Mapa de visitantes

domingo, 3 de julho de 2011

SERVIÇOS DO BLOG












SERVIÇOS PRESTADOS PELO BLOG DO PROF. ADEMIR ROCHA



Temos consciência de termos prestados até a presente data aos nossos visitantes e seguidores alguns serviços de informações sobre as antigas famílias de Abaetetuba e outras informações sobre diversos outros assuntos tratados pelo Blog.


No aspecto genealogias, famílias, são inúmeras as mensagens que recebemos de felicitações que manifestam a alegria de alguém por ter encontrado menção a um seu ente querido, parentes ou aspectos de vidas, fatos desconhecidos pelos descendentes e acréscimos de descendentes não citados nas postagens sobre suas famílias. E na questão de parentesco existem os parentescos consanguíneos, por afinidade, adotivos e outros e todos são parentes, não importa a qualidade do parentesco. E continuaremos a fazer o resgate da história, da memória, da cultura, das famílias e de outros aspectos da vida de Abaetetuba e região. Sobre as famílias faremos futuras postagem de todas as famílias já citadas e com acréscimos de muitos outros membros.


Alguns Exemplos de Mensagens Recebidas:


FAMÍLIAS:


Família Pontes:
A família Pontes, descendente de Constantino de Pontes, juntamente com a família Silva, de Latino Lídio da Silva, são as famílias com as maiores quantidades de gerações do Blog. Recebemos várias mensagens de agradecimentos, de correções, de acréscimos de novas gerações e descendentes, espalhados pelo mundo, como:
De Natália, que faz medicina em Buenos Aires, filha de Gilberto Nobre Pontes, que por sua vez é filho de Demóstenes Pontes.
De Sandro Diniz, Casado com Denise Pontes, que informa que Denise já não é mais solteira e agora é Pontes Diniz e com descendentes: Paula, Pâmela e Giovanna e também informa sobre outra filha de Demóstenes Pontes, de nome Marcela, que é casada e com filho: Vítor e informa que Reinaldo tem 5 filhos: Estevam, Lívia, Reinaldo, Renara e Bianca e que Gilberto tem 2 filhos: Natália e Leonardo e que o Marco Pontes tem mais duas filhas: Louise e Luma. A família Pontes, espalhada pelo Brasil e mundo está crescendo cada vez mais e deve estar com aproximadamente 17 gerações.
De Claudionor Wanzeller, professor, residente em Mosqueiro/Pa, possível descendente de José Malato Ribeiro/Cazuza e Maria Wanzeler/Santinha, recebemos parabéns.
De Deodato de Araujo Pontes Jr, retificando nomes e acrescentando novos componentes da família Pontes e já com netos.


Família Araujo:
Que é outra grande família de Abaetetuba e com várias vertentes:
De Marcelo Lobato, sobrinho de Everaldo da Silva Araujo e de alguns outros seus parentes, recebemos mensagens para correções de dados. Obrigado.
De Janaína Bruno, pedindo informações sobre Sebastiana Benedita da Silva, que já era falecida há vários anos.


