Mapa de visitantes

sábado, 1 de maio de 2010

Família Araujo - Famílias e Vultos de Abaetetuba

Família Araujo - Famílias e Vultos de Abaetetuba

Postagem em construção
FAMÍLIA ARAUJO DE ABAETÉ/ABAETETUBA/PA 2
Observações:
1) Grande parte destas pesquisas genealógicas da Família Araujo foram desenvolvidas pela Profa. Benvinda de Araujo Pontes, que as repassou ao seu primo Ademir Heleno Araujo Rocha para que este continuasse essas pesquisas.
2) Simbologia:
Gerações: G1=1ª G=1ª geração; G2=2ª G=2ª geração, etc.
Filhos=F; F1=1º filho; F2=2º filho, etc./ Pais=P
Netos=N; N1=1º neto; N2= 2º neto, etc/ Avós=Av
Bisnetos=Bn; Bn1=1º bisneto; Bn2= 2º bisneto, etc./ Bisavós=Bsv
Trinetos=Tn; Tn1=1º trineto; Tn2=2º trineto, etc/ Trisavós=Tsv
Tetranetos=Ttn; Ttn1=1º tetraneto; Ttn2=2º tetraneto, etc./ Tetravós=Ttvs
Pentanetos=Pn; Pn1=1º pentaneto; Pn2= 2º pentaneto, etc./ Pentavós=Ptvs
Hexanetos=Hn; Hn1=1º hexaneto; Hn2=2º hexaneto, etc./ Hexavós=Hvs
Heptanetos=Hpn; Hpn1=1º heptaneto; H7n2=2º heptaneto, etc./ Heptavós=Hpvs
Octanetos=Ocn; Ocn1=1º octaneto; Ocn2=2º octaneto, etc./ Octavós=Ocvs
Eneanetos=En; En1=1º eneaneto; En2=2º eneaneto, etc
Decanetos=Dcn; Dcn1=1º decaneto; Dcn2=2º decaneto, etc./ Decavós=Dcvs
Avós: avós paternos; avós maternos.
Nascimento ou nascido=n; Falecimento ou falecido=f; batizado=b
Casado com ou casou com=c/c com=c/ sobre, seus,sem=s/ residente=res. Conforme=cfe. Certidão=cert. para=p/ pagina=pag.
3) Gráu de parentesco dos descendentes:
Pais/Filhos,
Avós/Netos,
Bisavós/Bisnetos,
Trisavós/Trinetos,
Tetraavós/Tetranetos (os verdadeiros tataranetos).
Pentavós/Pentanetos,
Hexavós/Hexanetos,
Heptavós/Heptanetos,
Octavós/Octanetos,
Eneavós/Eneaneto ou
Decavós/Decanetos.
Hendeavós/Hendeaneto.
Dodecavós/Dodecaneto
Tridecavós/Tridecaneto
Tetradecavós/Tetradecaneto
Pentadecavós/Pentadecaneto
1ª G/LUIZ JOAQUIM DE ARAUJO, n. na Ilha de Tabatinga, município de Abaeté e era capitão e c/c Feliciana Joaquina de Araujo. Luiz Joaquim faleceu no dia 28/4/1883, às 2h da tarde e foi sepultado no dia seguinte.
Luiz Joaquim e Feliciana tiveram 10 filhos, 2ª G/Filhos/F: Clarindo do Espírito Santo, Anna, Camilla de Lélis, Antonia das Flores, Felippe Santiago de Araujo, Carolina, Balbina, Joana...Clara de Nazaré, Tomaz de Aquino de Araujo.
2ª G/Filhos/F, de Luiz Joaquim e Feliciana:
2ª G/F/ Felippe Santiago de Araujo.
Felipe Santiago de Araújo era tio de Prudente Ribeiro de Araújo e seus irmãos. Possivelmente nasceu no ano de 1867 ou 1868.
Felippe Santiago de Araujo, junto com seus familiares, em 1908, participava da Irmandade de São Sebastião, que se tornou o braço religioso do Club Musical Henrique Gurjão, fundada pelo musicista baiano Horácio de Deus e Silva em 1904.
Felippe Santiago era funcionário público municipal, em 1904, 1905.
Os primeiros alunos da escola de música de Hermínio Pauxis/Hermínio Antonio da Silva Pauxis), em 1879, foram: Antônio Gonçalves Chaves, no 2º pistão; Felippe Santiago de Araújo, no clarinete; Luiz Joaquim de Araújo (pai de Felippe Santiago de Araujo), no contrabaixo; Raimundo de Araújo Borges, bumbeiro e pratilheiro e seu irmão Paulo de Araújo Borges, no oficlides em dó; Manoel Joaquim da Silva Lobato, na trompa. Essa escola de música foi denominada “31 de Agosto”, que era o dia em que se festejava São Raimundo Nonato.
Felippe Santiago de Araujo, c/c Maria Pessoa de Araujo e tiveram filhos, 3ª G/Netos/N e com residência na antiga Rua Siqueira Mendes, em Abaeté/Pa.
1917: Felippe Santiago de Araujo prepara a sepultura de sua esposa Maria Pessoa de Araujo, em 2/3/1917.
Citação de 1922: Pagamento de imposto de valor locativo pelos herdeiros de Felippe Santiago de Araujo, de um imóvel sito à Rua Siqueira Mendes, na cidade de Abaeté.
Há referências à Felippe Santiago de Araujo em 1920.
Como político participou da 1ª Cãmara de Abaeté (7/1/1881-1884), que tinha como presidente, Arlindo Leopoldo Correa de Miranda, e os demais componentes, eram: Alferes Torquato Pereira de Barros, José Benedito Rodrigues, José Augusto Fortunato, Camilo José Freitas, e Leonardo Antonio Furtado.
2ª G/F, filhos de Luiz Joaquim e Feliciana:
2ª G/F/ Clarindo do Espírito Santo de Araújo.
Citações históricas sobre Clarindo:
Citação de 1922: Clarindo Araujo com pagamento do imposto de valor locativo de um imóvel sito à Rua Siqueira Mendes, na cidade de Abaeté, no valor de 7$200, na intendência do Dr. Lindolpho Cavalcante de Araujo.
CLARINDO DO ESPÍRITO SANTO DE ARAUJO, n. em 20/3/1862, na Ilha de Tabatinga e c/c Ângela Ferreira Ribeiro, no dia 26/5/1888, sábado.
Clarindo era professor e exerceu, ainda, os seguintes cargos: Escrivão de Juiz Substituto da Comarca de Faro, interinamente; Oficial de Registro Geral de Hipoteca de Faro em 23/4/1894 e em 1/12/1894; Secretário da Intendência de Faro; de 9/1/1888 a 27/11/1899; exerceu o cargo de Escrivão Interino do 1º e 2º Cartório da Comarca de Ponta de Pedras, quando pediu demissão.
Em Abaeté foi, também, Oficial de Registro Civil e professor.

Clarindo faleceu no dia 14/9/1923, em sua residência, às 20h, à Rua Siqueira Mendes, em Abaeté, com 61 anos, 5 meses e 24 dias e seu casamento durou 35 anos, 3 meses e 19 dias.
Clarindo e Ângela tiveram 11 filhos, 3ª G/Netos/N: Idalina//Idália, Valdomira/Mira, Zizina/Zizi, Prudente, Raimundo/Raimundinho, Antônio/Antonico/Titá, Anna/Anica/Nicota/Mimi, Lauro, Angelina, Pedro e Licynio Ribeiro de Araujo
1931: Na antiga Rua Siqueira Campos/Abaeté/Pa, moravam: Ângela Ribeiro de Araujo, José Sertório de Miranda, Bernardino Mendes da Costa com sua esposa Áurea de Carvalho Costa.

3ª G/Netos/N, filhos de Clarindo e Ângela:
3ª G/N: Idalina Ribeiro de Araújo/Idália, n. em 9/12/1889, na Ilha de Tabatinga, Distrito de Abaeté/Pa e c/c Príncipe da Silva Villaça/Pichota e tiveram 5 filhos, 4ª G/Bisnetos/Bn: João Natalino/Joca, Antonio, José (falecido criança), Sebastião/Sabarico e Clarindo de Araujo Vilaça/Caíto. Idália f. em 8/7/1962, na residência dos herdeiros de seus pais, à Rua Siqueira Mendes, 1531/Abaeté/Pa, com 72 anos, 5 meses e 1 dia.
Idalina Ribeiro de Araujo era membro da Irmandade do Divino Espirito Santo, em Abaeté. Vide citação sobre o Padre Alcides Paranhos e o sumiço da Coroa do Divino.

4ª G/Bisnetos/Bn, filhos de Idália/Idalina Ribeiro de Araujo com Príncipe da Silva Villaça/Pichota:
4ª G/Bn/ Antônio de Araújo Vilaça, c/c Aldenise Carvalho Bararatim.
4ª G/Bn/ Sebastião de Araujo Vilaça/Sabarico, n. em 19/12/1921 e c/c Pedrina e tiveram 1 casal de filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: Maria da Conceição e José Roberto.
4ª G/Bn/ Clarindo de Araújo Vilaça/Caíto, n. em 26/5/1924 e c/c Iracema e tiveram vários filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: José Adílson, Paulo Sérgio, Maria de Lourdes, Idália e ...

3ª G/Netos/N, filhos de Clarindo do Espírito Santo de Araujo e Ângela Ferreira Ribeiro de Araujo:
3ª G/N/ Valdemira de Araújo/Mira, n. em 3/4/1891, às margens do Rio Itacuruçá/Distrito de Abaeté/Pa. C/c o viúvo Francisco Augusto dos Santos e tiveram 5 filhos, 4ª G/Bisnetos/Bn: Mariolino/Lilito, Zilú, Laurino, Augusto e Maria do Carmo de Araújo Santos.
Mira f. em 13/8/1973, com 82 anos, 4 meses e 10 dias, em Belém/Pa, na casa de s/filha Maria de Nazaré Valente do Couto/Bicuí e foi s. no Cemitério de Santa Isabel/Belém/Pa.

4ª G/Trinetos/Tn, filhos de Mira e Francisco:
4ª G/Tn/ Mariolino de Araújo Santos/Lilito, n. em 4/5/1918, em Abaeté e f. em 11/9/1982, no Rio de Janeiro, onde morava. C/c Gilda, depois se desquitaram e tiveram 2 filhos, 5ª G/Tetranetos/Ttn: Mariolino e Sérgio Paulo, este é casado e tem filhos, 6ª G/Pentanetos/Pn.
4ª G/Tn/ Augusto de Araújo Santos/Baguinho, que casou, mas se separou de sua 1ª mulher. Tiveram 1 filho, 5ª G/Tetranetos/Ttn: Carlos Alberto Santos. Augusto, depois, c/c Ária e tiveram 2 filhos, 5ª G/Tetranetos/Ttn: Ariaugusto e Olindimira.
4ª G/Tn/ Maria do Carmo de Araújo Santos/Marique, n. em 1/12/1921, era professora, solteira e faleceu no dia 23/8/1953, com 32 anos, em Belém/Pa, onde morava.

3ª G/Netos/N, filhos de Clarindo e Ângela:
3ª G/N/ Zizina Ribeiro de Araújo, seu marido Emiliano de Lima Pontes, era irmão de s/cunhada Raimunda Pontes de Araújo/Mundica, esposa de Prudente. (Vide Família Pontes, de Emiliano de Lima Pontes e Zizina Ribeiro de Araujo Pontes).
Zizina Ribeiro de Araujo c/c Emiliano de Lima Pontes e tiveram /filhos, 4ª G/Bisnetos/Bn, cujos nomes seguem as letras do Alfabeto Brasileiro: Alpha, Benvinda, Clélia, Deodato, Expedito, Felício, Genuíno. Vide Família Pontes, de Emiliano de Lima Pontes. Essa família possui as seguintes gerações, que já foram elencados mos estudos dessa família:

5ª G/Trinetos/Tn, de Luiz Joaquim de Araujo e Feliciana Joaquina de Araujo:
6ª G/Tetranetos/Ttn, ídem;ª geração:
7ª G/Pentanetos/Pn, idem;
8ª G/Hexanetos/Hn, idem;
9 G/Heptanetos/Hpn, idem;
Etc.
3ª G/Netos/N, filhos de Clarindo do Espírito Santo de Araujo e Ângela Ferreira Ribeiro de Araujo:
3ª G/N/ Prudente Ribeiro de Araújo/Prudente Araujo.
Citações históricas sobre Prudente:
Prudente Araujo. é citado em documento de 1926. Era músico e atuava nas peças teatrais, no Grupo Scênico de Abaeté, onde era um de seus diretores. Vide Teatro Nossa Senhora da Conceição e Grupo Scênico de Abaeté, anos de 1920.
Há uma citação de 1925 sobre s/residência: Prudente Ribeiro de Araujo, residente à Rua Siqueira Mendes.
Prudente Ribeiro de Araujo, iniciou s/vida profissional como comerciante, pelos rios do município. Depois se tornou gerente da mercearia “Fé em Deus”, da firma E. L. Pontes.
Trabalhou como escriturário e era músico, tocando flautim (o menor dos instrumentos musicais), na Banda Carlos Gomes, nos tempos do Mestre Chiquinho Margalho.
Prudente Araujo, assume como mestre da Banda Carlos Gomes, no lugar de s/irmão Pedro Ribeiro de Araujo.
Prudente Araújo era idealista e abnegado, um exemplo de vigor físico, boa vontade e amor à arte musical. Na sua época a banda ressurge, mesmo sem o brilho do passado glorioso. Mas como a tarefa era muito árdua e ele já estava adoentado e bastante idoso, convidou outro idealista, o Maestro Rui Guilherme/Rui Guilherme Mendes dos Reis, para ajudá-lo no soerguimento e manutenção da famosa banda, que tanto amava.
Há anotações de Prudente Ribeiro de Araújo, de 1908, como músico.
Prudente Ribeiro de Araujo, apesar de ser esotérico, na década de 1930, foi um dos baluartes na construção da Igreja Matriz de Abaeté. Tinha muitos amigos, especialmente no grupo dos esotéricos, que era uma doutrina filosófica em moda naqueles tempos. Alguns de seus amigos esotéricos: vide fam. Pontes, João Nepomuceno de Pontes, Emiliano de Lima Pontes.

