Mapa de visitantes

domingo, 7 de novembro de 2010

Animais da Amazônia 1

Animais da Amazônia 1

Insetos em Abaeté
Alguns grupos de insetos existentes em Abaeté eram temidos pela população por causa da picada dolorida e que em alguns grupos levava ao inchamento do local do corpo picado, dores e, algumas vezes, com aparecimento de febre devido às inflamações causadas pelo veneno injetado na picada.
Alguns desses insetos já estão rareando na região de Abaeté, devido à destruição de seus habitats.
Cabas
 Cabas no preparo do chamado "ninho de caba"
. Caba (em outras localidades: marimbondo ou vespa) é uma expressão local para alguns insetos voadores agressivos e de ferroadas doloridas, de hábitos sociais e com ninhos construídos em arquitetura variada e com vários grupos em Abaeté:
. Caba vermelha, que faz o ninho com barro;
. Caba tapiocaba preta, que faz a casa com limo de pau e em forma de tambor;
. Caba tapiocaba amarela, que é menor, porém mais perigosa e faz casa bem no alto das árvores;
. Caba asa-branca ou beiju-caba, que é grande;
. Caba piranga, de hábito geralmente solitário, que faz casa no forro das casas e bebe água dos recipientes e sua picada é dolorida, com inchamento do local e que dá até febre. Leva alguns dias para desinchar o local picado;

. Caba tatu-caba, que é grande e preta, com ninho em forma de tatu, que são estruturas uma apegada a outra;
. Caba tucandeira, com ferroada doída e que dá febre.

Formigas
. Formigas, quase todas temidas pelas ferroadas doloridas, voracidade e ninhos que vão de arquitetura simples até os sofisticados e que são de vários grupos em Abaeté:
. Formiga preta de quintal ou "formiga doida", é uma formiga pequena e uma das mais comuns e conhecidas, de caminhar atabalhoado, daí o nome "doida".
. Formiga caçadora, grandes, de cor preta, muito valente e voraz, que ataca presas muito maiores que ela.
. Formiga tapeaí, formiga de cor avermelhada, grande e caçadora, que caça e carrega tudo o que encontra de alimento de origem animal e vegetal, e que caça inclusive outros insetos de peso e tamanho muito maior que o dela, porém não sobe em árvores e fica só no chão e só ferroa se pisar nela. A formiga tapeaí caça, inclusive, o temível gafanhoto do mato, este com mordida venenosa e muito maior que ela, mas que serve de comida dessas formigas vorazes.
Formigas saúvas
. Formiga saúva vermelha, que é maior que outros tipos de saúvas
. Formiga saúva preta, que come inclusive folhas de maniva e é uma praga nos roçados e as folhas servem para alimentação e no aquecimento dos ovos e filhotes.
. Formiga taoca, só anda em grupo e possui variedades:
. Formiga taóca preta, de ferroada doída, comichenta e é fedorenta, que põe ovos no corpo de insetos mortos como baratas, besouros, etc;
. Formiga taóca vermelha, diferença só na cor;
. Formiga taóca grande, com patas e juntas de cor amarelas;
. Formiga de fogo grande, dá no chão, onde faz o ninho e sua ferroada é doída;
. Formiga de fogo miúda, menor que a outra, porém de mesmo hábito;
. Formiga doida, de cor preta e andar atabalhoado;
. Formiga cachimbo-de-velha;
. Formiga tracuá, é de cor preta, anda em bandos e dá no alto das árvores
Formiga tracuá no tronco da árvore

. Formiga sarará, é vermelha de cabeça preta;
. Formiga tachi-coratá, que faz casa no ananazeiro e sua ferroada é doída e prolongada;
. Formiga tachi-comprido, que dá na árvore taxizeiro e sua ferroada é doída;
. Formiga tucandeira, grande, porém menor que a tapeai, de cor preta, terrestre e faz ninho em buracos, sua ferroada é doída e dá febre e o lugar da picada fica amortecido. A fêmea da formiga tucandeira é chamada pelos ribeirinhos e colonos de Abaetétuba de tapecoani.