Família Loureiro:
Tradicional família de Abaeté da qual foram localizados vários descendentes e fatos da história de alguns dos antigos Loureiro e outros descendentes:
De Evelline Catarina Loureiro dos Santos recebemos os seguintes dados: Eduardo Maués Loureiro casou com Andrelina Sena Loureiro e com filhos, entre os quais Maria de Fátima Loureiro dos Santos, Alfa Catarina Loureiro Nóbrega e os demais Maués Loureiro citados em Famílias Loureiro de Abaeté. Evelline é filha de Maria de Fátima Loureiro dos Santos. Outros aspectos da vida de Eduardo Maués Loureiro foram citados como o fato de ter sido preso e torturado por suas convicções políticas e que foi prefeito na cidade de Gurupa/Pa. Portanto, foram aspectos de vida importantes e mais descendentes da família Loureiro localizados pelo Blog.
De Maria Helena Loureiro dos Santos, recemos reclamações de que sua família estava incompleta no Blog e forneceu inúmeros nomes, descendentes de Maria das Graças Loureiro/Gracinha e Benedito, fornecendo nomes de outros descendentes: Antonia do Socorro, casada com Aluízio e filhos: Luiza, Marília, Divaneide; descendentes de Tânia Regina e Arlan: Arlan Jr, Aluizio e Abel. Quero dizer a ela que filho adotivo é parente e ainda mais se tiver o nome dos adotantes.
Higino Loureiro e seus filhos: Ismaelino Neto, Gabriel e Lael;
Paulo Roberto, casado com Karla e filhos: Felipe Roberto e Roberta Karlana;
Maria Helena Loureiro, casada com Ronaldo Nazaré e filhos: Ronaldo e Leonardo;
E ainda outros Loureiro da família acima: André, Otávio e Jorge Luiz e seus filhos.
De Cínthya Carla Teixeira Loureiro, descendente de Antonia Malato/Antonica e Higino Maués Loureiro, descobrindo que é pentaneta, elogiando e se oferecendo para ajudar com nome de novas gerações.
A família Loureiro está crescendo no Blog, graças aos descendentes dos parentes citados nas sucessivas gerações.


Famílias Calliari e Bahia:
Muitas informações e nomes foram acrescentados aos descendentes das famílias Bahia e Calliari, sendo esta uma das famílias de imigrantes italianos que vieram para Abaeté no final do século 19 e início do século 20. Entre os nomes acrescentados: Carmosina, Cainan, Daniel e Irlana. Ítala Calliari Bahia que casou com Jorge Yoshikawwa, este descendente de japoneses e com filho e neto: Thoya e David Kenzo. Ítalo Calliari Bahia casou com Marlene e com filhos e netos: Thais, esta casada; Ítalo Jr, este casado com Aline; Luigi, que foram novos nomes acrescentados à família Calliari Bahia de Abaetetuba.
Citamos especialmente o Ramon, filho de Otoni Benedito e Luzia, sendo esta descendente das tradicionais famílias Lima e Baptista. Foi Ramon e sua mãe que forneceram muitos nomes da família Batista e Calliari, como: Roma, Ramon.
Anita Maria e Otávio e seus descendentes, filhos e netos: Rita de Cássia, Aluizio Neto, Rui Carmini, Luis Carlos.
Júlio Benedito Calliari Bahia e seus filhos: José Venâncio, Júlio Ernetos, Juliana.
Ramon e sua mãe também ajudaram a corrigir algumas incorreções nas informações do Blog relativo às famílias Parente e Calliari.


Família Fortunato:
Essa é uma antiga família de judeus e descendentes de judeus, sendo que alguns são judeus convertidos e que eram comerciantes e industriais em Abaeté no final do século 19 e início do século 20 e que deixaram descendentes em Belém e outras cidades do Brasil, como Ana Carolina Fortunato residente em algum lugar do Brasil e que nos pediu mais informações de seu bisavô, avô e pai citados em Família Fortunato.


Família Margalho:
Essa família é vasta e com descendentes espalhados pelas cidades de Abaetetuba, Barcarena, suas localidades e também por Belém e pelo mundo.
De Odília Margalho, filha do músico, compositor e mestre de música Chiquinho Margalho e com uma história emocionante de amor pela música. Odília menciona alguns membros de sua família.
De Trajano Margalho, que mora na França, recebemos recentemente e agradecemos imensamente pelas informações da família descendente de Trajano Ferreira Margalho e Darcy Laíde Barriga Cardoso, com membros morando em Belém (Kleber), Pernambuco (Darcileine), França (Trajano Neto), e que fornece mais informações sobre essa família. Vou responder sua mensagem e fazer uns pedidos.
Se algum membro da família Margalho quiser nos prestar um grande favor informando da ligação existente entre as seguintes famílias: Miranda de Margalho, Gama Margalho, Cardoso Margalho, Ferreira Margalho, agradecemos muito pelas informações.