Vide Felippe Santiago de Araujo, acima, sobre os membros da irmandade de S. Sebastião, em 1908, em Abaeté.
Vide Idalina Ribeiro de Araujo/Idália, sobre o Padre Alcides Paranhos, em 1912, em Abaeté e sobre a “Coroa do Divino Espírito Santo”.
Ano de 1919: A primeira Diretoria do Grupo Scênico Abaeteense era formado por artistas de Abaeté. Presidente, Abel Barros; vice-dito, João Nepomuceno de Pontes; 2º vice-presidente, Abel Lobo; 1º secretário, Prudente de Araujo; 2º dito, Bararaty Franco; tesoureiro, Raimundo Leite e o ensaiador, Guilherme Abreu.
Prudente Ribeiro de Araujo, n. em 15/11/1894, às 3h da tarde, na Vila de Faro e c/c Raimunda de Lima Pontes/Mundica e tiveram 1 filho, 4ª G/Bisnetos/Bn: José Maria Pontes de Araújo /Zé Maria.
Prudente ficou viúvo no dia 16/4/1988, após 62 anos, 2 meses e 28 dias de casamento. Teve, ainda, 2 filhos, 4ª G/Bisnetos/Bn, c/Paula dos Santos: Arina e Arino Santos. Prudente f. c/95 anos e 1 mês, às 5,30h, no dia 15/12/1989, em sua residência, à Avenida 15 de Agosto, nº 63, em Abaetetuba/Pa, onde morava e foi sepultado às 17h do mesmo dia. Dedicou sua vida à música, à s/família e ao trabalho, sendo admirado pela população de Abaetetuba e lembrado até os dias atuais.
Outras citações históricas sobre Prudente: Trabalhou como guarda-livros no escritório de Maximiano Figueiredo Cardoso/Maxico Cardoso.
Participava das sessões cívico-literárias nos anos de 1940, junto com seus familiares.
Prudente Ribeiro de Araujo trabalhou como tesoureiro da Prefeitura Municipal de Abaeté, conforme documento de 23/11/1934.
Foi Secretário Municipal de Abaeté em 1934, na gestão do prefeito Pedro Borges do Rego.

4ª G/Bisnetos/Bn, filhos de Prudente e Mundica:
4ª G/Bn/ José Maria Pontes de Araujo/Zé Maria, n. em 8/11/1926, Abaeté/Pa, c/c s/prima Norma de Araujo Malato em 11/2/1956, em Ponta de Pedras/Pa, terra natal de s/esposa e tiveram 4 filhas e dois filhos, 5ª G/Tetranetos/Ttn: Ângela/Giloca, Normélia de Fátima, Regina Lúcia, Rita de Cássia, José (falecido criança) e Raimundo Malato de Araujo (falecido criança).

5ª G/Tetranetos/Ttn, filhos de Zé Maria e Norma:
5ª G/Ttn/ Ângela Malato de Araujo/Giloca, n. em 5/11/1956 e c/c Nazareno Marques
5ª G/Ttn/ Normélia de Fátima Malato de Araujo, n. em 14/5/1960 e c/c Icleiber Silva e tiveram duas filhas, 6ª G/Pentanetos/Pn; Thays Cibele e Tatiana de Araujo Silva.
6ª G/Pentanentos/Pn, filhos de Normélia de Fátima e Icleiber:
6ª G/Pn/ Thays Cibele Araujo Silva, n. em 29/11/1984.
6ª G/Tatiana Araujo Silva, n. em 5/2/1987.

5ª G/Ttn, filhos de Zé Maria e Norma:
5ª G/Ttn/ Regina Lúcia Malato de Araujo, n. em 25/5/1961 e c/c Manoel Gomes de Sousa.
5ª G/Ttn/ Rita de Cássia Malato de Araujo, n. em 22/5/1973.

4ª G/Bisnetos/Bn, filhos de Prudente Ribeiro de Araujo e Paula dos Santos:
4ª G/Bn/ Arina Santos Araújo, n. em 24/7/1921 e c/c Basileu Carneiro Rodrigues e tiveram 8 filhos, 5ª G/Tetranetos/Ttn: Manoel, Maria Auxiliadora, José, Raimundo, Mariléa, Basiléa/Basica, Basileu/Basileuzinho e Wladimir.
4ª G/Bn/ Arino Santos, casou e teve filhos, 5ª G/Tetranetos/Ttn.

3ª G/Netos/N, filhos de Clarindo do Espírito Santo Araujo e Ângela Ferreira Ribeiro de Araujo:
3ª G/N/ Raimundo Ribeiro de Araújo/Raimundinho, n. em 22/8/1896, às 8h da noite, na cidade de Abaeté/Pa e c/c René, e depois se separaram. Raimundinho casou novamente c/outra mulher e se separaram. Não teve filhos com elas.
Casou uma 3ª vez c/Carmem Piedade e tiveram 12 filhos, 4ª G/Bisnetos/Bn: Maria Ângela, Raimundo, Maria Idália, Ana Maria, Paulo Sérgio, Clarindo Rosivaldo, Sônia Maria, João Eduardo, Lauro, Ronaldo Nazareno, Rosângela e Pérola Nelita da Piedade Araújo. Raimundinho f. c/75 anos, 4 meses e 15 dias, no dia 7/12/1971, em Abaetetuba/Pa, na casa dos herdeiros de seus pais.
Citações históricas sobre Raimundinho: Nos anos de 1940, participava das sessões cívico-literárias de Abaeté/Pa, junto c/seus demais parentes.

3ª G/Netos/N, filhos de Clarindo e Ângela:
3ª G/N/ Antonio Ribeiro de Araujo/Antonico/Titá, era músico em 1908 e atuava nos espetáculos do Grupo Scênico, junto com seus irmãos Prudente, Antonio, Lycínio e Angelina Ribeiro de Araujo.
1927: Raimundo Leite Lobato era o presidente da Associação Sportiva de Abaeté e Antonio Ribeiro de Araujo era o 1º secretário.
Maio de 1927: vide lista com o nome dos atores e atrizes que trabalhavam em peças para angariar fundos para a construção da nova Igreja Matriz de Abaeté nos anos de 1920:

Citações: Era o 1º secretário da Associação Sportiva de Abaeté em 1927.
Vide o nome de Antonio Ribeiro de Araujo constando do Grupo Scênico de Abaeté, atuando em espetáculos em prol da construção da nova Igreja Matriz de Abaeté, nos anos de 1930.
Antonico n. em 1/8/1898, na Povoação Malato, Distrito de Muaná, em Ponta de Pedras/Pa, no Marajó e c/c Joana de Oliveira/Joaninha, em 29/12/1942. Joaninha nunca concebeu, porém Antonico teve uma filha, 4ª G/Bisnetos/BN c/outra mulher: Carmem Hélia. Teve uma outra filha, 4ª G/Bn, c/ Rita Silva: Maria da Consolação de Castro/Consolo.
4ª G/Bisnetos/Bn, filhos de Antonico e Rita:
4ª G/Bn/ Maria da Consolação de Castro/Consolo, c/c Miguel Arcanjo de Sousa/Coelho e tiveram 6 filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: Antonio Afonso/Molenga, João Batista, Rita Geralda, Maria de Nazaré (falecida), Francisco de Assis/Nonato e Jorge Miguel de Castro Sousa/Jorginho.

5ª G/Trinetos/Tn, filhos de Consolo e Miguel:
5ª G/Tn/ Antonio Afonso de Castro Sousa/Molenga, c/c Nilza Rocha e tiveram 2 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Ígor e Íris da Rocha Sousa.
5ª G/Tn/ Rita Geralda de Castro Sousa, teve 5 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Emanuel, Marinaldo, , Jorge, Émerson Marinaldo de Sousa, Tayang de Sousa Tavares e Taiamy.

3ª G/Netos/N, filhos de Clarindo do Espírito Santo Araujo e Ângela Ferreira Ribeiro de Araujo:
3ª G/N/ Anna Ribeiro de Araújo/Anica/Nicota/Mimi, n. em 4/4/1900, às 6;00 h da manhã, na Ilha de Tabatinga, Distrito de Abaeté/Pa e c/c s/ primo, professor Bernardino Pereira de Barros/Beré e tiveram 7 filhos, 4ª G/Tetranetos/Ttn: Pérola Medeiros de Barros/Perolina, Nelita Solange, Altair de Araujo Barros/Guamarino da Paz (Amor), Irene (falecida em criança), Orlando Triamegildo, Miguel Aureolindo/Lindo, Irene Lacy de Araújo Barros.
Em 1948 foi festejado o 45º aniversário do Grupo Escolar de Abaeté, sendo lembrado o nome do professor Bernardino Pereira de Barros, como seu 1º diretor e outros professores. O professor Bernardino foi diretor dessa 1ª escola pública de Abaeté/Pa p/vários anos.

4ª G/Tetranetos/Ttn, filhos de Anica e Beré:
Os filhos do professor Bernardino/Beré e s/esposa Anica/Anna Ribeiro de Araujo Barros, deixaram a seguinte descendência:
4ª G/Ttn/ Altair Araujo de Barros/Guamarino da Paz de Araújo Barros (Amor), que n. em dia 24/1.192... e c/c Janice Medeiros e tiveram 2 filhas, 5ª G/Pentanetos/Pn/: Pérola Maria e Altair Medeiros Barros.
5ª G/Pentanetos/Pn, filhos de Altair de Araujo Barros e Janice Medeiros:
5ª G/Pn/ Pérola Maria Medeiros Barros, c/c Sérgio Furtado e tiveram 2 filhos, 6ª G/Hexanetos/Hn: Lucas e Jonas Barros Furtado. Vide fam. Pontes.
5ª G/Pn/ Altair Medeiros Barros/Tatá, c/c Geraldo Santos, em 7/11/1990 e tiveram um filho, 6ª G/Hexanetos/Hn: Gabriel Barros dos Santos, que estuda Veterinária na cidade de Santa Maria/RS (abril/2010). Altair/Tatá, atualmente, 4/2010 mora em Santos/SP. Estas informações foram repassadas p/Altair Medeiros Barros/Tatá, de Santos/SP.
4ª G/Tetranetos/Ttn, filhos de Anica e Beré:
4ª G/Ttn/ Miguel Aureolindo de Araújo Barros, c/c Almerinda Cano e tiveram uma filha, 5ª G/Pentanetos/Pn: Nely Cano Barros, que, por sua vez, c/c Antonio Rodrigues.
4ª G/Ttn/ Irene Lacy de Araújo Barros, n. em 13/7/19... e c/c Domingos Emídio Carlão e tiveram 2 filhos, 5ª G/Pentanetos/Pn: Márcio Emídio e Luiz Fernando Barros Carlão.

3ª G/Netos/N. filhos de Clarindo do Espírito Santo Araujo e Angela Ferreira Ribeiro de Araujo:
3ª G/N/ Lauro Ribeiro de Araújo, n. em 15/8/1902, às 5h da tarde, na Vila de Ponta de Pedras, sito à Praça Municipal e casa denominada “Sociedade”e c/c Raimunda Dulcelina dos Santos/Flor e tiveram 1 casal de filhos, 4ª G/Bisnetos/Bn: Everaldo e Ângela Angelita Santos Araujo. Lauro f. c/56 anos, no dia 6/1/1981, em Abaetetuba/Pa, onde residia, à Rua Siqueira Mendes, nº 1531, de propriedade dos herdeiros de seus pais. Flor f. em 17/9/1958.
Citações históricas sobre Lauro:
Participava das sessões cívico-literárias de Abaeté/Pa, dos anos de 1940, junto c/seus familiares.

4ª G/Bisnetos/Bn, filhos de Lauro e Flor:
4ª G/Bn/ Everaldo dos Santos Araújo. Era o proprietário da Alfaiataria Araujo/Alfaiataria Araujo & Cia.), nos anos de 1969, 1970, em Abaetetuba/Pa, que se localizava na antiga Rua Rui Barbosa, nº 118 (hoje Av. D. Pedro II), que aparece em documentos de 1969 a 1970.
Citações históricas sobre Everaldo:
1949: O Vênus Atlético Club foi fundado em 20/5/1949 e sua sede ficava na Avenida Pedro Rodrigues, em uma casa de propriedade de Apolônio Rodrigues, perto da casa do Sr. Moreno, dono da loja de comércio “A Suely Armarinho”.
1951: “Alguns diretores e sócios do Vênus Atletico Club em 9/4/1951, Everaldo dos Santos Araujo, 1º secretário e sócios: Ademar Lobato Rocha, Sandoval Flexa Tavares, Zilomar Soares Brito, Mário Gonçalves Felgueiras, Otávio Gama, com sede à Rua 1º de maio.
Everaldo dos Santos Araujo chegou a ser presidente do Vênus.
Um bilhete: Secretaria do Vênus Atlético Clube, em 9/4/1951. Ilustríssimo Senhor Ademar Lobato Rocha. De ordem do Sr. Presidente do Vênus Atlético Club, tenho o grato prazer de comunicar-vos, que em sessão deste clube, e por proposta do associado Apolônio Rodrigues de Araujo, fostes unanimemente aceito para o quadro de sócio Coluna 1 desta sociedade. Aproveito o ensejo para apresentar-vos as minhas cordiais Saudações. Everaldo dos Santos Araujo, 1º Secretário.
Everaldo dos Santos Araujo, n. em 8/6/1929 e c/c Maria Delcy Silva/Delcy e tiveram 11 filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: Maria de Fátima, Lauremir/Bibas, Everaldo/Everaldinho, Carlos Ivanildo/Vanvan, Delciraldo/Déo, José Nilton/Cotoca, Iracenildo/Garoto, Maria do Socorro, Raimunda Dulcelina/Flor, Raimundo Nonato/Reco e Lauro Augusto Silva Araújo.

5ª G/Trinetos/Tn, filhos de Everaldo e Delcy:
5ª G/Tn/ Maria de Fátima Silva Araújo/Fátima, n. em 30/3/19.... e c/c Raimundo Nonato da Silva/Nonato e tiveram 4 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Delcivaldo Nonato, Raimundo Nonato Júnior, Delcemir Nonato e Délcio Nonato Araújo Silva.
6ª G/Tetranetos/Ttn, filhos de Fátima e Nonato:
6ª G/Ttn/ Delcivaldo Nonato Araújo Silva, c/c Tânia e tiveram 3 filhos, 7ª G/Pentanetos/Pn: Amanda, Auxiliadora e Andrex.
5ª G/Trinetos/Tn, filhos de Everaldo e Delcy:
5ª G/Tn/ Lauremir Silva Araújo/Bibas, c/c Joselina Maria Chagas/Lina e tiveram 4 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Everaldo Santos Araujo Neto, Eduardo/Edu, Sandra e Leônidas Chagas Araújo.
5ª G/Trinetos/Tn, filhos de Everaldo e Delcy
5ª G/Tn/ Everaldo da Silva Araújo, n. em 15/1/1950, em Abaetetuba/Pa. Iniciou seus estudos no então Grupo Escolar Prof. Basílio de Carvalho, onde concluiu o Curso Primário (1957-1961) e fez o Curso Ginasial no então Ginásio Estadual Prof. Bernardino Pereira de Barros (1962-1965) e foi mandado para Belém/Pa onde estudou o Curso Médio/Científico (1966-1968). Entrou para a UFPA onde concluiu o Curso de Medicina. Ao mesmo tempo que estudava Medicina trabalhava como professor em colégios de Belém e em Abaetetuba, onde lecionava Biologia no Colégio Bernardino Pereira de Barros e no Instituto Nossa Senhora dos Anjos, isso para sustentar seus estudos e sua família, pois ele casou aos vinte anos de idade, antes do término do Curso de Medicina. Ao terminar esse curso fez s/estágios no Hospital da Santa Casa de Misericórdia, especializando-se em Pediatria. Quando voltou para Abaetetuba exerceu sua profissão de médico trabalhando em entidades como Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Prefeitura Municipal.
O médico Everaldo da Silva Araujo, após mais de 10 anos trabalhando em Abaetetuba, foi para São Paulo para fazer outra especialização em Cardiologia.
Implantou, em sociedade com outro médico uma clínica médica com o nome de Policlínica e Maternidade de Abaetetuba. Ao mesmo tempo trabalhava como perito nos quadros da Previdência Social e comerciante no ramo de farmácia.
Como político elegeu-se vereador pelo partido PRONA, pela Câmara Municipal de Abaetetuba, para o período de 1993-1997 e foi candidato do mesmo partido ao Governo do Estado, não logrando êxito e participou, duas vezes, ao cargo de vice-prefeito de Abaetetuba, sem lograr êxito.
Foi atingido por uma grave doença que, infelizmente, causou a s/prematura morte, fato que consternou toda a cidade de Abaetetuba. Antes tinha já perdido um filho que contraiu doença incurável.
Everaldinho c/c Glacinete de Matos Castro e tiveram 3 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Gabriela, Lauro Ribeiro Araújo Neto (este falecido jovem) e Antonio Carlos Castro Araujo/AC.
5ª G/Trinetos/Tn, filhos de Everaldo dos Santos Araujo e Delcy:
5ª G/Tn/ Carlos Ivanildo Silva Araújo /Vanvan, c/c Aldenora Rodrigues Ribeiro e tiveram 3 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Éverson, Ívia Carla, e Ivana Ribeiro Araújo.
5ª G/Tn/ Delciraldo Silva Araújo/Déo, c/c Elzelena Rodrigues Ribeiro e tiveram 4 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Pedro Henrique, Lúbia, Delciraldo Filho e Ruan Ribeiro Araújo.
5ª G/Tn/ José Nilton Silva Araújo/Cotoca, c/c Valneide Carvalho Lima e tiveram 3 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn:Daniela, Daniel e Danilo Lima Araújo.
5ª G/Tn/ Iracenildo Silva Araújo/Garoto, c/c Maria da Glória e tiveram 2 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Lauro Raul e...
5ª G/Tn/ Maria do Socorro Silva Araújo, c/c Aladino Tadeu Costa Ferreira e tiveram um casal de filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Vítor e Viviane Araújo Ferreira.
5ª G/Tn/ Raimunda Dulcelina Silva Araújo/Florzita, c/c Rui Cidarta Carvalho e tiveram 3 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Rui Cidarta Filho, Raquel e Rubens Araujo Carvalho.
5ª G/Tn/ Raimundo Nonato Silva Araújo/Reco, c/c Marlene Costa e tiveram 4 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Hugo, Rodrigo, Diogo e Tiago Costa Araújo.
5ª G/Tn/ Lauro Augusto Silva Araújo/Laurinho, c/c Eliete e tiveram 3 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Jean, Leandro e Lorena.
4ª G/Bisnetos/Bn, filhos de Lauro Ribeiro de Araujo e Raimunda Dulcelinda dos Santos/Flor:
4ª G/Bn/ Ângela Angelita Santos Araújo, n. em 10/12/1933 e c/c Alberto Kemil dos Santos e tiveram 3 filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: Alberto Júnior, João Alberto e Maria das Dores Araújo Santos/Neca.

5ª G/Trinetos/Tn, filhos de Ângela Angelita e Alberto:
5ª G/Tn/ Alberto Kemil dos Santos Júnior/Betão, c/c Sebastiana Benedita Silva e tiveram duas filhas, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Ângela Maria e Maria Betânia/Beta.
5ª G/Tn/ João Alberto Araújo dos Santos, casou com Cleide Nazaré Silva e tiveram 3 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Olga, André e Ângelo Kemil dos Santos.
5ª G/Trinetos/Tn, filhos de Ângela Angelita e Alberto Kemil dos Santos:
5ª G/Tn/ Maria das Dores Araújo Santos/Neca, n em 2/5/1964.

3ª G/Netos/N, filhos de Clarindo do Espírito Santo Araujo e Ângela Ferreira Ribeiro de Araujo:
3ª G/N/ Angelina Ribeiro de Araújo, n. em 16/7/1904, na cidade de Abaeté/Pa, à Rua Siqueira Mendes, na casa do Major Cornélio Pereira de Barros e c/c s/primo Ofir Malato. Angelina f. em 17/7/1983, com 79 anos, 1 dia, em Belém/Pa e foi s. em Ponta de Pedras, onde residia. Ofir Malato f. em 2/7/1974. Angelina e Ofir tiveram 8 filhos, 4ª G/Bisnetos/Bn: Edward, Norma, Francisco/Chiquito, Cybele/Cé, Ceres, Alzira/Alzirinha), Luiz Antônio e Ofir Ivan Malato.
Citações históricas sobre Angelina: Atuava como atriz em peças teatrais, junto com s/irmãos, em favor da construção da nova Igreja Matriz de Abaeté, anos de 1926, 1927.

4ª G/Bisnetos/Bn, filhos de Angelina e Ofir:
4ª G/Bn/ Edwar de Araújo Malato, que c/c Antônia e tiveram 4 filhas, 5ª G/Trinetos/Tn: Ana Ângela, Heloísa, Elizabeth e Fátima Malato.
4ª G/BN/ Norma de Araújo Malato, n. em 9/11/19.... e c/c s/primo José Maria Pontes de Araújo, em 11/2/1956, em Ponta de Pedras. Vide fam. Pontes, Ribeiro de Araujo, Vide Família Pontes, José Maria Pontes de Araujo.
4ª G/Bn/ Francisco de Araújo Malato/Chiquito, c/c Dalva e tiveram 6 filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: José Luiz, Maria Helena, Gilberto, Alberto, Hélton e Licínio Malato.
4ª G/Bn/ Cybele de Araújo Malato/Cici, c/c Deodoro e tiveram 7 filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: Jorge Luiz, Rosângela, Rosete, Rosemira, Mauro e Ofir Malato.
4ª G/Bn/ Ceres de Araújo Malato/Cé, c/c Cláudio e tiveram 3 filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: Cláudio Jesus, Clélia e Célio Rui.
4ª G/Bn/ Alzira de Araújo Malato/Alzirinha, c/c Orlando e tiveram 5 filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: Maria da Consolação, Célia, Orlando, Carlos e Márcio.
4ª G/Bn/ Luiz Antonio de Araújo Malato, que casou e teve 2 filhos, 5ª G/Tinetos/Tn: Marion Cybele e Maira Cilene. Luiz Antonio já é falecido.
4ª G/Bn/ Ofir Ivan de Araújo Malato, falecido.
1928: Av. Aristides Silva, onde ficava a “Pharmácia Indiana” e o “Salão Malato”.

3ª G/Netos/N, filhos de Clarindo do Espírito Santo Araujo e Ângela:
3ª G/Netos/N/ Pedro Ribeiro de Araujo/Pedro Araujo, era esotérico, professor, músico e tocava trombone na Banda Carlos Gomes na época do Mestre Chiquinho Margalho. Com a morte desse mestre, Pedro Araújo assume o comando da Banda, porém essa banda já estava experimentando um grande declínio, por força do desinteresse de seus membros e falta de apoio dos poderes competentes e onde não mais aconteciam os ensaios e as reuniões costumeiras.
Em 1940, Pedro Ribeiro de Araújo era o tesoureiro e Prudente Ribeiro de Araújo era o Secretário da Confraria de São Raimundo Nonato.
Alguns de seus amigos esotéricos: vide lista dos esotéricos de Abaeté nos anos de 1930.
Pedro Ribeiro de Araujo participava da diretoria da antiga e concorrida festa de Nossa Senhora da Conceição.
N. em 28/6/1906, na Povoação Malato, município de Ponta de Pedras, às 4h da madrugada. Não casou e faleceu no dia 27/12/1984, com 78 anos, 6 meses, em s/residência, à Rua Siqueira Mendes, nº 1531, em Abaetetuba/Pa.
Vide citação sobre Pedro Ribeiro de Araujo, em Raimundo Ribeiro de Araujo, sobre as sessões cívico-literárias em 1940 e os demais participantes.
Vide o nome de Pedro Ribeiro de Araujo constando como consórcio do Vera Cruz Sport Club nos anos de 1920 em Abaeté.

3ª G/Netos/N, filhos de Clarindo e Ângela:
3ª G/N/ Lycínio Ribeiro de Araújo, n. em 25/7/1909, às 10h, um domingo, na casa de s/ pais, na Ilha Tabatinga, município de Abaeté/Pa e c/c Edmeê Gonçalves Lobo/Edene e tiveram 2 filhos, 4ª G/Bisnetos/Bn: Licínio e Ângela Lobo de Araújo.
Lycínio faleceu c/71 anos e 4 dias em 29/7/1980, em Belém/Pa, onde residia.
Citações históricas sobre Licynio: Participava das peças teatrais que encenava peças para angariar fundos para a construção da nova Igreja Matriz de Abaeté. Vide Teatro de Nossa Senhora da Conceição e grupo Scênico de Abaeté.
4ª G/Bisnetos/Bn, filhos de Licínio e Edene Lobo:
4ª G/Bn/ Licínio Lobo de Araújo, n. em 4/10/1952 e c/c Mônica.
4ª G/Bn/ Ângela Lobo de Araújo, n. em 2/8/1955 e c/c Afonso e tiveram 1 filho, 5ª G/Trinetos/Tn: Afonso Neto/Netinho, este n. em 2/9/19..... Ângela casou uma 2ª vez c/Luiz Carlos Rapace e tivera uma filha, 5ª G/Trinetos/Tn: Luciene , que n. em 26/7/1988.

juntar

Os de Araujo
Damásia de Araújo, vide citações abaixo:
1908
Os "irmãos" da Irmandade de S. Sebastião em 1908, eram os seguintes: José Brandão Pimentel, Manoel Raymundo do Nascimento, Horácio de Deus e Silva Afilhado, Luiz Cavalcante da Frota, Gabriel Correa de Castro, Raymundo Pimentel da Silva, Liberato Antonio Baía, José da Conceição Amanajás, Raymundo Bandeira dos Reis, Leovegildo de Oliveira Campos, Camilo Alípio Pereira, Raymundo de Araujo Borges, Arlindo Lobato Negrão João Bandeira dos Reis Filho, Pacífico Mariano dos Reis, Prudente Ribeiro de Araujo, João Nepomuceno Viégas, José de Souza Pereira, Manoel Rodrigues, Miguel R. da Costa, Frederico Arleciano da Silva, Benedito Alexandre Cardoso, Anselmo H. Barbosa, Tupy Jorge, Manoel Antonio de França, Benedito do Nascimento, Simeão dos Santos Pereira, Olegário Pereira de Barros, Bernardino Pereira de Barros, Quintino Pauxis de Abreu, Delphino Cardoso, Domingos Tertuliano V. Alcântara, Marcelino Cardoso de Alcântara, Waldério de Moraes Pimentel, Luís Monteiro de Araujo, Abel Constantino da Silva, Ervécio de Castro, Licurgo de Sousa Paixão Pimentel, Benedito Ribeiro, José Pedro de Araujo, Anselmo Pereira do Valle, Raymundo dos Santos, Felippe Santiago de Araujo, Sebastião de Araujo Ferreira, Augusto da Conceição Ferreira, Manoel Carlos Monteiro, Eusébio Antonio da Conceição Ferreira, Jacinto José dos Santos, Edgar Borges, Lucídio Paes, Benedito Joaquim dos Passos, Antonio Hildebrando Cardoso, João Baía da Silva, Flauro Correa Damasceno, Audifax Mendes dos Reis.
Irmãs: Victória dos Passos, Izabel Correa dos Passos, Constança de Moraes Pimentel, Emídia Ferreira, Izabel Maria da Trindade, Geralda Maria de Castilho, Carolina Maria do Rosário, Maria do Nascimento, Felicidade Maria do E. Santo, Ângela Maria Alves, Ricarda Antonia Leal, Sarah Valente da Silva Villaça, Olinda do Carmo Paiva, Francisca Gemaque, Luiza da Conceição Vieira, Júlia de Souza Reis, Damásia de Araujo, Thereza Pereira de Barros, Adália Pereira de Barros, Júlia Pereira, Júlia Ferreira de Araujo. Ademir Heleno, Abaetetuba/Pa, 3/9/2009.
1922 

Contemporâneos de Damásia de Araújo
"Olyntho Rocha, Garibaldi Parente, Felix Antônio, Antônio dos Santos, Miguel Jorge, herdeiros de Alexandre Felix, Elias Felix dos Santos, Maria Maués Nunes, Raymmundo Lício Bahia, Jorge Antônio, Anísio Alvim de Lima, Raymmundo Nonnato Bahia, Francisco de Paula Paes, Felippe João, José Saul, Francisco Assunpção dos Santos Rosado, Abel Ayope Elias, Jorge Padre, Américo Nery Cordeiro, Antônio Costa, Antônio dos Santos, Manoel Pereira Aracaty, Júlia de Mattos, Paschoal Caporal de Francesco, Dr. João Nery da Costa, Cel. Aristides dos Reis e Silva, Joaquim Lopes, Latino Lídio da Silva, Maria Brazil Sampaio, Manoel de Araújo Pimentel, José Bechir Elias, Plácido José Ribeiro, Cel. Hygino Maués, Raymmundo do Carmo Maués, José Francisco dos Reis, Emygdio Nery Sobrinho, Delmiro de Almeida Nobre, Augusto Pereira Leite, Firmo Roberto Maués, José Honório Roberto Maués, Raymmundo Gonçalves Chaves, Ricardino de Araújo Margalho, Jayme Rodrigues da Silva, João Bernardino Dias, A. Villaça da Silva, Capitão João dos Reis e Silva,Francisco Freire de Andrade, Felippe Baptista da Costa, Bernardo Auto de Carvalho, João Floresta dos Santos, Emiliano de Lima Pontes, Pedro Pinheiro Paes, Miguel Elias, Elmásia Felippe João, Antônio dos Santos, Ismael Augusto Gomes, Pacífico Antônio da Silva, Raymmundo Nonnato Pauxis, Antônio Paes Filho, Raymmundo Reis, Cel. Maximiano Guimarães Cardoso, Capitão Leopoldo Anísio de Lima, Capitão Messias de Sigmaringa Lobato, Manoel Joaquim da Silva Lobato, Abílio Freitas de Araújo, Abel Guiães de Barros, Antônio de Figueiredo Dias Primo, Anna Seraphina Pinheiro, José Augusto Fortunato, Herdeiros de Chrisanto José Lobato, Miguel Mendes dos Reis, Ambrósia Lobato, Capitão Trajano Pereira de Barros, Rodolpho Pereira de Araújo, herdeiros de Felippe Santiago de Araújo, herdeiros de José Mendes dos Reis, Damásia Araújo, herdeiros de Manoel C. de Oliva Bello, herdeiros de Américo de Figueiredo, Joaquim Loureiro da Silva, herdeiros de Arlindo Lobato Negrão, José André Margalho, Epaminondas Margalho, Ramiro Pereira de Araújo, Guilhermino Correa Villaça."
João Nonato de Araújo, citação:
Clube Musical Lauro Sodré. fundado em 1909 e perdurou até 1920. Presidente, Raimundo Nonato Dias; regente, Manuel Eduardo dos Santos Quaresma; e, depois, Laudelino Nunes Fernandes; Outros mestres desse clube: Manoel Joaquim do Nascimento. Componentes: João Bernardino Dias Filho, no flautim; Heráclio Delmiro Sales, no clarinete; Cordalício dos Santos, no requinta; João Nonato de Araújo, no pistão; Basílio dos Santos Quaresma, no barítono solo; Antonio Nery da Fonseca, no contrabaixo; Henrique Dias da Costa, no bombardino; Samuel da Costa Ferreira, na 1ª trompa; Raimundo do Espírito Santo Dias, no barítono centro.

José Pedro de Araújo, vide citação acima:
Luiz Joaquim de Araújo, músico, tocava contrabaixo no Clube Musical 31 de agosto, de Hermínio Pauxis,e, posteriormente, no Clube Musical Carlos Gomes, era irmão de Antônio Gonçalves Chaves e Felippe Santiago de Araújo.
Família
Luiz Joaquim de Araujo
Era o pai de Felipe Santiago de Araujo e Luiz Joaquim tocava contrabaixo na banda de Hermínio Pauxis em 1880.
Filhos de Luiz Joaquim de Araujo e Feliciana Joaquina de Araujo:
Felippe Santiago de Araujo
2ª geração, filhos de Luiz Joaquim e Feliciana: Clarindo do Espírito Santo, Anna, Camilla de Lélis de Araujo; Antonia das Flores de Araujo; Felippe Santiago de Araujo; Carolina de Araujo; Balbina de Araujo; Genézio de Araujo; Clara de Nazaré de Araujo; Tomáz de Aquino de Araujo”. Vide família Ribeiro de Araujo.
“Clarindo do Espírito Santo de Araújo, irmão de Felippe Santiago de Araujo, nasceu no dia 20.03.1862, na Ilha de Tabatinga. Casou com Ângela Ferreira Ribeiro, no dia 26.05.1888, sábado. Em Abaeté foi, também, Oficial de registro Civil e Professor. Clarindo e Ângela tiveram 11 filhos: Idalina (Idália), Valdomira (Mira), Zizina (Zizi), Prudente, Raimundo (Raimundinho), Antônio (Antonico-Titá), Anna (Anica-Nicota), Lauro, Angelina, Pedro e Licynio Ribeiro de Araujo, 3ª geração. Clarindo faleceu no dia 14.09.1923, em sua residência, às 20h, à Rua Siqueira Mendes, em Abaeté, com 61 anos, 5 meses e 24 dias e seu casamento durou 35 anos, 3 meses e 19 dias”. Vide família Ribeiro de Araujo.
Citação:
“O musicista Hermínio Antônio da Silva Pauxis, formado pelo Arsenal de Guerra, sediado em Belém do Pará, retornando ao seu torrão natal – Abaeté – tomou a iniciativa de fundar uma escola musical, convidando para auxiliá-lo Adalberto Benedito Rodrigues, também musicista vocacionado, pelos idos de 1879. Como alunos iniciais: Antônio Luiz Gonçalves Chaves, que aprendeu a tocar pistão; Felippe Santiago de Araújo, que aprendeu tocar clarinete; Luiz Joaquim de Araújo, que aprendeu a tocar contrabaixo (estes 3 eram irmãos); Raimundo de Araújo Borges, que era bumbeiro e pratilheiro e seu irmão Paulo de Araújo Borges, que tocava oficlides em dó (instrumento raro e já em extição); seu enteado Manoel Joaquim da Silva Lobato, que tocava trompa”.
Os Araújo e os Outros
Os Araújo Aracati
Maria do Carmo Araújo Aracaty (Guita), é a mais morena dos irmãos, baixinha e que casou com Antonio Vilhena Aracaty, residentes à rua Magno de Araújo, em frente à Escola Estadual Bernardino Pereira de Barros, e que tiveram os seguintes filhos: Leonice, Edir, Maria José, Caubi, Arcelina, Benedito, Altair, Miguel, Elizabeth Conceição, Eleoi e Elias de Araújo Aracaty (4ª geração).
4ª geração, filhos de Maria do Carmo (Guíta) e Antonio.

 Os Araújo Barros
Altair de Araújo Barros, filho do professor Bernardino Pereira de Barros, casou com Janice Medeiros e tiveram duas filhas: Pérola e Altair Medeiros Barros.
Os de Araújo Borges
Família
Edgar de Araújo Borges
Maio de 1927:
Os atores de Abaeté foram os seguintes: Pombo da Maroca Lima, Licínio Araujo, Diquinho Soares, Angelina Araujo, Miloca matos, Bararaty Barroso Franco, João Pontes, Antonico Araujo, Menina Arthemita, Lucília Pinheiro, Abel de Barros, Edgar Borges, Prudente de Araujo, Raimundo Leite, Guilherme Abreu, Osvaldina da Fonseca, Hilda V. da Fonseca, Elpídio Paes, Risoleta de Lima Araujo, Abel Lobo, Pedro Loureiro, ...
Grupo Scênico de Abaeté e Theatro de Nossa Senhora da Conceição
Em 1927:
“O Grupo Scênico de Abaeté, encenando o sentimental drama de Júlio Dantas intitulado “Mater Dolorosa”, tendo nos papéis, Angelina Araujo, Miloca Matos, Bararaty Barroso Franco, João Pontes, Antonico Araujo, Menina Arthemita”. “Apresentaram também a comédia “Quem Desdenha”, tendo como atores, Lucília Pinheiro, Abel de barros, Miloca Matos, A. Araujo, João Pontes, Bararaty franco, Edgar Borges. Foram, também, apresentadas as peças “Mater Dolorosa” e “Rosas de Todo Anno”, do escritor português Júlio Dantas”. “Angelina Araujo e Miloca Matos, do Grupo Scênico Abaeteense, no drama “Mater Dolorosa” de Júlio Dantas”. “A comédia “Quem Desdenha”, de Pinheiro Chagas, tem como atores: Angelina Araujo, Miloca Matos, Lucília Pinheiro e Abel Barros”.
Liga de Torcedoras do Vera Cruz e Theatro de Nossa Senhora da Conceição
“Quermesse e espetáculo à Praça Nossa Senhora da Conceição, promovida pela Liga de Torcedoras do Vera Cruz Sport Club, sendo a segunda quermesse, comandada pela Banda Paulino Chaves abrilhantando a festa, com disputa de mimos. Depois, ás 08:00 horas da noite, reabertura do Theatro Nossa Senhora da Conceição, com a comédia portuguesa “Como se enganam as mulheres” e “A Boemia”, acompanhada por música. Trabalharão como atrizes e atores, Miloca Matos, Osvaldina e Hilda Fonseca, Bararaty Franco, Antônio e Prudente de Araújo, Elpídio Paes e Edgar Borges, pelo Grupo Scênico de Abaeté”.


Paulo de Araujo Borges
Oficlides/Mamoeiro de: Paulo de Araujo Borges.
Raymundo de Araújo Borges
Vide citação abaixo sobre a Irmandade de S. Sebastião.
Raimundo de Araujo Borges e seu irmão Paulo de Araujo Borges, que tocava oficlides, eram do grupo de músicos da escola musical de Hermínio Pauxis, em 1880.

Os Outros e os Araújo
Família
Os Carneiro de Araujo
Stoesel Orlando Lima de Araújo (Bacuritita): nasceu no dia 13.01.1913 e faleceu no dia 03.02.1995 e foi sepultado no túmulo de sua mãe Bruna, no Cemiteério de Na. Sa.. da Conceição, em Abaetetuba-Pa. Casou com Andrelina Carneiro (Dedé) , era famoso sapateiro e futebolista na cidade de Abaeté, residente na avenida Pedro Rodrigues, em frente ao antigo Bancrévea Clube, atual Secretaria Municipal de Educação. Tiveram 8 filhos: Alcimar, José Orlando (Coropó), Maria de Nazaré, Adervany de Jesus, Durvalina (Vica), Hortêncio (Telê), Alcemir (Thepa), Adelson Benedito Carneiro de Araújo (Déo).
Cardoso de Araujo
Alcimar Carneiro de Araújo, nasceu no dia 19.12.1935, mora na Avenida D. Pedro II, onde tem também o seu comércio de calçados. Casou com Ana de Figueiredo Cardoso e tiveram 7 filhos: Alderi Orlando, Alcimar Amujaci (Muja), Aderildo Raimundo (Dedeco), Alciana Dolores, Amiraldo de Jesus e Andrelino Valdeci Cardoso de Araújo.
Vilhena de Araujo
José Orlando Carneiro de Araújo (Coropó), casou com Maria da Conceição Vilhena de Araújo e que tiveram os seguinte filhos: Stoesel Orlando Vilhena de Araújo e Eliete do Socorro.
Araujo Matos:
Alcemira Araújo Matos: nasceu no dia 28.07.1949, professora aposentada, casada e teve filhos.
Alcemir Ramiro Carneiro de Araújo (Thepa), nasceu no dia 13.09.1956.
Hortêncio Carneiro de Araújo (Telê), nasceu no dia 02.12.1952, casado, mora em abaetetuba e com filhos.
Araujo Sena
Adhervani de Jesus Araújo Sena, casou com Ivan Moraes de Sena, reside em Abaetetuba e que tiveram os seguintes filhos: Bernardete, Ivan, Orlando.
Os de Araújo Carvalho
Família
Filhos de Ramiro com Ana Araújo Margalho (Nicota): Hermínia, Alípio e Irotildes de Araújo Margalho:
Hermínia de Araujo Margalho, casou com Raimundo Franklin de Carvalho, com que teve muitos filhos, que também geraram descendência. Inicialmente residente na Vila de Beja e depois se mudou para a cidade de Abaetetuba, onde terminou de criar os numerosos filhos.
Pais de Hermínia de Araújo Carvalho: Ramiro Pereira de Araújo e Ana Araújo Margalho (Nicota).
Araujo Carvalho:
Filhos de Hermínia com Raimundo Franklin de Carvalho: Hilton José, Lucas, Daniel, Leonardo, Pedro e Maria Lúcia de Araújo Carvalho.
Hilton José Araújo Carvalho, formado engenheiro Civil, casado e com filhos.
Maria Lúcia de Araújo Araújo e Silva, casou com Nadir Vilhena Silva, residentes à rua magno de Araujo, próximo à igreja de Nossa Sra. De Nazaré
Alípio de Araujo Margalho
 Casado, residente na Vila de Beja , sendo seus filhos: Francisco de Assis, Laudico, Joana, Feliz, Jocelino, Altemira, Maria, Maria Joana, Nato.
A maior parte dos descendentes dessa família ainda residem na Vila de Beja, Distrito de Abaetetuba-Pa.
Os de Araújo Ferreira
Sebastião de Araújo Ferreira, vide citação sobre a Irmandade de S. Sebastião:
Os "irmãos" da Irmandade de S. Sebastião em 1908, eram os seguintes:
José Brandão Pimentel,
Manoel Raymundo do Nascimento,
Horácio de Deus e Silva Afilhado,
Luiz Cavalcante da Frota,
Gabriel Correa de Castro
Raymundo Pimentel da Silva
Liberato Antonio Baía
José da Conceição Amanajás
Raymundo Bandeira dos Reis
Leovegildo de Oliveira Campos
Camilo Alípio Pereira
Raymundo de Araujo Borges
Arlindo Lobato Negrão
João Bandeira dos Reis Filho
Pacífico Mariano dos Reis
Prudente Ribeiro de Araujo
João Nepomuceno Viégas
José de Souza Pereira
Manoel Rodrigues
Miguel R. da Costa
Frederico Arleciano da Silva
Benedito Alexandre Cardoso
Anselmo H. Barbosa
Tupy Jorge
Manoel Antonio de França
Benedito do Nascimento
Simeão dos Santos Pereira
Olegário Pereira de Barros
Bernardino Pereira de Barros
Quintino Pauxis de Abreu
Delphino Cardoso
Domingos Tertuliano V. Alcântara
Marcelino Cardoso de Alcântara
Waldério de Moraes Pimentel
Luís Monteiro de Araujo
Abel Constantino da Silva
Ervécio de Castro
Licurgo de Sousa Paixão Pimentel
Benedito Ribeiro
José Pedro de Araujo
Anselmo Pereira do Valle
Raymundo dos Santos
Felippe Santiago de Araujo
Sebastião de Araujo Ferreira
Augusto da Conceição Ferreira
Manoel Carlos Monteiro
Eusébio Antonio da Conceição Ferreira
Jacinto José dos Santos
Edgar Borges
Lucídio Paes
Benedito Joaquim dos Passos
Antonio Hildebrando Cardoso
João Baía da Silva
Flauro Correa Damasceno
Audifax Mendes dos Reis.
Irmãs:
Victória dos Passos
Izabel Correa dos Passos
Constança de Moraes Pimentel
Emídia Ferreira
Izabel Maria da Trindade
Geralda Maria de Castilho
Carolina Maria do Rosário
Maria do Nascimento
Felicidade Maria do E. Santo
Ângela Maria Alves
Ricarda Antonia Leal
Sarah Valente da Silva Villaça
Olinda do Carmo Paiva
Francisca Gemaque
Luiza da Conceição Vieira
Júlia de Souza Reis
Damásia de Araujo
Thereza Pereira de Barros
Adália Pereira de Barros
Júlia Pereira
Os Ferreira de Araújo
Júlia Ferreira de Araújo, vide citação acima:

Os de Araújo Margalho
Família
Ricadino de Araújo Margalho
2ª geração, filhos de Constantino e Maximina Barbosa (Maxica)
Ricardino de Araújo Margalho, casou com Herundina Barbosa Pontes (irmã de João Nepomuceno Pontes) e tiveram os seguintes filhos: Aquibaldino (Badico) e José Maria Pontes Margalho.
3ª geração, filhos de Herundina e Ricardino de Araujo Margalho e Herundina Barbosa Pontes
Aquibaldino Pontes Margalho (Badico), que casou com Maria Felícia Cardoso (Mariquinha Cardoso) e tiveram uma filha: Maria Luzia Cardoso Margalho (Luizinha).
4ª geração, filhos de Badico e Maria Felícia:
Maria Luzia Margalho Silva: (Luizinha), que casou com Francisco Negrão da Silva (Fran) e tiveram 4 filhos: Gisele (Giza), Francisco, Graziele do Socorro e Fábio Margalho Silva (5ª geração).
2ª geração, filhos de Constantino e Maxica:
Herundina Barbosa Pontes, depois, casou com Adriano Figueiredo Dias e tiveram 4 filhos: Laudemira (Loló), Marcos, Alcindo e Rosa Barbosa Dias.
3ª geração, filhos de Herundina e Adriano:
Laudemira Barbosa Dias (Loló), que casou com seu primo Raimundo Pontes (Dico Pontes), f,imundo POntes e Náira Simone m Mestre Ceesse caminhilho de Pedro Nonato Barbosa Pontes) e tiveram 3 filhos: José Maria, Maria José e Luiz Dias Pontes-Quatipurú (4ª geração).
Marcos Barbosa Dias, que morava na Ilha da Pacoca, casou com Catarina da Costa, já falecida, e tiveram 4 filhos: José Benedito, Maria da Graça, Mário e Luiz Gonzaga Costa Dias (Barriga) (4ª gerasção).
Como Catarina faleceu, Marcos Barbosa Dias casou , pela 2ª vez, agora com Dorotéia e tiveram 6 filhos: José (Zeca), Maria de Nazaré, Celina, Sérgio e Marcos (4ª geração).
Ricardo de Araújo Margalho é citado em documento de 1922. Vide em Manoel de Araújo Pimentel Abaixo:

Os Araújo Pimentel
 Manoel de Araújo Pimentel
É citado em documento de 1922:
"Olyntho Rocha, Garibaldi Parente, Felix Antônio, Antônio dos Santos, Miguel Jorge, herdeiros de Alexandre Felix, Elias Felix dos Santos, Maria Maués Nunes, Raymmundo Lício Bahia, Jorge Antônio, Anísio Alvim de Lima, Raymmundo Nonnato Bahia, Francisco de Paula Paes, Felippe João, José Saul, Francisco Assunpção dos Santos Rosado, Abel Ayope Elias, Jorge Padre, Américo Nery Cordeiro, Antônio Costa, Antônio dos Santos, Manoel Pereira Aracaty, Júlia de Mattos, Paschoal Caporal de Francesco, Dr. João Nery da Costa, Cel. Aristides dos Reis e Silva, Joaquim Lopes, Latino Lídio da Silva, Maria Brazil Sampaio, Manoel de Araújo Pimentel, José Bechir Elias, Plácido José Ribeiro, Cel. Hygino Maués, Raymmundo do Carmo Maués, José Francisco dos Reis, Emygdio Nery Sobrinho, Delmiro de Almeida Nobre, Augusto Pereira Leite, Firmo Roberto Maués, José Honório Roberto Maués, Raymmundo Gonçalves Chaves, Ricardino de Araújo Margalho, Jayme Rodrigues da Silva, João Bernardino Dias, A. Villaça da Silva, Capitão João dos Reis e Silva,Francisco Freire de Andrade, Felippe Baptista da Costa, Bernardo Auto de Carvalho, João Floresta dos Santos, Emiliano de Lima Pontes, Pedro Pinheiro Paes, Miguel Elias, Elmásia Felippe João, Antônio dos Santos, Ismael Augusto Gomes, Pacífico Antônio da Silva, Raymmundo Nonnato Pauxis, Antônio Paes Filho, Raymmundo Reis, Cel. Maximiano Guimarães Cardoso, Capitão Leopoldo Anísio de Lima, Capitão Messias de Sigmaringa Lobato, Manoel Joaquim da Silva Lobato, Abílio Freitas de Araújo, Abel Guiães de Barros, Antônio de Figueiredo Dias Primo, Anna Seraphina Pinheiro, José Augusto Fortunato, Herdeiros de Chrisanto José Lobato, Miguel Mendes dos Reis, Ambrósia Lobato, Capitão Trajano Pereira de Barros, Rodolpho Pereira de Araújo, herdeiros de Felippe Santiago de Araújo, herdeiros de José Mendes dos Reis, Damásia Araújo, herdeiros de Manoel C. de Oliva Bello, herdeiros de Américo de Figueiredo, Joaquim Loureiro da Silva, herdeiros de Arlindo Lobato Negrão, José André Margalho, Epaminondas Margalho, Ramiro Pereira de Araújo, Guilhermino Correa Villaça."

Os Araújo Pontes
Família
. Benvinda de Araújo Pontes, citada em 1940 numa sessão civica literária
. Clélia de Araújo Pontes, citada em 1940 numa sessão civica literária
5ª G/Tn2/ Tatiana de Araújo Pontes, filha de Genuíno de Araujo Pontes e Thereza de Souza Araujo, n. em 25/10/1973, em Brasília/DF, onde mora.
Olá Ademir !
Foi com grande alegria que encontrei o seu blog com a história da nossa família.
Fiquei feliz em ver meu nome citado e se for possível, gostaria que os nomes das minhas filhas fossem incluídos na árvore.
Eu, Tatiana de Araújo Pontes, filha de Genuíno de Araújo Pontes e Thereza de Souza Araújo, nasci em 25/10/1973, em Brasília. Casei-me em 12/07/2003 com Jarmes dos Santos Araújo com quem tive duas filhas: Raquel Pontes Araújo ( 03/12/2007) e Luísa Pontes Araújo ( 06/02/2014).
Após casar-me passei a ter o nome de Tatiana de Araújo Pontes Araújo.
Minha filha me perguntou sobre árvore genealógica e acabei de mostrar o blog para ela !
Que Deus abençoe você e sua família !
Espero que possamos ter mais contato, ainda que virtual.
Abraços, Tatiana
Colaboração de Tatiana de Araujo Pontes

Família
Os Araujo Rocha
Risoleta e Ademar
. Risoleta de Araujo Rocha e Ademar Lobato Rocha, citada em 1940 como participante da sessão cívica e literária em Abaeté. Vide Família Araújo.
“ ...em 1940, a sessão cívica-literária contou com os seguintes participantes: Ademar Lobato Rocha, Risoleta de Araújo Rocha, Messias de Sigmaringa Lobato, Raimundo Ribeiro de Araújo, Hildefrides dos Reis e Silva, Lauro Ribeiro de Araújo, Giordano Garibaldi Parente, Emiliano de Lima Pontes, Caio Parente de Andrade, Prudente Ribeiro de Araújo, Benvinda de Araújo Pontes, Clélia de Araújo Pontes, Pedro Ribeiro de Araújo, Philo Nery, Ormina Nery, Irandis Batista da Rocha, Raimundo Leite Lobato, Anísio Alvim de Lima, Raimundo Castilho Silva, Waldemar Pinheiro Paes, Elza de Jesus Silva, Lucídio Negrão Paes, Dalva Lobato da Cunha, José Margalho da Cunha, Isabel Margalho Viegas, Roselira Lobato, Terezinha de Jesus Margalho Viegas, Ignez Baia Lobato e Dionísio Edmilson Lobato

Os de Araujo Santos
. Augusto de Araújo Santos, casado com Aria Anna da Cunha e com filhos: Ariaugusto da Cunha Santos.
. Ariaugusto  da Cunha Santos, casado e com filhos: Rodrigo Bamondes Santos
Olá. Sou Rodrigo Bamondes Santos. Neto de Augusto de Araújo Santos e Aria Anna da Cunha Santos e filho do Ariaugusto da Cunha Santos, muito obrigado pela sua pesquisa... Estou chorando enquanto leio sobre o passado de minha família 
Os Araújo Sena
Adhervani de Jesus Carneiro de Araújo, casou com Ivan Moraes de Sena, reside em Abaetetuba e que tiveram os seguintes filhos: Bernardete, ..(5ª geração).
5ª geração, filhos de Adhervani de Jesus e Ivan:
Bernadete de Jesus Araújo Sena, nasceu no dia 20.10.1965, se tornou evangélica ao casar, reside em Abaetetuba. Bernadete tem filhos (6ª geração).
Família
 Os Araújo Vilaça
Idalina Ribeiro de Araújo (Idália), nasceu no dia 09.12.1889, na Ilha de Tabatinga, Distrito de Abaeté e casou com Príncipe da Silva Villaça (Pichota) e tiveram 5 filhos: João Natalino (Joca), Antonio, José (falecido criança), Sebastião (Sabarico) e Clarindo de Araujo Vilaça (Caíto). Idália faleceu no dia 08.07.1962, na residência dos herdeiros de seus pais, à Rua Siqueira Mendes, 1531, com 72 anos, 5 meses e 1 dia.
Antônio de Araújo Vilaça, casou com Aldenise Carvalho Bararatim.Sebastião de Araujo Vilaça (Sabarico), nasceu no dia 19.12.1921 e casou com Pedrina. Tiveram 1 casal de filhos: Maria da Conceição e José Roberto.Clarindo de Araújo Vilaça (Caíto), nasceu no dia 26.05.1924 e casou com Iracema e tiveram vários filhos: José Adílson, Paulo Sérgio, Maria de Lourdes, Idália e ..

Os Outros e os Araújo
Os Alves de Araujo
Francisco Alves de Araújo
“Comerciante em 1922, à Rua Justo Chermont”
Os Cardoso de Araújo
Alcimar Carneiro de Araujo, casou com Ana de Figueiredo Cardoso e tiveram 7 filhos: Alderi Orlando, Alcimar Amujaci (Muja), Aderildo Raimundo (Dedeco), Alciana Dolores, Amiraldo de Jesus e Andrelino Valdeci Cardoso de Araújo.
5ªgeração, filhos de Alcimar e Ana: Alciana Dolores Cardoso de Araújo: nasceu no dia 28.08.1962, casada e atualmente separada do marido. Reside em Abaetetuba.
Os Carmo Araujo 
 Miguel do Carmo Araujo
Presidente, Miguel Maués Loureiro, vice-presidente, Pedro Ribeiro de Araujo; 2º secretário, Prudente Ribeiro de Araujo e com a presença de: Raimundo Rodrigues da Silva, Manoel Roque Ferreira, João de Deus Ferreira, João Rosado dos Santos, Belarminio Rodrigues de Farias, Manoel João de Souza, Raimundo da Silva Melo, Raimundo Bernardino da Silva, Erogildo Fonseca de Lima, Raimundo de Lima Pontes, Miguel do Carmo Araujo, Pedro Paulo Ferreira, Taviro Manoel Ferreira, Otacílio Ferreira Dias, Heráclito Delmiro de Sales, Galdino Cardinal da Costa, Manoel dos Santos, João Cunha de Oliveira e Acindino Naziazeno de Carvalho.


Os Carneiro de Araújo
3ª geração, filhos de Ramiro e Bruna
Stoesel Orlando Lima de Araújo (Bacuritita). Bacuritita nasceu no dia 13.01.1913 e faleceu no dia 03.02.1995 e foi sepultado no túmulo de sua mãe Bruna, no Cemitério de Na. Sa.. da Conceição, em Abaetetuba-Pa. Casou com Andrelina Carneiro (Dedé) , era famoso sapateiro e futebolista na cidade de Abaeté, residente na avenida Pedro Rodrigues, em frente ao antigo Bancrévea Clube, atual Secretaria Municipal de Educação. Tiveram 8 filhos: Alcimar, José Orlando (Coropó), Maria de Nazaré, Adervany de Jesus, Durvalina (Vica), Hortêncio (Telê), Alcemir (Thepa), Adelson Benedito Carneiro de Araújo (Déo). Vide esta família em Família Araújo.
Os Freitas de Araújo
Abílio Freitas de Araújo
É citado em documento de 1922:
"Olyntho Rocha, Garibaldi Parente, Felix Antônio, Antônio dos Santos, Miguel Jorge, herdeiros de Alexandre Felix, Elias Felix dos Santos, Maria Maués Nunes, Raymmundo Lício Bahia, Jorge Antônio, Anísio Alvim de Lima, Raymmundo Nonnato Bahia, Francisco de Paula Paes, Felippe João, José Saul, Francisco Assunpção dos Santos Rosado, Abel Ayope Elias, Jorge Padre, Américo Nery Cordeiro, Antônio Costa, Antônio dos Santos, Manoel Pereira Aracaty, Júlia de Mattos, Paschoal Caporal de Francesco, Dr. João Nery da Costa, Cel. Aristides dos Reis e Silva, Joaquim Lopes, Latino Lídio da Silva, Maria Brazil Sampaio, Manoel de Araújo Pimentel, José Bechir Elias, Plácido José Ribeiro, Cel. Hygino Maués, Raymmundo do Carmo Maués, José Francisco dos Reis, Emygdio Nery Sobrinho, Delmiro de Almeida Nobre, Augusto Pereira Leite, Firmo Roberto Maués, José Honório Roberto Maués, Raymmundo Gonçalves Chaves, Ricardino de Araújo Margalho, Jayme Rodrigues da Silva, João Bernardino Dias, A. Villaça da Silva, Capitão João dos Reis e Silva,Francisco Freire de Andrade, Felippe Baptista da Costa, Bernardo Auto de Carvalho, João Floresta dos Santos, Emiliano de Lima Pontes, Pedro Pinheiro Paes, Miguel Elias, Elmásia Felippe João, Antônio dos Santos, Ismael Augusto Gomes, Pacífico Antônio da Silva, Raymmundo Nonnato Pauxis, Antônio Paes Filho, Raymmundo Reis, Cel. Maximiano Guimarães Cardoso, Capitão Leopoldo Anísio de Lima, Capitão Messias de Sigmaringa Lobato, Manoel Joaquim da Silva Lobato, Abílio Freitas de Araújo, Abel Guiães de Barros, Antônio de Figueiredo Dias Primo, Anna Seraphina Pinheiro, José Augusto Fortunato, Herdeiros de Chrisanto José Lobato, Miguel Mendes dos Reis, Ambrósia Lobato, Capitão Trajano Pereira de Barros, Rodolpho Pereira de Araújo, herdeiros de Felippe Santiago de Araújo, herdeiros de José Mendes dos Reis, Damásia Araújo, herdeiros de Manoel C. de Oliva Bello, herdeiros de Américo de Figueiredo, Joaquim Loureiro da Silva, herdeiros de Arlindo Lobato Negrão, José André Margalho, Epaminondas Margalho, Ramiro Pereira de Araújo, Guilhermino Correa Villaça."

Os Lima de Araújo
Família
Margareth Lima Araujo
Nascida no dia 17.04, filha do Mestre Caetano e com rmãos: Mariinha, Reizinho.
Os Lima Araújo
Risoleta Lima Araújo
Citação:
Grupo Scênico de Abaeté e Theatro de Nossa Senhora da Conceição
Em 1927:
4ª G/Bisnetos/Bn/ Filhos de Ramiro e Bruna
4ª G/Bn/ RISOLETA LIMA DE ARAUJO/Sinhá, n. em 30/3/1911, em Abaeté/Pa e f. em 13/7/1985, no Hospital D. Luiz I/Belém/Pa, aos 74 anos de idade, de um acidente vascular cerebral hemorrágico e foi enterrada no Cemitério de N. S. da Conceição/Abaetetuba/Pa/derrame cerebral, era de pele morena clara, baixa estatura, dona de lar, alegre e sempre jovial, componente do Grupo Scênico de Abaeté, formado por artistas amadores, que apresentavam peças teatrais no Theatro de N. S. da Conceição, localizado no alpendre da Igreja do Divino E. Santo, anos de 1920, para angariar fundos para a construção da nova Igreja Matriz de Abaeté. Participava, com seu esposo, das sessões cívica-literárias nos anos de 1940.
Citações históricas sobre Risoleta/Sinhá:
Citações de 1926: “É hoje que se efetua neste teatrinho, fundado por um punhado de abnegados, que tomaram sob seus ombros a pesada tarefa de erguer nesta cidade um templo dedicado à Virgem Senhora da Conceição, um atraente espetáculo, cujo total produto reverterá em benefício da construção de tão piedosa obra”.
“Novamente o grupo teatral em atividades para angariar fundos para a Virgem Senhora da Conceição. Espetáculo organizado pelo professor Alberto Costa, que terá o comando do novel corpo Scênico do Theatro, que encenerá obra de Fortunato Braga, intitulada “Na Roça”, com a participação dos atores e atrizes, Risoleta de Lima Araújo, Hilda V. Fonseca, Abel Lobo, Bararaty Franco e Pedro Loureiro. Teatrinho localizado no Largo da Matriz”. Vide fam. Lima.
Risoleta/Sinhá c/c Ademar Lobato Rocha, este n. em 9/11/1906 em Abaeté/Pa e f. em avançada idade, filho de Olyntho Rocha e Maria Lobato e tiveram 11 filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: Ademar Filho/falecido jovem, Ruth do Carmo, Adevaldo da Paixão, Rosita Odília, Adilson Olinto, Ademir Heleno, Adônis Orlando, Rosiana Odilma, Roselene Natalina e Adenilson Luiz Rocha. Vide famílias Lobato, Lima, Pontes, Rocha.
3ª G/Netos/N, filhos de Leopoldo Anísio de Lima e Mariquinha de Lima
3ª G/N/ Antonina de Lima/Antonica, f. e foi s. no Cemitério de Nossa S. da Conceição em Abaetetuba/Pa, na sepultura onde estão os restos mortais de sua mãe Mariquinha, suas filhas Antonieta e Wanderlina. C/c Raimundo Leite Lobato/Capitão Leite e tiveram filhos, 4ª G/Bisnetos/Bn: Osvaldo/Pombo, Osvaldina/Vadica, Antonieta/Mimi, Waldemar/Jarico, Maria Vanderlina, Darc, Lourival/Lorico, Lucimar/Luci Piraíba, Dalca, Teodora/Finoca e Raimunda Lima Leite Lobato/falecida.
1904: Raimundo Leite Lobato residia na Rua Tenente Coronel Caripuna, em Abaeté/Pa.
O Capitão Leite é filho de Praxedes Emiliano Lobato/Velho Lobato, cujo nome aparece em documento de 1904.
1927: Raimundo Leite Lobato, funcionário público Municipal e presidente da Associação Sportiva de Abaeté.
1931: Ramiro Pereira de Araujo, concunhado do Capitão Leite, residiu por 13 anos numa casa que fazia divisa com Raymundo Leite Lobato e Emiliano Pontes.
O Capitão Leite trabalhou na Prefeitura de Abaeté por vários anos, ocupando funções de: Fiscal Geral da Prefeitura, Tesoureiro Municipal, etc, tendo trabalhado c/vários prefeitos: Borges do Rego (27/11/1934-7/7/1935, Raimundo Pauxis (25/4/1945-17/11/1945) e Pedro Pinheiro Paes (1948-1951).
4ª G/Bisnetos/Bn, filhos de Antonia de Lima/Antonica e Raimundo Leite Lobato/Capitão Leite
4ª G/Bn/ Osvaldo Leite Lobato/Pombo, filho mais velho de Antonina, morreu solteiro aos 18 anos.
4ª G/Bn/ Teodora/Finoca, falecida.
4ª G/Bn/ Lucimar Lima Leite Lobato/Luci Piraíba, comerciante à Rua Justo Chermont/Abaeté/Pa, na orla da cidade, casa comercial com ponte em madeira, c/c Francisca Tavares/Nenê e tiveram 4 filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: Maria José, Sebastião Antonino/Tião, Raimundo e Maria da Conceição Tavares Lobato.
5ª G/Trinetos/Tn, filhos de Lucimar/Luci Piraíba e Francisca Tavares Lobato/Nenê:
5ª G/Tn/ Raimundo Tavares Lobato, c/c Júlia Rosa de Matos Castro e tiveram 1 casal de filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Marcelo Castro Lobato e Carmosina Castro Lobato.
Júlia Rosa Matos de Castro, formou-se no Curso de Humanista em 1962, no Insttituto Nossa S. dos Anjos, em Abaeté do Tocantins.
4ª G/Bn/ Osvaldina Lima Leite Lobato/Vadica, c/c Manoel Cordeiro/Manolo e tiveram 10 filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: Maria Dolores, José Henrique, Manolito (Lito), Luiz Américo, Maria Carolina/Carol, Daniel de Jesus, Francisco Carlos, Maria do Socorro, Maria Diana e Maria de Belém Lobato Cordeiro.
5ª G/Trinetos/Tn, filhos de Osvaldina/Vadica e Manolo
5ª G/Tn/ Luiz Américo Lobato Cordeiro, c/c Clarice, filha do Plácido e tiveram 2 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Luiz e Paulo. Depois, Luiz Américo casou uma 2ª vez.
5ª G/Tn/ Maria Dolores Lobato Cordeiro, c/c Jorge Caboquine e tiveram duas filhas, 6ª G/Tetranetos/Ttn em Belém-Pa: Cristiane e Eliane Cordeiro Caboquine.
5ª G/Tn/ Maria Carolina Lobato Cordeiro/Carol, c/c Jurandir Mendes e tiveram uma filha, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Michele Cordeiro Mendes.
5ª G/Tn/ José Henrique Lobato Cordeiro, c/c Eliana Dias, em Belém-Pa e tiveram uma filha, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Joseana Dias Cordeiro. Depois, José Henrique, casou uma 2ª vez com Deibed e tiveram os filho, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Peterson e Pámela.
5ª G/Tn/ Manoelito Lobato Cordeiro/Lito, c/c Dulcídia Araújo, filha do Dalcídio, de Beja e tiveram 2 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn, Jorgerferson e Joelson Araújo Cordeiro.
5ª G/Tn/ Maria do Socorro Lobato Cordeiro, c/c Manoel de Jesus Honorato dos Santos, que era empregado da Empresa de Transportes Boa Esperança e tiveram 3 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Amanda, Aderson e Arlém Cordeiro dos Santos
5ª G/Tn/ Maria Diana Lobato Cordeiro, c/c Élton Lobato. Não tiveram filhos.
5ª G/Tn/ Maria de Belém Lobato Cordeiro, c/c Carlos Alberto Vilaça/Beto e tiveram 2 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn, Silvana Cordeiro Vilaça e Carlos Alberto Vilaça Filho.
5ª G/Tn/ Francisco Carlos Lobato Cordeiro, c/c Sara e tiveram 1 filho, 6ª G/Tetranetos/Ttn.
5ª G/Tn/ Daniel de Jesus Lobato Cordeiro, c/c Edenilza Guimarães e tiveram 5 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Daniele, Beatriz, Danielves,, Danielder e Danielson Guimarães Cordeiro.
4ª G/Bisnetos/Bn, filhos de Antonica e Capitão Leite
4ª G/Bn/ Antonieta Lima Leite Lobato/Mimi: não casou e faleceu bem idosa em Abaetetuba/Pa.
4ª G/Bn/ Dalca Lima Leite Lobato, c/c José Margalho da Cunha/Juca Cunha e se mudaram para a Vila de Icoaraci, Belém-Pa e não tiveram filhos. Juca é filho de Rola Margalho.
Dalca é citada em documentos de 1940, 1954, 1956, gestão do Prefeito Pedro Pinheiro Paes: Dalca Lobato da Cunha e José Margalho da Cunha. Dalca e esposo participavam das sessões cívico-literárias dos anos de 1940.
4ª G/Bn/ Waldemar Lima Leite Lobato/Jarico, c/c Edméia Lima/Aldomira, filha de Lino, e tiveram 6 filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: José Maria, Maria do Carmo, Maria de Lourdes, Mário, Rosa Maria e Alberto Lima Lobato.
A família do Jarico morava numa casa onde hoje é a Agência da Caixa Econômica Federal, próximo à atual Prefeitura Municipal de Abaetetuba.
5ª G/Trinetos/Tn, filhos de Jarico e Aldomira
5ª G/Tn/ José Maria Lima Lobato Filho/Jarico, c/c Maria da Trindade Fernandes Pena e tiveram 4 filhos, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Paulo Henrique, Fábio José, Anderson Roberto Pena Lobato e José Maria Lima Lobato Júnior.
Maria da Trindade Fernandes Pena, formou-se no Curso de Humanista, ano de 1962, pelo Instituto Nossa S. dos Anjos, em Abaeté do Tocantins e se formou em curso superior, trabalhou e se aposentou como professora do Estado.
4ª G/Bisnetos/Bn, filhos de Antonica e Capitão Leite
4ª G/Bn/ Lourival Lima Leite Lobato. Documento de 30/4/1948: Recibo de cobrança de imposto, pela sepultura perpétua de Ademar Araujo Rocha, filho de Ademar Lobato Rocha, falecido aos 17 anos, às 02: 00 horas, tendo como encarregado do Cemitério Público Francisco de Miranda Margalho, valor pago por Lourival Lima Leite Lobato, primo de sua esposa Sinhá e amigo e colega de Ademar, na prefeitura.
Pedro Pinheiro Paes era político e como tal chegou a ser Prefeito de Abaetetuba, pelo Partido Social Democarta-PSD e empossado em 15/21948, tornando-se o 1º prefeito eleito do 2º Período Republicano período de 15/12/1948 a 1951 e teve como Secretário Municipal o Sr. João Nepomuceno Pontes; Alcides Araújo Potyguara, como Delegado de Polícia; Lourival Lima Leite Lobato, como contador, Leonice Aracaty pinheiro, como Professora e Silvio de Sousa Pimentel, como Administrador da merenda.
. Lourival Lima Leite Lobato/Lorico, c/c Maria Pimentel Coutinho Lobato/Cotita e tiveram filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: Lourival, Benedito/Beneco, Maria Helena, Dilce, Leonil, Dilma, Lauremir, Maria da Graça, Raimundo, Antonina Coutinho Lobato. Muitos destes se mudaram p/Belém/Pa e Rio de Janeiro/RJ e tiveram filhos, netos e bisnetos, 5ª G/Tetranetos/Ttn, 6ª G/Pentanetos/Pn e 7ª G/Hexanetos, de Antonina de Lima.
. Maria Pimentel Coutinho é filha do Capitão Orêncio Pereira Coutinho, este n. em 14/12/1869, f. em 17/7/1924, c/c Maria de Araujo Pimentel, esta n. em 16/12/1879, f. 30/7/1952, c/72 anos. Casaram em 28/4/1900/Povoação de Beja/Abaeté/Pa e tiveram filhos: Orêncio, Ophir, Octacílio, Oziel, Catarina Pimentel Coutinho, (todos falecidos até a data da entrevista em 19/2/1994), Maria e Ambrosina Pimentel Coutinho. Vide famílas Pimentel e Coutinho.
Maria Pimentel Coutinho Lobato/Cotita, n. em 1/1/1913 e f. 16.09.1985, aos 72 anos de idade, foi b. sendo padrinhos: Raimundo Monteiro Almeida e sua esposa Joaquina de Paiva Almeida.
4ª G/Bisnetos/Bn, filhos de Antonica e Capitão Leite
4ª G/Bn/ Vanderlina Lima Leite Lobato dos Santos, n. em 16/5/1917 e f. em 29/10/2005 e foi s. no Cemitério de Nossa S. da Conceição, em Abaetetuba/Pa , junto com os restos mortais de sua avó Maria do Carmo de LimaMariquinha de Lima, de sua mãe Antonina e de sua irmã Antonieta/Mimi. C/c Fard Felix dos Santos/Farias, irmão de Jorge Felix dos Santos e tiveram 6 filhos, 5ª G/Trinetos/Tn: Antonina, João, Terezinha, Osvaldo, Maria da Graça e Maria das Dores Lobato dos Santos.
4ª G/Bn/ Raimunda Leite Lobato/Mundica, faleceu jovem.
4ª G/Bn, filhos de Capitão Leite e Antonica
Antonina de Lima. Cfe. os escritos genealógicos da Profa. Benvinda de Araujo Pontes, Antonina teve outros filhos, 2ª G/F: Olímpio de Lima e seus irmãos. Olímpio de Lima é irmão de Leopoldo Anísio de Lima, por parte de mãe, e este teve filhos, 3ª G/Netos/N: Antonia Josephina de Lima e s/irmãos. Portanto, Antonia Josephiina de Lima é prima de Bruna de Lima e s/irmãos, por parte de mãe.
Olympio da Silva Lima, esteve presente na Instalação da cidade de Abaeté em 15/8/1895 e foi um dos assinantes da Ata de Cerimônia de Instalação.

Olynto da Silva Lima, esteve presente na Instalação da cidade de Abaeté em 15/8/1895 e foi um dos assinantes da Ata de Cerimônia de Instalação”.
Grupo Scênico de Abaeté
“No teatro de Abaeté destacavam-se Monteiro de Sá e Antonio de Sá como atores”. Os atores de Abaeté foram os seguintes: Pombo da Maroca Lima, Licínio Araujo, Diquinho Soares, Angelina Araujo, Miloca Matos, Bararaty Barroso Franco, João Pontes, Antonico Araujo, Menina Arthemita, Lucília Pinheiro, Abel de Barros, Edgar Borges, Prudente de Araujo, Raimundo Leite, Guilherme Abreu, Osvaldina da Fonseca, Hilda V. da Fonseca, Elpídio Paes, Risoleta de Lima Araujo, Abel Lobo, Pedro Loureiro, ..."
“Novamente o grupo teatral em atividades para angariar fundos para a virgem Senhora da Conceição. Espetáculo organizado pelo professor Alberto Costa, que terá o comando do novel corpo Scênico do Theatro, que encenerá obra de Fortunato Braga, intitulada “Na Roça”, com a participação dos atores e atrizes, Risoleta de Lima Araújo, Hilda V. Fonseca, Abel Lobo, Bararaty Franco e Pedro Loureiro. Teatrinho localizado no largo da Matriz”.
Os Magno de Araújo
Fidélis Magno de Araújo
Fidélis Magno de Araújo, professor que esteve presente à inauguração do Grupo Escolar de Abaeté em 1902.
. LUÍS MONTEIRO DE ARAUJO, em 1908 era componente da Irmandade de São Sebastião em Abaeté.
Os Nery de Araújo
Abílio Nery de Araujo
Foi citado como professor na Biografia do Mestre Laudelino
Nasceu no Rio Guajará de Beja e ele era professor escolar, músico e professor de música e maestro. Era chamado de Mestre Laudelino. Inicialmente a família do Mestre Leodelino morou em Igarapé-Miry, local onde ele trabalhava como professor escolar, e onde nasceu o seu filho Ceci, que nasceu no Rio Santo Antonio, no Engenho do Capitão Deodato. À convite do seu amigo o Coronel Aristides dos Reis e Silva, em 1923, o Mestre Laudelino e família vieram para Abaeté, para aqui trabalhar como professor escolar. Trabalhou como professor de leitura por muitos anos em Abaeté. O Mestre Laudelino, como professor escolar, foi conteporâneo da professora Carolina Pinto da Rocha, Abílio Nery de Araujo, Ederlina Maués, Jósimo Antonio de Sarges, que também eram professores municipais. Outros conteporâneos: Maximiano Antonio Rodrigues, examinador nas escolas municipais, junto com outros examinadores: Miguel Mendes dos Reis, João Bernardino Dias, Coronel Hygino Maués, Raymmundo Maués Pinheiro, Paulo Elpídio, João Ferreira e Abílio Nery.
Pena de Araujo:
Pedro Pena de Araújo
Citação de 1908:
“A irmandade de São Sebastião é organizada pelo Clube Henrique Gurjão e a diretoria da irmandade é: Presidente, Padre Francisco Manoel Pimentel; Diretor, Horácio de Deus e Silva; Tesoureiro, Trajano Pereira de Barros; Secretário, Manoel Vigílio de Araújo e José Ferreira Ribeiro; Zeladores, Pedro Pena de Araújo e Hygino Pereira e cobrador, Jósimo Leandro de Sousa e muitos irmãos”. Quando se dizia Clube São Sebastião, estava-se referindo ao Clube Henrique Gurjão.

Os Pereira de Araújo
Antonio Pereira de Araujo
Seu nome aparece em documentos de 1905, 1906, junto com o de Rodolpo Pereira de Araujo.
Leôncio Pereira de Araujo
Foi vogal do Conselho de Intendência, no período de 1890 a 1891, na intendência de José Benedito Rodrigues. Aparece como morador da Rua Siqueira Mendes, em 1904,1905.
Ramiro Pereira de Araújo
Ramiro Pereira de Araújo, casou com Bruna de Lima e tiveram 5 filhos: Durvalina (Duvica), Clarice, Risoleta (Sinhá), Maria do Carmo (Guita) e Orlando Stoesel Lima de Araújo (Bacuritita).
Ramiro Pereira de Araújo é citado em documento de 1922:
"Olyntho Rocha, Garibaldi Parente, Felix Antônio, Antônio dos Santos, Miguel Jorge, herdeiros de Alexandre Felix, Elias Felix dos Santos, Maria Maués Nunes, Raymmundo Lício Bahia, Jorge Antônio, Anísio Alvim de Lima, Raymmundo Nonnato Bahia, Francisco de Paula Paes, Felippe João, José Saul, Francisco Assunpção dos Santos Rosado, Abel Ayope Elias, Jorge Padre, Américo Nery Cordeiro, Antônio Costa, Antônio dos Santos, Manoel Pereira Aracaty, Júlia de Mattos, Paschoal Caporal de Francesco, Dr. João Nery da Costa, Cel. Aristides dos Reis e Silva, Joaquim Lopes, Latino Lídio da Silva, Maria Brazil Sampaio, Manoel de Araújo Pimentel, José Bechir Elias, Plácido José Ribeiro, Cel. Hygino Maués, Raymmundo do Carmo Maués, José Francisco dos Reis, Emygdio Nery Sobrinho, Delmiro de Almeida Nobre, Augusto Pereira Leite, Firmo Roberto Maués, José Honório Roberto Maués, Raymmundo Gonçalves Chaves, Ricardino de Araújo Margalho, Jayme Rodrigues da Silva, João Bernardino Dias, A. Villaça da Silva, Capitão João dos Reis e Silva,Francisco Freire de Andrade, Felippe Baptista da Costa, Bernardo Auto de Carvalho, João Floresta dos Santos, Emiliano de Lima Pontes, Pedro Pinheiro Paes, Miguel Elias, Elmásia Felippe João, Antônio dos Santos, Ismael Augusto Gomes, Pacífico Antônio da Silva, Raymmundo Nonnato Pauxis, Antônio Paes Filho, Raymmundo Reis, Cel. Maximiano Guimarães Cardoso, Capitão Leopoldo Anísio de Lima, Capitão Messias de Sigmaringa Lobato, Manoel Joaquim da Silva Lobato, Abílio Freitas de Araújo, Abel Guiães de Barros, Antônio de Figueiredo Dias Primo, Anna Seraphina Pinheiro, José Augusto Fortunato, Herdeiros de Chrisanto José Lobato, Miguel Mendes dos Reis, Ambrósia Lobato, Capitão Trajano Pereira de Barros, Rodolpho Pereira de Araújo, herdeiros de Felippe Santiago de Araújo, herdeiros de José Mendes dos Reis, Damásia Araújo, herdeiros de Manoel C. de Oliva Bello, herdeiros de Américo de Figueiredo, Joaquim Loureiro da Silva, herdeiros de Arlindo Lobato Negrão, José André Margalho, Epaminondas Margalho, Ramiro Pereira de Araújo, Guilhermino Correa Villaça."
Rodolpho Pereira de Araújo
É citado em documento de 1922. Vide acima em Ramiro Pereira de Araújo
Os Ribeiro de Araujo
“ ...em 1940, a sessão cívica-literária contou com os seguintes participantes:
Raimundo Ribeiro de Araújo,
Lauro Ribeiro de Araújo
Prudente Ribeiro de Araújo
PRUDENTE RIBEIRO DE ARAUJO, em 1908 era componente da Irmandade de São Sebastião em Abaeté.
Pedro Ribeiro de Araújo
Angelina Ribeiro de Araujo
Nasceu no dia 16.07.1904, na cidade de Abaeté, à Rua Siqueira Mendes, na casa do Major Cornélio Pereira de Barros. Casou com seu primo Ofir Malato. Angelina faleceu no dia 17.07.1983, com 79 anos, 1 dia, em Belém-Pa e foi sepultada em Ponta de Pedras, onde residia. Angelina e Ofir tiveram 8  filhos:Edward, Norma, Francisco (Chiquito), Cybele (Cé), Ceres, Alzira (Alzirinha), Luiz Antônio e Ofir Ivan Malato. Vide família Ribeiro de Araujo.
Antonio Ribeiro de Araujo/Antonico
Licínio Ribeiro de Araujo
Grupo Scênico de Abaeté
“No teatro de Abaeté destacavam-se Monteiro de Sá e Antonio de Sá como atores”. Os atores de Abaeté foram os seguintes: Pombo da Maroca Lima, Licínio Araujo, Diquinho Soares, Angelina Araujo, Miloca Matos, Bararaty Barroso Franco, João Pontes, Antonico Araujo, Menina Arthemita, Lucília Pinheiro, Abel de Barros, Edgar Borges, Prudente de Araujo, Raimundo Leite, Guilherme Abreu, Osvaldina da Fonseca, Hilda V. da Fonseca, Elpídio Paes, Risoleta de Lima Araujo, Abel Lobo, Pedro Loureiro, ..."
 Ano de 1919: “A primeira Diretoria do Grupo Scênico Abaeteense era formado por artistas amadores de Abaeté. Presidente, Abel Barros; vice-dito, João Nepomuceno de Pontes; 2º vice-presidente, Abel Lobo; 1º secretário, Prudente de Araujo; 2º dito, Bararaty Franco; tesoureiro, Raimundo Leite e o ensaiador, Guilherme Abreu”.
Licínio Ribeiro de Araújo foi citado na Biografia do Mestre Cardinal, junto com seus irmãos Prudente e Pedro Ribeiro de Araujo
. Pedro Ribeiro de Araujo, foi antigo membro do Clube Carlos Gomes, conforme citações:
. Prudente Ribeiro de Araujo, que junto com seu irmão Pedro Ribeiro de Araujo, foram antigos membros do Clube Carlos Gomes, em Abaetetuba, conforme citações:
• Flautins, de Prudente Araujo, João Bernardino Dias; Clarinetes de: Cardinal, Miguel Negrão, Félix Machado, Felippe Santiago de Araujo, Heráclio Delmiro Sales, Arcelino Pinta Caroço, Bê Nunes, Maxico Almeida, Bideca;
"O interesse de Cardinal pela música surgiu em 1940, vendo o Chico Padeiro (Francisco de Vasconcelos Cardoso) ensaiar notas musicais à noite, com um instrumento de sopro, que eram as aulas do mestre Licínio Araújo, que era irmãos dos músicos Pedro e Prudente de Araújo. Cardinal pediu ao Chico Padeiro que lhe repassasse as aulas do Mestre Lícinio e assim ele foi aprendendo as lições junto com o Chico Padeiro. Nessas alturas era bem novo, com uns 20 anos de idade e já sabia alguns instrumentos de corda como cavaquinho, banjo, violão que são instrumentos muito diferentes dos de sopro."
"Pedro Ribeiro de Araújo, vice-presidente; Raimundo Bernardino da Silva; Manoel Roque Ferreira; Manoel João de Sousa; Herogildo Fonseca de Lima; Adamor Aires de Lima; Francisco Augusto Negrão; Miguel Negrão; Heráclito Delmiro de Sarges; Valdeíno Cardoso Dias; Antonio Cardoso Dias; Manoel dos Santos e Antonio Pereira da Silva."
 Clube Carlos Gomes
Banda CarloGomes 

"Presidente, Miguel Maués Loureiro, vice-presidente, Pedro Ribeiro de Araujo; 2º secretário, Prudente Ribeiro de Araújo e com a presença de: Raimundo Rodrigues da Silva, Manoel Roque Ferreira, João de Deus Ferreira, João Rosado dos Santos, Belarmino Rodrigues de Farias, Manoel João de Souza, Raimundo da Silva Melo, Raimundo Bernardino da Silva, Erogildo Fonseca de Lima, Raimundo de Lima Pontes, Miguel do Carmo Araújo, Pedro Paulo Ferreira, Taviro Manoel Ferreira, Otacílio Ferreira Dias, Heráclito Delmiro de Sales, Galdino Cardinal da Costa, Manoel dos Santos, João Cunha de Oliveira e Acindino Naziazeno de Carvalho."
"Componentes da Banda Carlos Gomes nos anos 1980: Rui Guilherme, mestre da banda; Prudente Araujo, no flautim; Miguel Negrão, no clarinete; Manoel Antonio, no pistão; Valdeíno Cardoso, no tombone; Otacílio Dias (Ramito), no sax alto; Adamor, no sax alto; Francisco Negrão no sax tenor; Vicente Gama, como bumbeiro; José Pinheiro Rodrigues, na caixa clara; Manoel João, como pratilheiro; Benito Cardoso, na caixa surda."
"Uma formação da Banda Carlos Gomes e os demais Coforotes estão presentes: Paulinho Coforote, era alfaiate e tocava trompa; Manoel Coforote, era agricultor e tocava baixo; João Coforote, era agricultor e tocava trombone; Oscar Santos Coforote, era professor de música e tocava trombone; Tibica, era agricultor e tocava bombardino ou barito;Horácio Sena, era carpinteiro naval tocava bombardino; Horácio Filho, era carpinteiro naval e tocava bombardino; Mestre Leoderlino, era professor e tocava bombardino; Arcelino (Pinta-Caroço), era carpinteiro e tocava clarinete; Manoel  Lipordino, tocava requinta; Estácio Sena, era alfaiate e tocava contra-baixo; Cazuza Sena, era carpinteiro e tocava clarone (instrumento raro); Heráclito, era carpinteiro e tocava clarinete; Abel Guiães de Barros Ferreira, era português, ferreiro e tocava bumbo; Abaeté Pauxis, era comerciante ambulante e tocava saxofone; Orêncio Pimentel Coutinho, era marceneiro e tocava barito (instrumento raro, relíquia); Paulo Borges (Polo), era carpinteiro e tocava afrenquides (instrumento de apelido mamoeiro por ser muito alto); Cici Costa, era comerciante e tocava trompa; Churamba, era comerciante ambulante e tocava trompa; Bernardo Rebolado, era Oficial de Justiça e tocava requinta; Raimundo Melo, tocava surdo; João Bostoque, era marceneiro e tocava caixa (caixista); Mestre Benjamim (cego de um lado), era calafate e tocava trompa; Durico, era calafate e tocava bombardino; Miguel Loureiro, era sapateiro e tocava saxofone; Prudente Araujo, era escriturário e tocava flautim (o menor dos instrumentos); Pedro Araujo, era professor e tocava trombone; Cardinal, tocava clarinete; Chiquinho Margalho, funcionário público municipal e tocava saxofone tenor.".
Os "irmãos" da Irmandade de S. Sebastião em 1908, eram os seguintes: José Brandão Pimentel, Manoel Raymundo do Nascimento, Horácio de Deus e Silva Afilhado, Luiz Cavalcante da Frota, Gabriel Correa de Castro, Raymundo Pimentel da Silva, Liberato Antonio Baía, José da Conceição Amanajás, Raymundo Bandeira dos Reis, Leovegildo de Oliveira Campos, Camilo Alípio Pereira, Raymundo de Araujo Borges, Arlindo Lobato Negrão João Bandeira dos Reis Filho, Pacífico Mariano dos Reis, Prudente Ribeiro de Araujo, João Nepomuceno Viégas, José de Souza Pereira, Manoel Rodrigues, Miguel R. da Costa, Frederico Arleciano da Silva, Benedito Alexandre Cardoso, Anselmo H. Barbosa, Tupy Jorge, Manoel Antonio de França, Benedito do Nascimento, Simeão dos Santos Pereira, Olegário Pereira de Barros, Bernardino Pereira de Barros, Quintino Pauxis de Abreu, Delphino Cardoso, Domingos Tertuliano V. Alcântara, Marcelino Cardoso de Alcântara, Waldério de Moraes Pimentel, Luís Monteiro de Araujo, Abel Constantino da Silva, Ervécio de Castro, Licurgo de Sousa Paixão Pimentel, Benedito Ribeiro, José Pedro de Araujo, Anselmo Pereira do Valle, Raymundo dos Santos, Felippe Santiago de Araujo, Sebastião de Araujo Ferreira, Augusto da Conceição Ferreira, Manoel Carlos Monteiro, Eusébio Antonio da Conceição Ferreira, Jacinto José dos Santos, Edgar Borges, Lucídio Paes, Benedito Joaquim dos Passos, Antonio Hildebrando Cardoso, João Baía da Silva, Flauro Correa Damasceno, Audifax Mendes dos Reis.
Irmãs: Victória dos Passos, Izabel Correa dos Passos, Constança de Moraes Pimentel, Emídia Ferreira, Izabel Maria da Trindade, Geralda Maria de Castilho, Carolina Maria do Rosário, Maria do Nascimento, Felicidade Maria do E. Santo, Ângela Maria Alves, Ricarda Antonia Leal, Sarah Valente da Silva Villaça, Olinda do Carmo Paiva, Francisca Gemaque, Luiza da Conceição Vieira, Júlia de Souza Reis, Damásia de Araujo, Thereza Pereira de Barros, Adália Pereira de Barros, Júlia  Pereira, Júlia Ferreira de Araujo. Ademir Heleno, Abaetetuba/Pa, 3/9/2009.

Antonio Ribeiro de Araujo
Vera Cruz Sport Club
Assembléia Geral: presidente, Latino Lídio da Silva; 1º secretário, João Nepomuceno de Pontes; 2º secretário, Giordano Parente.
A Diretoria: presidente, Capitão Acrísio Villaça da Silva; vice-presidente, Antonio Paes Filho; 1º secretário, Antonio Ribeiro de Araujo; 2º secretário, Antonio Gama; tesoureiro, Capitão Raymmundo Leite Lobato; orador oficial, Américo Nery Cordeiro; diretor de sports, Abel Guiães de Barros; diretor de sede, Raymmundo Nonnato Viégas.
Antonio Ribeiro de Araujo, músico, do Grupo Scênico, junto com seu irmão Prudente Ribeiro de Araujo. Maio de 1927:
“Quermesse e espetáculo à Praça Nossa Senhora da Conceição, promovida pela Liga de Torcedoras do Vera Cruz Sport Club, sendo a segunda quermesse, comandada pela Banda Paulino Chaves abrilhantando a festa, com disputa de mimos. Depois, ás 08:00 horas da noite, reabertura do Theatro Nossa Senhora da Conceição, com a comédia portuguesa “Como se enganam as mulheres” e “A Boemia”, acompanhada por música. Trabalharão como atrizes e atores, Miloca Matos, Osvaldina e Hilda Fonseca, Bararaty Franco, Antônio e Prudente de Araújo, Elpídio Paes e Edgar Borges, pelo Grupo Scênico de Abaeté”. Vide família Ribeiro de Araujo.
Maio de 1927:
Associação Sportiva de Abaeté
"Em 1927 a diretoria da Associação Sportiva de Abaeté era assim constituída: Assembléia Geral: presidente, Latino Lídio da Silva; 1º secretário, João Nepomuceno de Pontes; 2º secretário, Giordano Parente."
A Diretoria: presidente, Capitão Acrísio Villaça da Silva; vice-presidente, Antonio Paes Filho; 1º secretário, Antonio Ribeiro de Araujo; 2º secretário, Antonio Gama; tesoureiro, Capitão Raymmundo Leite Lobato; orador oficial, Américo Nery Cordeiro; diretor de sports, Abel Guimarães de Barros; diretor de sede, Raymmundo Nonnato Viégas. No mesmo ano de 1927 aconteceram algumas trocas dos diretores, ficando assim: presidente, Raymmundo Leite Lobato; orador, Raymmundo Viégas e tesoureiro, Acrisio Villaça da Silva.

 Família
Os Rodrigues Araújo
Descendentes e Demais Parentes de TEODOLINO SOUSA DE ARAÚJO
Theodolino Sousa de Araújo e seus 5 irmãos vieram da Zona do Salgado do Pará para Abaeté.
 · Adolpho Rodrigues de Araújo, filho de Theodolino Sousa de Araújo, residente em Marabá/Pa, casado e com filhos.
Aguinaldo Rodrigues Araujo, filho de Apolônio Rodrigues de Araújo, morador das Ilhas de Abaetetuba.
Alberto da Silva Araújo/Cabritinho, filho de Theodolino Sousa de Araújo, nascido em Salinas/Pa, mestre ferreiro.
Alberto da Silva Araújo Filho, médico, casado e com filho.
Apolônio Rodrigues de Araújo, filho de Theodolino Sousa de Araújo, falecido com 90 anos em 10/12/2010 em Abaetetuba, um dos fundadores do Vênus Atlético Club em 1949 (junto com Gabi Castro, Mestre Adi, Everaldo dos Santos Araújo), que doou os terrenos do campo de futebol e da sede na Av. Pedro Rodrigues ao mesmo clube, mestre marceneiro e dono de marcenaria onde trabalhavam: Nazareno, Taquari, Tio Café, Natálio/Natalício, Curubuçu e que tinha como encarregado o Mestre Gabi Castro, casado e com filhos.
· Aurino Rodrigues de Araújo, filho de Theodolino Sousa de Araújo, c/c Rute Bittencourt e com filhos: Benedita, Benedito, Miguelina, Manoel Raimundo, Nilda, Urbanita e outros.
Benedito Bitencourt de Araújo, comerciante, casado e com filhos.
 Bertholdo Sousa de Araújo, irmão de Teodolino Sousa de Araújo, casado e com filhos.
Dagmar Araújo Bittencourt, filha de Guiomar Araújo Bittencourt e Davi Bittencourt, professora.
· Davi de Lima Bittencourt, nascido a 26/12/1932 e falecido a 23/3/2008, comerciante, casado com Guimar Araujo, esta nascida a 1/8/1930 e falecida a 30/6/2005, e com filhos: Dagmar, Darcimar e Davi Júnior, este nascido a 16/1/1968 e falecido em 10/2/1975.
· Guiomar da Silva Araujo, filha de Theodolino Araújo, nascida a1/8/1930 e falecida a 30/6/2005, citada como aluna concluinte do INSA em 1960, professora, c/c Davi de Lima Bittencourt, este nascido a 26/12/1932 e falecido a 23/3/2008 e com filhos: Darcimar, Dagmar e Davi Júnior, este nascido a 16/1/1968 e falecido 10/2/1975.
Guiomar da Silva Araújo, filha de Theodolino Araújo, nascida a1/8/1930 e falecida a 30/6/2005, citada como aluna concluinte do INSA em 1960, professora, c/c Davi de Lima Bittencourt, este nascido a 26/12/1932 e falecido a 23/3/2008 e com filhos: Darcimar, Dagmar e Davi Júnior, este nascido a 16/1/1968 e falecido 10/2/1975.
Joaquim Sousa de Araujo/Quincas Araujo, irmão de Theodolino Sousa Araujo, comerciante na localidade Rio Itacuruçá.
José Erundil, filho de Apolônio Rodrigues de Araújo, casado e com filhos.
Manoel Raimundo Bitencourt de Araujo, professor, casado e com filhos.
Maria de Lima Araújo/Mariinha, filha de Raymundo Sousa de Araújo/Mestre Caetano, c/c Jair Nery, este nascido em 20/12/1926 e tiveram filhos: Clair Jamary, Celso, Clemir de Araújo Nery e Outros.
 · Martinho Sousa de Araujo, irmão de Theodolino Sousa de Araújo, comerciante na localidade Ipixuna, casado e com filhos.
· Miguel Rodrigues de Araújo, filho de Theodolino Sousa de Araújo.
· MIGUELINA BITENCOURT DE ARAÚJO, falecida a 13/5/2012, filha de Aurino Rodrigues de Araujo e Rute Bitencourt, Licenciada em Matemática, professora de Ensino Médio nas escolas de Abaetetuba/PA, foi vice-diretora e em 12/12 era Diretora do Colégio São Francisco Xavier
 · Natalina Araujo, filha de Theodolino Araújo, irmã de Guiomar, c/c Chiquinho Ferreira e tiveram filhos: Clodóvio e outros.
· Raimundo Lima de Araújo/Reizinho, filho do Mestre Caetano/Raymundo Sousa de Araújo, comerciante, casado e com filhos.
· Raymundo Sousa de Araújo/Mestre Caetano, mestre mecânico, casado e com filhos.
· Semira Sousa de Araújo, irmã de Theodolino Sousa de Araújo, casada e com filhos.
· Theodolino Sousa de Araújo, originário da Zona do Salgado do Pará/Salinas/Pa, comerciante marítimo, casado e com filhos: Apolônio, Miguel, Adolfo (em Marabá).
Os Santiago de Araujo
Felippe Santiago de Araújo, citações:
• Flautins, de Prudente Araujo, João Bernardino Dias; Clarinetes de: Cardinal, Miguel Negrão, Félix Machado, Felippe Santiago de Araujo, Heráclio Delmiro Sales, Arcelino Pinta Caroço, Bê Nunes, Maxico Almeida, Bideca;
Irmandade de S. Sebastião
Os "irmãos" da Irmandade de S. Sebastião em 1908, eram os seguintes: José Brandão Pimentel, Manoel Raymundo do Nascimento, Horácio de Deus e Silva Afilhado, Luiz Cavalcante da Frota, Gabriel Correa de Castro, Raymundo Pimentel da Silva, Liberato Antonio Baía, José da Conceição Amanajás, Raymundo Bandeira dos Reis, Leovegildo de Oliveira Campos, Camilo Alípio Pereira, Raymundo de Araujo Borges, Arlindo Lobato Negrão João Bandeira dos Reis Filho, Pacífico Mariano dos Reis, Prudente Ribeiro de Araujo, João Nepomuceno Viégas, José de Souza Pereira, Manoel Rodrigues, Miguel R. da Costa, Frederico Arleciano da Silva, Benedito Alexandre Cardoso, Anselmo H. Barbosa, Tupy Jorge, Manoel Antonio de França, Benedito do Nascimento, Simeão dos Santos Pereira, Olegário Pereira de Barros, Bernardino Pereira de Barros, Quintino Pauxis de Abreu, Delphino Cardoso, Domingos Tertuliano V. Alcântara, Marcelino Cardoso de Alcântara, Waldério de Moraes Pimentel, Luís Monteiro de Araujo, Abel Constantino da Silva, Ervécio de Castro, Licurgo de Sousa Paixão Pimentel, Benedito Ribeiro, José Pedro de Araujo, Anselmo Pereira do Valle, Raymundo dos Santos, Felippe Santiago de Araujo, Sebastião de Araujo Ferreira, Augusto da Conceição Ferreira, Manoel Carlos Monteiro, Eusébio Antonio da Conceição Ferreira, Jacinto José dos Santos, Edgar Borges, Lucídio Paes, Benedito Joaquim dos Passos, Antonio Hildebrando Cardoso, João Baía da Silva, Flauro Correa Damasceno, Audifax Mendes dos Reis.
Irmãs: Victória dos Passos, Izabel Correa dos Passos, Constança de Moraes Pimentel, Emídia Ferreira, Izabel Maria da Trindade, Geralda Maria de Castilho, Carolina Maria do Rosário, Maria do Nascimento, Felicidade Maria do E. Santo, Ângela Maria Alves, Ricarda Antonia Leal, Sarah Valente da Silva Villaça, Olinda do Carmo Paiva, Francisca Gemaque, Luiza da Conceição Vieira, Júlia de Souza Reis, Damásia de Araujo, Thereza Pereira de Barros, Adália Pereira de Barros, Júlia  Pereira, Júlia Ferreira de Araujo. Ademir Heleno, Abaetetuba/Pa, 3/9/2009.
Em 1927 

Felipe Santiago de Araújo
"Olyntho Rocha, Garibaldi Parente, Felix Antônio, Antônio dos Santos, Miguel Jorge, herdeiros de Alexandre Felix, Elias Felix dos Santos, Maria Maués Nunes, Raymmundo Lício Bahia, Jorge Antônio, Anísio Alvim de Lima, Raymmundo Nonnato Bahia, Francisco de Paula Paes, Felippe João, José Saul, Francisco Assunpção dos Santos Rosado, Abel Ayope Elias, Jorge Padre, Américo Nery Cordeiro, Antônio Costa, Antônio dos Santos, Manoel Pereira Aracaty, Júlia de Mattos, Paschoal Caporal de Francesco, Dr. João Nery da Costa, Cel. Aristides dos Reis e Silva, Joaquim Lopes, Latino Lídio da Silva, Maria Brazil Sampaio, Manoel de Araújo Pimentel, José Bechir Elias, Plácido José Ribeiro, Cel. Hygino Maués, Raymmundo do Carmo Maués, José Francisco dos Reis, Emygdio Nery Sobrinho, Delmiro de Almeida Nobre, Augusto Pereira Leite, Firmo Roberto Maués, José Honório Roberto Maués, Raymmundo Gonçalves Chaves, Ricardino de Araújo Margalho, Jayme Rodrigues da Silva, João Bernardino Dias, A. Villaça da Silva, Capitão João dos Reis e Silva,Francisco Freire de Andrade, Felippe Baptista da Costa, Bernardo Auto de Carvalho, João Floresta dos Santos, Emiliano de Lima Pontes, Pedro Pinheiro Paes, Miguel Elias, Elmásia Felippe João, Antônio dos Santos, Ismael Augusto Gomes, Pacífico Antônio da Silva, Raymmundo Nonnato Pauxis, Antônio Paes Filho, Raymmundo Reis, Cel. Maximiano Guimarães Cardoso, Capitão Leopoldo Anísio de Lima, Capitão Messias de Sigmaringa Lobato, Manoel Joaquim da Silva Lobato, Abílio Freitas de Araújo, Abel Guiães de Barros, Antônio de Figueiredo Dias Primo, Anna Seraphina Pinheiro, José Augusto Fortunato, Herdeiros de Chrisanto José Lobato, Miguel Mendes dos Reis, Ambrósia Lobato, Capitão Trajano Pereira de Barros, Rodolpho Pereira de Araújo, herdeiros de Felippe Santiago de Araújo, herdeiros de José Mendes dos Reis, Damásia Araújo, herdeiros de Manoel C. de Oliva Bello, herdeiros de Américo de Figueiredo, Joaquim Loureiro da Silva, herdeiros de Arlindo Lobato Negrão, José André Margalho, Epaminondas Margalho, Ramiro Pereira de Araújo, Guilhermino Correa Villaça."
Manoel Vigílio de Araújo
Citação de 1908:
“A irmandade de São Sebastião é organizada pelo Clube Henrique Gurjão e a diretoria da irmandade é: Presidente, Padre Francisco Manoel Pimentel; Diretor, Horácio de Deus e Silva; Tesoureiro, Trajano Pereira de Barros; Secretário, Manoel Vigílio de Araújo e José Ferreira Ribeiro; Zeladores, Pedro Pena de Araújo e Hygino Pereira e cobrador, Jósimo Leandro de Sousa e muitos irmãos”. Quando se dizia Clube São Sebastião, estava-se referindo ao Clube Henrique Gurjão.
Os Vilhena de Araújo
José Orlando Carneiro de Araújo (Coropó), casou com Maria da Conceição Vilhena de Araújo e tiveram os seguinte filhos: Stoesel Orlando Vilhena de Araújo e Eliete do Socorro. Stoesel Orlando Vilhena Araújo, professor, casado, mora em Belém do Pará, na Avenida Augusto Montenegro. Têm filhos (6ª geração).


Prof. Ademir Rocha, de Abaetetuba/Pa, em 1/5/2010

8 comentários:

  1. caro prof. ademir o saudoso dr. EVERALDO foi vereador entre 1993-1997

    ResponderExcluir
  2. Caro Marcelo Lobato,
    Já corrigi o dado mencionado. Disponha sempre de n/blog.
    Um abraço do
    Prof. Ademir Rocha

    ResponderExcluir
  3. "5ª G/Tn/ Alberto Kemil dos Santos Júnior/Betão, c/c Sebastiana Benedita Silva e tiveram duas filhas, 6ª G/Tetranetos/Ttn: Ângela Maria e Maria Betânia/Beta."

    Esta é Minha tia "sebastiana Benedita da Silva"
    Como faço para encontra-la?
    Por favor encaminhe resposta para atelierjbruno@gmail.com
    Grata

    ResponderExcluir
  4. Cara Janaína Bruno,
    No momento não tenho essa resposta, mas sei de pessoas que têm. Aguarde.
    Abrigado pela visita ao blog.
    Prof. Ademir Rocha.

    ResponderExcluir
  5. Cara Janaína Bruno,
    Se a sua tia for a Sebastiana Benedita da Silva, citada em nosso blog, sinto dizer que ela já é falecida ja faz alguns anos. Porém saiba que ela era uma boa pessoa e que queria sempre o bem dos outros.
    Um abraço do prof. Ademir Rocha.

    ResponderExcluir
  6. Caro José Nilton da Silva Araujo, obrigado pela visita ao Blog e estamos no aguardo das atualizações da família Silva Araujo. Abraços: de Ademir Rocha

    ResponderExcluir
  7. Tenho informações sobre a família de Alípio Ferreira de Araújo Margalho.. . Meu esposo e neto de Alípio.. e ele vai enviá informações sobre a família.. e-mail.. kzy-line@hotmail.com fone: 91 989605991

    ResponderExcluir
  8. Cara Letycia Souza Lemos, obgdo pela visita ao n/blog e gostaria de acrescentar mais dados de s/família, meus parentes, a essa família. Abçs.

    ResponderExcluir