Mapa de visitantes

terça-feira, 15 de março de 2011

CULTURA EM ABAETETUBA: DIVULGAÇÃO
























CULTURA EM ABAETETUBA: DIVULGAÇÃO

CONVITE PARA CONCERTO DE FLAUTAS EM ABAETETUBA

QUARTETO DE FLAUTAS Pé di Sí
DIA: 9/4/2011 ÀS 20h

LOCAL: IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

Caro componente do Quarteto Pé di Si, agradeço pela visita ao Blog e pelos elogios. Realmente a cultura é um dos focos do Blog. Pena que a verve musical do povo abaetetubense não tenha evoluído para a criação de grupos musicais voltados para exibições públicas como a de vcs. Esperamos que as universidades, faculdades e escolas daqui se voltem para um resgate cultural em todas as suas vertentes para o nosso município e até região. Existem alguns grupos culturais que lutam com a falta de apoio para subsistir. Parabenizo vcs, estarei presente na exibição e divulgarei o grupo de flautas. Um abraço do Ademir Rocha

Por BLOG DO PROF. ADEMIR ROCHA em CULTURA EM ABAETETUBA/PA em 14/03/11

Quero parabeniza-lo pelo blog e já que cultura consta em um de seus seguimentos, gostaria de divulgar um concerto de flautas que se realizara no dia 9/4 as 20h na Ig. N. Sra. Conceicao, com entrada franca. Abaetetuba fara parte de uma turne aprovada pelo Quarteto de Flautas Pé di Sí junto a Lei Semear e ao Governo no Estado do Para. Alem do nosso repertorio tradicional, contaremos com 4 musicas de compositores paraenses arranjadas exclusivamente para nossa turne. Vale a pena conferir. Agradeceria a divulgacao. Grato, Jonathan quartetopedisi.blogspot.com

Por Quarteto Pé di Sí em CULTURA EM ABAETETUBA/PA em 13/03/11

Quarteto de Flautas Pé di Sí

Blog do Quarteto de Flautas Pé di Sí, atuante desde o ano de 2000. Dedica-se à divulgação da música erudita e popular para essa formação. Tem como membros Bruno Faria, Daniel Della Savia, Fernando Sales e Jonathan Miranda. 9 de fevereiro de 2011

A linguagem de sinais para improvisação Soundpainting: sinalizando uma nova ferramenta para a formação musical, por Bruno Faria
Oriental: A importância do timbre na obra de Pattápio Silva, por Daniel Della Savia
Tese de mestrado defendida na Escola de Música da UFMG. Aborda a análise musical e interpretativa da peça "Oriental" do famoso flautista e compositor Pattápio Silva.

Postado por Quarteto Pé di Sí às 07:49 1 de fevereiro de 2011

Turnê Paraense - "Flautas para o Pará"

Quem sou eu

Quarteto Pé di Sí

O quarteto “Pé dí Sí” foi formado em 2000,em Belo Horizonte. Nessa época, seus integrantes eram jovens bacharelandos do curso de música e tinham como objetivo divulgar a música erudita e popular para essa formação. O grupo se apresenta desde então com peças originais e também com arranjos. “Pé di Sí” possui duplo significado; o pé é a parte final da flauta, existem flautas com o pé em dó e com o pé em si. Na época, todos eram estudantes detentores somente de flautas com pé em dó e almejavam flautas melhores, com pé em si. Daí o nome do grupo, que seria algo como: pede-se Pé di Sí. O grupo já aprovou um projeto junto ao Banco Desenvolvimento Minas Gerais (BDMG), o que lhe possibilitou a realização de uma turnê por MG para concertos e master classes. Já se apresentou em ocasiões como: Festival de Sabará e Ouro Preto, IV Encontro Internacional de compositores e intérpretes Latino-americanos, Segunda Musical na Assembléia Legislativa de Minas Gerais, Jovem Músico do BDMG Cultural. O quarteto aprovou um projeto junto ao Governo do Pará, que permitirá a realização de uma turnê em 2011, contando com algumas peças regionais, arranjadas exclusivamente para o quarteto Pé di Sí.

• Bruno Faria - Currículo
• Daniel Della Savia - Currículo
• Fernando Sales - Currículo
• Jonathan Miranda - Currículo

Bruno Faria

Flautista e soundpainter, é natural de Belo Horizonte - MG. Formou-se bacharel em música pela Universidade do Estado de Minas Gerais (2003) e mestre em música pela The University of Iowa (2005). Durante estes anos de formação acadêmica atuou em vários tipos de grupos musicais no Brasil e nos Estados Unidos: a banda Nono Osso, o quarteto de flautas Pé di Sí, o duo Tramanduá de flauta e violão, a banda sinfônica da UFMG, banda sinfônica, orquestra sinfônica, orquestra de câmara, o quinteto de sopros de pós-graduandos e o grupo de música contemporânea (Center for New Music) da Universidade de Iowa e o Gamut Sounpainting Ensenble. Com este último participou em 2004 da montagem do espetáculo Columbus – A Soundpainting Opera, dirigido pelo criador da linguagem de sinais para improvisação, Walter Thompson. Foi bolsista no Institute and Festival for Contemmporary Performance, organizado pela Mannes College of Music (NY) em julho de 2005.

De volta ao Brasil, trabalhou como flautista/flautinista da Orquestra Filarmônica do Espírito Santo de 2006 à 2009, e como professor de flauta e coordenador do quinteto de sopros dos professores na Faculdade de Música do Espírito Santo nos anos de 2007 e 2008. Neste período formou em Vitória-ES a Orquestra Brasileira de Soundpainting, primeiro grupo a utilizar a linguagem de sinais para improvisação, Soundpainting, na América Latina. Nos anos de 2007, 2008 e 2010, participou dos encontros Soundpainting Think Tank realizados em Tours (França), Helsinborg (Suécia) e Bordeaux (França), respectivamente, através do Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural do Ministério da Cultura do Brasil, aprimorando-se enquanto performer e soundpainter.

Atualmente é professor assistente no Instituto de Artes e Design da Universidade Federal de Juiz de Fora, onde leciona flauta transversa e prática de conjunto. A partir das experiências acumuladas como performer e educador, vem desenvolvendo um trabalho de pesquisa que busca renovar o ensino da flauta transversa e da música em geral, inserindo no dia a dia acadêmico a improvisação e a música popular brasileira como ferramentas para o desenvolvimento musical. Vem divulgando este trabalho em festivais nacionais e internacionais, ministrando oficinas de Soundpainting e apresentando comunicações em eventos como o Inverno Cultural da UFSJ, o IX e XX Encontros Internacionais de Flautistas da ABRAF, o Seminário Interno de Pesquisa em Artes e Design - UFJF, o VI Simpósio de Cognição e Artes Musicais (UFRJ), dentre outros.
Aliado a este trabalho de pesquisa, mantêm suas atividades musicais em colaborações com professores na Universidade Federal de Juiz de Fora e com os grupos de música de câmara Duo Tramanduá de flauta e violão, Quarteto de Flautas Pé di Sí e Quinteto de Sopros Capixaba.
Prof. Ademir Rocha, de Abaetetuba/Pa, em 15/3/2011

2 comentários:

  1. Quarteto Pé di,
    Assisti o concerto de vocês em Abaetetuba e gostei muito. Que neste Ano Novo vocês alcancem todo o sucesso que merecem. Abraços de Ademir Rocha.

    ResponderExcluir