Família Rocha:
O autor do Blog achou o nome de seu bisavô paterno Olympio Gomes Rocha, casado com Anna Andreza Correa, pais de Olyntho Rocha, este casado com Maria Lobato, e esta filha do português Dionísio Pedro Lobato, e Olyntho é avô do autor do Blog. Olympio é citado em documentos da era provincial do Pará como professor na localidade Tucumanduba e outras citações e Olyntho era da Guarda Nacional e barbeiro. Porém não sabemos a origem de Olympio Gomes Rocha e sua esposa Anna Andreza Correa, acreditando que esta era descendente dos Correa de Igarapé-Miri. Quem tiver informações e quiser ajudar, agradecemos muito.


Família Felgueiras:
Informações prestadas: José Pedro Felgueiras, casado com Elvira Felgueiras e com filhos, entre os quais: Newton Gonçalves Felgueiras e este, casado com Raimunda da Costa Felgueiras, esta também é de Abaetetuba e o casal tem filhos: Eliana Maria Santos da Costa Felgueiras. Esta reside há 11 anos nos Estados Unidos e deixou filhos gêmeos no Brasil: Daniel (médico em São Paulo) e Rafael Felgueiras Rolo (este é advogado e Procurador do Estado do Pará em Santarém). Na mensagem são citados os nomes Jeanetta, Eliana.
Entre as informações prestadas acima e as que publicamos sobre essa tradicional família com origem em Abaetetuba existem pequenas contradições e que algum membro dessa família poderia gentilmente corrigir:
Quem foi Luiz Pedro de Lima Felgueiras, citado em 1931 como residente à Rua Barão do Rio Branco e que era o chefe do setor de estatísticas na Prefeitura de Abaetetuba. Depois de Luiz Pedro é que Ademar Lobato Rocha assume esse posto, tendo como colega de trabalho Mário Gonçalves Felgueiras.
Elvira Gonçalves Felgueiras, era a mãe de Omar, Paulo, Orlanda, Newton e Mário Gonçalves Felgueiras. Também existe outra Elvira, filha de Omar Gonçalves Felgueiras e D. Santinha Lima.
Existe também outro membro dessa família de nome Luiz Pedro Felgueiras Neto, que é um dos filhos de Mário Gonçalves Felgueiras e D. Valdomira.
Recebemos mensagem de Helena Filgueira, nascida em Abaetetuba, criada em Barreirinha/Am e morando em Manaus/Am, querendo saber de seu pai Omar e de outros parentes de Abaetetuba.


Família Lima:
Filhos de Anísio Alvim de Lima e Joventina da Costa Lima: Chile, Rui, Samaritana, Leopoldo Neto, Terpândalo.
Rui da Costa Lima, nascido em Abaeté a 23/1/1920, devido questões familiares foi embora de Abaetetuba para o Rio de Janeiro, Recife/Pe, João Pessoa e nunca mais deu notícias suas. Rui faleceu em João Pessoa/PB.
Porém a grande surpresa vem com a notícia que recebemos de Susi Rio Branco, que informa que o desaparecido Rui Rio Branco casou em 12/1955 com Ezil Araujo de Morais/Ezil de Morais Rio Branco e tiveram 3 filhos: Rui, Susi e Yone de Morais Rio Branco. Rui Filho, faleceu e deixou 2 filhos: Rui Neto e Raisa. Susi só tem um filho: Anderson e Yone tem 3 filhos: Thaise, Anne e Diógenes.
Se Roberto Osório da Costa Lima, possível sobrinho de Rui Rio Branco confirmar esta história serão mais descendentes localizados de uma das vertentes da Família Lima de Abaeté e haverá confraternização em Belém.


Famílias Pimentel e Coutinho:
Muitos membros antigos e atuais dessas tradicionais famílias de Abaeté, oriundos da antiga Vila de Beja, já foram localizados pelo Blog e estão espalhados por várias cidades. Entre os membros antigos, nomes fornecidos por seus parentes:
De Satira Regina Pimentel/Sasa, recebemos informações sobre Fabriciano Pimentel, que era casado com Satira Castro e seus filhos: Julinho Pimentel. Á Sasa agradecemos o resgate quase completo de seus antigos ancestrais originários da Vila de Beja e espalhados em Beja, Abaetetuba, Belém e outros lugares. Julinho, pai de Sasa, nasceu em 12/2/1925 e saiu de Belém ainda rapaz e foi para o Rio de Janeiro e outros lugares.
Manoel Francisco Pimentel, era avô paterno de Julinho Pimentel. Informações prestadas por Sasa.
De Kelly, filha de Iracélis Pimentel e neta de Suzana Pimentel, recebemos informações valiosas e acréscimos de muitos ancestrais da família Pimentel.
De Silmara Pimentel, filha de Marionaldo e Sílvia Maria Pimentel, que agradece e fornece dados sobre descendentes de Sílvio Pimentel e Pautila Pontes e cita sua filha Pautila.
De Ivana Pimentel, descendente do famoso músico Sílvio Pimentel e Pautila Pontes, que agradece, presta informações, faz correções e acréscimos de membros de sua família.
De Samara Pimentel, que diz que gostaria de prestar informações e se ela pudesse enviar os nomes de seus avós, bisavós e tios paternos, caso os possua.


Famílias Nery e Nery da Costa:
De Janir Nery Sobrinho recebemos nome de uma fonte abundante de membros da família Nery de Abaetetuba. Obrigado.
De Carlos Américo Neri Serra, natural de Fortaleza/Ce, perguntando sobre as fontes de pesquisas dessas famílias, quando informamos que eram livros, jornais e documentos de Abaetetuba e documentos da era provincial do Pará e também informando que pesquisa a família Neri a partir de Pernambuco e citando alguns Neri e Nery da Costa ainda da era colonial do Brasil: Maria Antoniza Neri Serra (mãe), filha de Antonio da Costa Nery (nascido em Pernambuco) e Isabel dos Santos Neri. Seu bisavô por parte de mãe, Vicente da Costa Nery, que Carlos Américo pensa que este tem laços de parentesco com Antonio da Costa Neri ou Antonio Neri, que era major de fragata da Marinha do Brasil e lotado em Pernambuco e casado com a famosa heroína da Guerra do Paraguai, Ana Neri. Sobre os Nery da Costa, informamos que encontramos muitos membros dessa família por terras de Abaeté e Igarapé-Miri e muitos nomes em Belém e informamos ainda que militares, devido dever de ofício, se mudavam constantemente de lugar, cidade, estado. Quem também ajuda Carlos Américo?


Família Correa de Miranda:
Esta família tem origem em Igarapé-Miri e com ramificação em Abaeté, através dos irmãos Justo José Correa de Miranda e Francisco Antonio Correa Caripuna. Helder Bruno Palheta Ângelo que é bacharel e licenciado em História e é estudante de mestrado em História na UFPA e suas pesquisas versam sobre a Família Correa de Miranda e ele tem se correspondido intensamente com o autor do Blog remetendo informações valiosas. E os livros do escitor miriense Eládio Lobato e na Fundação Cultural de Igarapé-Miri devem existir muitas informações sobre essa família.
Recebemos mensagem de Joaquim Correa de Miranda que agradece pelas informações de seus ancestrais e ele próprio com descendentes.
De Carlos Saldanha, que pergunta se o tenente-coronel Arlindo Leopoldo Correa de Miranda tem fotos e sepultura em Abaeté. Parece que existe foto do dr. João Evangelista Correa de Miranda e as sepulturas desses famosos Correa de Miranda devem estar localizadas em cemitérios de Belém/Pa.
De José Correa de Miranda Neto, que tem dúvidas se sua família é paraense, pois ele é carioca e nós informamos que essa rica família se diluiu pelo Brasil e pelo mundo e as fontes de informações por nós usados nessas pequisas.
De Marco Miranda, que é tetraneto do Barão de Cairary e querendo mais detalhes, fontes de pesquisas e para o qual preparamos uma postagem sobre o Barão de Cayrari usando pesquisas de Helder Bruno e documentos provinciais do Pará.


Família Belo:
Alguns membros desta família têm origem na localidade Sirituba, em Abaetetuba.
Dos descendentes de Samuel Correa Belo:
Do tenente-coronel Thales Belo, pedindo mais informações da família Bello, cujos antigos ancestrais se encontram sepultados em tumba no cemitério público de Abaetetuba.


Família Freitas:
De Kamila Tomaz, de Uberaba/Mg, que fornece dados de seus familiares de Abaeté, como:
Seus avós: Raimundo Alves de Freitas (filho de Jacinto Alves Trindade e Joana Maria Trindade) e Arlinda Maria de Jesus (filha de Francisco Assis e Margarida Maria de Jesus).
E seu pai: José Raimundo de Freitas.
Infelizmente não descobrimos a origem dessa família. Quem se habilita em ajudar Kamila?


Família Guedes:
O maestro Gerônimo Guedes foi o fundador em Abaeté da antiga Banda Paulino Chaves e sua neta Lígia Maria Ribeiro Martins, nossa amiga poeta, cantora e blogueira, cuja mãe ainda vive e que é filha do maestro citado. Lígia Maria possui um blog que pode ser acessado através do Blog do Prof. Ademir Rocha. Parece-nos que Gerônimo Guedes seja Gerônimo de Freitas Guedes, este pertencente à antiga Guarda Nacional, ou que Gerônimo Guedes seja filho de Gerônimo Freitas Guedes. Falta a mãe de Lígia Maria confirmar de Ananindeua/Pa.
De Francilene Guedes, que elogia o trabalho de reconstituição da memória de Abaetetuba. Francilene é descendente do Maestro Gerônimo Guedes?


Família Villaça:
Kátia Maristela Vilaça de Carvalho, que agradece emocionada a genealogia de sua família e através dela descobrimos alguns descendentes dessa tradicional família de Abaeté. Kátia Masristela é filha de Clarindo de Araujo Vilaça/Caíto, nascido a 26/5/1924 com Iracema de Oliveira Santos Vilaça e que tiveram 6 filhos: José Adilson, Paulo Sérgio, Maria de Lourdes, Idália Maria, Carlos Humberto e Kátia Maristela dos Santos Vilaça.
Vide a origem dessa família:
Filhos, netos, genros e noras de Clarindo do Espírito Santo de Araújo e Ângela Ferreira Ribeiro:Idalina Ribeiro de Araújo/Idália, nasceu no dia 9/12/1889, na Ilha de Tabatinga, Distrito de Abaeté e casou com Príncipe da Silva Villaça/Pichota e tiveram 5 filhos: João Natalino/Joca, Antonio, José (falecido criança), Sebastiaão/Sabarico e Clarindo de Araujo Vilaça/Caíto. Idália faleceu no dia 8/7/1962, na residência dos herdeiros de seus pais, à Rua Siqueira Mendes, 1531, com 72 anos.
Antônio de Araújo Vilaça, casou com Aldenise Carvalho Bararatim. Sebastião de Araujo Vilaça/Sabarico, nasceu no dia 19/12/1921 e casou com Pedrina. Tiveram 1 casal de filhos: Maria da Conceição e José Roberto.


Famílias Barros e Pereira de Barros:
E foram várias as mensagens que recebemos e continuamos a receber dos descendentes do prof. Bernardino Pereira de Barros, espalhados pelo Brasil, como:
Pérola Medeiras de Barros, neta do professor, filha de Altair Araujo de Barros e Maria Janice Medeiros de Barros.
Advogado em São Paulo, Luiz Fernando B. Carlão, filho de Irene Lacy Araujo Barros, esta filha do prof. Bernardino e Ana Araujo Barros e primo de Altair Medeiros de Barros.
De Paulo Barros, colhemos os seguintes dados: Álvaro Barros, português que casou com Rosa de Lima, de Abaeté e tiveram filhos, entre os quais: Alberto de Lima Barros, que por sua vez é pai de Paulo Barros.


Família Costa:
Tradicional família de Abaeté, em cuja 2ª publicação estará sobremaneira ampliada por novas pesquisas e nomes e com agradecimentos de alguns membros dessa grande família:
De Breno Costa, filho de Benedito Costa e Leoneide, morador em Buenos Aires, que informou seu pai da existência do Blog.
De Matheus, filho de Maria da Conceição Solano da Costa, casada com Dionísio Teixeira da Costa, que informa que informa todos os descendentes dessa família, aumentando-a em algumas gerações e outros dados.


Família Pereira:
De Pedro, neto do saudoso dr. Almir de Lima Pereira, promotor público em Abaetetuba e prof. De História e 2º diretor da Escola Bernardino Pereira de Barros, que informa que certos dados da vida de seu avô que ele não conhecia.


Família Cardoso Amanajás:
Tradicional família com origem nas ilhas de Abaeté e Igarapé-Miri/Pa, descendentes de Laurindo Cardoso e Antonio Cardoso Amanajás. Há possibilidades dos Cardoso vindo para Abaeté de que eles sejam descendentes de judeus europeus convertidos e que vieram de Pernambuco, estado que recebeu levas de judeus nos primeiros anos da fase colonial do Brasil.
Pedimos ao Edmir Amanajás que caso queira informações sobre a família Cardoso, lhe recomendamos conversar com o prof. Horácio Cardoso, diretor da Escola Stella Maria que tem memória fotográfica.
Através da profa. Eida Terezinha descobrimos alguns Amanajás residentes em Abaetetuba.


Família Malato:
Tradicional família de Ponta de Pedras e com ramificações em Abaetetuba e várias localidades do Brasil:
Contentamento de Egle Domingas Malato de Azevedo, filha de Pedro Malato e Patrícia, que acrescenta seus irmãos: Edney, Júnior, Elis, Elen, Eden.


Família Silva:
Esta família é grande em Abaetetuba e com algumas vertentes.
A família Gama da Silva teve origem na Ilha do Marajó e com descendentes em Abaetetuba através do conhecido Vicente Gama da Silva, mais conhecido como Vicente Gama. Sua Neta Rejane obteve informações sobre seu avô e estamos fazendo novos levantamentos sobre essa família.


Família Aracaty:
Descobrir por onde estão espalhados muitos membros dessa família, descendentes de Antonio Vilhena Aracaty e Maria do Carmo Lima de Araujo/Guíta.
De Roberto Aracaty, filho de Benedito de Araujo Aracaty e Elza e Benedito, primo e colega de estudos e professorado na Escola Bernardino Pereira de Barros e que faleceu prematuramente em Belém quando era funcionário da Justiça do Trabalho/Junta do Trabalho.
Os Aracaty Pinheiro, em Belém/Pa e outros Araujo Aracaty em Santarém/Pa.


Família Pantoja:
Jane Pantoja, que procura descobrir os parentes de seu pai de nome João Wanderlei Pantoja, que viveu aproximadamente 50 anos na Amazônia e tinha 74 anos e com parentes Abaetetuba. Lhe respondi que o reduto dos Pantoja é o município vizinho de Igarapé-Miri, porém descobri na localidade Rio Maúba (um lado é Abaetetuba e outro é Igarapé-Miri) muitas pessoas com o sobrenome pantoja.


Família Baptista:
Dos descendentes de Francisco de Lima Batista/Pombo, recebemos mensagens de atualizações de membros dessa tradicional família, na forma de filhos, netos: Renato, Rodrigo.


Família Jorge:
Encontramos em uma busca o nome de Dione Jorge, que de Madureira, Rio de Janeiro, diz ser descendente de sírios e cujo bisavô chamava-se Miguel Jorge que morou em Belém/Pa e que um de seus filhos chamava-se Murillo Jorge. O que temos a dizer a Dione, daqui de Abaetetuba/Pa, é que tivemos e ainda temos até os dias atuais descendentes da família Jorge em Abaetetuba e outros espalhados pelo Brasil. Vide Família Jorge de Abaetetuba.

INFORMANTES, VISITANTES E SEGUIDORES DO BLOG:
As visitas ao Blog acontecem principalmente no Brasil, porém temos visitantes de todas as partes do mundo e as visitas já estão chegando às 33.000 visitas. Para um blog de assuntos regionais e como tais limitados, achamos que já é um grande feito. Queremos pedir desculpas aos nossos amigos das redes sociais que querem estabelecer sadios bates-papos, porém o tempo que dedicamos às pesquisas é muito grande e nos falta tempo para dialogar com esses amigos. Porém recomendamos nossos e-mails, o espaço do Blog para as mensagens e que, sempre estaremos respondendo a essas mensagens.
Quanto aos nossos seguidores, que junto com os visitantes, são a razão do existir do Blog, informamos que já são mais de meia centena, sendo a maioria de membros de famílias de Abaetetuba, Igarapé-Miri, Ponta de Pedras, Belém e outras cidades que se identificam com suas origens e com a cultura de Abaetetuba.
Outros são escolas, entidades, órgãos e pessoas de outros estados do Brasil e até de outros países. E muitos desses seguidores são amantes da cultura, das artes, do artesanato, da história e memória e alguns são cantores, poetas, escritores, artistas plásticos e artistas diversos que temos a satisfação de divulgar suas produções e artes, pois alguns de seus blogs estão elencados no rol dos nossos recomendados.
Os informantes são pessoas de mentes privilegiadas espalhadas por Abaetetuba e suas localidades do interior do município que nos prestam valiosas informações a respeito das famílias, cultura, atividades econômicas, memórias, etc. A essas pessoas agradecemos e consideramos o Blog como seu espaço de informações.


PADRE LUIZ VARELLA E OUTROS PADRES:
Através de Anderson Tavares descobrimos mais dados sobre a vida do Padre Luiz de França do Amaral Varella, que tem o nome perpetuado em Abaetetuba em rua, escola e na história da Igreja Católica pelo muito que fez em Abaeté e descobrimos sua ascendência, local de nascimento e seu falecimento no Rio Grande do Norte em 1934.
Um visitante do Maranhão ficou de nos remeter foto onde aparece o frei Anastácio Maria da Porteira, capuchinho que trabalhou em Abaeté.
O frei José Maria de Manaus tem uma antiga foto que será brevemente publicada.

TOPONIMÍA, LINGUAJAR CAMETAOARA, GÍRIAS, PALAVRAS E EXPRESSÕES PARAENSES:
Várias foram as mensagens sobre toponímia, linguajar cametaora, que recebemos, entre as quais:
De Clóvis Chiaradia, médico, 75 anos, casado e com filhos e netos e pesquisador de toponímia indígena, de São Paulo, querendo pormenores sobre o significado de algumas palavras indígenas citadas no Blog. Como não somos versados no assunto tivemos que recorrer a alguns blogs, como ao Blog do Netuno; ao clássico e importante livro da profa. Maria de Nazaré Carvalho Lobato, “Kamaig, Linguagens dos Rios”, que fala da linguagem tupi-guarani e nheengatu; do taynalu.blogspot.com e ao clássico “Glossário abaeteense” de Jorge Machado.

CANTORES, ARTISTAS PLÁSTICOS, COMPOSITORES, MÚSICOS, POETAS:
Tivemos visitas importantes nesse sentido:
Recebemos pedidos de informações e agradecimentos sobre músicos de Abaetetuba:
De Professores e pesquisadores sobre músicas de bandas, como os músicos e compositores musicais do porte dos mestres Cardinal e Rui Guilherme:
De Cardinal sabíamos que além de músico compunha, junto com outros músicos, toadas para os antigos cordões juninos de Abaeté. Descobrimos porém que possui um vasto acervo de músicas de bandas musicais das quais algumas vão ser gravadas por mestrandos da UFPA e que Rui Guilherme igualmente possui composições que vão ser gravadas pelos mesmos mestrandos.
Da neta do Maestro Paulino Chaves, residente no Rio de Janeiro, Lúcia Maria Chaves Tourinho, recebemos convite para o lançamento de dois livros sobre a vida e obra desse grande maestro (temos em mãos esses dois lançamentos) e consideramos essa descoberta muito importante no campo da música.
De Cabinho (deve ser o famoso seresteiro, cantor, compositor e músico Cabinho Lacerda), fazendo Licenciatura Plena em Música pela UFPa e pesquisador da Banda Carlos Gomes. Obrigado pelos parabéns.
De Lígia Maria Ribeiro Martins, que é cantora, poetisa e blogueira “saavedramusicachibeepoesia.blogspot.com” com seus belos comentários, notícias, divulgações e imagens do seu largo círculo de amizades artísticas, que informou que sua mãe, filha do maestro Gerônimo Guedes, chorou quando soube que seu pai fora citado em nosso modesto Blog e Lígia Maria é neta desse famoso maestro que trouxe a genética musical de seu avô, que foi o fundador da Banda Paulino Chaves, de Abaetetuba.
Nos orgulhamos de todos nossos seguidores parentes das famílias citadas no Blog e dos poetas Celso de Alencar, Lígia Maria e artistas plásticos como Newton Avelino, Alecsander Alves e design de Moda, Claudinei Polessel que é historiador de genealogias, Programa Conexão SBT, Franderson Eudes que é Bacharel em Turismo, Carném Américo e todos os demais seguidores. Os mesmos podem usar o espaço do Blog para suas considerações, comentários e alguns que possuem blog nós abrimos espaço em nosso Blog para os devidos acessos pelos visitantes dos diversos blogs.


ESTUDANTES, PROFESSORES E PESQUISADORES:
Recebemos várias mensagens sobre assuntos variados e, na medida do possível, tentamos responder a algumas questões levantadas:
De João Santos Nahum, professor e pesquisador da UFPa, querendo saber sobre as populações remanescentes de quilombos, história dos engenhos. Sobre os quilombos ainda estamos fazendo os devidos levantamentos e sobre os engenhos recomendamos o livro História do Pará, de Ernesto Cruz e aqui temos vários pesquisadores desse assunto como o padre Adolfo, que está fazendo um levantamento dos antigos engenhos de Abaeté, das inúmeras monografias dos concluintes de cursos superiores. Nós particularmento ainda estamos fazendo alguns levantamentos para futuras publicações e já temos muitos dados publicados no Blog.

ÓRGÃOS, ENTIDADES, CLUBES:
Muitos descendentes de pessoas que participaram ou trabalharam em órgãos, entidades e clubes agradeceram pela menção do nomes de seus ancestrais:
De Anna Karinna, que cita seu pai que era membro do Círculo Esotérico da Comunhão do Pensamento e o pai do autor do Blog também fazia parte desse círculo de mentalização em todo o Brasil para as coisas boas.
De Marcos Neemias, que se reporta ao cidadão Roldão Sereni como praticante de advocacia em Abaetetuba e se refere ao seu pai Luiz Reis e José Heiná Maués, membros da OAB, advogados ilustres de Abaetetuba. Sobre Luiz Reis já lhe prestamos uma justa homenagem em postagem e sobre José Heiná estamos ainda coletando dados biográficos e familiares.
Do prof. José Maria Belo, que agradece pela postagem sobre o Sistema Modular de Ensino-SOME.


PAÍSES:
De Jéssica, que aos 12 anos foi embora para o Japão e que cita saudosa seus amigos de infância: Hiran, Jackson, Sandra, Juliene, Marilene, Angélice e cita sua escola de infância, o INSA e que pedia fotos de Abaetetuba e que atendemos em parte esse pedido.
Temos tido visitantes dos Estados Unidos, Alemanha, China, Argentina, Reino Unido, Portugal. Irlanda, Irã, Itália, Macau e outros países onde exista abaetetubense e interesse pela cultura paraense e brasileira.


Prof. Ademir Rocha.

Um comentário:

  1. Caro Professor Ademir,
    é sempre um grande prazer ler seu blog.
    Abraço Satira Pimentel

    ResponderExcluir