Abelhas
Abelhas que são na maioria inofensivas (com exceção da abelha mamangáua/mamangava), de hábitos sociais e arquitetura sofisticada dos ninhos, que são de vários grupos em Abaeté e que produzem o mel silvestre, muito apreciado na alimentação ribeirinha e rural antiga e usado como remédio:
. Abelhinha preta, é uma pequena abelha que dá nos jardins dos quintais. Ela surge pela manhã e vai até o anoitecer na cata do açúcar das flores dos jardins.
Abelhinha amarela, é uma pequena abelha, semelhante à abelinha preta e com o mesmo costume.
 Abelinha amarela na cata de alimentos
Abelinha amarela na flor  da "Maria Quitéria", colhendo
nectar dos pólens da flor
. Abelinha preta com tons amarelados, é uma pequena abelha, semelhante às abelinhas pretas e amarelas e com os mesmo costumes.

Abelinha preta com tons amarelados na flor
rosa do deserto, abrindo furos na flor
. Abelinha azul, é uma pequena abelha de cor verde brilhante (como da mosca azul) e que só costuma aparecer nos jordins que tem as suas flores preferidas. É muito raro vê-la nos jardins e pode ser encontrada com mais facilidade nas valetas das ruas da cidade, perto das vendas de frutas.
. Abelha urucu, que é de cor preta, que ferroa e que faz ninho na casa de cupim;
. Abelha jupará, que é de cor preta e pintada de branco nas pernas;
. Abelha Jataí
Abelhas Mamagavas ou mamangauas
. Abelhas mamangáuas/mamangavas, temidas abelhas gigantes que polinizam preferencialmente o maracujá comum ou do mato, mas também polinizam outras plantas e são de duas variedades em Abaeté:
. Abelhas mamangavas amarelas, que é uma abelha grande, peluda, que faz ninho em buracos de pau podre e faz zumbido/barulho quando está em vôo;
. Abelha mamangáua preta, peluda, de hábitos semelhantes à amarela, porém menor que esta, que faz zumbido/zunido quando está em vôo.
Alguns besouros em Abaetetuba:
Besouros em Abaetetuba
Os besouros eram muito comuns em Abaetetuba, porém, agora, como que estão desaparecendo da parte urbana do município e só podem ser encontrados nos campos e matas.


O autor do Blog jamais tinha visto em Abaetetuba
este besouro colorido em preto e amarelo, coloração
que é mais presente no ventre do animalzinho
Ponhamesas
Os ponhamesas (louva-deus) ainda são animais comuns em Abaetetuba, que frequentam os jardins e quintais das residências. Se eles são presas apetitosas para pequenos lagartos e aves, por outro lado são terríveis predadores dos jardins e quintais de casas. Devoram todo pequeno animal que encontram pelo caminho, inclusive pequenas osgas de paredes e árvores. O nome ponhamesa é caracterísco de Abaetetuba, pelo jeito defensivo de se colocar frente ao homem quando perturbado em suas caçadas. Vide fotos:
Foto de Rui Santos. A ponhamesa tem garras
fortes e afiadas e que doem até nos dedos de
mãos humanas, chegando a fazer pequenos furos

Gafanhotos
Os gafanhotos, grilos e baratas são visitantes dos jardins e quintais das casas. Servem de alimentos para aves, pequenos lagartos e lacraias. No ínicio do período das chuvas os gafanhotos  e grilos aparecem nos jardins e quintais das casas e as baratas são moradoras constantes dos ambientes úmidos. vide abaixo algumas fotos:


Os gafanhotos acima, verde e amarelo, são da
mesma espécie e as cores diferentes devem ser
o efeito do mimetismo desses animais. Eles
devoram com avidez as folhas das plantas e os
das fotos são ainda filhotes do gafanhoto verde.
Alguns desses insetos já estão rareando na região de Abaeté, devido a destruição de seus habitats.

Professor Ademir Rocha, de Abaetetuba/Pa, em 7/11/2010.

2 comentários:

  1. Amigo, qual o nome científico dessa flor que vc chama de Maria Quitéria???

    ResponderExcluir
  2. Caro amigo Marcelo Leal, publico os nomes como nomes culturais de Abaetetuba ou Pará e perguntei ao Rui Santos, q posta fotos com os nomes científicos sobre a Maria Quitéria, e esse nome é antigo!

    ResponderExcluir