade Rio Acaraqui, citada em 1944.
• Belina Sena, origem na localidade Rio Acaraqui, citada em 1944.
• Nicola Sena, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.
• Raimundo Sena, comerciante marítimo em documento de 1944.
• Rita Sena, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.


• César Elesbão de Sena, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.
• Francisco Basílio de Senna, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Manoel José de Senna, músico da Banda Carlos Gomes, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.
• Manoel José de Sena, dono de engenho São João, Rio Acaraqui, no início do século 20, comerciante marítimo em 1944.
• Tomaz de Sena, vogal na Intendência: de Domingos de Carvalho em 1915-1918, Manoel Pinto da Rocha em 1918-1919, Cel. Aristides dos Reis e Silva em 1919-1922, vereador no governo dos prefeitos: Pedro Pinheiro Paes (1948-1951), Joaquim Mendes Contente (1951-1955), Pedro Pinheiro Paes (1955-1959).

• Julieta Rocha Sena, origem na localidade Rio Urubuéua, citada em 1944.
• Manuel V. Pinheiro de Sena, citado em 1944.
• Ranulfo O. de Sena, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.

Família Passos:
• Benedito Sena dos Passos, origem na localidade Rio Acaraqui, vereador nos governos dos prefeitos: Pedro Pinheiro Paes (1948-1951), Joaquim Mendes Contente (1951-1955), Pedro Pinheiro Paes e seu substituto Dionísio Edmilson Lobato (1955-1959), João Luiz dos Reis (1959-1963).
• Emiliano Sena dos Passos, origem na localidade Rio Acaraqui, citado em 1944.

Família Nobre:
• Nobre & Irmão, dono de engenho São Francisco, Rio Piquiarana, início do século 20.
• Luiz Nobre, dono de engenho São Luiz, Rio Tauerá-Açu, início do século 20.

• Francisco de Oliveira Nobre, dono do engenho São Francisco, início do século 20 e vereador na gestão dos prefeitos: João Luiz dos Reis (1959-1963), Francisco Leite Lopes e seu substituto em 1964, Mariuadir Miranda dos Santos (1963-1967).
• Rivadávia de Oliveira Nobre, vereador na gestão do prefeito Hildo Tavares Carvalho (1967-1970).

• Delmiro de Almeida Nobre, vereador no governo de João Francisco Ferreira (12/2/1936-31/12/1937).

• Adair Maués Nobre, origem na localidade Casa Branca, citada em 1944.
• Flair Maués Nobre, vereador na gestão do prefeito Francisco Maués Carvalho (2001-2004).

Família Quaresma:
• Benjamim dos Santos Quaresma, vereador do prefeito João Luiz dos Reis (1959-1963).
• Odival Quaresma, advogado, vereador na gestão do prefeito Francisco Leite Lopes e o substituto interventor em 1964 Mariuadir Miranda Santos (1963-1967).
• Omilton Maués Quaresma, comerciante, vereador na gestão do prefeito Hildo Tavares Carvalho (1973-1977).
• Aluizio de Lima Quaresma, Vereador nas gestões dos prefeitos: João Alberto da Silva Bitencourt (1983-1988), João de Deus Ferreira (1989-1992), Elzemar da Silva Paes (em lugar do falecido Iraci Ribeiro dos Santos), Francisco Maués Carvalho (2001-2004), Elzemar.
• Osvaldo Antonio Maués Quaresma, vereador nas gestões dos prefeitos: João de Deus Ferreira (1989-1992), Francisco Maués Carvalho (1993-1996), Elzemar da Silva Paes (1997-2000), vice-prefeito na gestão do prefeito Francisco Maués Carvalho (2001-2004).

Família Sarges:
• Victório Rodrigues de Sarges, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Família França:
• Raymunda Souza de França, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

Família Reis:
• Raimundo Reis, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.
• Stelino Reis, origem na localidade Rio Camotim, citado em 1944.

• José Elisiário dos Reis, presente na instalação da Cidade de Abaeté em 15/8/1895.

• José Mendes dos Reis, Vogal na Intendência do Coronel Hygino Maués em 1906-1908.
• Cap. Miguel Mendes dos Reis, 2º Secretário do Grupo de Escoteiros de Abaeté em 1920.
• Rui Guilherme Mendes dos Reis, músico em 1982 na Banda Carlos Gomes.

• João Luiz dos Reis, vereador no governo do prefeito Pedro Pinheiro Paes (1948-1951 e 1955-1959), prefeito eleito de Abaeté em 1959-1963 e deputado em 1963 e que muda o nome da cidade de Abaeté do Tocantins para Abaetetuba em 1963.
• João Luiz dos Reis Júnior (filho de João Luiz dos Reis), vereador na gestão do prefeito Elzemar da Silva Paes (1997-2000).

• Miguel Miranda dos Reis, citado em 1944.
• Luiz Roberto dos Reis (filho de Miguel Miranda dos Reis), um dos fundadores da antiga UEA-União Estudantil Abaetetubense em 28/2/1958, advogado em 1969, escritor, vereador na gestão do prefeito João de Deus Ferreira (1989-1992).
• Flodoaldo Reis (filho de Miguel M. dos Reis), 1969.
• Andrelina Reis (filha de Miguel M. dos Reis), 1969.
• Jackson Reis (filho de Miguel M. dos Reis), 1969.
• Conceição Reis (filha de João M. dos Reis), 1969.
• Lúcio Reis (filho de Miguel M. dos Reis), 1969.
• Dadinha Reis (filha de Miguel M. dos Reis), 1969.
• Celeste Reis (filha de Miguel M. dos Reis), 1969
• José Reis (filho de Miguel M. dos Reis), 1969.
• Miguel Reis Filho (filho de Miguel M. dos Reis), 1969.
• Rui Reis (filho de Miguel M. dos Reis), 1969.
Família Felgueiras:
• Mário Gonçalves Felgueiras, funcionário e agente do IBGE-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 1969.
• Omar Gonçalves Felgueiras (irmão de Mário G. Felgueiras), 1969.
• Ofir Gonçalves Felgueiras.
• Orlanda Gonçalves Felgueiras (casou com Miguel Miranda dos Reis).

Família Filgueiras:
• Manuel Figueiras, citado em 1944.

Família Margalho:
• Francisco de Miranda Margalho/Chiquinho Margalho, músico.
• Raimundo Daniel Margalho, citado em 1944.

Família Bevilaqua:
• Marcílio Bevilaqua, citado em 1944.
Prof. Ademir Rocha, de Abaetetuba/Pa, em 21/7/2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário