Mapa de visitantes

sábado, 1 de abril de 2017

Saúde - Febre amarela: sintomas e prevenção - Blog Seleções

 Saúde - Febre amarela: Sintomas e prevenção
Fonte: http://blogseleções.com



Clique nas palavras ou frases coloridas abaixo e veja fotos e mais textos

Nos últimos meses, pudemos acompanhar nos noticiários casos envolvendo pacientes com febre amarela, uma doença até então erradicada do cenário brasileiro. A febre amarela é causada por um vírus e transmitida através de mosquitos, e pode ser um grande problema. Para evitar esse mal, devemos principalmente nos informar e agir. Leia no post de hoje sobre o que é a febre amarela e como proceder em casos de contaminação.
O que é a febre amarela?
É uma doença infecciosa, causada por um vírus ARN (propensos a mutações genéticas) do gênero Flavivirus. Esse vírus causa a febre amarela em humanos através vetores: mosquitos do gênero Aedes aegypti (o mesmo mosquito transmissor da dengue), mais comumente encontrado em cidades e zonas urbanas, ou, em casos de febre amarela silvestre, por mosquitos Haemagogus. Os mosquitos infectados pelo vírus são sempre fêmeas.
Sintomas
Os sintomas da febre amarela podem confundir a princípio. Ela é hemorrágica, e recebe esse nome por proporcionar ao corpo uma coloração amarelada; entretanto, nem sempre pode se manifestar assim. Sua detecção é feita apenas através de um exame de sangue ministrado por um médico, pois pode causar os mesmos sintomas que outros doenças: febre, dores na cabeça e no corpo (principalmente nas articulações, mas também no abdômen e lombar) e cansaço. Quando evolui, o vírus pode causar náuseas, vômitos acompanhados de sangue ou diarréia. Ao perceber esses sintomas, procure imediatamente um centro hospitalar. Depois de diagnosticada, a febre amarela deve ser tratada com a ingestão de água constantemente; não tome nenhum tipo de medicamento sem a prescrição de um profissional de saúde.
Prevenção e vacina
A prevenção é uma parte importante e que deve ser levada em consideração por todos. Como os mosquitos transmissores da febre amarela (dos tipos Aedes aegypti ou Haemagogus) são sempre fêmeas, é importante evitar a reprodução e a proliferação dos insetos em áreas próximas à população. Para isso, basta reservar alguns minutos do seu dia para esvaziar qualquer recipiente que contenha água limpa e parada, como vasos de plantas, pneus, copos ou lixo em áreas abertas. É de extrema importância que haja colaboração e cooperação com agentes de saúde devidamente uniformizados e credenciados, responsáveis pelas visitas de checagem.
Procure também em sua cidade, principalmente Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo (estados que registraram casos de febre amarela) postos de saúde que ofereçam a vacina contra a doença. Mas atenção: crianças de 6 a 9 meses incompletos de idade podem se vacinar apenas em situações de emergência ou viagens para áreas de risco. Crianças com nove meses completos recebem uma dose, com uma dose de reforço aos quatro anos de idade. Pessoas a partir de cinco anos que tomaram a vacina aos nove meses e não tomaram o reforço, bem como as que não se vacinaram em nenhum momento, devem regularizar suas doses. Pessoas com mais de 60 anos devem se vacinar apenas sob avaliação médica; a vacina é contraindicada para gestantes.
Faça a sua parte e previna-se!
Mais informações em: https://www.bio.fiocruz.br/index.php/febre-amarela-sintomas-transmissao-e-prevencao

Reproduzido pelo Blog do Ademir Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário