Mapa de visitantes

terça-feira, 12 de outubro de 2010

CÍRIO DE NAZARÉ EM BELÉM/PA











O CÍRIO DE NAZARÉ EM BELÉM DO PARÁ
A Festa e o Círio de Nossa Senhora de Nazaré que acontece em Belém a partir do 2º domingo de outubro é uma das maiores manifestações religiosas dentre todas as que se celebram no mundo católico. É uma festa grandiosa de fé, esperança, devoção popular e cultura do povo paraense. Essa festa já está se espalhando de Belém para outros municípios paraenses e muitas cidades do Brasil.

Já são mais de dois séculos de círios inesquecíveis e de significação pessoal para cada um dos participantes dessa festa de fé, devoção e cultura.

A festa começou com uma procissão que no nos seus últimos anos foi acrescentada de outras procissões para atender a fé de algumas classes do povo paraense. Hoje em dia existem, além do grandioso Círio de Nossa Senhora de Nazaré, que acontece no 2º domingo de outubro, que arrasta mais de 2 milhões de fiéis pelas ruas de Belém, outras procissões e manifestações religiosas e culturais, como:

. A trasladação da pequena imagem de Nossa Senhora de Nazaré, na noite de véspera do Círio, para a Igreja da Sé, de onde sai a grandiosa procissão do Círio de Nazaré;

. A visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré pelas cidades da Zona Metropolitana, arrastando consigo multidões de fiés atrás da berlinda com a imagem;

. As visitas de réplicas de imagens de Nossa Senhora de Nazaré pelos órgãos públicos, empresas de Belém;

. O Círio Fluvial que acontece no sábado pela manhã da véspera do domingo e que arrasta mais de 500 embarcações enfeitadas de todos os portes e formas;

. A Moto-Romaria, que saí após a chegada do Círio Fluvial, percorrendo as ruas de Belém com mais de 20 mil motos;

. Auto da Padroeira, que é uma homenagem cultural dos artistas do Pará à Nossa Senhora de Nazaré;

Recírio, que é outra grande procissão que acontece no último dos 15 dias de festividade de Nossa Senhora de Nazaré e com outra grande multidão de fiéis atrás da berlinda com a imagem da Santa Padroeira do Pará;

O início da devoção à Nossa Senhora de Nazaré em Belém começou com uma história parecida com a história de Nossa Senhora Aparecida em São Paulo, quando o pescador chamado Plácido encontrou em um rio a pequena imagem de Nossa Senhora de Nazaré;

O Círio e a Festa de Nossa Senhora de Nazaré foram criando outras trdições e simbologias em todos os aspectos da vida do paraense, como:

. A fé dos promesseiros, quando todas as formas de promessas feitas à Nossa Senhora são cumpridas, inclusive aquela de acompanhar o Círio agarrado a uma grossa e enome corda de sizal de 400 metros de comprimento. A Corda, agora, é um dos símbolos do Círio;

. O almoço do Círio, baseado em comida regional como o pato no tucupi e maniçoba e toda a família reunida, além de outros parentes e agregados vindos do interior do Estado e de outras cidades do Brasil inteiro;

. Os coloridos e variados brinquedos de miriti vindos de Abaetetuba, que retratam o cotidiano da vida ribeirinha. Hoje em dia existe até uma feira que funciona em uma das praças de Belém com essas graciosas peças de artesanato;

. A berlinda e o manto de Nossa Senhora, que são fortes símbolos do Círio;

. O forte apelo comercial do Círio e da Festa de Nossa Senhora de Nazaré que movimenta o turismo, o comércio e o setor de serviços do Pará;

E muitos outros símbolos e tradições do Círio e Festa de Nossa Senhora de Nazaré poderiam ser citados aqui nesta postagem.

Vide as imagens dos jornais de Belém e das ventarolas distribuídas por segmentos da economia sobre o Círio e festa de Nossa Senhora de Nazaré.

Prof. Ademir Rocha, de Abaetetuba/Pa, em 12/10/2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário